Publicado por: Dirceu Rabelo | 07/01/2011

A segunda juventude de Mamãe

A segunda juventude de Mamãe.

Dirceu Thomaz Rabelo

O foguetório lá fora anunciava a passagem para o ano novo e a mesa posta na grande cozinha, com a leitoa à pururuca desossada e o peru assado, como pratos principais, chamavam a atenção de todos os convidados e anfitriões da Vila Arranca Toco, aqui em Dom Joaquim.

Logo depois da meia noite foi dado o sinal verde para que os mais velhos se servissem. Mamãe, com seus 91 anos levantou-se para se servir e me chamou a fim de acompanhá-la à mesa. Começamos a nos servir e quando chegamos ao peru, vi que ele estava em posição de decúbito dorsal, ou seja, com o peito para baixo.

– Quem já viu peru ser servido de bunda pra cima? Perguntei.

Mamãe olhou pra mim e falou na maior simplicidade: – vira o peru e pronto!

E foi o que eu fiz, com a ajuda de dois garfos e meus dedos.

Foi aí que mamãe descobriu que tinha um negócio amarronzado saindo de dentro do peru. Era o saco de miúdos, que as minhas irmãs se esqueceram de tirar de dentro da ave, meio congelada, da Sadia, com botão vermelho e tudo.

Pra mamãe não teve coisa mais engraçada que a minha molecagem de tirar o saco do peru, e dar sumiço nele o mais depressa possível, para que os convidados não vissem o fiasco. Ela riu durante toda a ceia e mesmo depois; e no dia seguinte gargalhava com a minha encenação da “operação arranca saco de peru da Sadia”.

Naquele dia, já bem mais tarde, quando todos os convidados já haviam se retirado, eu me recolhi ao meu apartamento e depois de um bom banho, deitei-me na poltrona da sala. Ali, fiquei a agradecer a Deus pela alegria daqueles momentos de graça e alegria, junto de minha família e principalmente de minha mãezinha, que embora contando já com 91 anos, ainda está lúcida, saudável, e com uma alegria de viver que poucos jovens ainda possuem.

Naquele momento, 2h da manhã, com as luzes da varanda da vila apagadas, ouvi um coro de vozes femininas cantando à minha janela em serenata – “ oi abre a porta e a janela, venha ver quem é que eu sou/ Eu sou aquele desprezado, que você me desprezou”.

Fui depressa abrir a janela e lá estavam quatro de minhas irmãs: Cira, Cleusa, Aparecida e Nelma, e Andréia, minha cunhada. No meio delas, minha mãezinha querida em seresta, toda animada e vivendo seus 91 anos, como se naquele momento donzela fosse, e talvez se sentisse mesmo.

Eu, cavalheiro, apontando para ela, pedi silêncio às seresteiras e perguntei galanteador:

– Quem é a bela jovem desconhecida e tão animada?

Uma de minhas irmãs respondeu prontamente:

– Ela é nova na cidade. Está de visita, mas é muito acanhada!

Dos olhos de mamãe um brilho de juventude iluminou toda a varanda por um breve instante; e “as moças”  se deram os braços e foram cantar em outras janelas, tontas, de tanto beberem espumantes.

A Vila Arranca Toco era uma festa só  naquela madrugada de 1º de janeiro de 2011. Uma chuva fina caia insistentemente e chateava todo mundo, menos à mamãe, que transbordava felicidade e “contaminava” a todos nós.

Anúncios

Responses

  1. Que vontade de estar aí com vcs nestes momentos mágicos. Sem sombra de dúvidas temos que agradecer todos os dia a Deus por vovó. Ele nos presenteou com um ANJO em forma de pessoa.

  2. Filha, entre na minha página do Facebook e vai ver a gracinha dos comentários dos netos a favor da crônica. Eu me emocionei mais com a reação das pessoas, do que com a própria redação da crônica. Mamãe é uma dádiva de Deus e aquele dia foi todo especial e ele “iluminou” a noite da Vila Arranca Toco, quiçá de Dom Joaquim. É um anjo que Deus nos enviou. Beijos do pai que te ama muito. Beije por mim a todos daí.

  3. Só Dona Mercês tem a receita para fazer da vida uma canção de alegria e superação. Por favor, nos ensina ,Dona Mercês! Vocês são dígnos da MÃE que tem.Parabéns!

  4. Oh! Ira, querida! Você tem dentro de casa uma mãezinha que também é AMOR em forma de mulher. Espíritos como o de dona Nilza já não são obrigados a reencarnar na terra. Quando aqui aparecem, estão sempre em missão e doam até a última gota de sangue e suor para todos que os cercam. Assim é essa maravilha de mulher, essa forteleza chamada Nilza. Que Jesus a abençõe com saúde e paz neste 2011. Beijos do seu mano!

  5. Oi DIrceu, como foi bom nosso Ano Novo, estar com essa familia maravilhosa e realmente encantador. Agradeco a Deus por fazer parte dela.Dona Merces, a cada dia nos surpreendendo e nos ensinando a viver.Beijos da cunhada que lhe admira.
    Andrea.

  6. Andrea, querida cunhada do meu coração! Foi tão bom que eu resolvi fazer esta crônica para registrar aqueles momentos de ventura e você não pode imaginar a repercussão no Twitter, FaceBook, aqui no blog… E você fez parte desses momentos de extrema felicidade junto com Mamãe e todos os nossos. A Vila Arranca Toco é abençoada por Jesus!!!

  7. Nossa!!! Dirceu. Sua mâe e Muito bonita e jovem para sua idade. Parabéns!!!

  8. Obrigado, Odete. Mas realmente, Deus, na sua Infinita Bondade, tem sido Maravilhoso conosco, dando à nossa Mãezinha muita saúde e alegria de viver. É uma grata satisfação para todos nós vê-la assim, com 91 anos, sempre sorridente e com a “juventude” à flor da pele. Você, com certeza, ainda vai conhecê-la e verá que ela é mesmo uma mulher forte, poderosa… Graças a Deus. Um beijo!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: