Publicado por: Dirceu Rabelo | 20/09/2010

10.000 Acessos! Vitória da Fé!

10.000 Acessos! Vitória da Fé!

Dirceu Rabelo

 

No sábado passado, dia 18 de setembro, aproximadamente ao meio dia, o contador de acessos deste blog registrou a sua décima milésima visita em menos de oito meses. 10.000 acessos!!! Passamos de quatro, para cinco dígitos, e agora, permaneceremos neles até 99.999; isto é, se continuarmos “tocando” o blog com perseverança, para chegarmos aos seis dígitos, que já serão 100.000; marca quase inalcançável. Eu disse quase!

Eu mesmo me perguntei naquele momento: – E daí?  Eu me respondi com um “flash back” daqueles fatídicos dias – há mais ou menos seis anos – em que minha auto-estima estava crescendo como rabo de cavalo; para baixo, claro. Uma grossa nuvem negra pairava sobre minha cabeça e de minha produção poética, só saia isso aí (“Ânsia & Idade”), logo abaixo, carregada de pessimismo, embora seja poesia, incontestavelmente.

No fim do túnel (se é que esse túnel tinha um fim), eu não conseguia vislumbrar nem uma nesga de luz. Um caos total no meu cérebro, carcomido por um estresse profundo, motivado por anos e anos de informações e decorebas de fórmulas, do primeiro ano do ensino fundamental até a faculdade; depois, anos e mais anos decorando textos e mais textos no trabalho de ator das TVs Globo e Educativa do Rio de Janeiro, peças e mais peças de teatro também memorizadas na “ponta da língua”. Com a mudança brusca para Dom Joaquim, embrenhei-me na política; aí, vieram as idéias de trazer o turismo para Dom Joaquim; dono de bar com cara nova, o carnaval de rua com trio elétrico e bandas, e mais, muito trabalho cultural em prol da comunidade, edições e mais edições do jornal “A Folheta”; depois, mais trabalho como vereador, presidente da Câmara, fatos tristes, perseguições… Procurei refugio na bebida que começou a me arrastar para o suicídio lentamente.

Não estou aqui procurando comiseração de ninguém e sim narrando fatos, como cronista espírita, para que isso sirva de lição para aqueles que fazem uso do álcool, sem regras. A crônica é um gênero literário que fica entre o jornalismo e a literatura e, portanto, nos dá três importantes ferramentas: historiar, informar e às vezes sermos ficcionistas. Desta feita, só estou usando as duas primeiras ferramentas.

Pois bem! Só que naquela época havia me esquecido de procurar refúgio em Jesus. Quando me lembrei, ainda havia tempo para o socorro necessário e encontrei Dr. Bezerra de Menezes (médico espírita desencarnado), com quem me apeguei. Encaminhado a uma grande psiquiatra em Belo Horizonte, esta constatou em mim, um transtorno de humor congênito (não o bipolar), e me deu o medicamento terreno necessário. Junto com o medicamento, fiz uso constante da água fluidificada e passei a fazer o precioso Culto do Evangelho no Lar. Aí eu me reencontrei comigo mesmo e para me reencontrar com Deus, foi um pulo.

Foi a vitória da superação; foi a vitória da fé, feita passo a passo, dia a dia, com a ajuda de muitas pessoas e dos bons Irmãos Desencarnados que acompanharam todo esse desenrolar.

Agora, terminando o “flash back”, volto aos 10.000 acessos e digo que pode não parecer nada, mas brincando, brincando, estou escrevendo minhas besteirinhas com carinho e amor ao que faço e publicando-as aqui, e parece-me que a maioria está lendo e gostando. Além disso, nosso blog é um bom canal de divulgação da Doutrina Espírita, e só isso já bastaria para mantê-lo “no ar”.

Acreditem se quiser: O poema “Ânsia e Idade”, abaixo, deveria ser publicado na sexta-feira, dia 17 de setembro; embora a Internet estivesse ótima na parte da tarde e eu tenha absoluto controle da técnica de postagem de matérias em meu blog, não houve “santo” que desse jeito para que sua publicação se concretizasse. Acho que a autorização do “Plano Superior” foi de que o poema só deveria ser postado, depois de minhas devidas explicações, em que situação ele, o poema, foi criado; o que acabo de fazer acima.

E eu termino esta crônica, publicando o pequeno texto que me veio no sábado à tarde, no meu “Culto do Evangelho no Lar”. Ao abrir, ao acaso, o livreto “Vida Feliz” de Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, foi-me “jogado na cara” por minha insistência e irritação ao não ter o poema publicado como eu queria, esta maravilha de resposta:

A tristeza é mensageira de sofrimento.

Não te prendas a ela, nem te permitas contaminar pelos seus miasmas.

É certo, que nem todos os dias são claros e ricos de alegria.

Há ocasiões em que o sofrimento parece dominar os quadros da tua atividade. No entanto, examinadas as dificuldades e sentidas as dores, faze sol íntimo, afugentando a tristeza da tua mente, a fim de que mais facilmente superes os acontecimentos provacionais.

O cultivo da tristeza abre campo a várias enfermidades da mente, da emoção e do corpo. (Joanna de Ângelis)

Portanto, caros amigos leitores deste blog, muito obrigado pela força que me deram durante este tempo e que Jesus abençoe a todos!   

Anúncios

Responses

  1. Vitória, vitória, vitória!!!!! Orgulho misturado com ansiedade. É isto o que sinto neste momento. E outra, a certeza de que a cada dia se apaixona mais por esta ferramenta maravilhosa que é a internet e em especial o blog que nos aproxima de pessoas distantes e que nunca poderiamos conhecer. Parabéns pelas palavras e pelos 10 mil acessos!!!!!

  2. Obrigado, mais uma vez, filha. Você me ajudou nos dois processos. No primeiro, em que eu estava pra baixo e no segundo, quando criamos o blog. E como eu disse no texto, se tudo alí fosse em vão, só de ele (o blog) ter a maravilhosa função de divulgar a Doutrina Espírita, já estaria valendo a pena. Aliás, veja as palavras de Emmanuel: “A maior caridade que praticamos em relação à Doutrina Espírita é a sua divulgação”.
    Beijos do pai e as bênãos do Pai Celestial.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: