Publicado por: Dirceu Rabelo | 02/02/2011

Poema para os bêbados.

 

 Poema para os bêbados.

 Dirceu Rabelo 

GAMBÁ: o mascote dos bebuns. Este animal tem fama de gostar de uma talagada também. Um de seus lugares preferidos para procriar é o alambique, e alí constuma ser encontrado totalmente de porre, quando acha algum barril com vazamento. Olha só a cara do biriteiro!

Sabes por que bebes?

Bebes porque é líquido, claro!

Palavra de Presidente da República…

E porque costuma ser clara e translúcida também.

E ela dá o maior barato,

Enquanto dás o maior vexame.

E como chamas a atenção!

Que bonito!

E ela tem cheirinho de bagaço e rosário denso.

E ademais bebes porque tu és besta;

Bebes porque és bobo;

Bebes porque és brabo; brabo?

Bebes porque tu és burro;

Bebes porque tu és um bosta.

E não paras de beber,

Por causas idênticas.

E não demoras a usar um pijama de madeira…

Daí, conclui-se que idiota tu és também.

Porque és considerado suicida, e dos lentos,

Lá no Plano Espiritual.

Experiência própria…

No meu caso, seu otário,

Deixei pra lá

A opção de usar

O pijama de jacarandá!

Tô fora!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: