Publicado por: Dirceu Rabelo | 14/03/2011

A IMPORTÂNCIA DA CAPELINHA DO ALTO DO CRUZEIRO

A importância da Capelinha

do Alto do Cruzeiro,

para a cultura e o turismo

de DOM JOAQUIM.

Dirceu Rabelo

 

Um misto de ganância, falta de compromisso com a comunidade e ignorância levaram as empreiteiras contratadas pelas duas companhias telefônicas, a receberem o aval de “alguém” da prefeitura, para as instalações dos dois monstros metálicos (foto) em volta do símbolo máximo dos dom-joaquinenses.

A Capelinha do Alto do Cruzeiro, guardando as devidas proporções, está para Dom Joaquim, assim como o Pão de Açúcar ou o Cristo Redentor estão para o Rio de Janeiro. É o símbolo máximo. É a referência. É a lembrança maior do dom-joaquinense ausente, quando a saudade aperta.

Padre Bento, que a construiu e que na verdade era cônego, já a projetou com “segundas” intenções. Contam que um pouco depois da chegada da década de 1950, o padre Bento recebeu aqui em Dom Joaquim, a visita de um sobrinho médico. Ele estava chegando da Itália, onde tinha ido fazer um curso de aperfeiçoamento em oncologia, especialidade médica que naquela época ainda engatinhava. O padre estava se queixando muito de dores no estômago, e o sobrinho resolveu fazer-lhe alguns “toques” localizados, pois o tio, embora fosse religioso, era fumante inveterado. Levado a Belo Horizonte, constatou-se que o câncer havia tomado todo o seu estômago e ele teria pouco tempo de vida.

Na sua volta a Dom Joaquim, mandou edificar a capelinha no topo do morro em terreno que já pertencia à Diocese de Diamantina e, portanto, à Igreja Católica. Seu corpo foi enterrado na capelinha, conforme seu pedido, ao lado direito da porta da entrada principal.

Depois de sua morte, a capelinha já passou por várias reformas, mas sempre mantendo o projeto inicial.

Ali são realizadas as festas de Santa Cruz, de grande apelo popular. Às vezes, são realizadas ali também missas para a comunidade do Alto do Cruzeiro.

A capelinha é também muito visitada por turistas, tanto de dia quanto à noite, por terem uma visão panorâmica e privilegiada de toda a cidade e de onde tiram muitas fotos.

Desde 1989, quando desenhamos para o Jornal “A FOLHETA” uma charge, com a capelinha na colina, mais o Alto da Palha  “significando, ou representando Dom Joaquim”,  é logomarca oficial da cidade e está sempre estampada nas logomarcas de administrações dos prefeitos que se sucedem e de eventos diversos.

Atualmente, trava-se na justiça uma luta, para retirada das duas torres de telefonia celular (Claro e Oi), que tiveram permissão para ser instaladas irregularmente pela administração anterior (mas que teve o parecer contrário – in loco – deste secretário de Turismo e Cultura) e que trouxe grande revolta popular. Descaracterizou-se desrespeitosamente, o maior símbolo cultural de todos os dom-joaquinenses: A Capelinha do Alto do Cruzeiro. 

Anúncios

Responses

  1. Amigo Dirceu.
    Quando vi a foto, antes mesmo de ler a matéria, pensei “com meus botões”:
    – Tão linda a Capelinha, pena que tem esses dois monstrengos atrás, estragando tudo tudo, ainda assim, ela é bonita demais.
    O que penso, é que deve-se fazer um honroso abaixo assinado que passe por toda a cidade e que os turistas também assinem e tenho a certeza de que, se pudessem, todos assinariam mais de uma vez.
    Chega de tanta falta de respeito ao simbolos importantes para a cultura nacional!
    Marilia Barbosa

  2. Marília, querida amiga! Veja só o que fazem aqui no interior com nossos símbolos culturais e artísticos por umas poucas moedas, como o fez Judas Iscariotes. Venderiam até a alma da mãe se pudessem… E olha que no dia da decisão de onde a torre principal ficaria (CLARO), eu fui convidado, na condição de secretário municipal de Turismo e Cultura, para dar o meu parecer e este foi peremptoriamente negativo. Ficou decidido então que a torre ficaria em local bem afastado da capelinha. Não fizeram o combinado e a torre subiu exatamente onde a empreiteira estava querendo: bem atrás do nosso maior “patrimônio cultural”. Mas eu brigo, denuncio, boto a boca no trombone e sei que faço algumas inimizades, mas Deus sabe que estou trabalhando para o bem da comunidade.
    Beijão querida!

  3. ééééééé´ SO De SP

  4. Falou Pablo ou Alecio (sei lá!). Seja bem-vindo! Grande abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: