Publicado por: Dirceu Rabelo | 31/01/2012

A SUIÇA ESTREMECE! A MAIOR LAVANDERIA DE DINHEIRO DO MUNDO AMEAÇA FALIR

A MAIOR LAVANDERIA DE DINHEIRO DO MUNDO AMEAÇA FALIR – A SUIÇA ESTREMECE!

por Gilles Lapouge

Os belos bancos, elegantes, silenciosos de Basileia e  Berna estão ofegantes. Poderia dizer-se que eles estão assistindo na penumbra a  uma morte ou estão velando um moribundo. Esse moribundo, que talvez acabe mesmo  morrendo, é o “segredo bancário” suíço. O ataque veio dos Estados Unidos, em  acordo com o presidente Obama. O primeiro tiro de advertência foi dado na  quarta-feira: a UBS – União de Bancos Suíços, gigantesca instituição bancária  suíça viu-se obrigada a fornecer os nomes de 250 clientes americanos por ela  ajudados para defraudar o fisco. O banco protestou, mas os americanos ameaçaram  retirar a sua licença nos Estados Unidos. Os suíços, então, passaram os nomes. E  a vida bancária foi retomada tranquilamente. Mas, no fim da semana, o ataque  foi retomado. Desta vez os americanos golpearam forte, exigindo que a UBS  forneça o nome dos seus 52.000 clientes titulares de contas ilegais! O banco  protestou. A Suíça está temerosa. O partido de extrema-direita, UDC (União  Democrática do Centro), que detém um terço das cadeiras no Parlamento Federal,  propõe que o segredo bancário seja inscrito e ancorado pela Constituição  federal. Mas como resistir? A União de Bancos Suíços não pode perder sua  licença nos EUA, pois é nesse país que aufere um terço dos seus benefícios. Um  dos pilares da Suíça está sendo sacudido. O segredo bancário suíço não é coisa  recente.Esse dogma foi proclamado por uma lei de 1934, embora já existisse desde  1714. No início do século 19, o escritor francês Chateaubriand escreveu que  neutros nas grandes revoluções nos Estados que os rodeavam, os suíços  enriqueceram à custa da desgraça alheia e fundaram os bancos em cima das  calamidades humanas. Acabar com o segredo bancário será uma catástrofe  económica.Para Hans Rudolf Merz, presidente da Confederação Helvética, uma  falência da União de Bancos Suíços custaria 300 bilhões de francos suíços.E não  se trata apenas do UBS.Toda a rede bancária do país funciona da mesma  maneira. O historiador suíço Jean Ziegler, que há mais de 30 anos denuncia a  imoralidade helvética, estima que os banqueiros do país, amparados no segredo  bancário, fazem frutificar três trilhões de dólares de fortunas privadas  estrangeiras. Os ativos estrangeiros chamados institucionais, como os fundos  de pensão, são nitidamente minoritários. Ziegler acrescenta ainda que se  calcula em 27% a parte da Suíça no conjunto dos mercados financeiros offshore do  mundo, bem à frente de Luxemburgo, Caribe ou o extremo Oriente. Na Suíça, um  pequeno país de 8 milhões de habitantes, 107 mil pessoas trabalham em bancos.O  manejo do dinheiro na Suíça, diz Ziegler, reveste-se de um caráter  sacramental.Guardar, recolher, contar, especular e ocultar o dinheiro, são todos  atos que se revestem de uma majestade ontológica, que nenhuma palavra deve  macular, e realizam-se em silêncio e recolhimento. Onde pararam as fortunas  recolhidas pela Alemanha Nazi? Onde estão as fortunas colossais de ditadores  como Mobutu, do Zaire; Eduardo dos Santos, de Angola; dos Barões da droga  Colombiana; Papa-Doc, do Haiti; Mugabe, do Zimbabwe… e da Máfia  Russa? Quantos atuais e ex-governantes, presidentes, ministros, reis e outros  instalados no poder, até em cargos mais discretos como Prefeitos de Municípios,  têm polpudas “gatunadas”  contas na Suíça? Quantas ficam eternamente  esquecidas na Suíça, congeladas, e quando os titulares das contas morrem ou caem  da cadeira do poder, tornam-se impossíbilitadas de serem alcançadas pelos  legítimos (!?) herdeiros ou pelos países que foram espoliados ? Por exemplo,  por que após a morte de Mobutu os seus filhos nunca conseguiram entrar na  Suíça?… Tudo lá ficou para sempre e em segredo . Agora, surge um outro  perigo, depois do duro golpe dos americanos.Na mini cúpula europeia que se  realizou em Berlim, (em preparação ao encontro do G-20 em Londres), França,  Alemanha e Inglaterra (o que foi inesperado) chegaram a um acordo no sentido de  sancionar os paraísos fiscais. “Precisamos de uma lista daqueles que recusam  a cooperação internacional”, vociferou a chanceler Angela Merkel. No domingo,  o encarregado do departamento do Tesouro britânico Alistair Darling, apelou aos  suíços para se ajustarem às leis fiscais e bancárias europeias. Vale  observar, contudo, que a Suíça não foi convidada para participar do G-20 de  Londres, quando serão debatidas as sanções a serem adotadas contra os paraísos  fiscais. Há muito tempo se deseja o fim do segredo bancário.Mas até agora, em  razão da prosperidade econômica mundial, todas as tentativas foram  abortadas. Hoje, estamos em crise. Viva a crise !!! Barack Obama, quando  era senador, denunciou com perseverança a imoralidade desses remansos de paz  para o dinheiro corrompido.Hoje ele é presidente. É preciso acrescentar que os  Estados Unidos têm muitos defeitos, mas a fraude fiscal sempre foi considerada  um dos crimes mais graves no país.Nos anos 30, os americanos conseguiram caçar  Al Capone.Sob que pretexto? Fraude fiscal ! Para muito breve, a queda do  império financeiro suíço.
Demorou….!

Anúncios

Responses

  1. A segunda Guerra Mundial teve vários vencedores . Primeiro : de uma forma infeliz ( 50 milhoes de mortos ) ,a humanidade saiu vencedora pelo avanço tecnologicoseje , por exemplo :computador , penicilina energia nuclear , etc . Segundo : em termos de país , o grande vencedor foi a suiça ,sem dar um tiro sequer , apoderou-se das riquezas alemas e das joias , ouro , dos judeus , confiscadas por estes . Terceiro: no braço o povo russo foi o grande vencedor . Quarto : em termos de poder , o grande vencedor foram os USA, com a ressalva que praticamente não teve nenhum civil , mulher , criança e seu vasto territórioi como vítima , ou seja brigou fora de casa , a não ser pearl habby não tomou nenhum tiro em casa

  2. Caro Renato Couri,
    Seu comentário é interessante, porque mostra um lado da guerra no qual ninguém, ou quase ninguém prestou muita atenção. Ele estará aqui, junto da matéria e servirá de consulta para os leitores, enquanto este blog existir.
    Perdoe-me, mas só uma correção: o nome da batalha, ou do ataque da Marinha Imperial Japonesa aos americanos no Havai, ocorrido em 7 de dezembro de 1941 foi em sua base de PEARL HARBOR.
    Um abraço fraternal e escreva sempre.

  3. Muito interessante o assunto tratado no blog.

    Mas convenhamos, acreditar que de fato os “tax havens” irão acabar é acreditar piamente que Papai Noel existe. Apesar de grandes governos fazerem pressão, especulando até impôr sanções ecônomicas, não deve-se esquecer que dentre estes grandes governos há muito peixe grande que atua por “trás, frente e lados” que não seria nenhum pouco estulto em deixar que isso ocorra de forma arbitrária… Resumindo… é esperar para ver o que de fato acontece com a política bancária suíca. Tratando-se de assunto inerente a um país que adota uma postura neutra em diversas questões relativas à sua política externa de maneira geral, pode-se assim mencionar, no mínimo, espera-se uma decisão neutra sobre tal; ou até mesmo, um impasse que acabará em ski (diversão nos belos alpes suícos). hehehe.

    Grande abraço e cuide-se.

  4. Para dizer a verdade, caro Jean Padilha, eu mesmo não acredito em nada do que foi publicado aí em cima. Eu só publiquei esta matéria, porque ela me pareceu interessante e afronta os caras de pau como o Paulo Salin Malluf que juram de pé junto que não têm um “tostão furado” fora do Brasil, principalmente nos bancos suíços. Tenho certeza que a grana vai continuar lá e os corruptos terão seu dinheiro guardadinho para quando a velhice chegar, ou para quando deixarem a cadeia…. kkkkkkkkkkk.
    Abraço mineiro,

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

      Entendo-te meu caro. Mas meu comentário não foi diretamente a ti. Quis passar uma idéia pluralista com relação ao assunto para os demais interessados no post. E é um grande pesar saber que há muitos brasileiros que se beneficiam desta política do país suíço que age com esta “tanta” neutralidade, para surrupiarem a pátria verde amarela… O negócio é esperar, para que as próximas gerações se interessem e combatam essas práticas de forma mais intensa (eita, o negócio naturalmente vai descambando para política; entreleçando-se com comportamento social – no qual envolve-se moral, ética e blá blá blá – educação etc.

      Hehehehehe.

      Abraço amazonense.

  5. Caro Jean,
    Comentários assim como estes que você tem feito, tornam-se parte integrante da matéria, pois os leitores interessados também os leem. Somos de uma pátria achincalhada, sabemos disso, mas esse império do abuso e do roubo não durará para sempre. Como você mesmo disse, as próximas gerações irão combater essas práticas com mais intensidade e os bandidos ficarão na história da imoralidade. Que coisa mais triste! Se bem que eles não estão nem aí para essa história de imoralidade, de serem corruptos; eles querem se dar bem agora. O futuro que se dane! Pobres coitados. Não devem nem dormir direito, contando seus míseros milhões que não poderão levar em seus desengavetados e luxuosos caixões que a podridão há de comer… Isto é, se eles mesmos não se autopunirem com o fogo da cremação.
    Mineiros abraços!

  6. Hi,Watch This FREE Video How To Build Over 100,000 backlinks and drove over 500,000 targeted visitors from free traffic source to your sites http://rankbuilder2.net/ Get Google Top Spot Now

  7. Caro Dirceu Rabelo, quando vc fez a sua conta bancaria aqui no Brasil na hora do cadastro vc confirmou ao banco que o dinheiro e regularmente ganho e informou tambem o fisco da sua conta? Vamos abrir aqui todas as contas em todos os bancos brasileiros ! Brasil é tõa honesto assim? Grande abraço para o nosso moralista!

  8. Ih! Não é que o amigo Baegerter me colocou na maior calça justa?
    É, mas eu não estou muito triste não! As coisas estão melhorando… Os ladrões estão começando a ser processados.
    Vamos ver no que vai dar.
    Grande abraço, Baegerter!!!! Caçador de MORALISTAS… KKKKK

  9. É quase tarde pra o mundo querer se acordar somente agora, com relação a este assunto, imagina desde os primórdios do sec. xvII, a está proteção ao dinheiro ilícito, se o mundo ñ fosse tão sujo em tantas esferas já haveria mecanismos anti-fraudes, pra desvios de tamanha proporção. Mas bm legal artigo, parabéns Dirceu!

    • Verdade, caro Luiz Daniel! Mas, para Deus nada é impossível. Conforme os espíritos vão reencarnando, eles vão evoluindo e se desprendendo do dinheiro, da fortuna, da ganância. Não é isso mesmo? Grande abraço e que Jesus o abençoe!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: