Publicado por: Dirceu Rabelo | 03/06/2012

OS ANIMAIS E A ESPIRITUALIDADE

OS ANIMAIS E A ESPIRITUALIDADE

Os animais têm instinto apurado e são puros, além da linguagem própria de acordo com cada espécie. Eles são inferiores à raça humana, apresentam a liberdade limitada de ação, pois não têm o livre-arbítrio.

A ciência afirma que os animais têm uma inteligência rudimentar conforme as suas necessidades. Mas a espiritualidade dos animais vai mais além. Eles são seres que agem pelo instinto, seres que amam o ser humano, sentem as energias do ambiente e também humanas, são extremamente sensíveis a tudo que os rodeia.

Será que realmente os animais têm a ligação direta com o outro mundo? Os felinos realmente podem enxergar os mortos e alertar os seus donos sobre uma presença espiritual?

Segundo os testes científicos realizados em laboratórios de Parapsicologia revelam que os animais também podem desenvolver estranhas habilidades paranormais.

Você já teve a impressão de que o seu animal te compreende mesmo sem você falar absolutamente nada? A impressão foi confirmada cientificamente. Alguns animais possuem a hiperestesia indireta, ou seja, faculdade paranormal que eles conseguem perceber as mensagens telepáticas, principalmente de seus donos. A conversa psíquica com os animais pode ser desenvolvida com treinos e para isso já existe a psicoveterinária, isto é, um ramo da Psicologia direcionada aos animais.

Na Antiguidade, os egípcios já acreditavam que os felinos conseguiam ver as almas das pessoas e acessar o mundo dos mortos. Por causa dessa crença, quando um faraó nobre ou um sacerdote falecia, um gato era sacrificado e enterrado com o morto. A sabedoria egípcia dizia que o gato iria despertar na morte e levar o espírito para o além, seu destino final.

Vale lembrar que o gato apresenta a espiritualidade aguçada no olhar, já o cachorro, no focinho.

Os gatos assistem e sentem tudo. Jamais duvidem disso! Eles apresentam uma visão aguçada, podem sentir as energias eletromagnéticas negativas do ambiente, pois sentem o local onde estão, sentem a energia do ódio, da tristeza. Não é a toa que eles têm sete vidas, pois são animais livres, espertos, independentes e caçadores. Eles são considerados bichos sagrados, pois transmitem vida, alegria, amor, energia positiva para as pessoas e afastam as almas trevosas do ambiente, além de apresentar o poder da hipnose.

O cachorro também é considerado um animal maravilhoso para o ser humano. Ele é o verdadeiro amigo do homem, o nosso Anjo da Guarda, pois não tem nenhuma maldade, é um ser puro, age por instinto, ama realmente o seu dono sem nenhum interesse. Ele sente, por exemplo, quando o dono está triste ou está prestes a morrer, ou seja, ele tem a premonição da morte, consegue enxergar a aura das pessoas, se as pessoas estão tristes ou não, se estão com encostos e, muitas vezes, o cachorro se assusta ao ver algo estranho.

Ele também tem o poder de “quebrar quebranto”, quer dizer, afasta a inveja da sua aura, quebra as energias negativas e elimina tudo de maldade humana que você apresenta. Dependendo do caso da maldição no ser humano, o cachorro terá queda dos pêlos ou até chegam a morte em virtude da energia pesada sobre os seus donos.

E o que acontece quando o cachorro morre? Quando um cachorro morre, reencarna na mesma família em aproximadamente 60 dias, pois não são espíritos errantes como nós que precisamos ficar um tempo em outro plano para acertarmos os erros cometidos. Que divino é o nosso animal de estimação!

Vale mencionar que não só os cachorros e os gatos são os amigos do homem em todos os sentidos. O golfinho, a baleia, a águia, a tartaruga, a coruja, o papagaio, o pica-pau, por exemplo, também apresentam os seus valores e atributos positivos.

– A baleia e o golfinho pensam dezesseis vezes mais rápido que o ser humano e é por isso que são considerados os seres mais inteligentes do Planeta.

– A águia representa a força e apresenta uma visão mais aguçada que todos os animais.

– A tartaruga tem a casa própria, passeia devagarinho e sempre.

– A coruja apresenta o poder da magia, consegue enxergar 360º e representa os nossos ancestrais.

– O papagaio também consegue ver tudo e sabe de tudo, pois a sua espiritualidade é aguçada.

– O pica-pau representa a justiça em sua vida.

Devemos respeitar os animais, pois eles são seres maravilhosos e estão aqui para nos ajudar. Futuramente, não haverá mais a necessidade do ser humano matar os animais para complementar a alimentação. O próprio ser humano está cada vez mais evoluindo para comer somente grãos e verdura.

Todos nós devemos sim ter um animalzinho em casa para nos proteger e fazer companhia. Cuide dele com todo o seu amor e carinho, pois ele merece! Eu mesma estou procurando um cachorrinho…

Leorena (ESPIRIT BOOK)

Anúncios

Responses

  1. Boa tarde,,estou adorando tudo que vem para m sobre esta doutrina tão linda.Sera que meu Kiko ainda esta por aqui ,,na minha casa ou já esta se preparando para voltar?ele era muito inteligente so faltava falar ,,ele e a filha dele,GOSTARIA MUITO DE SABER SE AINDA SE ENCONTRA POR AQUI,,,SERÁ?FORTE ABRAÇO ,,MUITO OBRIGADA PELAS PALAVRAS DE CARINHO,,.

  2. Jandira,
    Eles, depois de desencarnados não ficam na sua casa, mas voltam a reencarnar muito depressa. Se você ganhar um filhote, poderá ser um deles voltando para o seu lar. Eles sempre retornam ao lar de origem.
    Um abraço!

    • Boa tarde sr. Dirceu li seus comentarios sobre caes que desencarnam,preciso de uma resposta urgente.ninha cadelinha era criada como minha filha e era minha companheira ela sempre estava comigo onde eu fosse ela foi atropelada semana passa da e estou louca de saudades dela choro todo tempo. o senhor disse que no prazo de 60 dias eles voltam para nosso lar e fiquei mais animada so que o meu caozinho(DUDU) é o pai dela e a cadelinha da minha vizinha a mae entao nos resolvemos colocar os dois para cruzar so que ela so entra no cio em setembro sera que minha (BABI) vai voltar pra mim nesse periodo ou é tarde demais?

      POR FAVOR ME MANDE UM EMAIL TRAZENDO UMA RESPOSTA ESTOU DESESPERADA…..

      Obrigada

      • Cara amiga e irmã Divanira,
        Nossos animaizinhos chegam a nós pela vontade de Deus e retornam quando o amor nos unem a eles. Fique tranquila e ore somente para que ela retorne para você e isso irá acontecer. Leia os outros comentários e verá que isso aconteceu até com nosso querido Chico Xavier que também adorava os animais, principalmente os cães.
        Aguarde e confie em Deus, nosso Pai e Criador que nunca nos desempara.
        Grande abraço fraternal!

      • Boa tarde,sr. Dirceu amei sua resposta e isso me confortou um pouco pois a saudade da minha pequena e tanta que ja faz uma semana e nao consigo tira-la da minha cabeça,cada canto da casa me faz lembrar dela ela era muito apegada a mi e eu a ela,ela vivia atraz de mim onde eu fosse se eu estava na cozinha,quarto,area e até no banheiro e ficava comigo,porisso que a saudade cada dia e mais sonho com ela todos os dias. Sera que ela esta sentindo minha falta tambem?
        obrigada e tenha um exelente final de semana.

      • Seu animalzinho depois que desencarnou, está passando por um certo descanso e por isso não sente nada. Seu “espírito” está “guardado” para voltar a reencarnar… só isso! Aguarde e confie!

    • adorei saber isso, porque eu amo animais e tenho muitos cães e uma gata, já perdi muitos porque é difícil ter veternario, onde tudo ainda é muito complicado em relação há vida humana, quanto mais animal.
      dou muito amor, carinho e alimento, isso é o que me consola saber porque sofro sempre muito com a partida deles…………..

      • Você está fazendo a sua preciosa parte, querida Edithe e seu sofrimento não será em vão. Nós que cuidamos dos animais estamos aqui na terra em missão sagrada e os animais que nos são confiados, são encaminhados pelos Bons Espíritos de Deus.
        Abraço fraterno e que Jesus a abençoe e a seus animaizinhos também!

    • Olá, eu moro em uma casa onde a minha filha quando era pequena (1 ano e meio de idade) via um homem na cozinha de nossa casa. Hoje ela está com 20 anos. Há 19 anos que moramos na mesma casa e durante esse tempo, já morreram 05 gatos em cima do telhado. Não sei se eles comem alguma coisa lá em cima ou simplesmente estão mal e falecem no nosso telhado. Na rua onde moro tem muitos gatos andando pelos telhados e desde o primeiro que morreu fico impressionada quanto ao tal homem que a minha filha via. Será que tem alguma coisa a ver?

      • Não acho que a morte dos gatinhos tenha algo a ver com o espírito do homem que sua filha via. Os animais e principalmente os felinos procuram locais mais afastados para desencarnarem em paz. Eles têm uma sensibilidade mais apurada e fazem isso naturalmente e ali no telhado é o local preferido deles. Aqui comigo, eles desencarnam no quintal que é muito grande e é onde eles passam a maior parte do tempo. Um abraço e que Jesus a abençoe e abençoe seu lar, afastando daí qualquer espírito que ainda esteja perturbando esse ambiente que deveria ser se PAZ & LUZ!

      • Obrigada Dirceu, vou cuidar mais da minha casa que de uns tempos pra cá venho deixando de lado por desgosto de tantas coisas que atrasam em minha vida e na vida de minha família. Quero que se ele ainda estiver por lá, encontre o caminho da luz. Já levei água que eu mesma fiz a benção e joguei pela casa. Obrigada mais uma vez e que Deus te abençoe!

      • Na verdade eu gostaria de perguntar mais coisas sobre se o homem ainda está por lá. Se ele tem influência em nossas atitudes, enfim. Agora tenho um cachorrinho de 03 anos que amo muito e que meu marido antes não queria muito mas agora é louco pelo Max. A minha filha também o ama muito. Às vezes pego ele olhando para o nada e já fico pensando em o que ele está vendo? Não quero ficar impressionada, mas gostaria de saber sobre esse espírito que estava por lá. Tem como eu saber?

      • Querida Magna Aquino,
        Os espíritos estão por toda parte e os espíritos bons estão onde estão as pessoas que fazem o bem, a caridade e que têm como meta de vida a fraternidade, o perdão e a indulgência. Aí, os espíritos inferiores não acham lugar para eles. Faça orações e Cultos do Evangelho no Lar com mais frequência que tudo se acalmará, tudo chegará nos seus devidos lugares. Outra coisa: onde há vícios também aí estão os espíritos inferiores. Bebidas, drogas, jogos e fumo atraem esses irmãos menores que atrasam nossas vidas. Vamos dar uma reviravolta espiritual, fazendo uma reforma íntima e talvez material dentro do lar e tudo ficará bem com a aproximação de JESUS!!!

      • Obrigada mais uma vez

  3. Dirceu, amigo, sempre gostei de animais. Agora tenho em casa uma cadela que está com seis meses e chama-se Linda. Tem uma forma incrivel de comunicar-se comigo. Parece entender alguns dos meus sentimentos, seja de tristeza ou alegria. É uma maravilha tê-comigo. Um abraço, irmão.

  4. Caro amigo/irmão Mirabô.
    Quando eu morava no Rio de Janeiro, fiz uma peça com o Rodrigo Farias Lima e que se chamava “O Mago das Cores”. Só eu e José Roberto Mendes em cena. Uma peça infantil que lotou teatro e foi sucesso de bilheteria e crítica. Ganhei de Fátima, minha mulher naquela época, uma cadelinha vira-latas, ainda filhote, a quem eu dei o nome de MAGA e que só veio a desencarnar aqui em Dom Joaquim/MG, aos 16 anos de vida comigo e no dia do meu aniversário; 1º de fevereiro. Quase morri de chorar e me afoguei na bebida. Naquela época eu ainda bebia.
    Ela me entendia tanto que se eu estava triste, ela uivava dentro de casa e logo depois vinha me lamber ou fazer gracinhas para me alegrar. Acho Mirabô, que ela já estava pronta para já voltar reencarnada como ser humano, de tão perfeita… Faltava falar. Quanta saudade da minha pequena criatura.
    Grande abraço, caro irmão! Cuide bem da Linda!

  5. Texto lindo, Pai!!!

    Somente pessoas sensíveis e de bom coração conseguem enxergar tudo de maravilhoso que emana de um animal… com eles, me sinto mais próxima do céu!

    E é perfeito saber que minha família compartilha do mesmo amor aos nossos anjinhos de 4 patas.

    Te amo!

    Marilinha

  6. Filha,
    Precisa ser muito insensível para não amar os animais, sejam eles quais forem. Tenho pavor de caçadores. Eles têm armas com mira a lazer contra um indefeso animal que às vezes é abatido POR ESPORTE.
    Quanto aos nossos pequenos que convivem conosco no dia-a-dia, não tenho muito o que falar: eu os amo como amo meus irmãos de jornada e os defendo com unhas e dentes e, claro palavras que possam convencer. FIM!
    Beijo do pai!

  7. Que coisa maravilhosa ficar sabendo deste tipo de sensibilidade que eles tem.Sempre tive cachorro em casa e muitos deles viveram ate o limite de sua força mas a cada perda uma nova chegada sempre ja tenho 39 anos e nunca me separei desta especie de ser.Em casa pedi um filhote a uma amiga uma pitbull mestiça com fila Chanel ela apenas me lambe sem parar o rosto todo como se estivesse me limpando sempre que chego ja havia pensado que algo estaria errado mas agora sinto que ela me limpa a alma e o coração….Deus me abençoa com estes animais por pior que seja nossa situação graças a deus…

  8. André, caro novo amigo e irmão!
    Repare direito nas atitudes do seu amiguinho. Seus olhares, “as preocupações dele”, os carinhos que ele lhe faz, sem ter nem por que… Eles são muito sensíveis e amorosos e nos veem como deuses e estão em franca evolução. Cabe a nós, seres mais evoluídos do que eles, dar-lhes também carinho e amor, alimentação farta e ambiente saudável.
    Eu tenho histórias para contar de casos de amor até com galinhas, gambás e jacus que vivem aqui no fundo do meu quintal. Estão todos evoluindo e precisam de nossa atenção e amor.
    Um abraço fraternal.

    • Caro Dirceu, obrigado pela resposta sobre os animais, sabe fiquei muito triste com a perda da minha mae de criação que faleceu quinta passada vitima de atropelamento na porta da chacar onde moro.
      Estamos todos em casa muito abalados pois, este ser iluminado Alaide cuidava da nossa familia ha 30 anos, hoje estou com 39 ela entrou em casa qdo eu tinha 7 e meu irmao 3 – esta sendo terrivel sentir a ausencia – ela faleceu por volta das 23:00 e so fomos ficar sabendo no outro dia por volta das 10:00 da manha porque ela nao havia chegado em casa tinha ido na reza como ela chamava (seguia a religiao espirita) mas nos pouco sabiamos sobre isso.
      Acontece que tenho tres cachorros na chacara um poodle uma pitbull de 1 ano e uma adotiva que resgatamos na porta da chacara com seus filhotes quase sem vida – acontece que eles vomitaram na entrada de casa e no corredor do quarto onde ela vivia em casa estão todos muito tristes e andao de um lado pelo outro a sua procura – eles sentem algo diferente de nos ? podem ver alguma coisa que nos não podemos? o que fazer para confortar nossa alma diante de tamanha perda? quero ajudar …. mas nao sei se a mim mesmo ou a ela pelo menos um fraçção do que fez por mim e minha familia era muito simples e se dedicou 10000% a nos
      Desculpe o desabafo forte a braço ….

  9. É simples, caro André, embora o momento seja de dor.
    Nossa Alaíde, nos deixou e está no Plano Espiritual, depois de cuidar daqueles “a quem ela, em outra (ou outras) vida passada fez algum mal”. Ele veio resgatar este erro e cuidou de vocês como mãezinha querida e deu-lhes amor que lhes deixou escapar no passado.
    A sua ajuda poderá ser muito simples: ore por ela; agradeça a Deus por tê-la por tanto tempo ao seu lado, dedicada e amorosa. No futuro vocês se encontrarão em novas reencarnações e terá oportunidade de dar-lhe amor em troca, sendo-lhe pai, ou mesmo filho dela. Entende-me? A morte não é o fim de nada.
    Quanto aos animaiszinhos eles sentem muito a falta dela e costumam vê-la quando ela tiver condições de retornar. Não agora, pois ela desencarnou em um acidente e tem que ficar de repouco num hospital no Plano Espiritual para tratamento perispiritual. Ela já sabia disso.
    Fique tranquilo, pois ela está muito bem. Doe as coisas dela para uma casa de caridade que ela ficará muito feliz.
    Grande abraço fraternal.

    • Caro amigo Dirceu, obrigado pelas palavras de conforto pois nestes momentos comumente atribuimos tudo a quem partiu uma flor aberta um sorriso a mais um consolo que seja conforta a alma e o coração.Alaide foi e sempre sera uma pessoa abençoada em nossas vidas e sua partida acentuou ainda mais a nossa dependencia pela sua dedicação.Minha familia somos em 4 eu(andre) gabriel meu irmao, miha mãe marilda e meu pai ronald, pelo trabalho haviamos brigado muito feio e nos separado, sempre fomos unidos então isso causou muita dor entre nos todos e a Alaide queria muito que todos ficassem de bem novamente mas agora com sua partida podemos enxergar a falta do adeus com um forte abraço, mais uma palvra amiga em qq momento e ate uma lagrima derramanda pelos que aqui estão ao nosso lado.
      Tinhamos um projeto que estava em concorrencia por um restaurabnte em um clube famoso da nossa cidade, estavamos muito anciosos pelo resultado, que saiu dois dias apos a sua morte, então todos queriam a sua presença para dividir esta vitoria juntos principalmente minha mãe que tinha ao seu lado mais que uma pessoa que trabalhava pra ela mas sua melhor amiga. Mas infelismente não sera possivel pelo menos neste plano não é mesmo Dirceu, agora resta a lembrança das comidas maravilhosas que ela fazia e a saudade de nossa pobreza e luta pelo melhor.
      Obrigado pelas suas palavras amigo Dirceu, Deus lhe de em dobro….André

  10. Andre, querido irmão.
    Tudo o que a Alaíde espera de vocês (família) é a união, a paz.
    Não fiquem tristes, pois ela não morreu. A morte não existe. Ela está mais viva do que nunca e de lá do Plano Espiritual ajudará a família que ela deixou aqui neste orbe a ter paz e prosperidade no novo negócio. Fique tranquilo quanto a isso.
    Quando se lembrarem dela, faça uma bela oração a Deus e O agradeça pela presença maravilhosa de Alaíde em suas vidas. E tenha a certeza de que ela voltará como netinha de um de vocês ou outro familiar qualquer. Ela não ficará longe de vocês de maneira alguma.
    Grande abraço!

    • Querido Dirceu, Deus é Pai… certo!!!!! Obrigado de coração por suas palavras de força pois o momentopede muita união e paz em nossas vidas.

      obrigado pelas palavras mais uma vezzzz, André.

  11. É isso mesmo André!
    O momento pede muita união e paz.
    Que Jesus o abençoe e à sua família.
    Abração!

  12. Seu Dirceu perdi minha cachorrinha pincher de 5 anos , ele teve uma doença no útero e veio a falecer no di 25/08/12 tenho sofrido demais pois a amava como uma filha, choro todos os dias ,sinto ua dor terrível, o senhor falou que eles reencarnam na mesma família, será que a reencontrarei? ela voltará para mim? O que devo fazer?

    • Desculpa a intromissão mas também perdi minha gatinha com 10 anos e foi a pouco mais de uma semana e tenho muita tristeza pois penso que fui uma dona relapsa e que ela poderia ter tido uma vida melhor. Mas enfim o que eu quero te falar é sobre castração que evita esse problema de útero que vc mencionou ele se chama piometra e atinge fêmeas não castradas. Então num futuro próximo providencie para que isso não ocorra. Mas fica na paz.

  13. Caríssima Ana Lúcia,
    A matéria acima não foi escrita por mim. Eu apenas acrescentei alguns detalhes nela, por ter convivido e conviver ainda com vários animais.
    É possível sim que ela volte a reencarnar em um cãozinho que você venha a ganhar ou comprar nestes 60 dias, que é um prazo mais ou menos estipulado para eles voltarem. E não importa a raça. Pode ser até uma linda vir-latas. Você irá reconhecê-la pelo carinho e pelas manias.
    Grande abraço fraternal e que Jesus a abençoe!

    • comigo aconteceu esse milagre da reencarnação. Minha adorada companheira de l3 anos (KITY) morreu e eu entrei e m depressão. Quis o destino que eu achasse num mato, amarrada a uma árvore, uma cadela com 4 filhotinhos, esperando a morte. Um dos filhotinhos veio correndo em minha direção sorrindo e fazendo os mesmos trejeitos da KITY, como se dissese :sou eu, eu estou aqui. Levei todas para casa. Durante mais 12 anos tive a certeza que ela era a minha Kity, e eu sempre falava com ela pedindo uma prova , dizia que um dia ela iria me dar essa resposta. No dia de sua morte , ela esperou eu levantar da cama, cedo de manhã, e se arrastou até meu jardim, se arrastou mais ainda, até o local onde a Kiti tinha morrido. Foi a resposta esperada por 12 anos. Eu só ia acreditar se eu mesma tivesse essa prova. Nem imaginava como seria, mas tinha a certeza que a Pituxa saberia como. Confirmei com um veterinário a provavell data de nascimento dela, quando a recolhi do mato, e com certeza , teria 60 dias. Não é coincidêcia. Eu sempre converso com os animais e seu olhar fala mais que muitas palavras.

      • Iaci,
        Seu comentário é tão importante que serve de exemplo para aqueles que ainda não acreditam que os animais retornam aos seus donos adorados. Ele ficará aqui para pesquisas e exemplificação de reencarne de nossos irmãos menores (acho que são às vezes até maiores do que muitos de nós…)
        Um abraço fraternal e Feliz 2013!

  14. Obrigada seu Dirceu isso conforta meu coração pois to sofrendo demais com a falta dela , é um pedaço de mim e a maioria das pessoas não compreemdem esse amor tão puro, tomara que Deus permita que ele volte ao meu convívio pois a amo desesperadamente.Para cada canto da casa que olho sinto a falta dela,ela era muito amorosa, o tempo que eu passava em casa ela ficava sempre perto de mim , eu costumava coloca-la dentro da minha blusa para ficarmos juntas enquanto eu fazia minhas tarefas.Eu sinto que é um amor além desta vida ,pois é mt forte. obrigada…

  15. Ana Lúcia. querida irmã!
    Não sei qual a sua profissão, nem seu estado civil, nada. Mas, depois que você “tiver de volta” a sua cadelinha, procure distribuir esse seu grande amor praticando a caridade de alguma forma.
    Quando eu perdi a minha última cachorrinha, a “Maga”, pensei que fosse morrer de tanta paixão. Ela conviveu comigo durante 16 anos e só não falava comigo pela boca, porque com os olhos ela falava e muito e me compreendia como ninguém. Morreu no dia do meu aniversário!
    Depois disso, só tive gatos e gatas e eles não mostraram ser menos amorosos, embora um pouquinho distantes, à maneira deles, felinos. Como são amigos e fiéis!
    De uns tempos para cá, deixei os vícios, festas e risos fáceis e fui buscar a caridade como forma de distribuir meu amor. Aqui mesmo neste blog, que está próximo do seu primeiro milhão de acessos, dou minha humilde ajuda a muitas pessoas que me procuram. Entre nessa turma que faz o bem e continue amando os nossos irmãos animais.
    Peço-lhe que vote em nosso blog, dando um clique neste selo dourado acima, à direita, onde está escrito: TopBlog 2012 – Vote Aqui. Quando abrir a página você poderá votar pelo Facebook, Twitter e pelo email. No caso do email você deverá confirmar. Peça, por favor a seus amigos e parentes que façam o mesmo.
    Obrigado e que Jesus lhe dê muita paz e lhe traga de volta o animalzinho que você tanto ama.

  16. Sr Dirceu, tenho 27 anos, sou casada, tenho 1 filho de 9 anos, sou funcionária pública moro centro oeste mineiro na cidade de Papagaios, MG, não prático nenhuma religião mas , me identifico mt com a doutrina espirita , leio bastante(zibia Gaspareto , Monica de Castro,Chico xavier entre outros autores que amo).Acho que foi Deus que me guiou até o seu blog enquanto procurava na internet sobre animais e a espiritualidade.No momento desde Janeiro tenho me tratado com médicos uma depressão e gostaria mt de ser útil a outros seres humanos e animais mas não sem como se o senhor tiver sugestões a me dar ficarei grata.Com certeza seguirei o blog do senhor e já recomendei a amigos e familiares.No momento estou precisando de ajuda e conselhos quanto a esta depressão mas se DEus quiser serei útil a quem precisar um dia. Sempre amei os animais,mas a Bibi foi o animalzinho mais especial que já conheci.Foi um prazer conhece-lo, Sr Dirceu com certeza suas palavras me ajudaram mt.Obrigada por tudo Deus o abençõe.

  17. Ana Lúcia, querida nova irmã e amiga,
    Saiba, que não existe para nós espíritas, as palavras “por acaso” e “coincidência”. se você encontrou nosso blog foi porque foi guiada pela Espiritualidade Maior e Eles, Espíritos Superiores, por Jesus. Não que nosso blog tenha algo de muito especial, mas porque através dele e de sua simplicidade, você encontrou as respostas para aquelas dúvidas que atormentavam sua vida.
    Veja, querida Ana Lúcia, que a caridade está nas coisas mais simples. Bastou a mim repassar algumas matérias e escrever outras aqui no blog, contando casos de convivência com meus animaizinhos, para que tudo chegasse a dezenas de pessoas desesperadas pela separação que chegou com a morte deles.
    E quantos casos de pessoas que queriam cometer o suicídio e que nos consultaram e deixaram o ato extremo para lá e tocaram suas vidas?
    Meus Deus, como sou feliz em poder fazer isso para o meu próximo.
    Sua depressão já começou a passar e o medicamento foi indicado por Deus: A leitura de textos que lhe mostrasse o caminho correto a seguir. Esse caminho começa com a caridade. E foi o próprio Jesus quem disse: FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO;
    Creia somente que o Pai está lhe mostrando o caminho a ser seguido e siga este caminho pela intuição. É seu Anjo de Guarda lhe mostrando o caminho, aquilo que deve ser feito. Se você tem vícios, como fumar e beber, faça o possível para ir deixando-os de lado. Dedique-se ao seu marido e ao filho. Sua cachorrinha vai voltar, tenha certeza; talvez mais sapeca, talvez mais birrenta…Tudo depende da raça, mas o amor será o mesmo.
    Seja caridosa com todos. Ouça os mais velhos que querem contar casos. Visite os doentes. Dê alimentos para os necessitados; roupas usadas para os que não têm.
    Tenho certeza de que você, à partir de hoje, será uma pessoa muito mais feliz, porque terá JESUS no coração.
    Grande abraço fraternal.

  18. Sr Dirceu estou muito emocionada pois agora vejo que realmente,fui guiada até o senhor, por espiritos de luz eu estava muito triste e comecei a pesquisar na internet respostas para meu sofrimento e Deus me guiou até o senhor.Eu creio na existencia de outras vidas , no plano espiritual mas preciso aprender mais ,buscar conhecimento a respeito da espiritualidade.Como comentei com o senhor tenho me tratado com psquiatra e um psicologo uma depressão,muitas vezes pensei em me matar
    mas Deus me guardou. sinto muita tristeza, opressão , angústia, ansiedade, me sinto perdida sem saber aoende encontrar respostas, não tenho conseguido lidar com meus problemas corriqueiros a vida de qualquer um. mas sinto que através do blog do senhor encontrarei o caminho para a minha paz de espirito.Se o senhor puder me ajudar com conselhos e ensinamentos ficarei muito feliz,agora vejo que Deus não nos desampara foi ele que me guiou até o senhor ,estou muito emocionada com as palavras que o senhor disse elas se encaixaram perfeitamente na minha vida. vou tentar seguir os conselhos do senhor buscando ser mais caridosa e peço de coração se o senhor puder e tiver um tempo me ajude ,com suas palavras pois estou meio que perdida e senti que Deus falou através do senhor para mim o que eu precisava ouvir neste momento.Muito obrigada, o senhor foi instrumento de Deus na minha vida , pode ter certeza que o tempo que o senhor dispensa a este blog vale muita a pena.Pra mim foi muito importante e tenho certeza que para outras pessoas também. Que Deus o abençõe muito , Ana Lúcia.
    Obs:Conto com a ajuda do senhor.

  19. Ana Lúcia, querida irmã!
    Vejo, com muita satisfação que seu sofrido coração começa a sorrir.
    Como é bom esse encontro com Deus. Como é bom deixar que JESUS habite nosso coração, fazendo com que a paz chegue trazendo flores perfumadas, para que o jardim de nossa vida de repente se torne cheio de borboletas coloridas que são as alegrias, a felicidade. É a força do amor!
    Aí, quando tivermos forças para reagir, devemos começar a trabalhar com Jesus para recuperar esta humanidade meio que perdida: sem amor ao próximo, sem perdão, sem caridade, sem indulgência…. Sem nada para oferecer ao próximo.
    Levantemos nossa bandeira, Ana Lúcia querida!
    Veja como você se recuperou de três dias para cá, só com a entrada do nome de JESUS em seu coração, em seu pensamento. Ele quer que você dê um pouquinho do seu tempo em prol dos que caíram e não estão aguentando se levantar.
    Eu, até oito anos atrás dormia com um super litro de cachaça no canto da minha cama e me mantinha bêbado quase que direto. Hoje, não como nem bombom que contenha licor dentro dele. Não fumo, não bebo, não jogo e faço o máximo para evitar as palavras maldosas.
    Não quero dizer com isso que eu seja um santo, pois não sou mesmo. Estou aprendendo aos pouquinhos. Mas, em comparação ao que eu era, eu me considero um vencedor.
    VOCÊ TAMBÉM, À PARTIR DE AGORA SERÁ UMA GRANDE VENCEDORA, POIS TEM A PROTEÇÃO DE JESUS E DOS ESPÍRITOS SUPERIORES.
    Continue com seus medicamentos, se estiver tomando algum e faça suas orações e converse com Deus. Mas não fique pedindo, pedindo. Agradeça a ele por tudo aquilo que você tem e coloque nas mãos DELE todos os seus problemas, que eles serão resolvidos.
    Grande abraço deste seu irmão mineiro, da cidade de DOM JOAQUIM.
    Fique com Deus!

  20. sr Dirceu,, tomo medicamentos fortes contra a depressãoa mas a luz da esperança começou aparecer na minha vida, continuo sentindo demais a falta de minha amiga bibi mas agora tenho o consolo que se Deus permitir ela volte para mim.Mas essa depressão que começei tratar em Janeiro tem feito minha família sofrer junto comigo mas tenho fé que me curarei com a graça de Deus.
    Não é a primeira vez que tenho crises de depressão já tive outras ao longo da minha vida , mas esta tem sido a mais difícil e desgastante,mas como nada acontece por acaso deve existir uma razão para eu estar passando por este problema que por muitas vezes pensei não ter fim.Peço a Deus que me cure e agradeço por me segurar em suas mãos santas quando pensei em dar cabo da minha vida.coloquei minha vida e meus problemas apartir de hj nas mãos de Deus ele sabe o que é melhor para mim…
    Obrigada pela sua atenção ,só de me ouvir já me ajuda já não me sinto tão sem rumo como estava.Atenciosamente , Ana Lúcia

  21. Ana Lúcia,
    Eu também tomo três medicamentos todos os dias, não para depressão, mas para ansiedade e uma certa síndrome de descontrole de humor (que não é o bipolar – este bem mais trágico) e aos poucos vou me adaptando à vida, graças a Deus.
    O que você não pode é se entregar e se trancar num quarto.
    Saia, vá para os hospitais. Vá fazer visitas a asilos e conversar com os velhinhos. Ali, você se sentirá mais segura de si e até mais “poderosa”, pois estará ajudando a alguém que está muito pior, infinitamente pior que você.
    Quando voltar para casa, sentirá que fez algo de muito importante e Deus a abençoará com paz e tranquilidade.
    Aceite mais um abraço de seu amigo e irmão!

  22. Sr Dirceu com certeza tem pessoas sofrendo bem mais do que eu, e que precisão mais de ajuda do que eu. vou tentar me esforçar pra enxergar além dos meus problemas e enxergar o próximo.Moro numa cidade pequena de cerca de 15.000 hb,fico imaginando como poderei ser útil para alguém aqui, Mas creio que Deus vai me ajudar a enxergar como. temos um asilo e com certeza aqui deve er pessoas necessitadas de atenção como eu me encontro no momento e que só uma palavra de conforto ajuda. Deus vai me mostrar se posso ser de utilidade para alguém !Obrigado pela paciência e atenção , uma abraço fique com Deus!

  23. Ana Lúcia,
    Minha cidade só tem 2.800 habitantes e mesmo assim encontrei uma maneira de ajudar meus semelhantes. Todo o município tem menos de 5.000 habitantes.
    Peça a Deus que a ajude nesta sua tarefa que Ele, o Pai Celestial vai indicar-lhe tudo o que deverá ser feito. E são tarefas corriqueiras e que a farão muito feliz.
    Que Jesus a proteja e a toda a sua família.

  24. Sr. Dirceu, meu cachorro me deixou a 4 dias. É realmente muito duro perder nosso amigo verdadeiro e incondicional (o único ), choro muito, sinto muito a falta dele. A casa ficou triste e vasia, ele tinha 16 anos como o seu. Você fala que ele volta a familia apos 60 dias, mas estou sofrendo tanto que acho que tão cedo não vou buscar outro animal. Somente se ele realmente voltar e eu tb sentir isso. E como fica? Como no seu caso que o sr. perdeu sua Maga e não teve mais cães somente gatos. Neste caso para onde sua Maga foi e o meu, se eu não quiser pegar outro, para onde ele volta e reencarna?

  25. Querida irmã e amiga Laura,
    Seu animalzinho, filhinho, amiguinho… não está desamparado! Posso começar dizendo que se a senhora não ganhar outro cãozinho, ou comprar outro, ou mesmo encontrar um pelas ruas, ele irá para perto da senhora, com outro dono, mas o amor “universal” e gratidão dele pela senhora, permanecerão, infinitamente!
    Confie no Pai Infinitamente Bondoso e Misericordioso!
    Um beijo no seu coração!

    • Obrigada pela resposta. Fiquei mais confortada com o fato de ele nunca me esquecer e eu tambem nunca o esquecerei. Ainda sinto muito sua falta e tambem ainda sinto a presença dele, mas pelo que li ele não está aqui perto neste momento, só após 60 dias, é isso?

  26. Segundo meus conhecimentos, querida Laura, seu “espírito” está num lugarzinho próprio para os animais desencarnados e voltará a reencarnar mais ou menos nos próximos 60 dias. Mas, ele precisa voltar a reencarnar par evoluir sempre.
    Forte abraço!

    • Olá. Vi esse post, e alguns comentários aqui presentes. Tenho uma breve dúvida!
      Há 3 meses pedir meu cachorrinho (chihuahua), ele tinha 10 anos. Um outro cachorro sem raça e maior o mordeu de uma forma tão brutal a ponto de arrancar a costa e as tripas dele. A família estava toda reunida quando esse outro cachorro avançou encima e o atacou derepente. Jamais vou esquecer o choro e o grito dele de dor. Nós procuramos clínicas veterinárias àquele horário, mas como era noite todas estavam fechadas e não tivemos como ajuda-lo. Sofri muito nos primeiros dias, com a ausência. Eu tinha 7 anos quando o ganhei. Hoje com 18, digo que ele sim era um verdadeiro amigo. Soube me amar, e eu o amei da mesma forma, ele sempre esteve comigo presente em tudo, quando eu estava triste ele me alegrava. Amava ficar no meu colo. Sinto muita a falta dele ainda. Choro às escondidas às vezes por sentir sua falta, ele dormia comigo, ele faleceu um mês antes do meu aniversário. Quando ele ia fazer 1 mês de falecido eu quis outro cachorrinho (de aniversário) para tentar ocupar aquele vazio que eu estava sentido. Mesmo eu não sentir o mesmo por esse novo… Queria, gostaria de saber se é possível o espírito reencarnar nesse filhote que eu já tenho ? Por favor, me responda. Quero muito o meu Cyd de volta, sinto muito a falta dele. 😞. O que eu faço para ele voltar para mim ? 😞

      • Yhasmin, querida irmãzinha!
        Sinto muito pelo ocorrido, mas ele só poderá ser o seu Cyd reencarnado, se nasceu depois da morte dele. Mesmo assim, com os cães o normal mesmo é a reencarnação se fazer com um tempo maior, mas é possível isso acontecer, pois eles precisam progredir e mesmo que não seja ele, Cyd reencarnado, cuide bem do seu cãozinho pois, o seu Cyd vai voltar brevemente.
        Fique com Deus e dê muito amor aos nossos irmãozinhos menores que precisam muito de nós.

    • Olá. Vi esse post, e alguns comentários aqui presentes. Tenho uma breve dúvida!
      Há 3 meses pedir meu cachorrinho (chihuahua), ele tinha 10 anos. Um outro cachorro sem raça e maior o mordeu de uma forma tão brutal a ponto de arrancar a costa e as tripas dele. A família estava toda reunida quando esse outro cachorro avançou encima e o atacou derepente. Jamais vou esquecer o choro e o grito dele de dor. Nós procuramos clínicas veterinárias àquele horário, mas como era noite todas estavam fechadas e não tivemos como ajuda-lo. Sofri muito nos primeiros dias, com a ausência. Eu tinha 7 anos quando o ganhei. Hoje com 18, digo que ele sim era um verdadeiro amigo. Soube me amar, e eu o amei da mesma forma, ele sempre esteve comigo presente em tudo, quando eu estava triste ele me alegrava. Amava ficar no meu colo. Sinto muita a falta dele ainda. Choro às escondidas às vezes por sentir sua falta, ele dormia comigo, ele faleceu um mês antes do meu aniversário. Quando ele ia fazer 1 mês de falecido eu quis outro cachorrinho (de aniversário) para tentar ocupar aquele vazio que eu estava sentido. Mesmo eu não sentir o mesmo por esse novo… Queria, gostaria de saber se é possível o espírito reencarnar nesse filhote que eu já tenho ? Por favor, me responda. Quero muito o meu Cyd de volta, sinto muito a falta dele. . O que eu faço para ele voltar para mim ?

  27. oi dirceu!! Como todos tb perdi meu pinguinho,minha vida dia 01/04/2013,antes de le morrer ele tava me avisando aguma coisa mas na hora não pude fazer.Na realidade ele estav com a doença do carrapato, pegou a doença o ano passado fiz de tudo por ele e consegui salva-lo; Ele precisou fzr tranfusao de sangue e o fez. passou alguns meses teve novamente a recaida da doença, mas o veterinario que eu o levava não pediu exame de sangue e passou medicamento,ele nã estava melhorando levei ele em outro,e esse sim me pediu o exame de sangue.Mas não deu tempo de ficar pt, ele morreu em meus braços por falta de sangue no corpo,e me sinto culpada por não poder fazer nada na hora pq era de madrugada e não consegui falar com o veterinario.E ele estava precisando fzr novamente transfusao, minha dor é tanta mais tanta,pq ele era muito,mais muito aprgado comigo.Sera que pra onde ele for ele esta sentindo minha falta,ele ficava desesperado sem mime não me aguento de dor. Me ajuda e acalma me coração que sofre muito por favor!!

  28. Não sofra querida Bárbara! Seu animalzinho esteve com você em aprendizado muito importante para ele; e você, do seu lado, aprendeu a dar amor, a se doar. Agora que ele desencarnou, poderá voltar a você como novo animal que você poderá ganhar ou adquirir. O mais importante foi o que você fez por ele. Deus há de recompensá-la com muita saúde e paz espiritual.
    Fique com Deus e um forte abraço no seu bom coração!

  29. Oi querido Dieceu!! muito, mais muito obrigada por me retornar,fiquei hoje o dia todo pensando em sua resposta.Por que hoje, e não só hoje,a semana inteira vai ser dificil,pq tenho um banho e tosa e meu pinguinho era minha campainha na tosa.Todos os meus clientes o conheciam e gostavam dele,ele era muito simpatico e tinha a pata da frente quebrada, e então ele andava tortinho, e todos tinham dó dele, fazendo com que as pessoas gostassem dele. Passei o dia hoje chorando pq todos perguntavam sobre ele então vç imagina…E agora lendo sua resposta consegui me confortar um pouco, pq ate entao eu me achava culpada por não seguir minha intuição para fazer anteso exame de sangue, mas não adianta ficar pensando assim né, nada vai trazer ele de volta, então o que eu quero é poder lembrar dele sem doer só isso que eu quero ,e retomar minha vida normal que vai ser um pouco dificil.Muito obrigada por me dar atenção, vç é um anjo enviado por Deus para confortar os corações de pessoas que amam seus animais e só querem entender qd eles partem para onde eles vão, e deixam tanto sofrimento para nós.abraços!!

    • É isso mesmo Bárbara! Levante a cabeça e não precisa se esquecer do seu amiguinho. Eles normalmente retornam aos seus donos para continuar o aprendizado, pois estão aqui conosco em evolução. eles também progridem na escalada evolutiva e precisam muito de nossos carinhos e ensinamentos. Eles nos copiam naquilo que é certo e errado. Estão sempre nos observando. Cães violentos são criados por pessoas violentas.
      Ele estará retornando como a cachorrinha de Chico Xavier retornou para ele em outro corpo de filhotinho que o acompanhava pela rua. Esta é uma história linda de Chico Xavier.
      Grande abraço deste amigo mineiro!

  30. Hoje faz 1 mês que perdi o meu Toy. Ele tinha 14 anos e era um cachorro adorável. Muito humilde, meigo, carinhoso e amigo. A saudade que sinto é imensurável e a dor da separação é imensa! Sou espírita e acredito em tudo que a doutrina nos ensina, mas me sinto abalada na minha fé, por não estar conseguindo aceitar tão facilmente essa separação. Também sinto remorso, por não ter conseguido salvá-lo, apesar de ter feito tudo para isso. enfim, agradeço a Deus por tudo, e apenas peço a Ele que me dê a alegria de um dia reencontrá-lo. PAZ.

    • Ana Paula querida irmã!
      Já perdi muitos e muitos amigos animais e um deles, uma cadelinha chamada Maga quase me matou de tanto que eu chorei. Depois vieram outros que me amaram e foram amados do mesmo modo. É sempre assim conosco. Quem ama os animais e é amado por eles, são pessoas especiais que Deus mandou à Terra para fazer o bem a eles e ensinar-lhes e aprender com eles. Esses animais estão em processo de evolução e nós somos seus professores, com muita honra.
      Mas, tenho uma notícia para você que talvez te anime um pouco. Há um caso famoso de Chico Xavier que tinha uma cadelinha e ela morreu de velha e ele ficou muito triste com o desencarne dela. Certo dia, passados poucos meses, ele, Chico Xavier, andava pela rua, quando percebe que um cachorrinho vinha atrás dele, acompanhando-o. Era um filhote ainda, mas ele não deu muita atenção àquele filhotinho, até que Emmanuel lhe apareceu e falou…
      Ué Chico, não tá reconhecendo este filhotinho (desculpe-me Ana Paula – este notebook é de minha sobrinha e eu não sei como colocar o ponto de interrogação e nem dois pontos).
      Bem, o Chico respondeu que não e Emmanuel respondeu. Vá lá e pegue-a, porque ela é fêmea e está lhe acompanhando há tempos. É a sua cachorrinha que desencarnou e que agora está de volta para você. O Chico quase morre de chorar de tanta alegria com a filhotinha no colo a lhe lamber o rosto e ganir de alegria.
      Deus é Maravilhosamente e Infinitamente Bom e Generoso para com seus filhos querida Ana Paula.
      Espere uns quatro meses e arranje novo filhote, ou espere ganhar um. Ore para isso e Deus atenderá ao seu pedido.
      Um abraço no seu bom espírito!

  31. Caro Dirceu,
    eu gostaria de saber se a DOR da perda de um animal querido, é considerada uma “provação”, ” ou “ALGUM resgate de débitos passados, na visão espirita?

  32. Oi Ana Paula,
    Na resposta acima eu deixo-lhe uma deixa de como o Pai e Criador age. Ele quer o bem de suas criaturas. Uns ajudando os outros. Essas perdas são necessárias para que tenhamos o amor mais firme em nossos corações ainda frágeis de AMAR. Amemos e espalhemos o amor à revelia (no bom sentido) e verá que este amor que temos por nossos animais é uma missão que temos para com eles. Nada de resgate de débitos passados. SOMOS PROFESSORES. ENSINAMOS A ELES O VERBO AMAR. E eles crescerão nos imitando. E amando!
    Um grande abraço!

  33. Obrigada, Dirceu! Você não sabe o bem que me fez!
    Abraços

  34. Conte sempre com este seu amigo/irmão aqui, querida Ana Paula.
    Estamos num mesmo barco, um grande barco aliás que é o Universo criado pelo Pai Celestial, o Qual amamos sem ter ainda noção de como Ele é ou até mesmo o que Ele é… Nós simplesmente o amamos por sermos criaturas ainda muito inferiores e já nascemos com o amor filial dentro de nossos espíritos. Repassemos este amor para os nossos semelhantes, e com a noção de que nossos irmãos ainda na animalidade também são semelhantes, só que ainda menores e mais necessitados do que nós.
    Grande abraço fraternal.

  35. Querido Dirceu,

    No dia 23 de junho de 2013 a minha filha adorada, Betina, uma cocker de 13 anos e seis meses desencarnou. Uma dor forte desde então, sinto sua falta todos os dias, era meu amor, minha companheira, minha confidente, minha sombra, onde eu estava ela estava comigo. Um amor incondicional e reciproco. Todos os dias eu rezo por ela para que fique em paz. No meu interior eu sinto que essa distancia entre nós é temporária e que em breve estará de volta para sua casa junto a mim para continuarmos a compartilhar esse amor incondicional e continuarmos a nossa história e nossa evolução. Quando o amor é verdadeiro e reciproco é possível esse encontro?

    Grande Abraço,
    Fica em Paz!!!
    Julyanna

  36. Querido Dirceu,

    Em 23/06/2013 minha querida Betina, uma cocker de 13 anos e seis meses desencarnou. Desde então a dor e a tristeza é imensa. Um amor incondicional e reciproca. Minha companheira, amiga, confidente…..estava comigo em todos os lugares, uma perda grande. Todos os dias eu rezo por ela para que fique em paz. Eu a amo muito e sinto que esse amor incondicional e reciproco não acabou, sinto que essa distancia é temporária e que pelo amor que sentimos iremos nos reencontrar em breve. Sonhei com um filhote muito dócil que estava se mexendo de barriga pra cima assim como ela fazia no tapete da sala quando estava feliz, assim que brincava para chamar atenção….

    Será que é um sinal?
    É possível que nos reencontremos novamente?
    É possível que ela retorne para casa para continuarmos o nosso amor e nossa evolução espiritual ?

    Sinto muito sua falta e meu amor por ela aumenta a cada dia….

    Desde a perda busco informações para amenizar minha dor e foi que encontrei seu blog e lindas palavras sobre animais e a espiritualidade que ajuda muito a amenizar a dor da perda e ausência dos nossos amados animais de estimação.

    Grande abraço,
    Fica em Paz,
    Julyanna

    • Querida Julyanna,
      Não podemos lhe dar certeza de nada, pois a certeza quem a tem é o Pai e Criador. Mas, nossos amiguinhos quando se agarram espiritualmente com algum ser humano, eles normalmente retornam para continuar este trabalho de crescimento espiritual que lhes faz bem e que nos faz muito bem também. Portanto é bem provável que ela, sua querida Betina volte no corpo de outra cadelinha, de outra raça (quem sabe?). Chico Xavier tinha uma cachorrinha vira-latas que era sua paixão. Isso, quando ele morava em Pedro Leopoldo. A cadelinha morreu e ele quase morreu também de paixão. Passados mais ou menos três meses, andando pela rua da cidade, um filhote saiu de uma viela e começou a companhá-lo e ele tentou apertar o passo para se ver livre do filhote magricela e feioso. Nisso, Emanuel apareceu e disse-lhe: Ué chico, por que está correndo deste filhote?
      Chico respondeu: E eu quero saber lá de um filhote sujo da rua?
      Emanuel foi logo lhe dizendo: Pois pode apanhá-la, pois é a sua Pituxinha que está voltando reencarnada para você.
      Veja que os animais como os cães reencarnam mais ou menos aos três meses logo após sua morte.
      Então, fique de olho para a volta de sua Betina, caríssima Julyanna.
      Que Jesus a proteja e lhe dê muita paz!

      • Querido Dirceu,

        Obrigada pelo retorno, você não sabe o bem que me fez suas palavras. Muita paz!! Que Deus te abençoe e ilumine sempre. Amém!!!

        Abraço,

        Julyanna

      • Boa tarde a todos!!!

        Nossos amados animalizamos de estimação voltam para nosso lar… Passam um período curto desencarnados e voltam para nosso merecimento…
        Dirceu minha Betina voltou, nasceu em janeiro e no carnaval voltou para casa,,.. Está crescendo a cada dia e estamos felizes novamente … Voltou na mesma raça mas é branquinha….com laranja….. O que chamam de laranja ruão …. As mesmas características não nega…. O amor continua… As energias são as mesmas …

        Paa vocês que perderam seu amores assim como eu , tenham fé e orai para eles porque Deus na sua infinita misericórdia e amor por nós … Assim como os espíritos protetores sempre nós protegem e fazem com que nós encontramos novamente… Acreditem…

        Abraço a todos vocês e acreditem e tenham fé sempre!!! Somos energias e ligados a isso!!!!

        Querido Dirceu, Abraço e parabéns por nós confortar!!
        Deus te abençoe!!!
        Ju

      • Julyanna, querida irmã!
        Fiquei muito feliz pela volta do nosso irmãozinho que estava passando um tempo no Plano Espiritual. Que bom ouvir isso, porque as pessoas clamam na hora da perda e quando os queridos pequenos retornam, parece-me que elas não creem ou não se importam de dar seu depoimento.
        E seu depoimento é muito importante, porque conforta os corações de muitos que ainda aguardam o retorno do seus “filhinhos”.
        Agora mesmo, na ninhada de minha gata mais velha retornou um gato negro meu que tinha morrido envenenado e como ele voltou muito fraquinho, estou fazendo um esforço enorme para que ele mame bastante.
        Que Deus a abençoe!

  37. Querido Dirceu,
    Perdi minha cachorra cocker no dia 16/08/13, ela era linda, branca malhada com marrom, tinha apenas 4 anos, nome dela é Fiorela, a minha Fifi, me compreendia como ninguém, a amo tanto…ainda não sei o que fazer para abafar esta dor, sinto muito, mas muito a sua falta, rezo todos os dias para os amigos espíritos encaminharem ela pra mim novamente, pois nossa jornada foi tão curta, mas ao mesmo tempo intensa, ela se comportava que nem um bebezinho, balançava as suas orelhas pra trás quando a chamava, dormia comigo e repartia até o travesseiro, sempre ao meu lado, por tudo…meus amigos, parentes e marido se preocupam comigo, pois estou grávida de 3 meses, mas a dor da perda é tão forte que não consigo me desligar dela. Me conforto lendo sobre estes , pois me enche de esperança em poder reencontra-lá antes mesmo do bebê nascer. Peço todos os dias que os espíritos amigos encaminhem ela pra mim na mesma raça e se possível a sua pelagem, pois esta imagem não sai da minha cabeça e a raça cocker é muito especial, são meigos, delicados, carinhosos, atenciosos, … sei que ela vai voltar pra mim, sinto isso e preciso acreditar nisso todos os dias até o nosso reencontro, espero reconhece-lá de imediato. Volta pra mim minha querida Fifi.
    Deixo meu desabafo…
    Muito obrigada

  38. Querida Cris,
    A perda de um amiguinho é sempre um grande baque em nossas vidas. Já perdi vários e sei da grande dor que se opera na gente. Porém, eles voltam mesmo, tenha certeza disso. Para não ficar repetitivo, leia meus comentários, ou melhor, minhas respostas aos comentários anteriores e verá de que maneira eles retornam.
    Você a reconhecerá numa cachorrinha que ganhará de presente ou mesmo que achar na rua, ou até que vá comprar em um shopping. Eles sempre retornam para continuar o aprendizado.
    Grande abraço fraternal!

  39. Muito obrigada pelas palavras de consolo, acredito muito nisso, o dolorido é ter de esperar estes 60 dias ou mais, a casa fica fazia e o coração apertado.
    Abraços

  40. Aguarde e confie! Fé é a palavra de ordem. Paciência também! Creia e confie em Deus!

    • Caro amigo,
      Hoje novamente estou desolada, depois de ter perdido a minha cachorrinha cocker, como consta no desabafo anterior e eu ainda não localizei nenhuma cachorrinha cocker por perto, pois pedi muito a Deus que me encaminhasse na mesma raça, devido ao apego que tenho…Ontem fui fazer uma consulta de exames, pois estou grávida de 7 meses e quando cheguei em casa a minha outra cadelinha (mestiça cm poodle) esta trancada na grade, ao tentar fugir, coisa que já fazia pela quinta vez, isto que colocamos outra telinha para isso não acontecer, mas a bichinha dava o seu jeito e tentou novamente e caiu na cerca e acabou morrendo, acreditamos que morreu logo, pois atingiu uma veia…
      Então, não culpo Deus por isso, só gostaria saber o que ele tem pra me ensinar com tudo isso!
      Pois em um momento tão especial que uma grávida pode passar e se deparar com duas perdas tão significativas, eu sempre amei as duas e as tratei bem e nunca maltratei outros animais. Eram minhas filhas de 4 patas…Vou ter que parar de escrever, pois estou com um nó na garganta e minhas lágrimas não param de rolar…

      • Caríssima Cris,
        Tudo o que nos acontece está nas mãos do Pai Celestial e não podemos contestar que é para nosso bem. Quanto ao animalzinho que poderá retornar a você, pode não ser da mesma raça; a escolha não depende unicamente de nós. Peço-lhe que aguarde e confie em Deus. Nossos amiguinhos chegam para nosso convívio em grande aprendizado para eles e às vezes para nós também.
        Que Jesus a abençoe!

    • ola boa noite,meu nome e damian,e tein mais o menos 20dias que a laika se foi, mia ciudade mia vida , todo caiu,todo tein otra cor,non sei explicar,nunca fiquei de hece jeito , pai, avos ,tios ,ya partiron, tevi muita dor,mais con a laika esta sendo durisimo , ela ficaba as 24hs do dia do meu lado practicamente , nei viajaba pra ver mia mae o cualquer otro lugar por causa de ela y ta dificil estudar piano tambein por causa que as musicas me torturan pior,mais sempre lei sobre o espiritismo no cual so admirador total ,laika nacio en uberlandia y a 4 mudamos para brasilia y vendo su site espectacular,me tranquiliso y reforsando la idea que laika vai voltar para mi en breve, vou comecar a procurar de aqui a dois meses donde tenhan filhotes de labradores , mais ya sei que poden voltar en otros corpos (otra raza).o importante e que volte ,jajajajaja,e uma sintonia y un amor alucisante,confio que meus irmaos espirituales vao mandar a laika para mi dinovo.suas palabras , nos depoimentos das pessoas ,foron muito importantes ,e reconfortante nun momento muito dificil , obrigado.

      • Boa noite Damian!
        Vejo que você leu um pouco das perguntas e respostas antes de se dirigir ao nosso blog. As respostas são mais ou menos as mesmas; podem mudar em casos bem mais complexos, o que não é o seu caso. No caso da Laika ela deve retornar sim e pode até mesmo retornar com a mesma raça. Não sabemos, pois tudo está nas mãos do Pai e Criador, porque Ele sabe o que é melhor para o “espírito” em formação da Laika. Os animais também, como nós humanos, estão em evolução constante e desencarnam e tornam a reencarnar e se for do seu merecimento, ela voltará para você e você a reconhecerá com certeza e a Laika reencarnada, desde pequenininha terá um grande apego e amor por você.
        Tranquilize seu coração e tenha fé em Deus! Que o Mestre Jesus abençoe e ilumine seus caminhos!

      • Eu de novo, estou desesperançosa, minha cadelinha morreu a 66 dias e não voltou como diz ai, minha gatinha morreu a 36 dias e tbm acredito que n voltara como diz ai! Pq se a cachorrinha que tanto amava n voltou pra mim em 60 dias como diz ai, a gatinha tbm n vai voltar ! Pelo jeito morreu acabou !:'(

      • oi meu querido irmao dirceu, obrigado por suas palabras , me dieron un pouco di calma a meu corazon atormenado por una tristeza brava ,pois aunque estou melhor ainda vejo a cara de ela en mia cabeza o tempo todo , gestos etc..eu queria perguntar para o senhor,en que epoca mais o menos poco comecar a procurar nos canis , sendo que ela se foi no 11/09/16 , pois meu corazon manda que eu fasa isso y e o que farei.,este e un bloco espectacular , de gente maravillosa e altamente sensible ,por isso digo gracias gracias.

      • Como já lhe disse caro Damian, acalme seu coração e confie na Infinita Bondade do Pai e Criador que sua Laika retornará, mas ela pode retornar de uma forma que você nem pode prever. Ele pode ser encontrada na rua e pode vir uma vira-latas. Ela pode lhe ser dada por um desconhecido e vir com a mesma raça e assim por diante. Calma e paciência!
        Que Jesus o abençoe!

  41. Caro amigo e consolador, Sr. Dirceu,

    Por intuição de Deus e dos Amigos Superiores procurando no Google a respeito de reencarnação de animais, encontrei seu blog. O senhor não pode imaginar o quanto me confortou ler o depoimento de cada pessoa em sofrimento e suas intervenções tão claras e acolhedoras. Trouxe-me um alento tão reconfortante nesse momento de grande e terrível sofrimento.
    Tínhamos 6 cadelas: duas com 15 anos (sei que tenho que me preparar para a partida destas duas), outras duas com 5, uma de 1 ano e outra de 4 anos, nossa Majú, que perdemos neste sábado, 28/09/2013, de forma inexplicável.
    Recebemos uma ligação de que ela não estava bem e, como já estávamos próximos, não demorou muito a chegarmos. Ao chegar em casa, nos deparamos com nossa Majú toda molhada de tanto babar, tremendo e respirando com grande dificuldade. Sem perder tempo, a enrolamos numa toalha e seguimos em direção ao veterinário, pensamos que estava engasgada com alguma coisa e até tentamos tirar algo de sua garganta, mas ela, a caminho do veterinário não aguentou e se foi. Como ela gostava de brincar com abelhas, acreditamos que pode ter sido por edema de glote de uma reação alérgica.
    O senhor certamente pode imaginar o quanto estamos sofrendo: somos espíritas kardecistas, praticantes do Evangelho no Lar, temos conhecimento da parte espiritual através dos livros da codificação. Mesmo assim, não nos preenche o vazio e o desespero que nos assola diariamente. Até porque não há tantos estudos acerca dos animais.
    Sentimos uma angústia tão grande e desesperadora e aí caímos em pranto doloroso que parece não ter fim.
    Tudo nos lembra ela: sua docilidade, esperteza, suas brincadeiras com garrafa de refrigerante, seu modo carinhoso quando solicitava afago, ao me acordar todas as manhãs subindo em cima de mim e gemendo para que eu abrisse a porta do quarto e da cozinha para fazer suas necessidades… quando chorava no banheiro enquanto tomávamos banho pedindo água para tomar… quando chegávamos em casa ela pulava sobre nós, pedia-nos colo constantemente, dormia aninhada entre a gente. Sentava-se à mesa como se fosse ser humano enquanto jantávamos. Realmente só faltava falar…
    Apesar de terem sobrado 5 cadelas, a vida ficou cinza, sem sentido… só enxergamos dor e sofrimento…
    Todas às vezes que choro, peço a Deus que cuide dela e que ela possa retornar dentro em breve para nós.
    Para o senhor ter ideia de tanto pânico, que hoje peguei telefones de clínicas 24 horas, próximas de casa (que não são mais que 5 minutos de distância) para levá-las em caso de emergência, pois o nosso veterinário, apesar de maravilhoso, é em outro bairro e, como moro em São Paulo, o trânsito é terrível independente do dia. Culpamo-nos até por não ter pensado em levar em um lugar mais próximo, acreditando que talvez hoje ela estivesse entre nós, mas pelo que me informei ao chegar no veterinário, ela teria anóxia (falta de oxigenação do cérebro), o que traria várias complicações, futuramente.

    Sr. Dirceu, nos dê um alento, nesse momento tão doloroso e desesperador.
    e
    Majú, nossa nenê, volte rápido, pois a saudade é imensa e dolorosa!!! Te amamos, nossa filha adorada.

    P.S.: Desculpe-me do desabafo tão grande!!!

    Com carinho do novo amigo,

    Marcos

  42. Caro Marcos,
    Que Jesus o abençoe e a toda a sua família (incluindo aí os nossos pequenos irmãozinhos!)
    Só nós que amamos de verdade e que, por isso amamos também os animais que são filhos de Deus podemos aquilatar, ou avaliar a dor da separação de um animalzinho de estimação. Eles são mais do que isso: São nossos filhos do coração que o Senhor Deus nos deu para que ensinássemos a eles o valor do amor, do carinho, da abnegação, da bondade. Eles crescerão e com as centenas de vidas vividas, um dia voltarão seres humanos e eles estão perto disso. Nós sabemos porque convivemos com eles. Eles nem faltam falar, como dizem por aí, pois falam com os olhos, com um gemido, com uma patinha no braço da gente, com uma pequena mordida que mais parece um beijo de amor…
    Creia-me Marcos, os espíritas não gostam de falar muito sobre este assunto para não desacreditar a Doutrina Espírita, mas é a pura verdade.
    Temos uma literatura extensa sobre o assunto e aguarde com fé, pois sua Majú está passando uns dias no Plano Espiritual para uns certos reajustes e vai voltar para o seu lar. Alguém vai lhe dar um filhote; você vai encontrar um cãozinho na rua; de alguma maneira Majú vai retornar e você vai reconhecê-la.
    Aguarde uns dois meses e não sofra tanto, pois os outros sentem que estão em segundo plano e sofrem por ciúmes. Afinal, eles são inferiores a nós que por nossa vez somos os mais ciumentos do mundo… Não é mesmo?
    Que Jesus lhe dê paz e luz para cuidar de seus pequenos com amor e abnegação.
    Um abraço no seu bom espírito!

  43. Caro Sr. Dirceu,

    O senhor não pode imaginar do quanto suas palavras foram esperadas e reconfortantes.
    Hoje amanheci muito melhor, mais esperançoso, apesar da saudade ainda doída!
    Pode deixar que tratarei as outras 5 com muito amor, carinho e abnegação!
    Farei a minha parte, aguardando os meses necessários e esperarei que a Providência Divina faça sua parte de modo assertivo.
    Tenho fé e esperança de que ela não tardará a estar de volta entre nós, pois, bem sabemos que temos ainda muito a aprender e a ensinar a nossa querida Majú!
    Pode deixar que voltarei para dar-lhe notícias…

    Abraço e fique com Deus!!!

    Marcos

  44. A sua esperança, o seu conforto e a sua paz de espírito me fazem muito feliz. Sei o quanto é doída a partida de nossos irmãozinhos. Agora mesmo tenho uma ninhada de gatinhos que devo distribuir. Como já tomei amor por cada um deles, principalmente pela fêmea que apelidei de “Hiena”, pela carinha manchada, junto de seus irmãos que se parecem tigres e onças, já sei que as despedidas de cada um vão ser dolorosas e com nós na garganta. Mas é assim mesmo! Nascemos com esta qualidade, até mais, com esta vantagem sobre os demais, de amarmos os pequenos como Deus quer que façamos. Temos que ensiná-los para o seu adiantamento moral e espiritual. Nós vamos também nos adiantando nesta “marola”. Majú está só dando um tempo. Ela é sua, porque o Pai a colocou sob sua tutela. Aguarde e confie no Pai.
    Um abraço de irmão para irmão!

  45. Olá seu Dirceu tudo bem?Bem meu nome é Jussara sou prima do Marcos que relatou um belíssimo depoimento e ao mesmo tempo um desabafo:) da nossa Majúuu,é assim que eu a chamava:)MAJUUU:)então quero também agradecer por este espaço,e o carinho e a sensibilidade das palavras que o senhor colocou.Eu como prima e irmã,porque crescemos juntos,deixo aqui e meu agradecimento.Um abraço fique em paz.Jussara:)

  46. Olá Jussara querida!
    Obrigado por seu carinho a mim e ao nosso querido Marcos, que no momento passa por uma dor intensa de perda. Só, que como disse lá, é por pouco tempo, pois esses animaizinhos nos são confiados pelo Pai para que possamos passar a eles boas qualidades, como o amor, a caridade, o perdão e outras. Ele, Marcos, ainda está no início dessa empreitada e terá sua Majú de volta provavelmente várias vezes, para completar seus ensinamentos.
    Abraço fraterno e que Jesus a abençoe e à sua família!

  47. Olá Dirceu, gostei muito do artigo, do seu blog e também me identifiquei com alguns comentários. Gostaria de testemunhar que fui agraciada pela espiritualidade com o mais lindo presente de aniversário da minha vida. Em resumo, adotei duas gatinhas siamesas em abril do ano passado, em fevereiro deste ano uma delas saiu de casa e não voltou, como não temos por hábito deixar os gatos ficarem o dia inteiro fora, logo fomos procurá-la, sem sucesso… Somente quatro dias depois um vizinho que havia chegado de viagem a encontrou em péssimo estado em seu terreno. Levada ao veterinário para atendimento, verificou-se que ela levou um tiro de espingarda de pressão na sua coluna e o chummbinho ficou alojado entre as vértebras, fez cirurgia e começamos com acumpultura pra que ela voltasse o mais rápido possível a andar, era muito triste ver minha gatinha tão doce e meiga sofrendo daquele jeito, se arrastando pela casa, tomando remédios fortíssimos, sem conseguir nem fazer suas necessidades fisiológicas sozinha… Entretanto quando ela começou a ensaiar seus primeiros passinhos foi atacada pelos cães da casa, que ja conviviam com ela há quase um ano… Está aí algo que eu nunca consegui compreendder, se eles estavam acostumados com as gatinhas, por que depois de tanto tempo resolveram matá-la? A mágoa foi grande, demorei muito tempo para perdoa-los, mas até hoje não consigo entende-los. Fiquei traumatizada e não quis procurar outro gatinho pra tentar substituir a minha, apesar da desesperança ainda alimentava, lá no fundo do coração, o desejo que a espiritualidade me trouxesse ela de volta, reencarnada em outro filhote branquinho ou siamesinho como ela… De vez em quando chorava bastante com saudades e remorsos por não ter podido evitar a tragédia, por não ter sido uma boa mãezinha pra ela… Eis que no final de setembro, encontrei na rua de casa um filhotão de gato siamês, igualzinho a minha falecida, ele vem logo correndo e miando, sobe no colo e tudo, mas ao tentar entrar com ele os cães latem no portão e ele assustado foge. Fiquei mais uma semana inteira agoniada pensando se era minha gatinha e se novamente eu a havia perdido, mas Deus foi generoso e uma semana depois, voltando do trabalho encontro ele saindo de uma construção, uma quadra antes de casa.. E foi o mesmo reconhecimento, ele miou e veio até nós correndo e ronronando, subiu no colo e ficou qietinho… Dessa vez pedi pra outra pessoa segura-lo enquanto eu pegava a caixa de transporte em casa. Aí sim ele pode entrar com segurança… Em nenhum momento ele estranhou a casa ou as pessoas, é muito carinhoso e vive me seguindo pela casa, ronrona alto e conversa miando como minha outra gatinha… Sinto no meu coração que fiz a coisa certa, porque um gatinho manso como ele na rua ia acabar muito mal… Ainda não tenho certeza absoluta de que é mesmo minha gatinha reencarnada, apesar da aparência física identica, mas dada as circunstancias, sendo que eu nem estava procurando gato na rua, acho que com o tempo vou descobrir mais semelhanças de comportamento. Por isso eu digo pra quem perdeu seu bichinho, tenha fé e espere que a espiritualidade vai coloca-lo novamente em seu caminho. Não ligue cor, raça ou se é macho ou fêmea, na hora certa você vai sentir no seu coração que é ele e ambos se reconhecerão de imediato… Pelo menos foi assim comigo, e só esse reencontro pra começar a sarar a ferida que tinha ficado aberta no meu coração. Obrigada pelo espaço.

  48. Bia que linda mensagem…. Seu depoimento é muito importante para nos que sentimos falta dos nossos companheiros. Sabido que esse desencarne é necessário para crescimento espiritual, mas essa separação temporária é muito sofrida. Estou aguardando a volta da minha Betina. Obrigada por compartilhar sua história e nos dar a certeza da fé que reencontraremos os nossos amores que fazem tão bem para nós como fazemos bem para eles.

    Muita Paz!!!
    Abraço,
    Julyanna

    • Estava respondendo ao depoimento da Bia, querida Julyanna e vi o seu precioso comentário. Tudo o que você disse é a mais pura verdade. A sua Betina está quase chegando também!
      Grande abraço!

  49. Lindo o seu depoimento, querida amiga e irmã Bia!
    É assim mesmo, dessa maneira que as coisas acontecem e nos mostram o quanto o Pai é Infinitamente Generoso conosco, devolvendo-nos os nossos amores, de nossa vida afetiva familiar e desses pequenos que convivem conosco e que aprendem conosco a assimilarem o amor, a bondade, o perdão, a indulgência, o carinho, a abnegação, etc.
    Quanto ao fato de seus cães terem matado a gatinha que voltou aleijada para casa, isso é corriqueiro no reino animal e vejo isso com as galinhas, porcos, e outros animais. Eles veem o animal “diferente” mesmo que conhecido, como uma ameaça, talvez de doença para o “bando” e que deve ser aniquilado logo. Quando uma galinha adoece no galinheiro, nós daqui do interior tratamos logo de tirá-la do convívio das outras que estão sãs. Até o galo começa a bater nela para matá-la de vez. É algo do reino animal que devemos respeitar. Nós, como animais superiores, já não eliminamos os doentes de nosso meio, mas os colocamos em quarentena, até que fique bom.
    Grande abraço fraternal e que Jesus a abençoe!
    PS) Continue sempre protegendo nossos irmãozinhos menores. Somos uns agraciados por Deus, para esta missão aqui na terra.

  50. Oi Dirceu e Julyana, fico contente que meu depoimento tenha ajudado a renovar as esperanças de alguém… Entendo perfeitamente como a Julyana se sente, porque como eu já tinha desistido de procurar outro gatinho pra adoção, já tinha mesmo perdido a fé, e toda vez que lembrava da minha pequena era com um imenso vazio e frustração… Mas o destino colocou em meu caminho outro animalzinho saudável… Deus é sábio, quem sabe se minha gatinha tivesse sobrevivido tivesse ficado com sequelas graves e nunca mais fosse a mesma? Deus lhe deu um novo e são corpinho, pra que nossa amizade pudesse continuar do ponto onde a crueldade humana nos fez parar… Quanto ao que o Dirceu disse, sobre os animais terem a tendência de eliminar os mais fracos ou doentes, acho que faz sentido sim… Vemos isso entre os animais selvagem com frequencia, talvez esse instinto tenha sobrevivido à domesticação… Em todo caso, não confiamos mais de deixar os cães a sós com os gatos, não quero pagar pra ver outra vez, Deus nos livre e guarde! Obrigada novamente por esse espaço tão lindo de troca e reflexão… Fiquem com Deus..

  51. Oi Bia, querida irmã! ( E Julyana também!)
    Este espaço é um cantinho de paz espiritual, onde podemos trocar confidências que fariam rir os materialistas e aqueles que não sentem amor pelos irmãos menores como nós sentimos. Somos “seres” diferenciados” mesmo e, quem sabe, já um pouquinho mais evoluídos, por isso e mais próximos do Pai e Criador que nos confia os seus “pequeninos”. A eles nós nos dedicamos com amor de pais e eles nos amam como filhos e esta troca de amor ficará gravada em nós e neles e fará bem para nosso espírito e para o espírito ainda que germinativo que está dentro deles, nossos filhotes, nossas “crianças”. Falo isso e meus olhos se enchem de lágrimas, pois tenho duas gatas (mãe e filha) e uma (a mãe) está parida com cinco filhotes e a outra, por algum motivo não pode reproduzir mais e ela teima em ficar na caixa com os filhotinhos quando a mãe a deixa para se alimentar ou fazer as necessidades. E não é que ela começou a encher os peitinhos de puro e saudável leite? Agora, eu tenho que ficar controlando os ciúmes das duas com os filhotes na caixa e estou conseguindo que elas fiquem (as duas) na caixa com os cinco filhotes…. Virou realmente um ninho de gatos! rsrsrsrs
    Um grande abraço e que Jesus nos abençoe e nos dê sempre este amor pelos nossos pequenos, sejam eles, gatos, cães, galinhas, pássaros, cavalos, etc.
    Fiquem com Deus!

  52. Olá Dirceu, parece mesmo maluquice às vezes, mas fé e sentimento são coisas que não se podem explicar pela razão, não é verdade? Aproveito a sua narrativa pra perguntar uma coisa que me intriga, no cardecismo a prática de castração dos animais domésticos é condenável? Sempre tive por costume castrar todos os bichinhos, cães e gatos, que estiveram em minha tutela, porque vejo tantos animaizinhos sofrendo e abandonados pelas ruas da cidade, não teria como eu garantir que os filhotes do meu bichinho seria bem cuidado por toda sua vidinha, então estou errada em impedir sua reprodução? E outra questão, que me veio a tona mas não contei antes, e gostaria da sua opnião… Sobre meus gatos. A gatinha que te falei desencarnu em final de fevereiro… No mês de junho encontrei umas amigas que não via há muito tempo, na volta o marido de uma delas me deu carona… Eles tem uma filhinha de 4 anos, que do nada me perguntou se eu tinha gato? A gente não estava falando sobre animais e minhas amigas sequer sabiam que eu tinha, pois não haviamos tocado no assunto…aí eu respondi que sim, a criança então perguntou a cor e eu disse, branco com bege, então ela contou que tinha 3 cachorros e disse seus nomes, porém seus pais ficaram surpresos porque um deles já havia morrido há muito tempo, porém ela continuava considerando-o como seu animal de estimação. Na época fiquei incucada com essa história, porque supus que a criança pudesse, de algum modo ter visto o espírito da minha gatinha… Lembro que até pensei que isso seria sinal de que ela não teria reencarnado, já que se a criança podia ve-la no plano espiritual, provavelmente ela não teria voltado para este mundo, aí em setembro aconteceu o milagre que te contei… Como voce interpretaria esse incidente com a criança que falou de gatos sem nenhum motivo? Obrigada novamente!

    • Acho que você está se culpando demais Barbara e não pensa que você amava e ama seu animalzinho. Ele soube e sabe de suas intenções e que elas foram as melhores possíveis.
      Deixe de sofrer por tão pouco! Seu animalzinho está tranquilo e bem cuidado no Plano Espiritual e isso é o que importa.
      Esteja na Paz de Jesus!

      • Que a luz de DEUS te ilumine cada vez mais,para continuar a iluminar quem o procura. Obrigada….um abraço. Barbara

  53. Bia, querida irmã!
    Não me considero um “consultor” espiritual, ainda mais nesta área da animalidade que é ainda pouco conhecida e pouco comentada, mas, pelo meu entendimento, posso dizer-lhe que castrando seus animais você evita a superpopulação dos animais entregues por aí para pessoas que não têm o carinho e o cuidado que nós temos.
    No meu caso, nunca castrei um animal porque não tive a oportunidade de ter bons veterinários por perto, mas o faria com a consciência tranquila.
    Quanto ao caso da garotinha e a sua gatinha, o que posso dizer é que crianças nessa idade têm extrema facilidade de fazer contatos com espíritos em geral e até mesmo com animais desencarnados e é muito comum a gente encontrar crianças pelos cantos, conversando SOZINHAS com “outras crianças” e até com “outros animais” que só elas mesmas (e médiuns) veem.
    Elas têm essa capacidade que vai desaparecendo conforme vão ficando mais velhas. Outras, mais sensíveis, tornam-se médiuns famosas.
    É isso!
    Grande abraço e que Jesus a proteja e a seus “filhotes”.

  54. Querido amigo Dirceu, como vai?

    Não sei se recordará diante de tantas mensagens, mas sou o Marcos, o rapaz que perdeu a Majú no dia 28 de setembro de 2013.
    Bom, vamos lá! Depois de um mês que nossa Majú havia partido, minha prima Jussara, que também lhe mandou uma mensagem, sonhou que estava no corredor de um hospital e seguiu em direção à uma sala que estava acesa. Ao se dirigir para lá, saiu uma enfermeira que logo que a viu, disse-lhe: “Oi, tudo bem? Ela já está voltando, viu?” e se dirigiu novamente à sala que havia saído… Logo que minha prima adentrou, viu uma série de cercados, cada qual com uma quantidade significativa de cachorros. E, dirigindo o olhar a um dado cercado, avistou a Majú entre os outros cachorros e gritou por ela: “Majúúúúúú!!!”, que também a reconheceu, e ela acordou sobressaltada.
    A Majú veio dada pela secretária do meu amigo e, diante do SOFRIMENTO e SOPRADO PELOS AMIGOS ESPIRITUAIS, pedi para que ela colocasse para cruzar novamente o pai (Spyke) e a mãe da Majú (Laila). Ela era dona apenas do Spyke e disse-me que a dona da Laila havia mudado de lá. Resolvi ir atrás e pedi para a amiga dela, que também é secretária, ir atrás. Por fim, ela achou a pessoa e me passou o contato.
    Logo no dia seguinte, a dona do Spyke ligou para falar se eu não queria ficar com ele porque ela não queria mais. Isso porque o cachorro ficava na rua e estava sumido há 3 meses, sendo que ela o resgatou praticamente duas semanas antes de me dar. Sabia que ele vinha de maus tratos e, sem pensar ao certo, aceitei. Foi um transtorno no início, pois já tinha 6 fêmeas e, apesar de serem castradas, ele começou a demarcar território em toda a casa. Mas, enfim, os espíritos amigos nos deram uma ajuda e hoje ele faz suas necessidades no lugar certo, claro que algumas vezes escapa… Mas ele se tornou o nosso “menininho da casa” que amamos muito. Quando olho pra ele, vejo a nossa Majuzinha, pois ela herdou muitas características dele, como também a de caçar insetos. Veja que o meu medo ainda existe, por esse motivo, quero colocar telas no corredor de casa.
    Enfim, fomos buscar o Spyke e logo que o pegamos, fomos avisados que a Laila havia entrado no cio no dia seguinte. A pedido da dona, levamos o Spyke no primeiro dia e ela não aceitou e retornamos no 9º e aí namoraram. Passaram-se 2 meses e no dia 14 de dezembro veio uma ninhada com 4 fêmeas e 1 macho. Estamos felizes, mas indecisos… Será que a nossa Majú está nessa ninhada? Em contrapartida, minha prima Jussara pegou também uma cachorra muito mal tratada dessa mesma pessoa que peguei o Spyke e ela teve uma ninhada no dia 24 de dezembro com 2 machos e 3 fêmeas. Será que a Majú veio nesta? Estamos perdidos… O que fazemos? Desculpe-me ocupar o seu tempo!

    Abraços,

    Marcos

    • Minha resposta é rápida meu caro Marcos: Você reconhecerá Majú e Majú vai te reconhecer. Deus não deixa por menos. Estou aqui em casa agora com uma ninhada de gatinhos e dentre eles está uma gatinha que retornou e estamos nos reconhecendo e ela mal anda. Quando a coloco perto de meu rosto e falo com ela, os miados dela são de gatinha que reconhece o dono.
      Aguarde e verá que você vai reconhecer seu animalzinho e ele vai te reconhecer.
      Abraço fraterno!

  55. Olá caro amigo Marcos, se me permite “meter a colher” no seu caso, acredito que uma dose de bom senso sempre ajuda, falo isso, mas pessoalmente às vezes me deixo levar muito pela emoção… Se essa história de reencarnação e espiritualidade fosse uma matemática, eu diria pra voce que provavelmente sua Maju seria um dos filhotes da ninhada que está com sua prima, visto ter sido ela própria a sonhar o que voce relatou… porém…acredito que muitas vezes a espiritualidade nós traz presentes (leia-se o caso do cão do personagem no livro de Marcel Benedeti ‘Todos os animais merecem o céu’), por exemplo, apesar de nunca poder ter a certeza 100% que o gatinho que encontrei na rua é a minha gatinha reencarnada, posso dizer que foi o presente mais lindo que Deus me deu. Trata-se de um gato que mais parece um cão nas suas demonstrações de afeto e comportamento, ele busca objetos que jogamos (seu ratinho de brinquedo) e traz de volta, ele vive atrás de mim pedindo colo e carinho, ele sabe quando estou triste, ele demonstra amor pela gente 24 horas por dia, nem parece que cresceu na rua… só pode ter sido um presente da espiritualidade pra suavisar a dor que senti pela perda da minha princesinha… Se foi ela que voltou, voltou mais carinhosa do que era, quer dizer isso³ ou seja, é uma paixão esse gatinho… não dou, não empresto e não vendo…ehehehe… no seu caso, adotar o Spike pode ter sido por si só o consolo que você e sua família precisavam…avalie bem suas condições antes de adotar mais um animal, mas lógico se gostar e tiver condições financeiras, espaço, tempo e etc…vai fundo! E Dirceu obrigada novamente pelo espaço, acho que somente o fato de podermos compartilhar nossas experiencias já é um conforto enorme, todos estamos nesse mundo em estágio de aprendizado, ninguém sabe nada de nada e acabamos aprendendo com os erros tambem, mas certezas ninguem tem, só Deus nos aponta os caminhos, seguir ou não é escolha nossa! Feliz 2014 meu querido irmão!

    • O que Bia disse, caro Marcos tem lá sua razão de ser, mas cada caso é um caso. Eles retornam sim, e Deus permite que voltem para compartilhar o seu amor com o amor do dono que eles tanto queriam. Aguarde com fé!

      • Caro Dirceu: vim encontrá-lo através de uma pesquisa sobre animais e espiritualidade. A minha gatinha partiu há um mês e meio e continuo sem saber como viver sem ela. Estou numa depressão imensa e não consigo conceber a minha vida sem ela, depois de 12 anos juntas, só as duas. Sinto-me vazia e sozinha como nunca me senti antes, e não encontro sentido para mais nada. Continuo a procurá-la pela casa e a chamá-la, pois ainda não acredito que não volte a qualquer momento… Dói muito…. Se ela voltar para mim, o retorno, em caso de gatos, é também em 60 dias? Estou desesperada de tristeza e saudade… Obrigada por todas as suas palavras.

      • Sofia querida,
        Tudo que acontece aqui e no Plano Espiritual está dentro da vontade do Pai e Criador. Não posso lhe afirmar objetivamente com quantos dias terá sua preciosa gatinha de volta, mas aguarde e confie em Deus que Ele vai lhe devolver aquele animalzinho que Ele lhe confiou para educar e fazer crescer “espiritualmente”. Ela está retornando para você e quando menos esperar ela estará do seu lado e você a reconhecerá.
        Comigo, agora está acontecendo do retorno de uma gatinha que conviveu comigo por poucos meses, pois já chegou a mim velhinha e doente, mas a tempo de me dar amor e ser amada. Numa ninhada de quatro filhotes, eu a reconheci e ela é meu xodó e não sai do meu colo… E ela adora e fica toda dengosa com meus mimos!
        Um beijo no seu espírito!

  56. Amar e respeitar os animais.

    1)Devemos respeitar e amar os animais eles também são filhos da Grande Luz e estão evoluindo para planos superiores.
    O nosso dever é amparar, ajudar e tratar bem dos animais como ensina a Doutrina Espirita.
    Vejamos as palavras do Chico Xavier sobre essa questão.

    Pergunta – Chico Xavier, a Doutrina dos Espíritos esclarece com muita propriedade a questão da Lei da Causa e Efeito, de Ação e Reação, que preside a organização do Universo. Ela também nos indica o livre – arbítrio, como atributo fundamental da personalidade humana pelo qual o ser humano tem a facilidade de optar livremente pelo caminho que deseja seguir, recebendo contudo, em contrapartida, o resultado inexorável de suas decisões boas ou más.
    Assim se conclui que a plantação é livre aos seres humanos mas a colheita lhes é obrigatória. Dessa forma se explica todas as provações e resgates, doenças e deformidades físicas e mentais que sofre a maioria dos homens na Terra, como sendo seu karma ou resgate de delitos passados.
    Também nos ensina a Doutrina Espírita que os animais não gozam desta faculdade do livre – arbítrio , por não possuírem o pensamento contínuo.
    Assim sendo, como devemos encarar a questão da existência de deformidades congênitas nos animais. Por que nascem animais cegos ou deformados?

    Chico Xavier – Nossos benfeitores espirituais nos esclarecem que é preciso que todos nós consideremos que os animais diversos, a nos rodearem a existência de seres humanos em evolução no planeta Terra, são nossos irmãos menores, desenvolvendo em si mesmos o próprio princípio inteligente.
    Se nós, seres humanos já alcançamos os domínios da inteligência desenvolvendo agora as potências intuitivas, eles, os animais, estão aperfeiçoando paulatinamente seus instintos na busca da inteligência da mesma maneira que nós humanos aspiramos alcançar algum dia a angelitude na Vida Maior, personificada em nosso mestre o Senhor Jesus, eles, os animais aspiram ser num futuro distantes homens e mulheres inteligentes e livres.Assim sendo, nós podemos nos considerar como irmãos mais velhos e mais experimentados dos animais.
    Ora, nós sabemos que as leis divinas do Amor e Solidariedade entre seres e por isso, podemos facilmente concluir que as ações dos seres humanos, que Deus outorgou a condição e proteção de nossos irmãos mais novos animais. E o que é que esta humanidade tem agido em relação aos animais nos inúmeros séculos de nossa história.
    Porventura nós, os homens não temos nos transformados em algozes dos animais ao invés de seus protetores fiéis?

    Quem ignora que a vaca sofre imensamente a caminho do matadouro?

    Quem duvida que minutos antes do golpe fatal os bovinos derramam lágrimas de angústia?

    Não temos treinado determinadas raças de cães exaustivamente para o morticínio e os ataques?

    Que dizemos das caçadas impiedosas de aves e animais silvestres unicamente por prazer esportivo?

    Que dizermos das devastações inconseqüentes do meio ambiente?

    Tudo isto se resume em graves responsabilidades para o seres humanos, a angústia, o medo e o ódio que provocamos nos animais lhes altera o equilíbrio natural de seus princípios espirituais, determinando ajustamentos em posteriores existências, a se configurarem por deformidades congênitas.

    A responsabilidade maior recairá sempre nos desvios de nós mesmos, que não soubemos guiar os animais no caminho do Amor e do Progresso, seguindo a Verdade de Deus.

    Agora vejamos, se determinado cão é treinado para o ataque e a morte com requinte de crueldade, se ele é programado para o mal, pode ocorrer que em um determinado momento de angústia este mesmo cão treinado para atacar estranhos, ataque crianças de sua própria casa ou próprios donos.Aí teremos um desajuste induzido pela irresponsabilidade humana.

    Ora, este mesmo cão aspira crescer espiritualmente para a inteligência e o livre-arbítrio.Mas para isto ele precisa experimentar o sofrimento que lhe reajuste o campo emotivo, aprendendo pouco a pouco a Lei de Ação e Reação. Assim, ele provavelmente renascerá com sérias inibições congênitas.A responsabilidade de tudo, no entanto, dever-se-a à maldade humana.

    2) Sobre comer carne.
    Vejamos as palavras de Emmanuel.
    “A ingestão das vísceras dos animais é um erro de enormes conseqüências, do qual derivaram numerosos vícios da nutrição humana.
    É de lastimar semelhante situação, mesmo porque, se o estado de materialidade da criatura exige a cooperação de determinadas vitaminas, esse valores nutritivos podem ser encontrados nos produtos de origem vegetal, sem a necessidade absoluta dos matadouros e frigoríficos.
    Temos a considerar, porém, a máquina econômica do interesse e da harmonia coletiva, na qual tantos operários fabricam o seu pão cotidiano.
    Suas peças não podem ser destruídas de um dia para o outro, sem perigos graves.
    Consolemo-nos com a visão do porvir, sendo justo trabalharmos, dedicadamente, pelo advento dos tempos novos em que os homens terrestres poderão dispensar da alimentação os despojos sangrentos de seus irmãos inferiores.”

    (Trecho do livro O Consolador, psicografado por Chico Xavier junto a Emmanuel)

    Vejamos as palavras de Andre Luiz sobre os animais.

    “A pretexto de buscar recursos protéicos, exterminávamos frangos e carneiros, leitões e cabritos incontáveis. Sugávamos os tecidos musculares, roíamos os ossos.
    Não contentes em matar os pobres seres que nos pediam roteiros de progresso e valores educativos, para melhor atenderem a obra do Pai, dilatávamos os requintes da exploração milenária e infligíamos a muitos deles determinadas moléstias para que nos servissem ao paladar, com a máxima eficiência.
    O suíno comum era localizado por nós, em regime de ceva, e o pobre animal, muita vez à custa de resíduos, devia criar para nosso uso, certas reservas de gordura, até que se prostrasse, de todo, ao peso de banhas doentias e abundantes.
    Colocávamos gansos nas engordadeiras para que hipertrofiassem o fígado, de modo a obtermos pastas substanciosas destinadas a quitutes que ficaram famosos, despreocupados das faltas cometidas com a suposta vantagem de enriquecer valores culinários.

    Em nada nos doía o quadro comovente das vacas-mães, em direção ao matadouro, para que nossas panelas transpirassem agradavelmente.
    Encarecíamos, com toda a responsabilidade da ciência, a necessidade de proteínas e gorduras diversas, mas esquecíamos de que a nossa inteligência, tão fértil na descoberta de comodidade e conforto, teria recursos de encontrar novos elementos e meios de incentivar os suprimentos protéicos ao organismo, sem recorrer às indústrias da morte.
    Esquecíamo-nos de que o aumento de laticínios para enriquecimento da alimentação constitui elevada tarefa, porque tempos virão, para a Humanidade terrestre, em que o estábulo, como o Lar, será também sagrado.”

    “Não nos cabe condenar a ninguém.
    Abandonando as faixas de nosso primitivismo, devemos acordar a própria consciência para a responsabilidade coletiva.
    A missão do superior é a de amparar o inferior e educá-lo.
    E os nossos abusos com a Natureza estão cristalizados em todos os países, há muitos séculos.
    Não podemos renovar os sistemas econômicos dos povos de um momento para o outro, nem substituir os hábitos arraigados e viciosos de alimentação imprópria, de maneira repentina.
    Refletem eles, igualmente, nossos erros multimilenários.
    Mas, na qualidade de filhos endividados para com Deus e a Natureza, devemos prosseguir no trabalho educativo, acordando os companheiros encarnados, mais experientes e esclarecidos, para a nova era em que os homens cultivarão o solo da Terra por amor e utilizar-se-ão dos animais, com espírito de respeito, educação e entendimento.”

    (Trechos do livro Missionários da Luz, psicografado por Chico Xavier junto a André Luiz)

    3) Vejamos a palavra de um espírito de luz sobre essa questão.

    Já tendes provas irrecusáveis de que podeis viver e gozar de ótima saúde sem recorrerdes à alimentação carnívora. Para provar o vosso equívoco, bastaria considerar a existência, em vosso mundo, de animais corpulentos e robustos, de um vigor extraordinário e que, entretanto, SÃO RIGOROSAMENTE VEGETARIANOS, tais como o elefante, o boi, o camelo, o cavalo e muitos outros. Quanto ao condicionamento biológico, pelo hábito de comerdes carne, deveis compreender que o orgulho, a vaidade, a hipocrisia ou a crueldade, também são estigmas que se forjaram através dos séculos, mas tereis que eliminá-los definitivamente do vosso psiquismo. O hábito de fumar e o uso imoderado do álcool também se estratificam na vossa memória etérica; no entanto, nem por isso os justificais como necessidades imprescindíveis das vossas almas invigilantes.
    Reconhecemos que, através dos milênios já vividos, para a formação de vossas consciências individuais, fostes estigmatizados com o vitalismo etérico da nutrição carnívora; mas importa reconhecerdes que já ultrapassais os prazos espirituais demarcados para a continuidade suportável dessa alimentação mórbida e cruel. Na técnica evolutiva sideral, o estado psicofísico do homem atual exige urgente aprimoramento no gênero de alimentação; esta deve corresponder, também, às próprias transformações progressistas que já se sucederam na esfera da ciência, da filosofia, da arte, da moral e da religião.O vosso sistema de nutrição é um desvio psíquico, uma perversão do gosto e do olfato; aproximai-vos consideravelmente do bruto, nessa atitude de sugar tutanos de ossos e de ingerirdes vísceras na feição de saborosas iguanas. Estamos certos de que o Comando Sideral está empregando todos os seus esforços a fim de que o terrícola se afaste, pouco a pouco, da repugnante preferência zoofágica.

    4) Sacrifícios de animais em rituais.

    O perigo das macumbas, muitas pessoas nada sabem desses perigos. Os Espíritos de Luz ou Espíritos Superiores já mais vão pedir charutos, cachaça, cigarros,sacrifícios de animais e despachos, essas praticas só podem atrair pela sintonia vibratória espíritos desencarnados apegados a matéria e aos vícios terrenos, ou seja, espíritos inferiores e obsessores.Os Espíritos Superiores são Virtuosos em seus ensinamentos, eles procuram moralizar, educar e espiritualizar os seres humanos, incentivando a pratica sincera do bem e das Virtudes. Os espíritos apegados a matéria tratam de assuntos vulgares sem elevação moral, assuntos, como, sorte no jogo, volta da pessoa amada, sorte com as mulheres, melhoria nas finanças, trabalhos para prejudicar desafetos etc. Os Espíritos Superiores já mais vão se manifestar num centro para pedir charutos, cachaça e sacrifícios de pobres animais, isso é ridículo, os animais são nossos irmãos menores na escala evolutiva, devemos respeitar e amar os animais, quem pede esses absurdos são os espíritos da escuridão, cuidado, muito cuidado, eles gostam de enganar as pessoas usando uma linguagem melosa, suave, doce, com palavras bonitas, eles falam macio, tudo para seduzir as pessoas que estão nesses ambientes de baixa espiritualidade. Eles também usam Nomes pomposos, importantes e sedutores para mistificar. Vou deixar uma pergunta, vocês acham que os Espiritos de LUZ vão pedir despachos, cachaça, charutos, sacrificios de pobres animais inocentes??? O ser humano é um Espirito encarnado no mundo terra para evoluir e se melhorar moralmente, ser bom, honesto, correto, trabalhador, sem vicios, cultivar as Virtudes e os valores morais superiores, é seu DEVER, cumprindo com o seu dever moral ele consegue vencer e evoluir.Devemos nos afastar dos ambientes de baixo nivel moral, por que, nesses ambientes perambulam espiritos inferiores e pertubadores. O ser humano é composto de dois elementos Espirito e materia, o Espirito é a Força inteligente o ser pensante, a materia corporal não pensa e nem sente, portanto, se conhecer como Espirito encarnado com Deveres Morais para cumprir já é uma iniciação para as verdades superiores.

    Os animais merecem nosso respeito e nosso amor.
    Essa é a Lei de Deus.

    Wilson Moreno discípulo do Mestre Allan Kardec.

    • Você postou para todos nós, caro Wilson, uma excelente matéria sobre nossos irmãos animais que merece ser lida e relida de tão grande a sua importância.
      Grande abraço fraternal e que Jesus o abençoe!

  57. Obrigada, caro Dirceu. Suas palavras me acalmam no que é possível. Quero muito acreditar que ela vai voltar, até porque não sei mesmo viver sem ela… Agradeço, mais uma vez, e mando um abraço e um enorme bem-haja!

  58. Olá Dirceu,
    Conheci seu blog através de uma pesquisa sobre animais e espiritualidade. Então, resolvi escrever ao senhor.
    Ontem, dia 2/02/14 perdi meu gatinho Zeus. A dor é insuportável. Acredito na reencarnação dos nossos irmãozinhos. Minha gata mais velha, que mora com minha mãe, a Hannah, é com certeza a reencarnação do meu primeiro gato, o Apollo. E desde filhote, ela atende pelo nome de Apollo. Brinca como ele, dorme como ele, tem as mesmas manias dele. E é saudável, graças a Deus.
    Minha preocupação é Zeuzinho. Ele faleceu por decorrência da FeLV (Leucemia felina) e sua irmãzinha (não de mesma ninhada), Mahara, ainda vive aqui em casa. Ele estava sofrendo demais, não estava conseguindo respirar, tinha tido metástase do câncer proveniente da Felv, provavelmente tinha linfoma nas vias respiratórias superiores, que fazia o olhinho direito minar pus. Relutei muito com a eutanásia (que sou contra), mas precisei fazer. Tenho medo dele ter ficado zangado comigo. Tenho medo dele não me aceitar mais, nem no mundo espiritual. Tenho medo dele não aceitar ter sido eutanasiado. Me sinto muito mal. Hoje, 1 dia depois do falecimento, eu ainda o procuro. E minha gaitnha Mahara também. Choro sem parar. Não consigo viver sem meu bebê.
    Minha preocupação é achar outro gatinho, reconhecer Zeus nele e não poder trazer para casa, porque a Felv é contagiosa de gatos para gatos (se eu trouxer um gatinho novo, Mahara pode contaminá-lo, entende?). Tenho medo do espírito dele se sentir rejeitado por mim. Não quero rejeitá-lo, quero recebê-lo de braços abertos. Quero que ele se sinta amado novamente, como ele foi por esses 2 anos que esteve comigo (ele só tinha 2 aninhos).
    Na maca, antes dele partir, eu disse no ouvido dele que o amava muito e que quando ele estivesse pronto que ele voltasse pra ser amado por mim, que ele ia ficar junto de papai do céu, não iria sentir dor e que logo, logo ele voltaria e disse que eu esperaria por ele. Fiz mal?
    Queria vê-lo novamente. Queria sentir seu ronronar de novo. Era um gato dócil com todo mundo, nunca arranhava ninguém. Quando via uma pessoa, ia até ela e virava de barriga pra cima pra receber carinho. Um gatinho lindo.
    Dê uma luz a esse coração que tá sofrendo demais pela perda de um filho felino! Não sei o que fazer!
    Paz, amor e luz para você e para sua família!
    E obrigada por compartilhar tudo isso com a gente!
    Um beijo
    Tati

    • Tati, querida amiga e irmã,
      Quisera eu ter o dom da mediunidade maior de poder dar-lhe uma resposta segura, firme sobre o seu filho (te) que desencarnou. Eu também tenho meus gatinhos e já perdi vários em várias situações, até mesmo passando meu carro sobre a minha Pandora querida, que me amava tanto que me aguardava na chegada do trabalho. Desci do carro para abrir a garagem e toquei eles para longe, mas ela, por ser mais velha e já meio surda e achando-se dona “do pedaço” adiantou-se de pura saudades de mim e aconteceu a tragédia. O que pude fazer foi enterrá-la aos prantos no meu quintal, sob o miar tristonho dos outros gatinhos da casa, que a procuraram por muitos dias, com miados lúgubres. Quanto ao seu animalzinho, fique tranquila: Deus, na Sua Infinita Bondade sabe que nós, somos uma leva de espíritos que têm a sagrada missão de passar amor, paz, fraternidade, compaixão, e outras maravilhas de caráter, para nossos irmãos em evolução ainda menos avançada do que a nossa. Esses animais se ligam aos nossos espíritos e retornam sempre a nós para continuarem o aprendizado de onde pararam. Ele irá voltar quando sua casa já não estiver mais contaminada e o campo estiver pronto para ele. CALMA E CONFIE EM DEUS!
      Tenha paciência e não se culpe pela eutanásia cometida, pois que, embora eu não tenha feito no meu gato e esperei que ele desencarnasse naturalmente, o sofrimento dele e meu foi terrível. Ele voltou e eu o reconheci. Mas, a dor anterior foi muito grande! Você fez bem se não havia mais nada a ser feito. Ele irá voltar sim.
      Um beijo no seu bom espírito!

      • Olá Tati, acredito que seu gatinho irá voltar sim, assim como eu você já foi testemunia disso uma vez, então seu coração sabe e sente que ele vai voltar… Animais não guardam rancor… Quanto ao problema da Leucemia Felina existem duas possibilidades, ou voce adota um gatinho que também já tenha a doença, como a sua gatinha e já salva um filhote de um destino terrível ou mesmo de ser transmissor da doença para outros de rua, ou ainda antes de levar seu novo gatinho pra casa voc~e ministra a vaicina quintupla Felina que tem cobertura para a FELV, porém acho que voce conhece os riscos dessa vacina né? No seu lugar acho que a adoção de outro FELV seria mais ACERTADA< MAS A VACINAÇAO DO

  59. Olá Tati, acredito que seu gatinho irá voltar sim, assim como eu você já foi testemunia disso uma vez, então seu coração sabe e sente que ele vai voltar… Animais não guardam rancor… Quanto ao problema da Leucemia Felina existem duas possibilidades, ou voce adota um gatinho que também já tenha a doença, como a sua gatinha e já salva um filhote de um destino terrível ou mesmo de ser transmissor da doença para outros de rua, ou ainda antes de levar seu novo gatinho pra casa voc~e ministra a vaicina quintupla Felina que tem cobertura para a FELV, porém acho que voce conhece os riscos dessa vacina né? No seu lugar acho que a adoção de outro FELV seria mais acertada ou mesmo a vacinação preventiva…aguarde e siga seu coração na hora em que o seu filhote voltar… Obs.: Existem casos de convivencia entre gatos saudáveis e portadores de FELV em que não ocorre a transmissão do virus…mas enfim, sinta e faça o que seu coração mandar, na hora você vai saber… Foi o que eu fiz! Fique em paz.

  60. mamãe sempre gostou de gatos ela pegava os gatos na rua e levava pra cuidar em casa, foram muitos, antes de ter o avc ela criava os gatinhos na casa dela com seu filho que morava com ela, após isso ela veio morar comigo e não sei qual destino foi dado aos gatos , mas ela passou dois anos falando dos seus gatinhos. Quando mamãe faleceu no dia do velório na porta da sala onde ela estava caiu um gato bem novinho do telhado, hj eu fico a me questionar, sabendo ela que eu amo animais, não seria uma forma dela me dar uma ocupação pra diminuir minha dor. Ainda procuramos pra ver se tinha alguma ninhada ou a gata mãe, mas nada foi encontrado.

  61. Elvira, querida amiga! E o gatinho que caiu do telhado? Se salvou? Você cuidou dele? A questão ficou no ar…
    Bem, acho que ficou um recado dela para você: “Cuide desses animaizinhos porque Deus a recompensará. Eles são nossos irmãos em evolução e precisam muito de nosso carinho e amor.”
    Grande abraço fraternal e que Jesus a abençoe sempre!

  62. BOM DIA SEU DIRCEU, ESTOU A DIAS BUSCANDO RESPOSTAS PARA MEU SOFRIMENTO, MINHA CACHORRINHA COCKER DE NOME MELANIE DESENCARNOU A 2 DIAS, TIVE QUE FAZER AUTANASIA NELA, POIS ESTAVA MUITO DOENTE, MAIS OQUE ME AFLIGE A ALMA E´QUE EU PRATICAMENTE A MATEI POIS DEI UMA DOSE ECESSSIMA DE GARDENAL PRA ELA, POIS NAO AUENTAVA MAIS VER ELA SOFRER COM CONVULÇOES E FALTA DE AR, ELA JA ANDAVA MUITO TRISTINHA, A IMPRESSAO QUE EU TINHA ERA QUE ELA NAO ESTAVA MAIS FELIZ, TINHA UM DESESPERO MUITO GRANDE EM RELAÇAO A VARIAS COISAS…COMO FICAR SOZINHA, O MEDO QUE EU SAISSE A DEIXAVA AGUNIADA, E EU TBEM ESTAVA ME SENTINDO EM DESESPERO, POIS TENHO QUE FAZER MINHAS COISAS ( INCLUSIVE TRABALHAR PARA ME MANTER) ENTAO FAZIA ALGUNS BICOS AQUI NO PREDIO PARA NOS MANTER, MAIS ELA PROTESTAVA FAZENDO SUAS NESSECIDADES NA CASA DOS OUTROS, ENTAO ESTAVA MUITO DIFICIL. EU AMAVA ESSA CACHORRINHA DEMAIS, O DESENCARNE DELA FOI MUITO TRISTE POIS ELA COM A OVERDOSE DE MEDICAMENTO QUE EU DEI FICOU IMOBILIZADA, MAIS CONCIENTE! MEU DEUS A CULPA ESTA ME MATANDO. GOSTARIA DE SABER SE ESSE DESENCARNE FORÇADO ESTA CAUSANDO ALGUMA TRISTEZA NELA? O VETERINARIO QUANDO A VIU DISSE QUE ELA ESTAVA COM SEU CORAÇAOZINHO DEBILITADO , INXADO E VARIOS PROBLEMAS DE SAUDE, EU VIVI COM ELA O TEMPO TODO A 10 ANOS NAO SAIO DE CASA PARA FICAR COM ELA E EVITAR SEU SOFRIMENTO, JA ESTAVA FAZENDO MAL PARA MIM, ORAVA O TEMPO TODO PARA QUE ALGUEM ME AJUDASSE A CUIDAR DELA, MAIS SO ENCOMTREI PESSOAS QUE SE APROVEITARAM DA SITUAÇAO PARA ME COBRAR VALORES QUE NAO PUDE PAGAR, E SE A DEIXAVA SOZINHA MEU CORAÇAO ENTRAVA EM DESESPERO. POR FAVOR ME AJUDE RESPONDENDO AS MINHAS DUVIDAS…..ELA ESTA SOFRENDO COM MINHA ATITUDE? QUE DEUS O ABENÇOE. ABRAÇO. BARBARA

    • Bárbara, querida irmã e amiga!
      Não se martirize, pois você fez o melhor para esse animalzinho que Deus confiou a você para educar e dar amor. Se você deu dose em excesso, foi para que ela se acalmasse e você pudesse levar para casa o seu sustento e o sustento dela. Você não pegou um revólver e atirou na cabeça de sua cachorrinha… Então, você não cometeu um ato insano contra ela. Ela irá retornar um dia para você e quando ela retornar, você já estará mais tranquila, podendo tomar conta dela e ela ficará mais tempo do seu lado para continuar aprendendo com você, pois ela, e todos os nossos animaizinhos estão em evolução e nós somos deuses para eles.
      Beijo no seu bom espírito e que Jesus a abençoe!

      • obrigada por suas palavras, que seus guias de luz continue a ajudar as pessoas que sofrem com a falta de seus anjinhos de 4 patas.grata Barbara sueli

    • SR Dirceu, so mais uma duvida que me deixa agoniada….eu sinto que ela esta triste, isso pode estar acontecendo? tbem no segundo dia senti cheiro de carne podre, não sei se foi um sinal,porque eu tive duvidas que ela estava desencarnada, depois que senti esse cheiro acabou minhas duvidas. tbem gostaria de saber se por ela ter ido com autanasia prejudicara o reencarne dela? por favor responda essas 2 perguntas se puder. grata de coraçao

      • Barbara, querida,
        Você está triste e confusa e tudo leva você a se martirizar.
        Não houve eutanásia, pois não houve a intenção de tirar a vida dela. Eutanásia é quando se aplica um veneno ou medicamento para AJUDAR A ACABAR DE MORRER. E não foi o que ocorreu.
        Ela está sendo bem tratada e acolhida no Plano Espiritual.
        Fique em paz!

  63. sim ouve eutanásia, chamei o veterinário e ele a fez, pois depois que ela tomou a overdose de gardenal ficou 2 dias sem conseguir se mexer, paralisada, sem fazer necessidades e conseguir se alimentar e com um gemido agudo de dor.MEU DEUS!!! eu a matei….sera que ela esta bem depois de todo esse sofrimento? dizem que quando antecipa a morte do animal ele demora mais para se recuperar no plano astral. desculpe minha ansiedade, mais preciso desses resposta. se puder me ajude. que DEUS o abençoe por me aconchegar nesta minha tristeza. obrigada! não vou mais enviar E-mail, para dar chance de outras pessoas serem ajudadas. grata

    • Barbara, querida irmã!
      Creia no Deus Infinitamente Justo e Bom que conhece todos os sentimentos de seus filhos. Ele sabe que você fez tudo aquilo que podia pelo seu animal e não se culpe. Ela há de voltar e Deus não levará em conta nada do que aconteceu, pois você não agiu por mau, mas para o bem daquele animalzinho.
      Que Jesus a abençoe!

      • Dirceu, querido amigo! agradeço pelas palavras de consolo e carinho que respondeu minhas duvidas. e me acalmou nos momentos de angustia. agradecida. Barbara

  64. Não me agradeça, querida irmã Bárbara; agradeça a Jesus, Nosso Amado e Querido Mestre que tudo faz em nome do Pai e Criador para nos educar e encaminhar-nos para os caminhos do bem e da fraternidade.
    Abraços de Luz!

  65. Querido Dirceu, em janeiro de 2013 perdi minha gatinha “branquinha” q eu amava demais e agora, um ano depois, perco a minha gata pretinha, ela era minha paixão, eu a amava demais e ela a mim, pois era minha sombra, minha fiel escudeira, so faltava falar comigo e entendia o q eu dizia para ela. Mas a historia da branquinha e da pretinha é no minimo estranha, primeiro pq elas se conheceram na garagem do predio, depois foram viver num lar temporario, depois disso, vieram pra minha casa, (eu quis trazer as duas) e agora desencarnaram com praticamente 1 ano de diferença, veja bem, a branquinha morreu dia 27/01/2013 e a pretinha dia 25/02/2014, estranho nao? ai eu pergunto: seriam elas uma especie de almas gemeas? Elasno inicioo brigavam muito, mas depois se tornaram amigas a ponto de dormirem juntas… bem, sinto demais a falta delas, principalmente da pretinha e pergunto, no caso dos gatos, quanto tempo leva até reencarnarem e eles voltam para a mesma casa onde viveram? neste caso voltariam as duas? ou ja passou o prazo para a branquinha voltar, visto q ela ja morreu ha um ano? bem, desculpe tantas perguntas, mas eu preciso muito dessas respostas para amenizar minha dor, ja q me sinto culpada pela morte da pretinha, deixei ela cruzar aos 10 anos de idade e ela veio a obito porque o feto estava morto e a infeccionou toda, quando ela apresentou sintomas, levei para operar mas ela teve 3 paradas cardiorespiratorias e depois de 2 dias nao resistiu. Sinto q a “matei” de alguma forma, me sinto extremamente culpada e ja pensei em fazer uma besteira comigo, dar fim a tudo. nao sei o q fazer pra me livrar desse sentimento de culpa, pois sinto q matei a coisinha q eu mais amei na minha vida. Por favor, me responda e me ajude. Bjs no coração e parabens pelo blog q tem ajudado a muitas pessoas.

  66. Ainda falando da branquinha e da pretinha, amigo Dirceu, esqueci de dizer na mensagem anterior q elas, assim como viveram sempre juntas, foram sepultadas no mesmo jazigo, uma ao lado da outra num cemitério de animais aqui no Rio de Janeiro, o Pets Garden, elas estão lá, “dormindo” juntas. Assim como viveram unidas em vida, continuarão unidas na morte e quem sabe no plano espiritual.

  67. Paula, querida irmã!
    Às vezes fico meio ressabiado com tudo isso que está acontecendo, porque as pessoas estão pensando que sou um especialista espiritual sobre desencarne de nossos irmãos animais. Não é nada disso! Sou um estudioso do assunto e tenho gatos, como já tive vários cães, galinhas de estimação e amo os animais como irmãos de verdade. Tenho pressa de parar de comer carne. Prefiro as carnes de peixe e frango, mas gostaria muito de morar onde tivesse muitos legumes e verduras para deixar as carnes.
    Sobre você, gostaria de dizer que não foi culpada de nada: Minha gata de 12 anos cruza em todos os cios e tem filhotes saudáveis e nada lhe acontece. O que lhe aconteceu foi uma fatalidade.
    Suas gatinhas voltarão sim, desde que você se prepare para recebê-las. Deus nos permite e até mais, nos dá a missão sagrada de cuidar de Seus filhos animais com carinho e amor e quando estes se vão, retornam ao mesmo lar, com o fim de continuarem com “as aulas” que estavam recebendo para o seu aprimoramento e crescimento espiritual na sua escalada evolutiva.
    Aguarde, ou melhor, vá à luta que filhotes estão a caminho de sua casa e eles serão a branquinha e a pretinha. Podem vir inclusive de outro sexo.
    Um beijo no seu espírito!

  68. Caro Dirceu,

    Descobri esse site ano retrasado e depois me esqueci dele, naquela época eu não sabia que precisaria de tanta ajuda hoje. Acho que não foi uma coincidência, porque nada é por acaso. Eu sempre estive as voltas com animais e em especial os domesticos, sofro muito quando um deles desencarna, no entanto são tantos os que precisam de ajuda que acabo por adotar novamente. Ano passado “perdi” 04 peludinhos cães e ttres peludinhos gatos, os gatos porque foram atacados por um de meus cães e isso inespoeradamente pois, ficam juntos sempre e os meus cães por doenças, foram atendidos no vterinário e os quatro desencarnaram enquanto estava internados. Isso é um resumo dos acontecimentos. Como sempre sofri horrores e foi tudo muito dificil para mim. Mas, entre os quatro cãezinhos que desencarnou, estava minha Bebezinha…como posso te explicar meu desalento? Amo todos o meus peludos demais, mas ela de algum modo é meu “pedacinho do céu”, fiquei e estou sem chão, sem alegria, sem eu mesma. Minha Bebezinha desencarnou por “doença do carrapato”, sendo que ela só teve “um” carrapato que eu tenhavisto. Minha querida tinha uma sequela de cinomose quando a adotei( ela seria sacrificada pela “dona”) por causa da sequela, e tinha apenas tres mesinhos de vida, mas perguntaram-me se eu a queria e é claro que a quiz e ela foi recebida com amor e foi muito muito amada mesmo. Não me conformo porque ela desencarnou por uma doença tão fácil de tratar, na mesma época eu estava tratando de outros cães que nem eram meus. Mas não percebi que ela estava dodoi,ela dormia comigo, na minha cama, eu a mssageava todanote porque a sequela da cinomose deixou-a com “tiques” tremores por todo o corpinho, então eu a ajudava a relachar para dormir…Minha menina estava comigo faziam tres anos e meio (tão pouquinho), e desencarnou no dia 20 de setembro de 2013. Eu pedi tanto aos veterinários que me avisassem se ela passasse mal a noite…ela desencarnou as 05h da manhã, ninguém me avisou, quando eu a internei ela apresentava intestino preso, nada mais, e chorava de dor, foi então que constataram a doença, eu fiquei em choque, quando liguei cedinho para saber dela me disseram:” Nossa, ninguém avisou a senhora? Ela veio a óbito as cinco da manhã..” Eram oito horas da manhã e eu estva com a comidinha dela pronta para levar pra ela e só poderia ir as nove da manhã, que era o horário permitido de visitas…só liguei mesmo porque meu coração estava doido demais e não aguentei esperar até o horário…Acho que ainda não saí do choque e a dor que tomou conta de mim…são cinco meses e 21 dias que a estou esperando voltar…é de minha vontade que todos retornem para casa para continuar comigo suas caminhadas, e por saber que eles voltam fiquei confortada, menos com ela…sofro sem limites, não tem alento para meu coração, mesmo com boa dose de conhecimento, por que será isso? Minha filha vai trazer hj para casa uma cadelinha adulta que “jogaram para fora do carro” em plena rua e debaixo de muita chuva, minha filha parou o carro e conseguiu resgatar a cadelinh que está agora internada para exames e ela está muito mal tratada…e eu chorando sem fim por causa dos meus queridos…a humanidade precisa aprender muito sobre a vida e os animais, o quanto devemos a eles e o quanto são nossos companheiros e jornada. Ela também me trará uma cachorrinha de uma ninhada que foi abandonada nem sei onde. Tenho 08 cães e 18 gatos, claro que todos muito amados e todos vieram das ruas. São castrados para evitar mais procriações, mas, receberei esses dois anjos, pois, precisam de amor. Eu gostaria muito que essa pequenininha que minha filha vai trazer fosse minha Bebezinha, mas tem muitos para voltar e muitos que precisam de socorro. É apenas um desabafo, abraços fraternos,

    Célia.

  69. Célia, irmã querida!
    Nós somos uma “raça” de privilegiados, de escolhidos por Deus, para adotarmos os irmãozinhos menores, para tomarmos conta deles, para ensinar-lhes as boas maneiras, para dar-lhes amor, carinho e mostrar-lhes o que é a fraternidade. Tudo isso porque eles estão em evolução e necessitam de professores que lhes ensinem como pais generosos o caminho do bem e do amor. é por isso que Deus nos seleciona para que tenhamos essa carga tão pesada aqui no Plano Terrestre.
    Não fique triste querida irmã, pois sua Bebezinha está voltando! Ela precisa muito de você ainda e o Pai de Infinita Bondade não quer que ela fique com o aprendizado no meio do caminho. Você ainda vai dar e receber muito amor, para e da Bebezinha em nova carne, ou nova cachorrinha.
    Atualmente estou numa encruzilhada sem fim: tenho uma pequena ninhada de três gatinhos que estão acabando de desmamar e amo os três: duas fêmeas – Marilyn e Gina e um machinho – o Galego. Preciso de passá-los para a frente, mas meu coração não deixa… O que posso fazer se eles têm loucura por mim e eu por eles?
    Que Jesus a abençoe e tome conta de você e seus filhinhos!

  70. Voltei novamente caro Dirceu, bem na hora que estava escrevendo a cadelinha que foi jogada para fora do carro chegou em casa. Foi a veterinária que a trouxe, ela é linda sabe, muito parecida com minha Diana que desencarnou em 2005, mas bem pequenina, peludinha preta e muito triste. Ela está muito doente e quase cega, mas tem tratamento e já a estamos tratando. Acredita que ela não estranhou nem mesmo meus outros peludos? Ela pode ser o retono de qualquer um de meus anjos que desencarnou cerca de cinco ou seis anos atraz. De algum modo meu coração alegrou-se por poder fazer algo por ela. Estou tentando passar essa fase de luto por causa da minha Bebezinha com algum disernimento, mas ainda assim temo que se deixar a dor ir embora minha Bebezinha não volte, olha como estou! Não me permito deixar que ela se vá, não sei explicar, tenho uma dor imensa de saudades que me desestrutura e o pior é que não sonho com ela. Não sou medium, no entanto sempre foi relativamente fácil para mim a projeção astral, isso antigamente, hj em dia nem tanto, então no desespero eu fui fazer um curso e projeção astral do Valdo Vieira e foi muito bom, por conta disso eu tive quatro “sonhos lucidos” e procurei por ela, eu sabia que “dormia” na minha cama e estava em outro lugar procurando por minha menina, cheguei a ver um fazenda linda e era parte do Rancho Alegre, que é uma Colonia Espiritual para os animais ( Marcel Benedetti), eu estava feliz, mas perdi a noção quando me desestabilizei emocionalmente, sempre que penso nela, dormindo ou acordada parece que fico “nublada”, fico sem rumo, além da culpa que me mata porque se eu tivesse percebido como ela estava tão dodói eu a teria salvo. Mas eu só via nela o “tique, tique” do corpinho, ela estava fazendo acumpultura pra melhorar e não fez efeito, acho até que a imunidade dela baixou devido a acumpultura, sinto remorso porque ela desencarnou sozinha, eu havia prometido a ela que jamais a deixaria sozinha em nenhuma circunstancia que ela precisasse de mim, e bem numa hora tão dificil ela estava completamente só…isso vai me matar…acho que é mais fácil eu ir ter com ela que ela voltar pra mim, porque não suporto mais sentir essa culpa, misturada com saudades e a falta que ela me faz. O que pode me consolar se eu sei que a vida continua e que ela é uma Consciência linda que jamais poderia estar desamparada? Acho que ouvir um milhão de vezes que ela pode sim voltar sempre me faz bem. Quero muito que Deus me abençoe com uma nova chance junto dela e que ela possa voltar desta vez com um corpinho saudável pra que ela possa dormir relaxadinha como os irmãozinhos dela, sem aquele tremor no corpinho…ela merece isso. Eu sei o quanto ela me ama, de todas as maneiras ela soube me dizer isso, minha filhinha querida, eu espero reconhece-la logo que ela voltar seja quando e onde for, quero abraçar muito a minha menina ainda nesta vida.
    Obrigada por esse site,pois, podemos ver que nunca estamos sós!

    Abraços,

    Célia

  71. Acabei de receber sua resposta! Obrigada! então seja como for, esperar por ela não é mesmo um loucura, é esperança e fé que me fortalece e alegra, obrigada. Quanto aos seus amores, conheço seu dilema, minha filha Amanda e eu temos em casa uma mamãe gata que recolhemos ha um mes, e seus cinco gatinhos, que em outra oportunidade conto a historia interessante deles e nossa. Enfim, eles desmamaram e nós estamos sofrendo muito para doá-los mas, por medo de que não cuidem deles com amor, sabe, acho que esse também é seu medo, além do amor que já nasceu entre vocês nós nunca sabemos realmente se quem está adotando vai mesmo proteger e amar o anjinho peludo .Agora mesmo estou tentando digitar com a Mel “afagando” meu colo. Ela é uma das minhas gatas mais apaixonada por mim e quer ficar o tempo todo comigo, e não é fácil digitar assim. Obrigada por suas palavras, minha Bebezinha é minha filhinha amada de muitas eras, só pode ser. A minha vida é dividida em duas fases, antes e depois de ter tido a Bebezinha comigo. Espero melhorar minha tristeza até porque não é justo para com meus outros amores e são muitos. Sou responsável por eles e eles me amam muito, agora com a nova querida a Graça, dei esse nome a ela, porque ela veio como uma benção de Deus, um presente mesmo. Meus filhos são o Nestor, o Pluto, Bento, Bob, Cindy, Bê, Sarita, o Juninho e agora a Graça, depois tem os felinos, Tozem, Mel, Pank, Cacau, Mil, Tobias, Mufaza, Simba, Pimenta, Chica, Leu,Tom, Ian,Manu e Sofia, agora temos a Palominha e os cinco bebes dela que vamnos batizar ainda. É, não mais 18…mas estão todos bem, gorduchos e saudáveis, agora estão dormindo, porque tem hora pra dormir e não deixo ir na rua. Isso me deixa feliz, não posso ficar assim sem vida de saudades da minha menina…sei disso, obrigada mais uma vez por suas palavras e espero confortr a todos os que como nós amam os animais e esperamos um mundo melhor para eles,

    Abraços fraternos,

    Célia

  72. Célia, querida irmã,
    Coloque em sua cabeça que você é uma missionária de Jesus Cristo e do Pai Celestial aqui em nosso Orbe, que veio, como muitas outras pessoas com a sagrada missão de cuidar dos nossos irmãos animais.
    Sofrer desta maneira por só um deles é se desgastar demais, principalmente sabendo que esse animalzinho retornará aos seus braços para continuar o seu aprendizado de amor e escalada evolutiva.
    Reanime-se e continue trabalhando em prol de nossos amiguinhos (filhinhos) e você estará cumprindo tudo aquilo que prometeu fazer aqui na terra, antes de reencarnar.
    Que Jesus a abençoe abundantemente e aos seus filhinhos.
    Um beijo no seu bondoso espírito!

  73. Irmão obrigada, sei que você tem razão, é o equilibrio que saiu do lugar…sei que minha querida voltará no tempo mais apropriado para ela e para mim. Minha nova pequena a Gracinha está reagindo bem no novo lar e isso me alegra, alivia meu coração. Falei do seu Blog para minha irmã que está passando o mesmo que eu, ela ficou sem o “Meninão” dela 20 dias antes de eu ficar sem minha Bebezinha, damos força uma para a outra e seu Blog ajuda muito porque dá esperança e não é uma “fé cega”, sabemos das verdades espirituais e do quanto são esclarecedoras, mal podemos falar disso com a grande maioria das pessoas, principalmente por tratar-se de amor aos animais e o lado espiritual deles, por isso seu Blog é uma benção onde podemos abrir nossos corações e trocar experiências com quem sente amor por eles, como pais e mães, assim como nós.
    Que as bençãos de Deus também cubra seu lar e seus amores com muitas alegrias, muita luz e paz,

    Abraços,

    Célia

    • Fico feliz, querida Célia, que você tenha entendido que tudo se fará a seu tempo, mas, esse tempo é o tempo do Grande Arquiteto do Universo, Nosso Pai e Criador.
      Estaremos aqui sempre às suas ordens para quaisquer esclarecimentos que estiverem ao nosso alcance.
      Que Jesus a abençoe!

  74. Boa noite caro Sr. Dirceu.
    Tomei conhecimento de seu blog através de minha querida irmã, que também passa por um sofrimento como eu, pela perda de um animal de estimação e fico mais confortada sabendo que outras pessoas passam pela mesma situação.
    Perdi meu adorado Zeus no dia 27 de agosto de 2013, um lindo Golden, de apenas 03 anos e 03 meses. Desde então tenho meu coração despedaçado e choro todos os dias. Ele era um verdadeiro Deus, muito alegre, amoroso e brincalhão e foi por conta de uma brincadeira que ele “foi embora”. Meu filho mora comigo e comprei para ele um lindo cachorrinho de nome Apolo e ganhei o Zeus. Eram da mesma ninhada e tínhamos uma vida muito feliz, eu, meu filho e nossos três cachorros (também tenho a Princesa, uma viralatinha que adotamos). Todas as noites meu filho brincava com os três e numa dessas noite o Zeus engoliu um pedaço de um brinquedo, que veio a perfurar seu intestino e estômago. Passou por uma longa cirurgia no dia 09 de julho e por outros procedimentos e pedi às veterinárias que fizessem tudo que fosse possível para salvá-lo e ainda que recebesse todos os cuidados veterinários de alto custo, ainda assim não sobreviveu, vindo a morrer 50 dias depois. Foram 50 dias de muito sofrimento, tanto para ele quanto para nós que acompanhamos sua “recuperação” e numa tarde triste e fria ele partiu. Ele só conseguiu partir depois que eu, meu filho e minha norinha “conversamos” com ele e eu pedi a São Francisco e a todos os Anjos protetores dos animais que o recebessem lá do outro lado. E assim, ele se foi após um último olhar para a minha norinha, morreu aos meus pés e choro só de lembrar deste triste momento. Enterramos ele em nosso quintal, perto das bananeiras (ele adorava) banana. Desde então sofro muito. Fico sempre pensando se poderia ter feito mais alguma coisa por ele e me perguntando por que ele sofreu tanto para partir? Para amenizar a dor que sinto, passei a ler vários livros espíritas, principalmente os que tratam da espiritualidade dos animais, mas mesmo assim não consigo evitar as lágrimas e o sofrimento. Minha casa ficou muito triste sem, pois ele era muito brincalhão e danado e não deixava uma cadeira em pé e com a sua morte o Apolo e a Princesa ficaram ainda mais apegados a nós. Não consigo entender por que ele teve que ir embora tão cedo e chego a me culpar, será que alguma energia ruim que seria para mim o atingiu e ele não resistiu? Será que ele está bem? Será que já voltou ou vai voltar para mim? Gostaria muito de reencontrá-lo, mas também não quero prejudica-lo com meus sofrimento. Por isso venho pedir sua ajuda, um esclarecimento, se possível, pois uma parte de mim foi embora com ele. Peço a Deus que o proteja e que ele possa seguir sua linha evolutiva e até já sonhei com ele, logo após sua partida, ele estava lindo e muito iluminado. Ele era um cachorro grande, muito bonito e todos se encantavam com sua beleza. Todos se admiravam de ver dois cachorros tão lindos. Fico pensando também se ele sente saudade de nós, de seu irmão que ficou. É possível o Sr. me orientar, acalmar meu coração? Ele era meu “meninão” e sinto muito sua falta.
    Desde já agradeço por me ouvir e vou aguardar sua resposta.
    Fique com Deus.

    • Fique tranquila, querida Vera quanto ao seu Zeus, pois ele ainda não tem um “espírito” evoluído como o nosso e por isso, não sente saudades, nem coisa alguma lá onde ele se encontra. Ele está aguardando, como se estivesse dormindo, o momento da reencarnação, e espíritos muito bons cuidam disso tudo com muito carinho.
      Quanto ao acontecido, esses animais, para sua evolução, precisam passar por sofrimentos junto com seres humanos muito sensíveis e bondosos, para seu próprio aprendizado. Eles guardam em seu “espírito que está se formando” todos os bons sentimentos que usarão quando se tornarem seres humanos, quando já tiverem evoluídos o bastante.
      Aguarde o seus cãozinho, mas sem choros, sem lástimas, pois ele irá retornar para continuar com as “aulas” das quais ele tanto necessita.
      Um beijo no seu espírito!

      • Bom dia caro Sr. Dirceu Rabelo.

        Muito obrigada pela resposta. Agora sim poderei ficar mais tranquila e aguardar pelo retorno do meu Zeus. Não sabia se ele ainda poderia retornar, pois sempre o achei muito evoluído e pensava que ele já estivesse em um mundo mais evoluído do que o nosso e que poderia estar sendo egoísta pedindo o seu retorno. Agora da forma como foi explicado, me renova a esperança de reencontrá-lo e poder fazer por ele o que não tive tempo de fazer o que por que certo me traz um alento muito grande. Não tenho palavras para demonstrar o meu agradecimento por sua ajuda e só posso pedir a Deus que o ilumine sempre e que possa dar continuidade à sua linda e nobre missão. Confiarei o meu “meninão” aos espíritos de luz que o vem protegendo e aguardarei o seu retorno. Gostaria de aprender mais sobre “este lugar onde aguardam” a reencarnação. Como já fazem seis meses e 20 dias que ele se foi eu não sabia que ele poderia estar ainda no aguardo da reencarnação. O local onde ele está aguardando é uma colônia para animais? Pode me sugerir alguma leitura sobre o assunto? Desejo fazer um estudo mais profundo sobre a espiritualidade dos animais. Tenho um amor imenso por eles e fico até com vergonha de dizer que prefiro a companhia dos cachorros do que a dos seres humanos. Desculpe-me novamente. O que deveria ser apenas uma resposta, acabou gerando novas indagações. Obrigada, luz, muita luz em seu caminho. Um grande abraço
        Fraternalmente,
        Vera Prado

  75. Marcel Benedeti, querida Vera, já nos deixou e retornou ao Plano espiritual, mas escreveu lindos livros sobre os animais e a espiritualidade e abaixo, estou reproduzindo para você, o que aconteceu com ele para escrever tantos livros sobre nossos amiguinhos. Leia e depois compre alguns livros dele, que você entenderá tudinho;
    .
    TODOS OS ANIMAIS MERECEM O CÉU!
    Das atividades que exerço como voluntário da Fundação Espírita André Luiz, tem uma em especial que me traz enormes alegrias e sentimento concreto de realização. É a de editor da Mundo Maior. Todo o processo de construção de um livro é uma atividade apaixonante.

    Em março de 2004 vivi uma experiência riquíssima. Tínhamos o desafio de em quarenta dias produzir 13 novos títulos para a Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Entre eles estariam os livros designados como vencedores do concurso , escolhidos pela comissão julgadora do Concurso Literário Espírita João Castardelli. Pessoas da mais absoluta confiança coordenavam o processo. Na reta final eles se mostraram preocupados.

    Um dos livros havia sido examinado e existia o propósito dos membros da comissão em colocá-lo como finalista.

    Era o livro:
    “Todos os Animais Merecem o Céu”.

    Só que pairava entre os membros da comissão uma preocupação. Embora perfeitamente verossímil, o livro continha alguns pequenos detalhes que os membros nunca haviam lido em nenhuma obra espírita. E uma das preocupações era a que não houvesse nas obras vencedoras nada que viesse a conflitar com os ensinamentos da Doutrina Espírita.

    Surgiu-me uma idéia: Buscar uma consultoria específica para esse assunto. Temos o privilégio de ter entre nós uma autoridade em Espiritismo e Animais. É a querida amiga e mestra Ana Gaspar. Pedi à Ana o apoio com a leitura atenta que lhe é peculiar.

    Uma semana depois recebo uma ligação da Ana tecendo elogios os livro e somente tendo uma preocupação. Embora a maioria dos assuntos abordados fossem do seu conhecimento, pelas obras de grandes figuras do espiritismo, havia alguns detalhes, descritos na obra que embora perfeitamente possíveis ela não havia visto em lugar nenhum.

    Ela então sugeriu que conversássemos com o autor. Identificado quem era (até aquela altura não havia sido revelado o nome do autor) mantive um contato telefônico com a pessoa: Marcel Benedeti. Marcamos uma reunião na qual estavam presentes a Cida Quintal, o João Carlos (que coordenavam o concurso) a Ana, eu e o Marcel.

    Marcel é um jovem médico veterinário.
    Perguntei-lhe: de onde ele tirou alguns detalhes para a obra?

    E ele nos contou uma história fantástica:

    “Desde criança eu sempre gostei de animais. Uma verdadeira atração. Qualquer animal: gato, cachorro, cavalo, papagaio.. enfim todos os animais. Dos 5 aos 10 anos eu via espíritos. Isso me causava alguns transtornos porque eu não sabia diferenciar o encarnado do desencarnado.

    – Eu falava com eles. Isso provocava alguma reação da minha mãe. Aos 10 anos parei de ver espíritos com aquela freqüência. Foi quando me decidi: seria médico veterinário. Mas meus pais lutavam com dificuldade e não podiam pagar uma faculdade pra mim. Estudei com vontade e passei no vestibular na Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho – campus Botucatu.

    Mudei-me pro interior.

    Naquela altura eu já tinha uma namorada em São Paulo mas eu só podia vê-la ocasionalmente, pois não tinha dinheiro para viajar. Ela me escrevia longas cartas. Eu “tentava” responder mas só saiam um ou dois parágrafos. Escrever não era o meu forte. No dia da minha formatura foi um momento ímpar. Emocionante mesmo. Meus familiares e minha namorada vieram de São Paulo para a minha formatura. Era um momento importante para mim. Estávamos nós, os formandos, no palco e eu sorria.

    Notei na platéia, próximo aos meus pais sentados duas figuras – um cavalheiro vestido todo de branco, com um cachorro nos braços e um padre. Ambos sorriam para mim. Estranhei porque não os conhecia. Num momento em que desviei o olhar, ao retornar minha vista para a eles notei que eles haviam sumido.

    Resumindo – eram espíritos. Eu tornara, na minha formatura, a ver espíritos.

    Voltei para São Paulo cheio de planos. Muita dificuldade pro início das atividades. Uma noite, no meu quarto, repousando, acordo assustado. Senti a presença de um Espírito. Era o padre que eu vira no dia da festa. Ele se apresentou como “meu amigo espiritual” e me disse que eu tinha uma missão.

    Que era pra eu ler muito antes de começar o processo. Eu não tinha dinheiro pra comprar todos aqueles livros que ele mencionara. Mas, surpreendentemente, chegavam às minhas mãos, vindo pelas mais distintas fontes, as obras que ele mencionara.

    Após alguns anos ele voltou a aparecer e me disse:

    Agora você está preparado para a segunda etapa da sua missão. Pegue um caderno que você irá acompanhar o que acontece com os animais no mundo espiritual. Aquela pessoa de branco que estava comigo na sua formatura é um medico veterinário e irá te acompanhar e esclarecer todas as suas dúvidas.

    Parecia um filme no qual eu interferira.

    Perguntei… anotei… fiz pesquisas. Aproveitei as experiências na minha clínica. Anotava tudo.

    Um certo dia o padre me falou:
    – agora está na hora de você escrever um livro.

    – Mas como? Eu? Não sei escrever.

    Definitivamente não tenho habilidade para a escrita. Lembrei-me do tempo da escola, quando recebia as cartas da namorada e não conseguia passar de dois parágrafos na resposta.

    Mas o padre insistiu.
    Comecei, titubeante, mas com o tempo saiu.”

    O resto da história:
    O livro foi um dos vencedores do concurso e um sucesso editorial.

    Euripedes Rodrigues.
    .
    Pronto, agora é só ler os livros de Marcel Benedeti e saberá tudo, ou quase tudo sobre nossos irmãozinhos.
    Grande abraço fraternal!

    • Bom dia caro Dirceu Rabelo.

      Agradeço pela orientação e vou estudar mais o assunto. Sinto-me bem mais confortada, após suas palavras e não chorei mais. Fica registrada a minha imensa gratidão a um espírito tão iluminado quanto o seu. Fique com Deus e continue sua linda missão, orientando e ajudando tanto a quem precisa. Abraços fraternos.
      Vera Prado

  76. Querida amiga e irmã Vera,
    Não pense que eu, estando aqui tentando ajudar as pessoas e já com algum conhecimento da Doutrina Espírita seja um espírito iluminado. Longe de mim, ser um espírito de luz. Sou, sim, um espírito ainda muito pequeno e que precisa lutar muito para evoluir. Trabalhando, ajudando os semelhantes e estudando é que conseguimos subir alguns pequenos degraus na escala evolutiva, mas eu me encontro cá embaixo e preciso crescer muito ainda.
    Que bom que você tenha entendido e agora esteja mais calma e esperançosa.
    Que Jesus a abençoe!

    • Bom dia caro irmão Dirceu Rabelo.

      Por certo que o seu trabalho engrandece em muito o seu espírito. Serei eternamente grata pela orientação. Embora meu coração ainda esteja despedaçado pela perda de meu Zeus há quase sete meses atrás, suas palavras amigas muito me ajudaram e confortaram meu coração. Desta forma, só posso agradecer e pedir a Deus que o proteja sempre. Fique em paz e continue nos ajudando. Diante de um mundo com tanta violência e tanta corrupção só podemos agradecer quando encontramos uma pessoa com ideais fraternos. Um grande abraço.
      Vera Prado

      • Estaremos sempre por aqui para ajudar nossos semelhantes, querida Vera.
        Fique na Paz do Senhor da Vida!

  77. Cumprimentos a todos, é com enorme pesar q vos escrevo estas linhas, pois perdi minha melhor amiga, “companheira”,minha gatinha “Branquinha”, nunca conheci gatinho tão meigo,tínhamos uma cumplicidade enorme que todos viam, estava sempre comigo,e de um dia para outro se foi..teve um ataque cardíaco, a minha menina e nunca tinha estado sequer doente..um dia saí para o trabalho e me olhou com carinha tristinha, mas eu não percebi,pensei q era pelo cio, e quando cheguei ali estava ela me esperando apenas para se despedir e dar ultimo suspiro..Meu Deus como dói..
    Eu a amo e sempre amarei, só hoje consegui escrever estas palavras, e já foi no dia 11 de Março, mas eu nem conseguia ligar meu portátil,fiquei sem fome, sem vontade de nada, só dormir para não pensar, tal é o vazio que fica, a dor no coração, o coração fica tão pequenino..
    Li aqui algumas palavras q me animaram um pouco, e dada a relação tão próxima que tínhamos, ela era minha filhinha, eu peço todos os dias que ela volte para mim..
    Desde dia 11 Março tenho sempre uma vela acessa em homenagem a ela e não consigo apagar, tenho outras 2 gatinhas ,mas são mais independentes, e já tive outros gatinhos q amei e perdi pela idade deles, mas tenho que ser sincera e dizer q nunca me doeu tanto, esta era minha menina, sem duvida, se houver alguma hipotese dela voltar para mim, seu espirito lindo, eu vou me agarrar a essa hipotese e espero encontrá-la, pois não posso aceitar q esse amor tenha sido interrompido desta forma..
    A ti Branquinha também quis prestar esta homenagem, TE AMO, minha menina, volta para mim pf…

    • Entendemos seu sentimento de dor, querida irmã Anabela, não só porque somos espíritas, mas, porque tivemos pela vida a fora animais de todas as espécies que convivem com o ser humano, e os amamos como nossos filhos. É nossa missão; sabrada missão que o Pai da Vida dá a poucos. Somos uns privilegiados que podemos nascer com este maravilhoso dom de amar e saber lidar com nossos irmãos animais. Se sabemos lidar com eles é porque já passamos da fase de saber lidar com os humanos, ou pelo menos já estamos bem preparados para isso.
      Creia que Deus a escolheu a dedo para ser a mamãe da Branquinha e ela vai retornar para continuar o aprendizado de amor que você começou com ela. Ela precisa continuar seu progresso “espiritual”. Ela ainda não tem um espírito ainda, mas é como se tivesse um espírito em formação e você a está ajudando nesta batalha, linda batalha de amor ao próximo.
      Um beijo no seu bom espírito e fique tranquila e mais confiante no Grande Arquiteto do Universo.

  78. Boa noite senhor Dirceu, hoje faz uma semana q eu e meu marido perdemos nossa neném nossa Belinha ela tinha apenas 50 e poucos dias e apenas 20 dias com a gente mas Jah era como uma filha dormia na nossa cama e td, somos casados a dois anos e Jah meio que estávamos em uma rotina e ela foi a melhor coisa q aconteceu esse ano pra nos, vou resumir um pouco a história, eu tive uma briga feia com a cunhada do meu marido e sei q mesmo eu nao querendo contato e nao desejando mal q ela, ela quer muito mal a mim e depois dessa briga tivemos muitos problemas na familia minha vo teve um infarto e ficou 54 dias no hospital chegando a ser desacreditada pelos médicos, mas com a graça de Deus ela conseguiu sair dessa e voltou pra casa, porém bem debilitada, mas voltando a minha neném, eu Jah sabia q cachorros as vezes “puxam” pra si o mal q eh desejado ou feito aos donos, parecia q eu sabia q tinha pouco tempo com ela, estava sempre com medo, qualquer coisa queria dar remedio pra ela, sempre estava verificando se ela estava respirando de noite enfim pra nos dois ela nao era soh uma cachorrinha ela era mais q isso ela era nossa filha nossa neném, mas sábado passado antes de domingo de Páscoa eu e meu esposo estávamos no sítio dos pais dele e saímos pra ir a cidade, nos sempre estávamos com ela, preocupados com os perigos q um sítio teria, detalhe ela nasceu lá e os irmãos ainda moram lá, mas enfim saímos, pedi pra minha cunhada nao tirar os olhos dela pois ela era bobinha e muito neném pedi pra q ela cuidasse dela, era como se eu soubesse um pouco depois q chegamos na cidade meu sogro ligou dizendo q nossa neném havia caído na piscina e q nao tinha mais nada pra se fazer, naquele momento meu mundo parou, outro detalhe meu marido nunca quis nem gostou de animais, porém com ela era como se ela fosse filha dele eu ate brincava q estava com ciúme, e como a Belinha era companhia da minha vo durante o dia minha sogra me pediu pra trazer a irmazinha dela a Estrela, e trouxemos, mas fico querendo achar a Belinha na Estrela, nao conseguimos entender o pk dela ter ido embora tão rápido, e de forma tão brutal, nao conseguimos nos perdoar por nao estarmos perto pra protege-lá, e agora me pergunto será q ela ira voltar pra mim? Meu marido q nao gostava de cachorro agora consegue cuidar da Estrela melhor q eu e se preocupa com os cachorros do sítio e com os da minha mãe, compra brinquedo e td, ele diz q nao consigo me apegar a Estrela pk meu subconsciente criou uma defesa, acho a estou voltando pra depressão, Jah nao sei mais o q fazer e pensar soh queria minha pulguinha de volta.

  79. Ana, querida irmã e amiga!
    A primeira coisa que temos que fazer num momento e diante de um fato desses é colocar tudo nas Mãos Maravilhosas e Infinitamente Benevolentes de Nosso Pai e Grande Arquiteto do Universo. Ele, sim é o Senhor da Vida!
    Se sua Belinha vai retornar para vocês ou não, tudo está nas Mãos do Pai.
    Normalmente essas pequenas criaturas retornam sim, para seus antigos donos e aí sim, vivem uma vida longa de muitas felicidades e aprendizado. Aprenda a amar a Estrela, porque ela pode ser a mãezinha da reencarnação do Belinha, ou seja, a Belinha voltará como uma filhotinha (ou filhotinho) da Estrela e vocês vão gostar desse animalzinho e ele se destacará entre os irmãos para amar vocês e reiniciar o período de aprendizado que ela necessita. Quem sabe a Belinha não tenha vindo para aquecer o coração “congelado” de amor pelos animais que seu marido tinha? Agora, ele é mais um dos nossos e ama os animais com todo ardor como Deus sempre quis de nós.
    Aguarde pela Belinha e nada de entrar em depressão. CONTRA DEPRESSÃO, ORAÇÕES E JESUS NO CORAÇÃO!
    Abraço bem apertado no seu bom espírito!

  80. Olá,minha gata morreu no dia 4 de maio de 2014,ela tem uma filha,eu estou muito triste!!eu queria saber se ela vai reencarnar e voltar a morar aqui comigo,eu sinto muita falta dela,ah eu acredito muito em reencarnação,eu só queria saber quando ela vai voltar,a morar de novo aqui.obg!!espero respostas!!ah e quando ela reencarnar ela volta com o mesmo ton de pele,os mesmos jeitos??

  81. Oi Dirceu. Estou profundamente arrasada com a morte do meu cão. Ele foi atropelado por uma Troller que eu mesma dirigia no último sábado (03/05)Ele era muito ligado à mim e onde eu estava ele também estava. Me esperava Até na porta do banheiro. Nos tínhamos uma ligação forte de muito amor. Já estou cogitando de adotar um outro filhote e queria saber se tem chance de um cachorrinho com 2 meses tenha o espírito dele? Para aumentar a probabilidade de ele voltar para a nossa família devo esperar mais algum tempo? Qual é um prazo razoável? Muito obrigada e Parabéns por acalmar tantos corações partidos como o meu. Abraço, Andrea

    • Andrea, querida amiga e irmã em Jesus;
      Aconteceu o mesmo comigo e minha gata Pandora que eu matei com meu carro. Ela me aguardava todos os dias com sua filha e um machinho, e eu os tocava. Eles saiam e eu passava com o carro para a garagem. Ela, já velha e meio surda, adiantou-se, coitadinha, por amor e eu a matei. Não se passaram mais do que cinco meses e ela retornou como filhote de sua filha e eu a reconheci e ela a mim. Está até hoje comigo e recebeu o nome da mãe. Então peço a você que aguarde mais uns três meses para que tudo se coloque em seus lugares na vontade do Pai e ele retorne para você como um filhote que alguém vá lhe presentear ou que lhe chegará de uma forma que você nem imagina. Esta última palavra me fez lembrar de uma cadelinha de uns 6 meses de idade que entrou em meu quintal para morrer de fome, sede e doença, há um mês. Dei-lhe o nome de GINA (Lollobrigida -atriz italiana). Hoje ela está linda e me ama como se já vivesse comigo há longos anos. Acho que ela é a reencarnação de minha Pantera, que foi minha cadelinha na infância.
      Um beijo no seu espírito e que Jesus a abençoe!

      • Olá Dirceu, bom dia!

        Já a algum tempo lhe escrevi sobre minha Bebezinha, enfim, em 20 de setembro deste ano fará um ano que ela desencarnou, eu ainda a estou esperando, também tenho outros três queridos para voltar, se isso estiver nos planos do Mais Alto, que um deles retorne para mim, são o Floquinho, a Fiona, a Bebezinha e o Pingo, todos desencarnaram em 2013. Neste ínterim adotei mais dois peludinhos cães e mais 07 peludinhos gatinhos, que sofriam por abandono e maus tratos. Minha Gracinha tem me ajudado muito a chorar menos de saudades da minha Bebezinha, (ela ainda é meu “pedacinho do céu”), agora temos também a Boneca, uma bebe de três meses que já foi até torturada e ainda tem marcas pelo frágil corpinho, mas, Deus a encaminhou para mim e ela é amada e cuidada. Sinto que meus amados retornarão para mim em algum tempo, a Gracinha acredito que seja minha Diana que desencarnou em 2005, a Boneca ainda não sei,mas não é minha Bebezinha ou a Fiona, não pelas características físicas, mas, por comportamento, são muito diferentes. Agora compreendo que eles podem demorar algum tempo para retornar para nós, talvez precisem de alguma experiência com outras famílias no meio do caminho, sei lá, morro de medo de que sofram, que não sejam tão amados quanto nós os amamos, mas, se o amor conta, então impreterivelmente, mais dia, menos dia, eles retornam para o lar que mais os amou. Assim, estou esperando pelos meus amados e especialmente pela minha “curica”, tão especial, tão parte de mim, ainda está difícil estar sem ela nesta dimensão comigo. Mas os peludinhos estão sempre precisando de um lar e se pudermos ajudar, por minimamente que seja, para algum peludinho haverá diferença, haverá nova vida e haverá a descoberta de que se existem “humanos desumanos”, também existimos nós, os humanos apaixonados pelos animais e por toda a vida que Deus nos deu neste pequeno planeta que precisa tanto de amor e compaixão. Peço a todos que leem este blog, para que amem sempre, aguardem sim pelos seus queridos que por alguma razão tiveram que partir, mas retornarão sim, no devido tempo,porém, não deixem jamais de socorrer outros anjos peludos, esparramados por ai, precisando muito de socorro e de amor.
        Um forte abraço meu irmão Dirceu. Deus o abençoe pelo magnifico trabalho em nome do amor.

        Célia Virgínia

  82. Francielle, querida irmã!
    Minhas respostas são consoladoras e posso lhe afirmar que os animais costumam voltar para o mesmo dono, se este o tratou bem e se havia amor entre as partes. Agora, a cor do pelo pode ser totalmente diferente e você a reconhecerá pelo carinho que ela devotará a você e vice-versa; entendeu?
    Grande abraço fraterno!
    Fique com Deus!

  83. Oi Dirceu,
    Voce acalmou meu coração. Obrigada… Vou aguardar com a fé de que tudo vai se encaminhar da melhor maneira possivel. Depois te dou notícias…
    Obrigada pela atenção,
    Um abraço, Andrea

    • É assim que se diz Andrea! Confie em Deus e tudo dará certo. Tudo que vem do Pai é para nosso bem.
      Que Jesus a abençoe!

  84. oi, estou muito triste, perdi minha cachorrinha na cirurgia de castração, agora me culpo que se eu não tivesse feito ela estaria comigo, quis fazer porque sofria muito de gravidez psicologica, e a veterinaria indicou tb em fazer, fez o exame de sangue, tava tudo certo, a dra. nem pediu de coração e alergia, mas deviamos ter feito, quem sabe teria aparecido algo …. ela só faltava falar, dormia comigo, minha amigona… eu e meu esposo estamos sofrendo muito… agora estou em duvida, seria o aprendizado ao desapego este nosso sofrimento.. como ainda não temos filhos e estamos tentando ter ela era nossa filhota de coração…., se eu pegar outra cachorrinha pode ser que seja ela reencarnada, pode acontecer isto??abraços e obrigada a atenção.

    • Espere, querida Andreia passar um tempo para que tudo se “encaixe”. Se vocês tivessem feito uma coisa horripilante, poderiam estar sofrendo, mas vocês queriam o melhor para ela. Ela, com certeza vai voltar, mas para isso é preciso um precioso tempo e como ela retornará ao seu lar, só mesmo Deus sabe. Pode ser como presente de alguém, pode ser um filhote encontrado na rua… E por aí vai. Com o nosso Chico Xavier, a sua amada cachorrinha quando morreu, ele quase morreu de chorar também. Passados alguns meses, andando pelas ruas de Pedro Leopoldo, uma cadelinha vira-latas feinha, suja e fedorenta começou a segui-lo. Ele, já se sentindo incomodado pela insistência da cachorrinha em fazer-lhe “festa”, parou e tocou-a com cuidado, mas mandou-a sair de perto dele. Nisso, o espírito de Emmanuel apareceu-lhe e disse: Por que está tocando a cachorrinha? No que o Chico respondeu: Ué, porque ela está me acompanhando e eu não quero nada com ela… Emmanuel retrucou: Pois bem, então deixe a sua amada Biluca ir embora, pois essa aí é ela reencarnada fazendo festa para você. O Chico quase morre de chorar de tanta emoção e toma no colo a cachorrinha, feia, suja e fedorenta, mas com todo o amor do mundo para lhe dar.
      É assim que Deus procede à Sua Divina maneira e nos faz os seres mais maravilhosos do Universo.
      Aguarde um pouco e confie no Pai da Vida!
      Que Jesus lhe cubra de bênçãos!

      • obrigada a atenção, vou rezar e confiar. Abraços

  85. Boa tarde, Dº Dirceu. Em 13/04/2014 perdi minha cachorrinha Nina que tinha 11 anos ela vivia 24 horas por dia comigo e tenho muitas saudades dela, li em uns dos comentários acima que podemos ter a nossa cachorrinha de volta em 60 dias, no dia 13/06/2014 faz 60 dias do falecimento dela,gostaria de saber com o Sr. se é nesse período que posso preocurar uma nova cachorrinha ou devo esperar mais um pouco, pois estou na dúvida sobre em qual mês devo preocurar, os relatos acima me confortaram e voltei a ter novas espectativas de reencontra-lá. O que devo fazer? Desde já muito obrigada. Cristina.

  86. O mais importante nesses casos querida Cristina e deixar a decisão nas mãos do Pai e Criador que saberá devolver-lhe sua preciosidade no momento certo e na hora adequada para ela também, pois o “espírito” em desenvolvimento do animalzinho necessita também de refazimento e, portanto… AGUARDE E CONFIE NO PAI, que a Nina voltará toda serelepe para você porque ela precisa continuar o aprendizado de amor que iniciou com você, mãezinha querida e mestra dela.
    Beijo no seu coração e que O Mestre Amado Jesus lhe dê muita Luz para espargir para todos nós!

  87. Bom dia a todos os corações saudosos dos seus queridos. Eu estou também aguardando o retorno da minha Bebezinha, e fazem 08 meses que ela desencarnou. Sei que voltará e sei que o tempo dela não é necessariamente o meu, portanto, continuo aguardando. Dizer que não sofro mais seria pura mentira, sinto tanta saudade que meu coração aperta e meu estômago embrulha, porque dói muito. Mas tenho recebido em meu lar novos anjos que precisam de ajuda, de socorro, de amparo. Assim, minha casa tem sido porto seguro para outros peludinhos, enquanto aguardo o retorno da minha querida. Amo-os muito, todos eles e isso acalma meu coração. O que quero dizer é que são muitos os anjos peludos abandonados a própria sorte, jogados pelas ruas perambulando com frio, fome e sede e não é justo que os ignoremos porque estamos esperando, aguardando nosso “anjo que se foi” e que se não for “especificamente o nosso anjo que se foi”, então ignoramos os outros anjos, tão tristes em sua solidão e falta de tudo. Eu os alerto para isso, não vamos jamais nos esquecer de nossos queridos mais queridos,no entanto, como saber se também eles não precisam de socorro de algum estranho antes de retornar para nós? A teia da vida é perfeita e tudo está interligado, vamos fazer nossa parte, abrir mais nossos corações e nossas casas recebendo outros peludos necessitados, não é uma troca, é discernimento é compreender que porque a vida não para, a criação não para, o amor não para também e nós precisamos amar mais. Minha menina virá um dia para a mamãe, num novo corpinho saudável e mais linda que nunca, será um dia mágico que eu aguardo cada segundo que chega, enquanto não posso aconchega-la em meu peito, sigo aconchegando mais amados e mais peludinho que Deus coloca em meu caminho, como a me dizer:” Veja quantos dos meus anjos te envio para você amar e proteger, enquanto aguardas a volta da tua pequena que cruzou teu caminho porque Eu a enviei também para você”!
    Beijos nos seus corações doloridos, sempre com esperança porque a vida continua sempre e em toda parte,

    Célia Virgínia

    • Célia Virgínia, querida irmã e amiga do coração!
      Você falou tudo aquilo que nossos irmãos e irmãs que estão sofrendo com perdas de seus pequeninos precisavam ouvir.
      Que texto maravilhoso e cheio de boas novas para todos nós, inconformados com as perdas, que sabemos ser passageiras. Eles retornarão sim, mas, enquanto não retornam vamos tomando conta daqueles irmãozinhos necessitados que o Pai Celestial nos encaminha. Há poucos dias, encontrei no meu quintal um farrapo de cachorrinha vira-latas com todas as doenças possíveis e com seus cinco meses de idade, pedia a alguém que a deixassem morrer em paz. Hoje ela é o xodó de meus netos! A GINA é a gostosura da casa, sem bernes, nem sarnas, nem bicheiras, e gordinha, só sabe brincar e alegrar a todo mundo. O que parecia ser um problema veio a ser um presente do Pai para todos nós.

  88. Meu amigo e irmão, obrigada pelas palavras também, todos nós vamos aprendendo cada dia mais um pouquinho e ao final de tudo, descobrimos que o melhor aprendizado é que o amor sempre vence. Veja que bênção sua Gina lhes proporciona! Quanto amor e alegria ela lhes dá todos os dias quando já desesperançada da vida foi parar em seu quintal. É Deus encaminhando seus amados peludos para aqueles filhos que Ele sabe que poderá contar. Deus sempre sabe o que vai na alma de seus filhos. Nós devemos nos abrir mais para o amor, e assim sermos mais acessíveis aos Chamados do Pai. Esses pequenos peludinhos, são filhos de Deus também e precisam muito de nossa compaixão e ajuda para conseguir viver aqui na terra. Nós somos aqueles que temos no mínimo o dever moral de os socorrera e proteger caso contrário a evolução desses seres poderá ser amplamente prejudicada por pura omissão e desinteresse dos seres humanos e que cada um de nós saiba o quanto isso nos pode custar. Eu apenas procuro cumprir um sagrado dever para com a vida e assim como você meu irmão e tantos outros que são exemplo de compaixão e amor para com os animais, seguimos nossas vidas com paz no coração,

    Abraço fraterno,

    Célia Virgínia.

    • Gosto do modo amoroso como você se refere aos nossos pequenos irmãos, querida Célia Virgínia e Benditos somos nós, que Deus vem escolhendo para receber esses peludinhos, Seus filhinhos também, para tomar conta deles, dar-lhes amor, carinho, alimentação e ensinamentos.
      Se todos entendessem dessa maneira o mundo seria muito melhor e nós humanos seríamos muito mais evoluídos.
      Abraço forte nesse seu bom espírito, querida irmã de jornada!
      Que Jesus a abençoe!

  89. Obrigada amigo do coração e vamos seguindo nossas vidas de maneira mais leve,pois, “tudo passa”, conforme Chico Xavier já nos lembrou um dia. Realmente nossas vidas são passageiras,assim como as situações e as nossas experiências, felizes ou não também o são. Espero que os leitores do Blog confortem seus corações diante da dor e aparente perda de seu peludinho querido, sabemos que são tão importantes para nós quanto nossos queridos seres humanos, pois, para nós não são diferentes e nosso amor por eles é imenso e a saudade pesa. Mas, o que importa é a certeza da eternidade da vida, importa a certeza dos reencontros que jamais deixam acontecer, porque o amor está em primeiro lugar e é o amor que nos trás nossos amados de volta, porque é o amor que nos une por laços inquebrantáveis e eternos.
    Que Jesus nos abençoe a todos,

    Abraços fraternos,

    Célia Virgínia.

    • A verdade está aí em sua singela resposta, querida Célia Virgínia. Tudo passa e o amor vence a todas as barreiras que se colocam à nossa frente.
      Que Jesus nos abençoe, agora e sempre!

  90. obrigada DIRCEU por suas palavras de conforto continuarei esperando pelo momento certo a chegada da minha querida e amada NINA pois eu tenho 3 filhas eu costumava a dizer que ela era minha 4 filha porque eu e ela eramos muito ligadas fico sozinha em casa pois todos saem para trabalhar ate hoje não coloco os meus pés aonde ela costumava se deitar na minha cama pois era o lugar preferido dela e nem deixo ninguém sentar ali ela faleceu no dia que minha filha caçula estava completando 30 anos e isto me doeu muito tenho retratos dela por toda casa quando estou sozinha só sei chorar me sinto muito triste vazia por dentro estou muito FELIZ por ter conhecido seu site em saber que existe muitos como eu obrigado Dirceu tenha uma boa noite durma com DEUS aqui sua fã CRISTINA.

    • Como eu disse, querida Cristina, devemos confiar no Pai que não nos deixa em falta nunca. A sua Nina partiu quando foi necessário sua partida para seu refazimento “espiritual”, ou seja, ela já tem um espírito em andamento e necessita desencarnar também, como nós e voltar para novas vidas e certamente retornará para você que já iniciou o sua “doutrinação” e ensinamentos necessários para a evolução dela. Ela está aprendendo com você tudo sobre o amor, a paz, a fraternidade, o perdão, etc., e aí você será para ela como um anjo guardião que mostra para ela o bom caminho a seguir no seu futuro.
      Um abraço e que Jesus a abençoe!

  91. Olá dirceu, ando muito triste, choro todos os dias, pois no último dia 31/05 minha cachorrinha morreu. Eu estava guardado o carro e meu marido pediu a uma vizinha passear com ela na rua, como agente sempre fazia com ela todos os dias. E essa mulher deixo o carro passar por cima dela. Ela estava bem na frente dela e o carro vinha muito devagar. Mais ela fez na maldade. Ela era muito ruim, só que nunca iria imaginar que ela faria isso. Eu estava bem de frente com ela e vi tudo. Voltei as câmeras de minha casa para ter a certeza e realmente ela deixo ela morrer. O carro passou por cima dela. Hoje faz 5 dias, mais choro muito. Tenho um casal de charlei que são os pais dela. E a mãe dela estava no grávida. Me diz uma coisa ela pode voltar nessa cria. Amei demais ela. Vc acha que minha hanna volta? Só achei estranho porque a mãe dela esta grávida. Porfavor me diz ela vai voltar?

    • Olhe querida Camila, nessa ninhada que já estava prevista a sua Hanna não voltará não! Ela pode voltar numa próxima ninhada ou até ser uma filhotinha que você venha a ganhar de alguém.
      Perdoe a sua vizinha e ore por ela. Este é o primeiro passo para que você receba a sua Hanna de volta. Com ódio no coração, nada feito; você mesma impedirá a volta dela para você. Somente o amor pode trazê-la de volta.
      Que Jesus a abençoe!

  92. Dirceu a mãe da minha cachorrinha estava no cio, mais ainda não estava grávida. Ela engravidou depois de 5 dias da morte da minha hanna. Alguma coisa me diz que ela está voltando. Peço todos os dias a deus que ela volte. Vc acha que ela não irá voltar nessa ninhada? Mesmo que ela tenha engravidado depois de 5 dias da morte dela?

    • Aí sim, Camila, há grandes possibilidades de sua Hanna voltar, pois não ela não tinha motivos de permanecer no Mundo Espiritual como nós, que já somos espíritos com uma certa evolução.
      Aguarde e confie em Deus. Aquela que você sentir que pode ser ela, terá a retribuição do seu amor.
      Um beijo no seu coração!

      • Dirceu obrigada pelas sua atenção, obrigada mesmo. Me sinto muito melhor agora. Minha hanna era tudo em minha vida. Agora é só esperar. Assim que a ninhada nascer volto para te dizer como foi tudo. Muitoooo obrigada e que deus te abençoe muito.

      • Vamos aguardar então Camila! Já estou ansioso também no aguardo do nascimento da nossa Hanna reencarnada.
        Que Deus a abençoe!

  93. E com grande tristeza e desespero que lhe escrevo no dia 156\2014 hoje fazem dois dias que perdemos nosso querido filhinho o BILLY um gatinho preto de lindos olhos verdes …a dor esta insuportável vemos ele o tempo todo doí demais não gostávamos de gatos mas num dia chuvoso ouvimos um miado tão triste e resolvemos acolher aquele pequenininho em casa ate a chuva passar ,esta chuva de amor e felicidade durou 3 anos e cinco meses perdemos nosso filho por uma insuficiência urinaria ,fiz que podia e não podia para salva ló,mas foi em vão domingo as 14;00 horas fomos velo na vete e ele estava todo molinho pois faziam 5 dias que não comia estava SO no soro ,fui e levei a carninha que ele mais gostava a vete teve que dar na seringa pois meu bebe não conseguia mastigar,me doeu muito ver sua barriguinha costurada pois não conseguiam desobstruir ele pelo pipi então abriram sua barriguinha para desobstruir de dentro da bexiga para fora ….ele sofreu muito ,mas o fato mais estranho ocorreu quando meu marido carregou ele,a emoção foi tanta que seu coração disparou pois ele era muito apegado ao meu marido….e ele passou mal a vete consegui reanimalo e ele ficou ali deitadinho na mesa sem se mexer ,enquanto meu marido falava com a vete eu fiquei observando e acariciando meu filhinho e pedindo para ele ser forte que nos o amávamos muito que ele era nosso filho e não podia nos abandonar…de repente vejo sua boquinha se mexer porque ele ouviu a voz do meu marido que falava com a vete .eu disse ao meu marido o BILLY que falar algo ,quando meu marido se abaixou e disse quer falar com o papi meu amor….ele tirou um miado do fundo da alma e miou para meu marido…..a vete se animou e disse ele ama o pai …..esta falando com ele …voltamos para casa felizes achando que hoje terça feira dia 176\2014 iríamos buscar nosso filho mas infelizmente meu filho se foi no domingo as 21;30 da noite ….não consigo comer ,meu marido só chora pois eles tinham uma ligação muito forte ….por favor nos de uma luz as vezes sentimos o cheiro dele em casa ……escutamos o seu miado …..estamos nos sentindo perdidos …..será que existe a possibilidade do nosso filho voltar para nos,como vamos reconhecer por favor nos ajude estamos quase enlouquecendo pois nosso bilinho nos ensinou o significado do verdadeiro amor abraços e ansiosa esperando sua resposta…..

    • Caros Ivonete e Roberto,
      Se vocês derem uma lida nas minhas respostas às outras pessoas que perdem seus amiguinhos verão que somos “seres especiais” escolhidos por Deus, para cuidar dessas pequenas criaturas que são, nada mais, nada menos que nossos irmãos em evolução.
      A você e ao Roberto que não gostavam de animais, o Pai resolveu enviar um filhinho especial, por uns tempos, para que vocês tivessem noção do quanto amor eles têm por nós, e do quanto amor podemos dedicar a eles.
      Agora, ele está no Plano Espiritual para um pequeno descanso e vocês fizeram o melhor por ele e com certeza ele vai voltar, mas não o esperem pretinho e de olhos verdes, porque ele pode vir agora uma linda fêmea, e branquinha e de olhos mais escuros. Tudo depende do Grande Arquiteto do Universo.
      Aguardem com confiança e fé no Pai que ele voltará de alguma maneira que vocês mesmos não acreditarão e o amor será maior e vocês estarão ajudando a criaturinha a se desenvolver para o seu crescimento “espiritual”.
      Com Jesus sempre, aceitem o nosso abraço!

  94. Querido DIRCEU obrigado pela sua resposta ,me desculpe se te pergunto mais alguma coisa e que a dor e tanta e são raras as pessoas que entendem,como te expliquei anteriormente nos sempre amamos cachorros pássaros,todo tipo de bichinhos menos gatos,ate que chegou nosso billy o amor de nossas vidas ,sabe vou te contar uma coisa eu tenho uma filha linda que amo muito e agradeço a DEUS todos os dias por ter me dado ela,Ela e do meu primeiro relacionamento quando me casei com o ROBERTO meu atual esposo nosso maior sonho era ter um filho,mas infelizmente não sei o porque depois de 24 abortos consecutivos,acalmei meu coração foi ai que entrou meu lindo gatinho Billy ,eu e meu esposo falávamos sempre que ele era nosso filho, que DEUS nos deu então para nos esta sendo terrível a partida dele ele era o nosso elo nosso amor sempre brincávamos por mais dificuldades que estávamos passando …O billy ninguém nos tirar ,e meu bebe de apenas 3 aninhos foi embora não conseguimos se conformar, tenho em casa mais três gatinhos a aicha uma fêmea e o EROS que e um pretinho lindo e a mel ……O eros todas as vezes que marcávamos de castrar ele e a aicha não dava certo talvez eu agora possa entender o porque ,a aicha resgatei da rua jogada com apenas 1 mês hoje ela esta com 1 ano o EROS também resgatei da rua quebraram seu rabinho e estavam jogando ele em um buraco ….tirei ele da mão da pessoa e levei para casa EROS tem 9 meses.Será que meu querido billy pode voltar através dos meus gatinhos pois daqui três meses a AICHA vai entrar no cio e meu BILLY era apaixonado por ela …..ME perdoe mas só você com suas doces palavras para acalmar nossos triste coração…….um grande abraço querido irmão

  95. Desculpa meu querido irmao mas suas palavras me dao conforto e paz ,aguardo suas resposta anciosa …muita luz e paz…

    • Peço aos queridos e especiais irmãos em Cristo, que aguardem a volta de nossos filhinhos que nos deixaram por um tempo e repito que eles retornarão mais fortes e mais amorosos ainda para a continuidade dos laços de amor que nos une. Confiem, caros Ivonete e Roberto que devemos ter paciência e fé em Deus para que nossos pequenos voltem para nós. Clamar não é o certo. Sei que a dor da separação é como a de um verdadeiro filho, mas temos que ser fortes e aguardar o retorno de nossos pequenos para a continuidade de nossos ensinamentos para eles.
      Um grande abraço fraternal para vocês e que Jesus os proteja!

      • querido irmao muito obrigado pela suas palavras,vamos esperar com fe em DEUS que em breve nosso filhinho voltara para nos . Um grande abraço e muita luz …e paz …. abraços meu querido irmao

  96. Boa tarde querido irmão,

    Hoje é um dia especialmente triste para mim, pois, são nove meses de saudades da minha Bebezinha. Mas devo dizer que ainda pode piorar, hj ao meio dia mais ou menos atropelaram meu Léo, meu gato lindo e amoroso. Fico pensando se poderia ter sido diferente, estou a mais de um mês tentando terminar nosso gatil, um lugar em nossa casa onde nossos gatinhos possam ter espaço, conforto e proteção. Por vários motivos ainda não ficou pronto nosso gatil. A copa também atrapalhou o trabalho dos contratados para monta-lo, enfim, estaria pronto ante-ontem pela manhã, não fosse a necessidade de os contratados irem para casa as pressas devido o jogo. Então não deu tempo de proteger o Leo. Fui hj ao mercado e não iria voltar para casa, somente mais tarde, mas algo em meu coração me disse: volta pra casa…Segui meu coração, e então meu Leo sem vida estava no asfalto, nenhum machucado aparente, creio que quebraram o pescocinho dele. Meus bichanos são atrevidos, sempre querem pular o portão e o portão é muito alto. Costumo mantê-los presos nos quartos ou em outro espaço, mas, eles são bichanos e espertos, sempre conseguem escapar e adoram passear. Que dia triste este meu amigo, mais um pequenino amado do meu coração que agora está enterrado no espaço em que ele deveria brincar e viver. Tenho tantos peludinhos e cada um deles é especial e amado e sofro como se fosse o único, claro que é o único, realmente só havia um Leo em casa, como só houve um Cecéu, Uma Lola, uma Mimosa…Sim eles voltam, só nem sempre sei quem é, pois são tantos e todos são queridos amorosos e lindos…sim sei que eles voltam, mas, meu pobre coração lamenta tanto porque eles deveriam viver todos os aninhos que merecem junto de nós quando são tão amados. Meu Leo só tinha três aninhos, e ele foi amamentado pela minha Bebezinha ( ela uma cadelinha linda que amamentou muitos gatinhos),pois nunca teve filhotes e queria ser mãe. Pedi aos Amparadores, Protetores e Deus, para que cuidem do meu Leo e se ele quiser e se puder voltar para casa nós estamos aqui para recebe-lo novamente no lar que também é dele e será sempre. Preciso dizer que enquanto eu chorava com meu Leo no colo, minha Gracinha esteve todo o tempo ao meu lado e cuidou de mim. Deu-me muitos “lambeijos” e não sabia mais como me agradar e acariciar. Minha Gracinha que chegou para salvar meu coração quando eu não queria sequer levantar pela manhã de tanta saudade da minha Bebezinha. Também recebi “lambeijos” da Ciny, da Bê, do Pluto, deles todos e finalmente da nossa querida criancinha a Emmy que acabou de chegar. A Emmy penso eu que seja o retorno do meu Pingo, ela chegou em casa com dois meses, tem o comportamento dele, e logo encarou os irmãos e se “posicionou”, é brava e pensa que é grandona, tão pequenina e corajosa, assim, como o Pingo. Também já sabia onde fazer o xixi, entrou em casa e no primeiro dia pareceu que conhecia tudo, cada lugar e quanta alegria naqueles olhinhos vivos! Ela é meu Pingo. Ele desencarnou dois meses depois da minha Bebezinha e já voltou. Alegro-me e sou grata por isso. Talvez já não devesse sofrer tanto quando eles se vão…mas, é como sou, como ainda sou ou como “estou”, neste momento de saudades e sempre tão difícil superar, afinal, quem fica aqui não pode ver os “dois lados” ou as vária dimensões que existem e onde eles se encontram. Espero que meu Leu esteja bem amparado, quem sabe no Rancho Alegre ou em Josini, e que ele não sofra por nada e que se por acaso ainda estiver em casa “sem compreender o que aconteceu”, que ele brinque com seus irmãozinhos no gatil enquanto não voltar para nós fisicamente dizendo. Peço a Deus por eles todos amigo Dirceu, pelos meus, pelos nossos e pelos anjinhos peludos da terra inteira, que sejam amados, reconhecidos, protegidos e amparados pelos que os amam e que aonde ainda não haja a compaixão e o amor por eles, que sejam libertos do jugo desses corações pela força do Amor de Deus o Criador de todos nós.
    Mais etapas para superar, seguindo sempre confiando que Deus está aqui o tempo todo,
    Abraços fraternos,

    Célia Virgínia

  97. Querido Dirceu e todos os meus irmãos, me dirijo a todos os que amam seus animais, seus anjos peludos e que sofrem por eles, saibam que eles voltam. Já a algum tempo tenho venho esperando minha Bebezinha retornar para meus braços. Aqueles que não conhecem essa história podem ler, se o desejar, encontra-se acima, junto de outras tantas mensagens desesperadas de dor e saudades. Sou o que chama de protetora dos animais e tenho muitos sob meus cuidados, amo-os muito. Mas minha Bebezinha deixou-me sem ar, sem chão, sem parte de mim. Embora eu tenha recebido presentes do Pai, como minha Gracinha, dei a ela esse nome: Graça! Pois veio para mim tão sofrida e tão carente de amor…e ao final ela me ajudou muito mais que eu a ela, ajudou-me a chorar menos e a amar mais, a ter paciência e ver quantos peludinhos precisam de nós. Nesse tempo de espera pela minha Bebezinha, não deixei de receber os queridos que o Pai colocou em meu caminho, sou grata pelo amor com que me cercam. Dia 20 de junho eu estava particularmente triste, eram 09 meses sem minha Bebe e nesse dia meu Léo desencarnou…são sempre tantas lágrimas diante dos corpinhos sem vida que nos esquecemos que eles são a própria vida e que não morrem jamais. Esquecemos que são como nós, que são Espíritos ou Consciências “encarnados” e não o contrário. Mas preciso lhes dizer que meus apelos e lágrimas foram ouvidos. Minha pequena veio pra casa novamente dia 23 de junho, quando eu não esperava, simples assim. A minha querida irmã, amiga e benção da minha vida por várias razões, ligou-me na segunda feira, dizendo que havia visto no jornal de domingo uma cadelinha para adoção, “que lembrava” minha Bebezinha. Eu jamais teria procurado por ela num jornal, pois, não tenho o hábito de ler jornais. Na hora meu coração bateu e eu entrei em contato com a pessoa que a estava disponibilizando, esta disse-me que já a havia doado a outra pessoa e que a levaria naquele dia mesmo para a adotante…Senti tanto aperto no coração, mas, pensei que então não seria ela, porque se fosse viria para mim. Desisti e não liguei mais. Na terça feira a noite a moça me ligou e disse que a adotante havia desistido da “cadelinha” e perguntou se eu ainda a queria, naquela noite eu tinha aula e não poderia faltar. Mais tarde na mesma noite minha filha não pode levar-me para a aula (coisa inusitada),e fiquei em casa. Resolvi ligar novamente para a moça e ela disse que se a “Estopinha” gostasse de mim, então eu ficaria com ela e a levou em casa para que nos conhecêssemos, ( a Estopinha e eu). Minha pequena chegou em casa e voou para meus braços, quantos “lambeijos” e festas ela fez! Tem 04 meses, então pelos meus cálculos ela reencarnou após mais ou menos 03 meses depois de ter desencarnado. O jeitinho dela, os modinhos de ser…, dormiu comigo coladinha, aceitou os “irmãozinhos” e foi aceita por eles naturalmente. Vejam que minha menina desencarnou devido a “babésia” uma doença do carrapato, ( e ela nem tinha carrapato),que foi descoberto “tarde demais”, por conta disso me culpei tanto e pedi a Deus a segunda chance junto da minha Bebezinha, então logo que a Estopinha chegou no dia seguinte notei que ela estava mais quieta e liguei logo no veterinário, levei-a e assim que fez exame foi detectado, vejam só, a “babésia” novamente…eles disseram que é muito difícil sair tão rápido assim o resultado de uma babésia, mas desta vez bem a tempo, e agora ela está em tratamento, em casa e muito feliz. Tenho observado os detalhes, sei que ela não pode ser uma “réplica” do que foi, pois, a própria evolução não permite isso, no entanto, tem “trejeitos”, matreirices para passar a perna em mim, e entrar nos cômodos antes de mim ou de qualquer outro. O olhar…a alegria que não acaba nunca,…Sei que é ela, assim como sabia que a Emy não era, que a Gracinha não era, minhas queridas que chegaram antes da Estopinha, e também a outra “coincidência” é que brincando chamávamos minha Bebezinha de “seca posso” por causa da misturinha de pelo, e a “Estopinha” recebeu esse nome pela mesma razão. Eu fiquei sem minha Cacau (minha gatinha que era meu carrapatinho), foi morta pelos meus peludos resgatados e enquanto eu estava trabalhando, não sei porque ela foi nos fundos e isso ela jamais fazia…isso foi dia 27, doeu e dói muito, mas sei que ela é uma Consciência Viva, que vai retornar, se não for agora será quando for necessário e eu estou esperando por ela e vou cuidar dela por toda a eternidade. Desejei partilhar minha história com vcs, para que seus corações acalmem e para que creiam que sim, eles voltam!
    Abraços fraternos a todos,

    Célia Virgínia.

  98. Olá amigos, li os últimos depoimentos de Ivone e Roberto, e a eles quero dizer que confiem em Deus e na espiritualidade, que no momento certo, seu bichinho voltará para voces, e como o Dirceu disse, nem sempre eles voltam do mesmo jeitinho, cor ou sexo, às vezes eles voltam fisicamente diferentes, porém seu coração irá saber que é o mesmo bichinho, seu comportamento irá demonstrar isso. Escrevi em outubro do ano passado meu testemunho, que voce poderá ler aqui no blog. Perdi uma gatinha siamesa muito amada e carinhosa em fevereiro do ano passado, mas sete meses depois encontro um filhote na rua que, senti desde o primeiro instante que era ela reencarnada, da mesma cor, porém agora se trata de um macho. É engraçado, ele ronrona bem alto e me segue pela casa como ela fazia, e gosta de dormir no meu travesseiro, só que antes era uma gatinha miudinha, agora é um gatão enorme e gordo e não sobra muito espaço pra mim…rss… E Célia, voce, como eu, é a prova viva que essas coisas só a providencia divina mesmo pra fazer acontecer, por isso é que eu acho que a nossa amiga Ivone não deve cruzar seus gatinhos e sim castrá-los como já tencionava fazer, Deus saberá a hora de colocá-lo de volta em seu caminho, existem gatinhos de mais abandonados pelas ruas da cidade, podemos ajudar apenas fazendo a nossa parte, que no caso seria cuida dos nossos bichinhos com amor e responsabilidade e impedir sua reprodução, enquanto tem tantos precisando de um lar… Mas claro, cada caso é um caso, se a pessoa tem condições de criar uma ninhada inteira ou dar os filhotes para pessoas responsáveis, é uma opção… De qualquer maneira, no momento certo seu Billy voltará e voces o reconhecerão e vice-versa. Foi assim comigo e só tenho a agradecer a espiritualidade todos os dias, porque tenho o gatinho mais amoroso que pode existir… Que a paz de Deus esteja com todos.

    • obrigada querida pelas suas palavras estamos aguardando confiantes a volta do nosso amado billy bjssssssssss

  99. boa tarde Dirceu! sou a Cristina que já lhe escreveu sobre minha cachorrinha a NINA que faleceu. Tem 3 dias eu ganhei uma bebê que tem 3 messes sabe Dirceu a NINA tem 2 messes e 25 dias que faleceu mais este neném tem a mesma pinta branca no peito a mesma da NINA no seu primeiro dia em minha casa ela já chorou para subir no meu sofá se deitou e dormiu ela se sente em casa esta fazendo coisas que me lembra a NINA Meu Amigo Dirceu será que ela pode ser a NINA? tendo já 3 messes de vida? Ou e´a minha vontade de tela me faz ver nela a NINA? Espero que eu esteja enganada sobre isto pois ela e´uma bela neném vou ama-la da mesma forma minha filha me diz que ela veio para fazer sua própria história neste momento esta dormindo no braço do meu marido . Há o nome dela é NANE! Fique com Deus e um forte abraço de sua amiga Cristina! ,

  100. ME DESCULPE DIRCEU O NOME DELA É NANI !!!! UM ABRAÇO CRISTINA !

    • Cristina, algo me diz que a sua Nani é mesmo a Nina que desencarnou há quase três meses passados. As datas estão quase batendo e quem disse que a Nina já tem três meses completos?
      Um animal que necessite reencarnar com urgência, ele pode reencarnar sim e isso só depende da vontade de Deus. Só nos casos dos seres humanos que já têm espíritos complexos é que dependem de tempo para a sua reencarnação e mesmo assim, se houver uma “ordem superior” a reencarnação pode ser realizada, mesmo com seres humanos com URGÊNCIA. Depende apenas da vontade do Pai Celestial. Curta a sua filhinha Nina que é a mesma Nani de volta para você.
      Que Jesus a abençoe e dê vida longa à você, à sua família e à querida Nina.

  101. Boa noite!
    Amigo Dirceu a minha missão começou quando eu tive um pet, hoje não o tenho mais.Abria todos os dias as 07:00 da manhã com muita felicidade alegria!!!! por ter a companhia dos meus primeiros fieis clientes amigos que tinham como morada a rua, ficavam esperando a abertura da loja para me dar bom dia e eu como forma de agradecimento lhes dar o café da manhã.
    Entre eles tinha uma cadela a unica femeá do grupo, educada com olhar tristonho dizendo preciso de um lar alguém que me der carinho e respeito,percebi que ela estava em período de gestação o que retardou a sua ida para o seu novo lar por eu ter um pastor um pouco arredio comportamento herdado da mãe, eu não sabia como ele iria se comportar com o nascimento dos filhotes por isso providencie um lar de uma cliente até a parição e desmame dos filhotes. Apos 50 dias a levei para minha casa onde ela foi recebida pela minha esposa e os meus dois filhos, Thales e o pastor Alemão chamado Sultão nome da loja em homenagem a ele Sultão Rações e ela dei o nome de menina minha adorável menina uma verdadeira Lady tinha este comportamento mesmo tendo vivido na rua. De imediato os dois interagiram porém por pouco tempo durou a felicidade dos dois, Sultão já tinha 13 anos e foi acometido com displasia que o deixou sem locomoção e outras complicações como insuficiência renal com isso menina perdeu o companheiro que apesar de pouca convivência a deixou muito triste.
    Menina assumiu o espaço deixado por ele sendo nossa alegria nossa filha o meu amor e a minha principal companhia na maior parte do tempo, pois logo que fechei a loja fiquei sem atividade ficando mais em casa sozinho pois esposa e filho trabalham e eu sou aposentado por ter sido operado da coluna (hernia de disco) quanto a idade de menininha não sei informar só sei que tinha 3 anos conosco e partiu dia 23/08/2014 recente não pois é não preciso nem dizer como estou ela era diferente dos outro dois cães que eu tive,a maneira que ela veio para mim os outro vieram filhotes com 45 dias de nascidos vieram de lares estruturados em quanto ela coitada tinha medo de vassoura sinal que era espancada por este objeto.Menininha adoeceu começou ficar debilitada fazendo vômitos ai levei ao veterinário que foi o fim dela digo isso por ele não ter dado as medicações básicas ou seja, soro associado a vitaminas ferro e antibiótico, quando ele veio indicar esta medicação ela já tinha partido ou seja 48 horas depois que ele soube o resultado do hemograma quando na verdade teria que ser feito logo quando a levei na clinica dele e não esperar resultado de exame e nem prescrever plasil para suspender o vômito dela.
    Amigo mesmo sendo espirita está sedo uma barra para mim,estou na esperança e na fé dela reencarnar e o pai traze-la de volta para mim embora já me ofereceram dois cães adultos mais prefiro esperar a volta dela.

    Abraços Humberto

    • Faça isso Humberto! Aguarde um pouco mais, porque ela irá retornar e viverá muito tempo com você para um aprendizado maior de amor e compreensão, já que ela viveu com muito sofrimento antes de te encontrar. Eu mesmo estou recebendo agora em meu lar um gatinho, o Bené (Benedito) por ser negrinho como São Benedito, que tenho a certeza absoluta ser a reencarnação do Negrão que desencarnou há 2 anos passados, com muita tristeza para mim, por falta de um veterinário aqui em minha cidade. Ele morreu vomitando tudo o que comia e eu dei-lhe carinho até o último minuto. Voltou numa ninhada de uma gata minha, muito magro e e pequeno. Está lindo e grandinho e muito amoroso.

      • Bom dia !
        Amigo muito obrigado pelo retorno agora só resta orar e esperar a vontade e permissão do pai para o retorno dela se for do meu merecimento na continuidade do amor carinho e proteção a ela. Sabe Dirceu o problema maior é o sentimo de culpa por ter a levado a quem poderia hipoteticamente dado a medicação correta, ficou a sensação de que era melhor eu ter usado um pouco do meu conhecimento embora não ter formação acadêmica na área veterinária, mas por ter tido um pet fui lendo e pesquisando desde alimentação a medicamentos que eu também vendia ou seja procurei está informado para poder ajudar os clientes e solucionar algumas doenças corriqueiras em seus animais, chegou ao ponto deles não levarem seus animais ao veterinário devido ao meu acerto na medicação indicada a patologia.
        A questão de eu não ter medicado a minha menina foi a falta de habilidade na aplicação do soro via intravenosa por isso que a levei ao algoz dela.
        Estou querendo me colocar voluntariamente a disposição de alguma ONG protetora dos animais para servir, essa é uma maneira que encontrei para ser útil e ficar mais perto deles e quem sabe reencontrar a minha menina.
        O que você acha disso?
        Um forte abraço
        Humberto

  102. Bom dia Humberto,

    Meu nome é Célia Virgínia, estou comovida com sua história porque sei exatamente o que vc está sentindo. Amanhã completa um ano que vi minha menina viva pela ultima vez e dei meu ultimo beijo nela. Na madrugada do dia 20/09/13 ela desencarnou, e desde então fui consumida por uma dor inexplicável. Se vc olhar as mensagens anteriores que enviei conhecerá minha história e o sentimento de culpa que me acompanhou e ainda acompanha mesmo agora. é interessante que vc leia porque acredito que em 23/06 deste ano, recebi minha Bebezinha de volta. Sou “protetora” dos peludinhos e tento fazer minha parte por amor a eles, de modo que em casa tenho 14 cães adotados e 27 gatos adotados também. Quando fiquei sem minha menina continuei meu trabalho e ainda adotei dois peludinhos, mesmo sabendo que não era ela, afinal são tantos os abandonadinhos , sem lar e sem amor. Eu procurava minha querida em cada cãozinho que eu imaginava que poderia ser ela(fazendo as contas entre o desencarne e o tempo mínimo necessário para o retorno, aconselho que leia TODOS os livros de Marcel Benedetti), o mais atualizado sobre a vida espiritual dos animais e com relatos de Chico Xavier que são maravilhosos. Mas quando minha pequena retornou para mim realmente minha dor se esfumaçou, entretanto não estou conseguindo “ignorar” estes dias , deste mês der setembro, desde a internação dela na clinica (dia 17 de setembro de 2013) até a desencarnação dela no dia 20 do mesmo mês, de 2013. Parece-me que estou revivendo tudo, e nem todo o conhecimento do mundo pode ajudar se nós não confiarmos que somos eternos e eles também e que o amor não possui tempo ou espaço, nossos laços com eles ultrapassam tudo isso e fatalmente de uma maneira ou de outra teremos nosso sagrado reencontro, por força do amor. Amo cada um de meus peludos, sei que mais de um retornou para meus braços, então confie e estude também e se puder amigo, trabalhe por amor em prol de outros peludos abandonados e mal tratados espalhados por sua cidade e sim, quando menos esperar sua menina volta pra vc.
    Abraços,

    Célia Virginia.

  103. Pronto, caro irmão Humberto! Aí está a resposta que você estava esperando, tintim por tintim, escrita e endereçada a você e a todos os nossos leitores que amam os nossos irmãos animais, pela querida Célia Virgínia que já passou por vários momentos de tristeza pela perda de nossos pequenos. Eu já nem conto mais as minhas perdas, porque creio no Pai Celestial e sei que Ele me devolverá todos os meus pequenos, a fim de que continuemos a troca de amor e para que possamos ensinar-lhes o máximo possível; afinal, eles estão em constante evolução, assim como nós, e precisam aprender no amor e na dor para crescerem “espiritualmente”. Estamos habitando ainda um mundo de provações e expiações, infelizmente e nosso dever perante o Criador é o de ajudar uns aos outros, nossos semelhantes, sejam eles, pequenos animais ou irmãos de jornada.

  104. Obrigada querido irmão Dirceu, pelo carinho, pelo apreço, não mereço tanto, tenho sido muito abençoada, sou grata a Deus, sei que tudo a seu tempo e que nos cabe apenas confiar e seguir, porque o amor cobre a multidão de pecados! Que a vida seja sempre cheia de surpresas lindas e pequenos milagres maravilhosos dos quais temos sito testemunhas.

    Abraço fraterno,

    Célia.

    • Todos nós somos abençoados todos os dias, querida Célia Virgínia e devemos agradecer ao Pai e Criador desde que acordamos, e é o que faço todos os dias. Se confiarmos plenamente no Pai, tudo será melhor; tudo parecerá mais fácil e a vida nos sorrirá. Abraço fraterno e que o Senhor do Universo a abençoe!

  105. Prezado Dirceu,

    eu tinha uma gatinha chamada walle, que tinha 5 anos, dócil e carinhosa. Ela tinha um problema alérgico crônico, e o veterinário disse que toda vez que ela tivesse alergia, podia dar um injeção, mas meu marido não queria que desse, pois ela chorava com a picada, então comprei o medicamento escondido e dei na quinta-feira dia 29/10/14, na sexta-feira ela amanheceu sem respirar direito e corremos com ela p hospital, mas ela faleceu.
    eu estou desesperada de saudades e de remorso, pois acho que a matei e como poderia ela me perdoar e voltar p/ mim, será que ela sente que eu a amava e não fiz por querer?

    • Ivye, querida e bondosa irmã!
      Você mesma já disse que fez o que achava correto e que era para o bem da gatinha. Foi um acidente que acontece até entre humanos nos hospitais, quando o médico aplica um medicamento e este é rejeitado pelo paciente. Não se martirize com isso, nem tenha remorso, pois você não matou seu animalzinho e Walle retornará para você. Só dê um tempo para que ela se refaça, se restabeleça e volte ao lar que a recebeu com tanto amor.
      Que Jesus a abençoe e proteja agora e sempre!

  106. obrigada pela resposta, mas ainda não consigo acalmar meu coração, toda hora me lembro dela, e nem consigo ficar com os outros dois gatinhos que tenho, pois parece que eles me olham e entendem o que houve…minha mae me disse que todos tem a sua hora, e que não tive nada a ver com a partida dela, mas me sinto tão mal, sinto uma falta tão grande…

    • Você tem a consciência tranquila e isso é o que importa, querida Ivye! Ela retornará e te amando muito mais do que você imagina.
      Abraço fraterno!

    • Aguarde e confie em Deus que é Infinitamente Justo, Bom e Generoso com suas criaturas.

  107. Em junho/14 tive que colocar para descansar a minha bebezinha (12 anos). Ela já apresentava problemas no coração, fígado e qdo foi em junho parou de comer. Tomou soro por alguns dias e depois tivemos internar. Veio o resultado dos exames e as chances eram mínimas. Foi a pior decisão que tive que tomar. Ainda hoje, quase 5 meses depois, estou arrasada. Fico me questionando se fiz certo em faze-la descansar? Será que ela aprovou a minha decisão? E outra coisa que me angustia é por que não sonho com ela? Minha irmã disse que já sonhou com ela algumas vezes. Será que ela está brava comigo pelo que fiz?
    Li muitos artigos sobre reencanação e fiquei esperançosa em tê-la novamente. Ganhei uma cadelinha mas, pela data de nascimento ainda não é ela.
    A gente sabe que um dia eles vão partir mas, quando isso acontece é a pior coisa. A vida acabou pra mim. Agora tenho essa pequenininha mas, a lembrança da minha bebezinha ainda é muito forte.
    Ainda sobre a eutanásia gostaria que me respondesse: será que ela sabia o que estava por acontecer mesmo eu segurando ela no colo, conversando com ela?

    • Kika, querida irmã,
      O animal, dito irracional, quando desencarna não tem noção de mais nada, até voltar a reencarnar. Não é como o ser humano que já tem um espírito perfeito e que sabe de tudo o que acontece, mesmo depois de desencarnado. Eu mesmo já tive que abreviar a vida de um galo de estimação que eu tinha, tamanho era o sofrimento dele, mas outros animais, como duas gatas, eu os acompanhei até a morte natural com todos os sofrimentos, dele e meu também. Mas, sei o quanto é terrível. Deus leva em conta o seu coração, a sua bondade para com seus animaizinhos. Ela há de voltar no seu tempo certo para continuar o seu aprendizado com você. Aguarde e confie!
      Grande abraço e que Jesus a abençoe!

  108. Hoje faz exatamente um mês que perdi meu cachorro ele tinha 12 anos me acompanhava por toda a casa podia chegar a hora que fosse estava lá me esperando mas ele ficou muito doente e a veterinária falou que ele só teria10/de chance que iria sofrer muito tivemos que deixar ele partir já sonhei com ele duas vezes será que ele me perdou pelo que fiz

    • Com certeza, querida irmã Alba, ele já partiu perdoando você, pois nossos amigos não têm esse ódio que nós seres humanos adquirimos. Se ele retornar em corpo de outro cachorrinho, irá te amar com toda a devoção e você o “reconhecerá”.
      Que Jesus a abençoe!

  109. Obrigada pela atenção dada a mim. Creia, suas palavras acalmaram um pouco meu coração tão sofrido. Acho que a responsabilidade de escolher entre deixá-la viva sofrendo ou acabar com isso foi muito grande. Espero não ter que passar por isso nunca mais.
    Dirceu é bom saber que existem pessoas como o senhor que leva palavras de alento para aqueles(as) que estão tristes com a perda de seus peludinhos.
    Vou aguardar a volta da minha bebezinha.
    Obrigada e que Deus o abençoe.

    kika

    • Oi Kika , boa noite,

      Meu nome é Célia Virginia, estou comovida por sua história e acredite, pensei em morrer por causa da minha Bebezinha. Minha história está aqui no Blog do Dirceu, é longa e por isso, se vc desejar pode procurar e vai ver que não somente eu, mas, centenas de seres humanos amam demasiadamente seus anjinhos peludos. Minha Bebezinha seria por assim dizer, minha filhinha, meu sol, meu tesouro, minha alegria, ainda que eu já tivesse muitos peludinhos comigo, hj em dia tenho 14 peludos caninos e 30 peludos felinos, essa peludinha deixou-me sem vontade de viver quando desencarnou. Para vc ter uma ideia meu desespero foi tamanho que frequentei aulas de projeção astral, para saber de alguma forma onde ela estaria, ter noticias dela, saber sobre ela, qualquer coisa que me aliviasse a alma, e sim, tive êxito, consegui meu intento, no entanto, o que desejo registrar aqui(mais uma vez), é que sim, eles voltam, e sim, meu amorzinho voltou pra mim! Dia 23 de junho deste ano, ela voltou pra casa, após 10 meses de espera, ela veio pra casa com três meses o que significa que reencarnou após mais ou menos seis meses de desencarnada (não sou boa em contas), mas em setembro deste ano completou um ano que ela havia partido(20 de setembro de 2013), o pior dia de toda a minha vida, e eu tenho 54 anos. Eles podem reencarnar a partir de 04 dias após a desencarnação, mas, cada caso é um caso, e sim, minha querida demorou um pouquinho, até porque eu mesma devo ter feito com que ela quisesse ficar perto de mim mesmo desencarnada. Só então meu coração cantou novamente, antes dela retornar eu recebi em minha casa outros anjinhos, mas quando ela chegou eu soube, que era ela. Agora minha garotinha tem cerca de oito meses, não sei exatamente o dia que nasceu, mas sei que estava com três meses quando veio pra casa. Ela tem o mesmo comportamento, naturalmente não é uma cópia, pois, quando retornam, assim como nós, trazem as informações que receberam mesmo em outras existências, a existência anterior(conosco) e até o que viveram na espiritualidade caso demorem mais para retornar. Ela me ama muito, porque eu sei que desejou voltar pra mim, então sou imensamente grata a ela e sou louca por ela sempre. Minha Bebezinha agora tem o nome de Estopinha, mas responde quando chamo de Bebe, ou tesourinho, faz as mesmas peripécias, dorme do mesmo jeitinho, pede comidinha na minha mão, pede colinho igualzinho. Entre outras coisas que não posso negar. Peça aos seus protetores uma nova chance, uma nova oportunidade junto de sua bebe, espere com calma, não negue refugio a nenhum peludinho que precise de um lar, mesmo sabendo que não é sua querida, saiba que nossos animais precisam muito de nosso socorro e nosso amparo e sim a vida continua pra todos nós!

      Abraços, Célia

    • Maravilhosa a resposta da Célia Virgínia para você, querida Kika. Bem explicadinha, com detalhes importantes e o mais importante deles, o de esperar com paciência e orações que seu animalzinho de estimação retornará, mesmo porque eles estão aqui num processo de aprendizado de grande importância para eles e para nós também. Tenha fé em Deus e na Espiritualidade Maior, porque seu bebezinho vai voltar sim e você a reconhecerá.
      Um abraço fraterno!

  110. Oi Célia Virgínia. Obrigada pelas palavras de esperança. Quase 5 meses sem a minha bebezinha …. a saudade é muito grande. Ela foi minha companheira, minha sombra por 12 anos. Além da saudade o remorso tbém me acompanha. Tenho a impressão que a traí (tive que fazê-la descansar pois as chances de melhoras eram mínimas). Pensei em não ter mais nenhum pet pois a dor da perda foi muito grande. Mas, depois de quase 3 meses ganhei uma filhotinha. Ela é uma gracinha mas, não sei, ainda não consegui me apegar a ela. Cuido bem dela e ela se apegou a mim pois vive grudada a mim……não sei explicar. Tomara que a alegria que você teve no dia 23/06 aconteça comigo também. Vou pedir muito por isso.
    Mais uma vez muito obrigada pelas suas palavras. É bom saber que tem pessoas que se dedicam a levar uma palavra amiga a quem está necessitada. Que Deus te abençoe.

    abraço,
    kika

    • Kika,

      Tenha fé e jamais perca a esperança … Nosso amado bichinho sempre volta para nós . Não sei qua é sua religião mas tenha fé , Deus é tão maravilhoso é misericordioso que nos trás de volta quem tanto amamos para continuar de onde paramos! Se você procura minha historia publicada neste blog vai ver que não é diferente a dor e a perda como você e demais queridos que perderam temporariamente nossos amiguinhos… A minha fé e a minha transformação pela dor da perda da minha cocker com 14 anos junto a mim… Fez ela retornar pra mim.. Continua cocker mas veio branquinha desta vez!!! Continua do mesmo jeito, amorosa, carinhosa e companheira .. Hj faz 9 meses… Ficamos temporariamente afastada fisicamente 7meses…não perca sua fé e reze para Deus é nosso mestre Jesus que eles te ajudam o reencontro…você saberá que é seu bichinho!!! É emocionante ! Muita paz!!
      Se quiser saber mais deixo meu email para batermos papo!! Muita paz e beijos no seu coração!
      Julyanna
      Email: julmelo@hotmail.com
      Julyanna

      • Muito bom e otimista o comentário da querida Julyanna e totalmente dentro dos desígnios do Pai e Criador. Aguarde e Confie! Foi o que ela fez e recebeu de volta o seu amor, para continuarem a evolução de ambas, mas principalmente de seu pequeno animalzinho que na presente questão é o mais necessitado, por estar ainda menos evoluído do que nós.
        Grande abraço!

  111. Que bom que voce Dirceu, Célia Virginia se dedicam a levar palavras de carinho para quem está tão necessitado. Eu acabo não falando sobre a tristeza que foi a perda da minha Bebezinha com o pessoal aqui de casa e acho que isso acaba prejudicando mais o nosso estado. E falar com voces tem aliviado um pouco meu coração tão dolorido. Vou seguir o conselho de voces, orar bastante e se Deus quiser um dia vou ter a minha Bebezinha de volta.  Um abraço afetuoso.kika

    • E você faz muito bem, Kika, em não ficar falando sobre isso com os parentes. Eles, talvez não entenderiam tamanho amor que você sente pelos animais, assim como nós também sentimos. Somos uma “raça ou espécie de gente diferente” e eles não nos entenderiam nunca. Quanto à sua Bebezinha, fique tranquila que quando você menos esperar, e isso não demora muito, ela estará de volta para seus braços, pois ela necessita de seus ensinamentos e carinhos para crescer “espiritualmente”, já que ela está galgando uma escalada evolutiva.
      Abraço-lhe com carinho!

  112. Oi Dirceu eu não tinha pensado isso mas, faz sentido. Senti em algumas pessoas uma certa ironia qdo comentava o porque da minha tristeza. Realmente somos diferentes e isso devo a minha Bebezinha. A sua chegada aqui em casa transformou muito nosso comportamento. Antes eramos muitos fechados mas, com a chegada dela tudo mudou: sempre tínhamos assunto e claro, eram as peraltices da Bebezinha. Sou muito grata a minha Bebezinha. Muito obrigada e pode deixar que vou ficar alerta para achar a minha Bebezinha.
    Abraços.

    kika

    • É isso mesmo querida Kika, e não deixe de ler com muita atenção o relato maravilhoso e elucidativo de Célia Virgínia que está aí logo acima, A querida irmã Célia perdeu sua peludinha e passou por momentos terríveis, como todos nós que amamos nossos “filhinhos”, mas ela já sabe que eles retornam aos seus lares que lhes deram amor, carinho e ensinamentos.
      Um beijo na sua alma!

      • Obrigada querido Dirceu pelo carinho com que se refere a mim, agradeço também a Kika pela consideração. Procuro ajudar nossos irmãos na medida do possível, pois, sei que nós que amamos os peludinhos como nossos filhos queridos( e é o que são realmente),nem sempre somos compreendidos e se por ventura enfrentamos o luto, praticamente enfrentamos essa penosa fase sozinhos. Estudei muito sobre a espiritualidade dos nossos anjinhos peludos e continuo estudando, mas a prática do dia a dia, a convivência com eles e a troca de amor que existe entre humanos e “animais” é extremamente gratificante para ambas as almas. Cada um de nós buscando fazer um pouquinho por amor a eles, fará imensa diferença em suas vidas neste planeta.
        Mais uma vez obrigada, lembrando ainda que minha Bebezinha está muito feliz no corpinho novo dela, com mais ou menos sete meses é muito espoleta! ela está descontando a dificuldades que sofria antes. Também chegaram em casa meus “bujecos” quatro peludinhos caninos retirados do CCZ, e nasceram mais cinco miaus essa semana de uma mamãe que não tinha um lar, agora ela tem, estão todos felizes. Há muito trabalho a fazer, com Deus e nossos Amparadores, Protetores e Anjos de Guarda, em nome de São Francisco de Assis, estamos vencendo cada dia mais um pouquinho a maldade de alguns humanos que ainda ignoram sua própria filiação divina, o que esperar desses corações por enquanto? Não vamos desistir por causa dos maus, vamos vencer por causa do amor,

        Abraços fraternos,

        Célia Virgínia

      • Nós somos muitos, querida Célia e somos fortes o bastante para mudar o modo de pensar de todas essas pessoas que desprezam os animais. Vamos dar as mãos e “peitar” no bom sentido essas pessoas, para que possamos mostrar a elas que nossos pequenos filhinhos são queridas almas em evolução e que devemos ajudar.
        Abraço carinhoso e que Jesus nos fortaleça nesta luta contra os indiferentes.

  113. Julyanna, obrigada pelas palavras de otimismo. Desde que postei meu comentário neste blog tenho recebido muitos retornos de otimismo. Li muitos relatos e confesso não imaginava o que a perda de um peludinho trazia para seus pais de coração. E pensar que tem gente que abandona….judia…. Espero encontrar logo a minha Bebezinha. Ah, quando isso acontecer, espalharei para os quatro cantos!

    bjs
    kika

    • Fico imensamente feliz com esta rede de boa vontade com os nossos amiguinhos animais, no qual se transformou este cantinho aqui, É a presença de Jesus e seus bons Espíritos nos encaminhando para o bom trabalho na educação e aprimoramento espiritual de nossos filhinhos.
      Abraços a todos e todas!

  114. Dirceu, li os relatos de Célia Virginia e me ajudou muito. Ela realmente ama os peludinhos, visto que já teve e tem vários sob sua tutela. Eu até gostaria de ajudar os necessitados mas, pela minha condição de “aposentada” não teria condições de abrigá-los. Após ler os relatos aqui estou pensando em colaborar com alguma ONG com rações.

    abraços,
    kika

    • Faça aquilo que seu coração “mandar”, querida Kika, pois na verdade sera um espírito superior encaminhando a “Kika” para os trabalhos com os bichinhos aqui na terra.. Cada um de nós ajuda um pouquinho com conselhos, carinhos, adoções, respeito e muito mais.
      Abraço fraterno!

  115. Prezado Dirceu,
    No último dia 02, no dia de Finados, meu cachorrinho Thor de nove meses faleceu. Fazia trinta anos que eu não tinha um cachorrinho em casa e peguei o Thorzinho por insistência de uma pessoa muito querida. Aos poucos, meu Thorzinho se transformou no grande amor da minha vida, meu filho amado e pensei que fosse ficar muitos anos com ele. Mas ele havia nascido no dia 24 de janeiro desse ano e não chegou a fazer nem dez meses. Fico me perguntando por que será que ele ficou tão pouco tempo comigo…vejo as outras pessoas ficarem com seus cachorrinhos por anos e anos…Será que a missão dele na Terra era viver só esses meses e desencarnar…Ele era tão especial, dócil, carinhoso, todas as pessoas que o conheceram gostaram muito dele. Ele tinha uma luz tão grande, um carisma que cativou a todos.Tenho muita vontade que ele desencarne e volte a viver comigo novamente. Pergunto ao senhor se pela evolução do espírito ele pode renascer como um ser humano…
    Fiquei muito feliz em encontrar o blog do senhor e ler os depoimentos das pessoas que sentem saudades de seus filhinhos e também me senti muito confortada com a resposta que o senhor dedicou a todos que o escreveram.
    Obrigada pela sua atenção e peço-lhe que responda minha mensagem.
    Que Deus o abençoe imensamente.
    Maria Ester Cavalino

    • Querida irmã Maria Ester,
      Pode aguardar seu Thor que ele voltará, mas voltará cachorrinho e não humano. Falta muito ainda em sua evolução para que isto aconteça e você será a mestra dele para que ele evolua bastante e um dia, lá no futuro distante, ele saberá que passou por suas aulas de amor e carinho, boas maneiras e paciência… E muito mais. Aguarde e confie no Senhor do Universo que tudo faz de maravilhoso para todas as suas criaturas, mesmo as mais “insignificantes”, embora para Ele não exista um filho seu que seja insignificante.
      Um beijo na sua bondosa alma!

  116. Olá para todos. Tenho acompanhado as várias histórias comoventes e venho aqui para contar a minha. No dia 09/11/14, perdi minha adorável Meg,uma Beagle de praticamente 14 anos por um problema no coração.Desde então tenho chorado demais,não saio de casa,me alimento mal e minha angústia e depressão só tem aumentado. Nossa família a ama muito,mas creio que por não ter uma vida definida aos 37 anos,eu me dedicava muito a ela, e olha que minha mãe era a pessoa que ela seguia.Pra ter uma ideia, enquanto eu ficava fazendo um carinho nela, bas tava minha mãe passar por perto para ela abandonar o carinho recebido só para acompanha-lha!!! Todos aqui diziam que ela era uma “puxa saco ” de minha mãe, ríamos muito e foram tantas histórias que certamente poderia escrever um livro. Somos todos católicos,minha mãe até já fez um curso de Gnose e já comprei alguns livros de Zíbia Gasparetto e outros que ela gosta muito.Nunca fui de acreditar em espiritismo, porém nunca duvidei de suas doutrinas. Antes dela ficar mal eu já estava rezando todas as noites antes de dormir,depois que foi piorando comecei a pedir a Deus que a ajudasse porque ela era muita coisa boa para mim. Eu daria minha vida por ela. Mas de nada adiantou. Ela começou a intensificar sua falta de ar no começo da noite,já estava tomando remédios para isso. Fiquei com ela por volta das 21:00 ate o comecinho do outro dia quando veio a desencarnar. Não a deixei sozinha,mas ela ficou esse tempo todo sem conseguir descansar,tentava coloca-la em uma posição mais confortável para dormir e juntar forças para outro dia,mas ela simplesmente não conseguia. Seu coração estava quase 3 vezes maior do que o normal e por isso tinha essa dificuldade. No final da vida acabou expelindo um líquido rosa,típico de um Edema,sua língua ficou bem roxa e ela não resistiu mais. Me lembro como se fosse ontem, meu Deus. Fiquei deitado e abraçado com ela por um bom tempo, e a beijando também. A enterramos em nossa casa,novamente me deitei e a beijei novamente na despedida. Saí por que não queria vê-la sendo enterrada e fui chorando para meu quarto. 2 semanas se passaram e não sei quando ficarei bom novamente,isso se ficar. Amo-a demais,mesmo sabendo que isso ocorrerá com todos os seres vivos do Planeta,nesse momento é difícil demais a pessoa se controlar. O que vocês falam sobre o fato do nosso querido animalzinho , é somente para confortar ou isso acontece mesmo ? Me desculpem essa pergunta cretina,mas eu tenho ficado com a fé tão abalada que mal tenho confiança nas coisas,e isso tem acontecido já à certo tempo,mesmo antes de perder minha querida. Não sei o que pensar e agir, estou totalmente perdido,será que a minha Meguinha poderá voltar para a nossa casa onde ela foi e nos fez muito feliz ?

    • Pode confiar em nossas palavras, caro Enio Conceição! São muitas as publicações que tratam deste assunto e muitas, milhares de pessoas que estão aí para testemunhar o retorno de nossos irmãozinhos aos nossos lares. Eles retornam como o mesmo animal que viveram antes, ou seja, gato volta gato; cachorro volta cachorro e assim por diante. Só que sua querida beagle Meg, pode retornar como beagle ou como uma linda poodle ou até mesmo uma vira-latas das mais sapecas e amorosas que você poderia conhecer, mas que todos de sua casa reconheceriam pelo “pucha-saquismo” que ela teria com sua Mamãe… rsrsrsrs e outros trejeitos, preferências e brincadeiras mais. Eles retornam, caro Enio, porque necessitam de mais aprendizado e seu lar foi propício para isso e houve uma troca de amor muito grande entre vocês e aí formou-se um elo muito grande.
      Um abraço forte e confie em Deus, nosso Pai e Criador!

    • Caro Enio, bom dia,

      Sinto seu desespero e isso me comove, não é fácil passar por isso, nem um pouco mesmo. Mas venho testemunhando e faço questão disso para que de alguma forma eu possa contribuir para a esperança dos que como nós veem seus peludinhos nos deixar e o vazio que fica de tal forma que desejamos mesmo morrer para ficar com eles. Mas eles nessa condição evolutiva precisam retornar em breve tempo, não é como nós que podemos demorar mais tempo antes de assumirmos novos aprendizados em novos corpos, mas a “alma”, o “espírito” e isso tanto faz para animais como para humanos, é a mesma “alma” ou o mesmo “espírito” que retorna, apenas numa “roupagem física” diferente. Sua Meg vai retornar sim, ela precisa retornar, é assim que funciona, é assim que ela evoluirá rumo ao infinito como espírito imortal que é. Fui agraciada com esta bênção, esse presente do céu, de Deus, dos Anjos, minha querida retornou pra casa, após 09 meses de ausência. Antes de ela retornar recebi outros peludinhos em casa, um deles é minha Graça, chegou como um balsamo pra minha alma de modo que ajudou-me a suportar a ausência da minha Bebezinha, e eu pedia todos os dias aos meus Amparadores, Protetores e a Deus que ela retornasse pra mim, para que completasse seu aprendizado comigo mais uma vez já que ficou aqui tão pouquinho comigo, e ela veio, eu soube que era ela por meio de um jornal, eu a recebi em casa e foi como se nunca tivesse partido de lá, veio com um corpinho similar, enquanto Bebezinha era peludinha e cinza misturadinha com marrom,com a carinha arrepiada, agora como Estopinha é menos peludinha, mais marrom e preto misturada com branco e a carinha arrepiada, o tamanho é o mesmo, o comportamento está cada vez mais igual, faz xixi na mesma posição, come só na minha mão, dorme do mesmo modo e faz coisas que nunca ensinei, ela já “nasceu sabendo”, ou seja, recorda e repete o comportamento, inclusive é louca por gatos, os filhotes ela quer amamentar, como enquanto Bebezinha ela fez. Fique tranquilo porque sua Meg VIVE, ela está VIVA e bem cuidada por espíritos zoófilos, são seres humanos que amam os animais e dedicam-se a eles mesmo depois que desencarnam, eles amparam e recebem nossos queridos, cuidam e protegem como nós mesmos faríamos ou até ainda melhor. Procure ficar bem, provavelmente sua Meg pode mesmo ainda estar sentindo seu sofrimento e isso a “atrai pra junto de vc” é como um ímã, é de alma pra alma, a saudade que vc sente ela também sente, então vc pode orar por ela e por vc pedindo ajuda aos seus anjos de guarda e também a São Francisco de Assis, para passarem por esse momento de separação com força, coragem e fé, tudo vai dar certo e fica tranquilo quanto a isso.

      Abraço,

      Célia Virgínia

  117. Prezado Dirceu,
    Muito obrigada por ter respondido a minha mensagem. Ficarei rezando pra que os protetores espirituais encaminhem meu Thor pra uma nova encarnação junto a mim. Sinto muitas saudades dele.
    Suas palavras me ajudam a aliviar a profunda tristeza do meu coração. Nos ensinamentos espíritas, encontro conforto pra aceitar a separação daqueles que amei na Terra. Infelizmente, meus pais também já desencarnaram e só o fato de saber que eles estão no plano espiritual me fez suportar a ausência deles.
    Parabéns pelo seu trabalho e por esse blog que ajuda tantas pessoas como eu.
    Que Deus o proteja sempre!
    Grande abraço!!!

    • Faço este trabalho (se é que isso seja um trabalho…) com o maior amor e carinho aos meus semelhantes e neste caso aqui, com grande amor aos nossos protegidos que Deus nos confiou. Fique tranquila e em paz, pois nada termina com a chamada morte. Todos nós retornamos quantas vezes forem necessárias para nosso aprimoramento e o mesmo acontece com nossos “bichinhos” queridos.
      Seu Thor, não demora e bate à sua porta já dando-lhe uma bela lambida de amor e carinho sem fim!
      Um abraço afetuoso e que o Mestre Amado a abençoe sempre!

  118. Estou muito triste, pois ontem dia 25/11/2014 perdemos nosso amiguinho Bob, um lindo gatinho de dois meses, minha filha de 8 anos está inconsolável, chora o tempo todo. Eu e meu filho de 14 anos também choramos muito mais fazemos o possível para parecer forte diante do sofrimento dela com saudades do nosso lindo gatinho.
    Senhor Dirceu Rabelo, posso ter esperanças de que Bob voltará para nossa casa o mais breve possível? Desejo muito ter esperanças de que isso irá acontecer. Gatos também voltam com mais ou menos 60 dias?
    Onde será que o nosso Bob está agora? Em algum lugar maravilhoso esperando um pouco para retornar ao seu lar?
    Estou sofrendo muito e precisando de forças para aguentar a tristeza dos meus filhos e a saudade de Bob.
    Ele passou tão pouco tempo com nós e mesmo assim deixou muito amor em nossos corações.

    • Sim, Emanuella, eles voltam aos lares que os acolheram para continuar sua evolução. Quanto ao tempo que possam demorar a voltar é bastante variável. Aguarde e quando menos você esperar ele chegará para alegar esse lar e para que vocês possam dar-lhe ensinamentos e cuidados. Veja as outras respostas que entenderá como funciona este retorno de nossos peludinhos.
      Que Jesus a proteja!

  119. Em primeiro lugar muito obrigado por responder, Dirceu e Célia Virgínia,vocês são pessoas atenciosas e sensíveis porque sabem que não é nada fácil passar por isso mesmo sabendo que é uma certeza da vida. Gostaria de fazer algumas perguntas,se não for incomodo é claro. Quando um animal desencarna, o seu espírito ainda fica por algum tempo no lugar onde morava ? Pergunto isso porque acho que li em algum lugar ( não me recordo) que Chico Xavier teria dito que o espírito do animal ainda ficaria por 4 meses onde teria morado sua vida inteira,mas procurei por isso em vários sites e não achei mais nada. E também porque logo nos primeiros dias,que geralmente é o período em que a pessoa mais sofre com a perda, minha mãe me pedia para parar de chorar porque Meg estaria me vendo daquele jeito e também estaria sofrendo por não poder fazer nada e com isso eu estaria fazendo ela se afastar de nossa família, queria saber se isso tudo tem fundamento.

    • Caro Enio,
      Você tem a resposta acima da querida irmã e já “colaboradora” (QUE BOM!) Célia Virgínia que nos esclarece muito sobre o assunto. Leia tudo o que ela diz e fique tranquilo e em paz.
      Quando ao chamado “espírito” dos animais, eles ainda não têm um espírito como um nosso, mas um esboço do que virá a ser um espírito e quando desencarnam, eles perdem todo o contato com o mundo que deixaram e ficam como em estado vegetativo ou em hibernação, até retornarem. Não sei, ou nunca li algo sobre o contato de animais que desencarnaram e fiquem rondando os lares de seus donos. Vamos pesquisar mais sobre o assunto.
      Abraço fraterno e que o Mestre Jesus o abençoe!

    • Bom dia caro Dirceu e meus amigos do coração,

      Desde sempre minha busca sobre a desencarnação dos animais e sua epiritualidade tem ocupado parte de minha vida e isso intensificou-se depois que “perdi” minha Bebezinha, por conta disso fui buscar mais e mais respostas de modo que encontrei minas de ouro de amor e sabedoria com relação aos animais. Dentre os melhores livros e mais seguros os de Chico Xavier, Emmanuel e Andre Luiz e finalmente de Marcel Beenedetti que nos trouxe informações mais atualizadas, além de confirmar as informações dos queridos autores citados aqui. André Luiz já fez referencias a animais em Nosso Lar e explicou nos que eles nos acompanham sempre e sim, alguns ficam mais tempo em outras “dimenções” ou “colonias espirituais” ou outros lugares que não a terra fisica. Com Marcel descobrimos (a leitura é magnificamente esclarecedora),que assim como nós atraímos com nossa tristeza os nossos amores humanos quando desencarnam , também atraimos os nossos animais que por conta disso, não retornam rapidamente para a matéria, eles ficam ao nosso lado e tive provas disso, porém, em virtude de tratar-se de um estudo mais intenso e porque para alguns de nós ainda trata-se de novidade, pode parecer demais em termos de informações, então não relatarei aqui essa experiencia, porque tudo deve chegar até nós na medida em que vamos buscando de maneira que não nos confunda ao invés de esclarecer. A vida é vida em qualquer esfera de atuação, tanto na materia quanto “fora” dela…, isso se aplica aos “humanos” e claro, aos “sub humanos” os animais. Nós estamos em evolução e sim, ele também estão, cada qual em sua “faixa” de manifestação, essa é a unica diferença. O importante aqui é deixar claro que nossos peludinhos são muito mais do que supõe a humanidade de modo geral e sim nós NUNCA os perdemos, ao mesmo tempo tambem NÃO OS TEMOS,pois, não são nossos, não nos pertenem, são sim companherios de jornada em evolução que nos ajudam a decobrir mais sobre o verdadeiro amor e nós os ajudamos a descobrir como é ser um “um se humano”, entre outras coisas…

      Agora no mais tudo é e será sempre aprendizados e troca de experiencias e é isso o que nós estamos inclusive fazendo aqui no Blog do amigo e companheiro Dirceu.( Dirceu, estou até sem jeito, acabei invadindo seu Blog), virei colaboradora por minha conta, esculpe, é que esse asunto me encanta.

      Abraços fraternos,

      Célia.

  120. Queridos amigos,como novato no assunto eu estava pesquisando na net e acho um site: http://www.espiritoimortal.com.br e achei um artigo de uma pessoa chamada Morel Felipe Wilkon, onde ele diz que os animais não possuem espírito.O seguinte argumento foi : ” Os espíritos da codificação chamam a atenção de Allan Kardec, várias vezes, sobre a confusão que se faz com as palavras. Uma dessas palavras, com vários significados, é “alma”. Allan Kardec convencionou chamar de “alma” o espírito encarnado.
    Podemos considerar que os animais têm alma se atribuirmos à palavra alma o sentido de “princípio inteligente”. As obras de André Luiz, que considero de grande importância, mencionam a presença de animais no astral. São animais que desencarnaram e permanecem por algum tempo no astral, até que seu princípio inteligente seja novamente utilizado para animar outro animal. Mas não podemos considerar que o animal tenha espírito, pois espírito pressupõe consciência e pensamento contínuo, e isso o animal não tem. O animal não irá lembrar, no futuro, de determinada vida que ele teve como cachorro em certo tempo ou lugar. O que O Livro dos Espíritos diz é que os animais desenvolvem o princípio inteligente, que este princípio inteligente evolui e que um dia individualizar-se-á.
    Algumas pessoas não gostam de ouvir (ou ler) que os animais não têm espírito. Uma das coisas que caracterizam o espírito é a sua individualidade permanente e consciente. Um espírito suficientemente evoluído terá condições de lembrar de suas existências passadas.Eu não concebo a ideia de um espírito lembrar-se que um dia foi cachorro. Isso não é menosprezo pelos animais ou desumanidade. É evidente que eles têm sua função, não nego isso em parte alguma. Mas não desenvolveram o pensamento continuado, não têm consciência. Animais domésticos, principalmente o cão, já têm inteligência desenvolvida, já são capazes de algum raciocínio. Mas não são espíritos.
    Um cachorro não desenvolveu a consciência de si mesmo.”

    Bom,eu coloquei isso aqui porque gostaria de saber a opinião de vocês sobre isso. Por favor não pensem que duvido da palavra de vocês, gosto muito de vir aqui,mas como não entendo disso e minha mente anda em frangalhos emocionalmente, comecei a pensar muito nisso,se os animais realmente não possuem alma ou espírito, então só os humanos realmente reencarnam e as pessoas que dizem que seus bichinhos voltaram, será que não seria só fruto de um desejo querido ? Por favor conversem sobre isso, sei que ninguém é dono da razão e que tudo é questão de interpretação no espiritismo.

    • Olá Enio, boa noite,

      Porque você pede, então dou minha opinião, que pode ou não ser aceita , mas que poderá algum dia te ajudar, sim, existem as interpretações, porém, já não divago na incerteza e quanto a Codificação de Allan Kardec, também podemos ler que: “Do mineral ao vegetal, do vegetal ao animal e do animal a consciência humana”, essa leitura também nos chama para um debate, não é? Não pode haver a ” manifestação da vida ” física em nosso planeta sem que antes disso haja sim o “principio inteligente” que mora no mineral e posteriormente no vegetal, já quando se “estagia” no reino animal ( todo ele), a existência da alma ou espirito é um fato irrevogável. E se você recordar-se de pequenos detalhes…poderá lembrar-se de “um olhar” qualquer que você tenha recebido do seu peludinho e que havia “amor ali”, nós que convivemos com cerca de cinquenta, cem , animais quase todos os dias de nossas vidas, descobrimos, mesmo a revelia de inúmeros pensadores que eles “sentem”, que eles amam” que eles “perdoam”, que precisam do nosso amor mais do que do socorro físico. Sou o que chamam por ai de “protetora”, alguns humanos nos odeiam, outros nos adoram, e afinal, quem se importa? O amor é que importa! Tenho sob meus cuidados e claro contando muito com outros espíritos “apaixonados” pelos peludos, muitos deles e nenhum, absolutamente nenhum tem o mesmo comportamento, são e possuem diferenças claras de “gostos”, “personalidades”, “humor”, etc….Não são “maquinas” e “não são um grupo de almas” que um dia vão individualizar-se, pode-se dizer isso das abelhas, das formigas, que vivem como um grupo que “repetem comportamento”, esses sim, são o principio inteligente atuando, mas, os outros , cães, gatos e outros, já “ultrapassaram esse marco”, portanto, eles já possuem individualidade, reconhecem seus “donos ou tutores” em qualquer tempo ou espaço e mais: Retornam para a terra como qualquer “ser humano”, quanto a consciência que possuem se expande em cada experiência de vida aqui conosco, o papel do ser humano para com eles é esse : ajuda-los em sua evolução, naturalmente existem controvérsias, principalmente baseadas em informações antigas que de certa forma não poderiam nos chegar senão a “conta gotas”, porque seria como se déssemos um livro cientifico a um estudante do ensino fundamental, de que lhe valeriam as informações desse livro, cheio de informações magnificas se ele jamais teria “naquele momento”, meios ou mecanismos de compreensão? O mesmo se dá conosco e por conta disso muitas revelações quanto a alma, o espirito e coisas mais profundas chegam até nós assim : em “conta gotas”. Peço-lhe que procure os livros de Marcel Benedetti, nele além de citar as revelações de Kardec( existiram outras, porém, de Kardec destacou-se mais), também nos informa sobre fatos científicos irrefutáveis. Se por ventura a duvida ainda te incomodar, vá você mesmo fazendo seus estudos, tranquilamente você será orientado, guiado, porque quem “pede recebe”, não é assim? Se houvesse como, eu te daria detalhes de informação quanto ao retorno da minha Bebezinha, mas isso não é o importante aqui, o importante é que você estude primeiro o inicio e depois se interessar-se vai descobrir um mundo de coisas novas e verá ainda com mais clareza o quanto Deus é perfeito e também sua obra.

      Célia Virgínia

      • Célia Virgínia, você foi muito cristalina, realmente o espiritismo possui muitos detalhes cheios de interpretações de todos os tipos. Quanto á sua Bebezinha, com certeza eu gostaria muito de saber as informações. Ate procurei você no Facebook, mandei um convite para alguém chamado Célia Cheida ( não sei se é você ). Se possui Facebook, adoraria que me aceitasse para conversar sobre isso. Estou usando meu nome completo, Enio Fabricio Sampaio Conceição e minha foto é uma tarja preta com o nome Luto. Até também pra não abusar da boa vontade do Dirceu que já deve tá me achando chato, rsrsrsrs

      • Caro amigo e irmão Enio Fabrício,
        De maneira alguma eu acharia você um chato, mesmo porque nosso blog tem uma de suas finalidades a de ajudar aqueles irmãos que estão tristes com alguma perda e você perdeu um amor em sua vida e eu sei o quanto é grande o amor de um animalzinho por nós e o nosso amor por eles. A querida irmã Célia Virgínia é uma estudiosa do assunto e está nos esclarecendo a todos. Temos que nos unir, pois como já disse, nós somos muito criticados por amar os animais e lutar pelos direitos deles e se não nos unirmos seremos massacrados pelos críticos. Somos enviados de Deus para cuidar dos animais e lutaremos por eles até o fim.
        Por favor, caro Enio, faça todas as suas perguntas e não se acanhe em se esclarecer comigo. Estive meio ocupado com o aniversário de 95 anos de minha mãe em Belo Horizonte e eu moro no interior, mas agora estou a postos de novo.
        Abraço forte e que Jesus o ilumine sempre!

      • Olá Enio, bom dia!

        Desculpe se não te adicionei, na verdade pouco tenho entrado no meu face, isso porque venho recebendo mensagens com imagens horríveis de peludinhos em sofrimento. Como sabem que trabalho com divulgação de conscientização quanto ao valor da vida do animal enviam-me muitas coisas que são difíceis de digerir, e, embora eu faça as divulgações e também na medida do possível tente interferir, os resultados são lentos e eu muitas vezes fico muito depressiva, mesmo sabendo que nossos peludinhos tem toda a ajuda possível da espiritualidade e os amigos espíritos zoofilos que estão voltados inteiramente nos cuidados para com eles, não deixo de sofrer muito pelo que tenho visto acontecer ainda em nosso planeta, portanto, venho evitando o face. Mas verei e adicionarei vc sim, agora se desejar também pode falar comigo no e mail que é celiacheida@hotmail.com, pois, também somente nos finais de semana trabalho com face e aqui em meu trabalho é bloqueado, ok. Terei o maior prazer e lhe ajudar ou tentar passar o pouco que venho conseguindo de informações quanto a vida espiritual dos nossos anjos peludos, ok. Este Blog do Dirceu foi uma bênção para mim e creia, me fortaleceu bastante. Minha Bebezinha é mesmo minha Estopinha e os detalhes são longos, por isso fica mais difícil deixar tudo escrito aqui, mas aprendi entre outras coisas que “coincidências não existem”, somos encaminhados para o que precisamos saber e somos orientados sempre a encontrarmos o que precisamos, assim chegamos todos nós aqui, no Blog de nosso querido Dirceu!
        Abraços,

        Célia Virgínia

      • Célia Virgínia e Ênio Conceição, irmãos e amigos!
        Às vezes deixo minha resposta um pouco vaga, para que aconteça isso que acabou chegando a você, querido Ênio, e como bem disse a Célia, as respostas nos chegam em conta gotas e isto é necessário e faz bem para nós. O Ênio foi à luta e encontrou respostas que eu e a Célia também encontramos, mas, para isso tivemos que estudar, pesquisar e principalmente, conviver com nossos peludinhos.
        Meu entendimento sobre o assunto é um só, depois de estudar Allan Kardec, Marcel Benedetti, e muitos outros autores: OS ANIMAIS, COMO O CÃO, GATO, CAVALO, GOLFINHO E ELEFANTE, TÊM UMA “ESPÉCIE DE ESPÍRITO”, MAS COMO ESSE “ESPÍRITO” ESTÁ AINDA EM FASE DE FORMAÇÃO, ELES SÃO INFINITAMENTE INFERIORES AOS SERES HUMANOS, E NOS VÊEM COMO DEUSES. QUANDO ESTIVEREM BEM EVOLUÍDOS, BEM EDUCADOS E BONS, PODERÃO NO FUTURO, APÓS DESENCARNAREM, PASSAREM POR UMA FASE NO PLANO ESPIRITUAL E AÍ, SIM, VIREM A REENCARNAR COMO SERES HUMANOS… PUROS E IGNORANTES, COMO NÓS FOMOS CRIADOS PELO PAI.
        Não sei se consegui passar o que penso sobre o assunto, mas o detalhe importante é que nós que somos os “filhos de Deus” escolhidos para cuidar dos peludinhos aqui na terra temos o dever de dar-lhes carinho, educação, amor, afeto, alimentação, correção quando preciso, ou seja, ser para eles, pais e professores, pois temos pais e professores o tempo todo nos guiando e nos dando conselhos, para que sigamos no caminho reto.
        Que Jesus na Sua Infinita Bondade nos abençoe a todos!

  121. Célia Virginia, gostaria muito de conversar com você, me adicione no seu Facebook, mandei um convite e ate agora nada,estou meio agoniado com algumas coisas,obrigado.

  122. Puxa Dirceu, 95 anos,que maravilhoso,que venham mais 95,rsrsrsrsrssr. Minha irmã sonhou com nosso querida Meg,que tinha aparecido por aqui,todos fomos abraça-la, então ela correu até desaparecer e de repente ouve-se uma voz ” Eu vou voltar,de diversas maneiras”. E então aparece um cachorrinho escuro vindo de onde ela tinha desaparecido. O que senhor acha, pode ser um aviso, uma premonição, porque eu não entendo esses coisas,obrigado desde já !!!!

    • Pois é caro Enio, 95 anos e toda serelepe a minha Mãezinha! Graças a Deus ela está ótima de saúde e muito lúcida.
      Quanto â Meg, tudo indica que ela está voltando e pode voltar de qualquer raça e cor.
      Abraço fraterno com Jesus!

  123. Bom dia Enio! Eu enviei muitos e mails pra vc, como vc não respondeu não9 sei se recebeu, estou sem computador em casa então não estou visitando o face, ok.

    Abraços a todos”

    Célia

  124. Olá tudo bem… recentemente descobri q estou gravida.

  125. Desculpa .. digitei pelo celular foi automaticamente. … voltando….

    Ola td bem.. recentemente descobri q estou gravida.. estou de 3 meses p 4… e reparei q os animais andam me seguindo.. mais os caem … na rua ou na casa de amigos.. nao desgrudam de mim.. sempre amei animais.. mas acho estranho do nd.. ser perseguida.. como se eles estivesse. Me protegendo….

    • Cães– no caem

      • O que me pareceu, pelo seu comentário Rose é que eles, nossos amiguinhos, estão protegendo aquele ou aquela que está por nascer. Pode estar chegando aí, alguém muito interessante para eles. Vamos aguardar… Que Jesus abençoe a você e a seu bebê.

  126. Olá Dirceu,gostaria de saber se tem possibilidade de um animal de estimação desencarnar e nem chegar a ir para o mundo espiritual,ele já ir logo encarnando em um filhotinho que esta sendo gerado na barriga da mamãe ? Outra coisa, você sabe me informar a partir de quanto tempo de vida o filhote já tem o seu espírito incorporado ? Que o nosso Pai Celestial o abençoe !!!!!

  127. olá dirceu, vi que entende muito de animais,
    pois bem, a uma semana eu estava tendo dores fortes na cabeça, neim conseguia movimenta-la, fui ao medico e estava com inflamaçao altíssima em algum lugar do meu corpo, fiz eletro na cabeça,mas não deu nada, estou tomando remedio pra ve se saro, por enquanto passo bem, ontem foi meu aniversário dia 21/12/2014, e minha cachorra Pitu estava adoecendo na mesma semana q eu, começou a ter tremedeira, e não ter mais força pra se levantar , vomitava e não se alimentava,ela estava muito mal, ela tinha 14 anos, foi minha primeira cachorra…quando ontem, no meu a niversario, eu não sabia que na casa de minha sogra tinham comprado um bolo surpresa, cantaram parabens para mim, eu fiquei muito feliz! so que uma hora depois ao retornar para casa, recebi a noticia q minha cachorrinha tinha falecido, e justamente na hora q tavam cantando parabens para mim, meus pais nao esperaram eu chegar , ja tinha interrado, pois não queria ver eu sofrer, para esse tipo de acontecimento tem alguma explicação, porque justo no meu aniversario, as 15 horas da tarde veio a óbito.

    • Mharessa, querida irmã e amiga!
      Estou neste momento aqui na minha sala de computador onde há 20 anos passados, no dia primeiro de fevereiro de 1994, dia de meu aniversário fui dormir meio de “foguinho” (nesta época ainda fazia uso de álcool). Mas, antes de dormir dei uma coxa de frango inteirinha para minha paixão que era minha cadelinha Maga, naquela época com 16 anos de idade. Quando acordei de manhã, ela estava morta. Eu quase morri de tanto chorar e não sei lhe explicar qual a ligação desses nossos “filhinhos” com essas datas que são nossas e eles interferem nelas de alguma maneira. Sei que eles retornam para nós para continuar seu aprendizado e para que nós também aprendamos com eles. Suas dores podem sim, ter sido um aviso de que algo não estava indo bem com ela.
      Existem muitos mistérios que nós descobriremos aos poucos sobre nossos peludinhos que tanta importância exercem em nossas vidas.
      Um abraço e que Jesus a abençoe! FELIZ NATAL E UM ANO DE 2015 REPLETE DE PAZ, HARMONIA E AMOR!

  128. Oi hoje meu cachorro foi atropelado ele se chamava pingo tinha 4 meses raça dele era pudol branco com viralata e ele saio pretinho era lindo estava didia umas 2:00 da tarde quando acordei abri a porta ele logo veio abanando seu rabinho peguei ele beijei fiz carinho coloquei agua comida como sempre fazia deitei no sofá para assistir TV ele tava um grude comigo esfregando ne mim pulando pra mim fazer carinho nele mais ao mesmo tempo quando estava deitado percebi que estava com um olhar triste olhei e falei o que sera fiquei normal continuei a assistir tv 4 horas tive que sair para levar minha moto na oficina sai Fechei o portão mais tinha um vão peguei vassoura coloquei no vão da grade do portão ele era acostumado a sair por ali eu sempre tava pegando ele lá fora fui na oficina quando voltei tava deitado na grama fui atraz dele ele saio correndo e entrou pra dentro de casa ai tinha esquecido de arrumar um negócio na moto tive que voltar oficina quando olhei pra ele o mesmo olhar triste e que queria carinho voltei na oficina arrumou a moto quando retornei em casa a vizinha logo veio me chamar Vítor atropelaro o pingo entrei dentro de casa ele deitado na sua casinha molinho a inda quente mais sem vida o carro tinha passado na sua Bundinha tinha ate um vovozinho saindo pra fora por que esmagou ele comecei a chorar me sentir culpado por que voltei n fiquei aqui com ele ele era pequeno mais era valente latia era bravo mas n era agrecivo era só metido por que se ele visse um cachorro ele saia correndo pra dentro e continuava a latir protegendo seu território me explique ele estava sentindo que ia morrer por que do olhar triste por que ficava me fazendo carinho toda hora esfregando em mim quando foi atropelado sera que nos ultimos segundos de vida pensou em mim pensou onde eu estava tenho certeza que ele só queria que eu estivesse ali para ajudar ele tenho certeza que ele chamou por mim pensou em mim o papai cadê você pra me ajudar to com muita dor . olha eu to chorando muito escrevi isso agora chorando por que mesmo filhote era meu companheiro de sempre e uma dor muito forte na hora que ele morreu po 20 minutos antes ele estava aqui carinhoso feliz muito arteiro a gente não vale nada por isso que temos que aproveitar tudo em nossa vida por que daqui 5 10 15 minutos agente pode morrer sera que ele esta aqui em casa toda vez que chego lembro dele vindo feliz muito feliz quando me via chegar toda vez que chego em casa vejo as lembranças dele ate falo sozinho pensando que seu espirito ta ali so eu que n poso ver mas ele esta ali ele morreu ontem da 9 de janeiro se ele voltar em 60 dias vai vir como mesma raça diferente alguem vai me oferecer um animal me ajude estou sofrendo muito obrigada . saudades eternas do meu pingo .

  129. Caro João Vitor,
    Veja que são dezenas de pessoas que como você e eu, também perderam seus amiguinhos que depois retornaram. Aí, nos comentários acima você vai perceber que a demora em recebê-los de volta depende de vários fatores. Leia, por favor os comentários, até mesmo para seu aprendizado e que depois você possa ser mais um dos amigos dos animais que estarão ensinando aos outros irmãos tudo sobre eles.
    Grande abraço e que Jesus o abençoe!

  130. Caro amigo, depois de um ano cuidando da Bonie minha cadelinha, que não andava, não fazia as necessidades fisiologicas sozinha, vivia com hematomas por ficar muito tempo deitada, mas comia, bebia agua e sempre ficava feliz com minha chegada, até que chegou uma época que ela começou a dormir com os olhos abertos, parou de comer, beber e nem tava nem ai para mim, retornei ao veterinário e ela disse que ela estava vegetando e que tinha que sacrificá-la ai nesse mesmo dia 25/11/2014 sacrifiquei minha filhinha, só que até agora não consigo me perdoar por ter feito isso, será que ela me perdoou? Todos dizem que foi para o bem dela, será que ela vai querer voltar para mim? Me ajude a tirar essa dor enorme do meu coração.

  131. Simone, irmã e amiga!
    Você não fez nada de errado. Não precisa se martirizar por isso. Abreviar o sofrimento de nossos animaizinhos não é uma “eutanásia” na concepção Divina e sim um ato de caridade. Eles, embora já tenham um espírito em evolução, não podem assimilar a dor como uma prova para seu adiantamento. Enquanto você pode cuidar da sua Bonie, você cuidou com o maior desvelo. Ela voltará sim e você a terá talvez de outra raça, mas com os mesmos trejeitos e carinhos de sempre.
    Veja, por favor as respostas acima e será bom para que você assimile mais as coisas referentes aos desencarnes de nossos amiguinhos e filhinhos.
    Um beijo no seu coração!

  132. sro Dirceu , meu nome e amilcar junior , em 03/02/2015 meu amigo q se chama Companheiro foi morar com Deus, eu e minha mae estamos muito tristes , e uma dor e um vazio muito grande , onde ia ele estava com a gente, era o nome certo para ele Companheiro . qdo criança tive uma piquines chamada Kelly e não tratei dela direito ela vivia presa e suja e quando ganhei ela vivia comigo, brincava , o tempo todo, mas depois fui crescendo e deixando ela de lado , ela deve ter sofrido muito, sempre tive muito remorso . ate que com mais idade (ele veio qdo tinha 35 anos ) veio o companheiro que dei de tudo para ele mais principalmente o meu amor, nunca o abandonei nem deixei ele sozinho. mas ele se foi , minha saudade e enorme e um sentimento que mesmo achando que estava fazendo tudo não fiz o suficiente , ele morreu no colo da minha mae , e o olhar triste dele ficou na minha mente. Ele foi enterrado no quintal de casa . pensei em nunca mas ter um cãozinho , mas qdo o sro falou q ele volta para nos…, sera que vou sentir que e ele ? como ele esta agora? sera que estão cuidando dele com o amor q eu cuidava? sera que ele esta precisando de mim? Não consigo achar um conforto, e não consigo me conformar com a falta dele. Sera que serei abençoado com a volta dele ?

    • Caro Amilcar,
      Onde os animais ficam depois de desencarnados, eles não têm a mínima noção de nada, pois não são espíritos ainda. Quando nós humanos desencarnamos, continuamos a “viver”, só que sem a matéria. Mas, tudo continua como antes…
      Os animais voltam para os seus donos, principalmente se estes amavam e eram amados e necessitam de continuar seu aprendizado. Quando vocês menos esperarem ele estará de volta e o conhecerão por detalhes. Leia um pouco das respostas acima e verá como as coisas acontecem.
      Grande abraço e que Jesus o abençoe!

      • obrigado por responder tao rápido , o sro não sabe como precisava de alguma palavra uma esperança . o sro não tem ideia do bem que me fez.
        Ainda continuo triste , espero não estar fazendo mal para ele , sentindo tanta saudade.

  133. Aguarde e confie, caro Amilcar! Fique em paz com Deus!

  134. desculpe minha fe enfraqueceu. rezo todo dia para ela estar bem e não atrapalhar ele com minha saudade.

    • Você não o atrapalha, pois ele ainda não tem um espírito. Eles, animais ainda sem um espírito “formado”, ficam como em hibernação, até voltarem a reencarnar em outro corpinho e voltar aos braços de seu dono, se for de seu merecimento para continuar a receber os conhecimentos necessários para seu desenvolvimento.
      Tenha fé no Pai e Criador que tudo dará certo!

  135. Ola? Sr.º Dirceu, ontem perdi meu amiguinho que amava muito o Alegria, que era um filhotinho de mini coelho bem pequenininho. Estou arrasada e sentindo muito a falta dele. Queria saber o que acontece agora que o alegria se foi e saber se um dia ele voltará para alegrar nossa casa, nossas vidas e se ele se lembrará de nós. Obrigada.

    • Elaine, querida irmã,
      Os animais domésticos quando desencarnam demoram alguns meses para voltar a reencarnar. Eles (seus princípios espirituais) ficam como se estivessem “guardados” por espíritos humanos e não vão se lembrar de nada e não terão noção de nada até sua volta ao plano físico. Então, você tem que ter um pouco de paciência e na hora certa, alguém vai lhe oferecer um coelhinho, talvez maior que ele, de cor diferente, até de sexo diferente, mas você o reconhecerá e será reconhecida por “ele”.
      Aguarde e confie em Deus.
      Abraço fraterno!

  136. O senhor foi a 3ª pessoa que me disse isso, acredita? E, de ontem para hoje, eu sonhei que pedia pra Deus me devolver o Alegriinha, porque sentia muita saudade dele e eu chorava muito. Então, hoje, antes de eu acordar para ir trabalhar, no sonho, eu ouvia mas não via, uma voz que repetia em claro e bom tom, muito suavemente, bondosamente e serenamente assim: “- Fique calma, porque seu esposo irá encontrar o Alegria e trará ele de volta para casa…” repetiu isso inúmeras vezes e foi ai que eu acordei. E quando eu acordei hoje, foi a 1ª coisa que falei para o meu esposo e coincidentemente ele me disse que sonhou a mesma coisa que eu. Isso é possível ou estamos ficando loucos devido a falta do Alegria e a saudade que é demais pra nós dois? Agradeço pelo resposta anterior e aguardo contato. Obrigado.

    • Não Elaine, não há coincidências e nem acasos. Algum espírito amigo noticiou a vocês que ele, o querido Alegria irá descansar o corpo físico por uns dias, ou meses (poucos) e retornará a esse lar que ele ama também para continuar sua trajetória de evolução.
      Que Deus os abençoe!

  137. Quando eu perdi meu cãozinho, eu tive um sonho, parecia outro plano , Eu conversava com uma mulher perguntando dele ,ele tava lá só que era branco(ele era preto)fiquei bem impressionada!

    • São encontros espirituais reais, querida Vânia Silva e que devemos levar a sério. Quanto à cor do seu cãozinho ter mudado pareceu-me interessante, pois os espíritos (humanos) que foram negros na sua última encarnação, permanecem negros, só que vestidos de branco. Aliás, todos os espíritos se vestem de branco. Mas, pode ter sido só uma interpretação de sua consciência.
      Que o bom Mestre Jesus a abençoe!

      • Oi Dirceu estou no aguardo da resposta, se possível claro ;Sabe tbm o que me entristece em relação aos maus tratos dos animais , os cavalos tendo que puxar carroças cheias de entulhos debaixo do sol quente.Os cavalos foram feitos para viverem livres ,soltos.Um grd.abraço.Amém, que Jesus tbm te abençoe, Vania.

  138. Querido Dirceu Rabelo ,obrigada por suas explicações,qdo vc falou que os espíritos se vestem de branco, fez todo sentido a mulher no sonho estava de camiseta branca, lembro nitidamente,impressionante! Nossa tenho tanta experiência com sonhos tantas dúvidas. Bom eu já lhe incomodei bastante por hj,mto obrigada.

    • Tenha fé em Deus que ele retornará para você. Quanto aos sofrimentos dos animais, eles tiram proveito de seus sofrimentos para progredir, mas aqueles que os fazem sofrer pagarão caro pelo que fizeram com nossos irmãozinhos menores.
      Fique com Jesus!

  139. Boa tarde,
    Meu nenen de pelos está nos deixando, ele está com insuficiência renal crônica irreversível. Não autorizei a eutanásia e estou ao lado dele até que chega a hora, ele já está debilitado demais, mas mesmo assim ele ainda mas de tudo para conseguir chegar onde estou quando saiu de perto dele. Nunca sofri tanto pois ele é tudo para mim, tenho um amor incondicional por ele e sei q está chegando a hora dele ir. Gostaria muito de saber se existe a possibilidade dele reencarnar numa femea que hj está no início da gravidez??? os filhotes dela são filhos do meu Fred.

    • Infelizmente, querida Elen, a resposta é negativa… É não! Só depois de desencarnado e passados dois meses ou mais, ele poderá retornar numa gata de sua casa ou de um “presente”, ou de um filhotinho encontrado na rua.
      Mas, saiba que o sofrimento dele e seu são necessários para o desenvolvimento espiritual dos dois. Com isso, vocês dois estão evoluindo cada vez mais.
      Que o Senhor Jesus os abençoe!

      • Amigo Dirceu, já se passou 1 ano do desencarne do meu Fred, ele foi embora dia 06/04/2015 e seus filhotes nasceram dia 20/04/2015, da ninhada só nasceu um machinho preto e branco como ele era, claro que fiquei com o filhotes. mas ele é extremamente diferente do pai, ele é agitado, mau educado, late para tudo e todos (é shitzu) só se aparece na cor do pelo mesmo. Tenho procurado em feiras de adoções meu Fred, e o que me preocupa é o tempo q ele se fosse, acho que nos perdemos desse reencontro. Sofro até hj de saudades dele, ele era meu companheiro para todos os momentos. Hj me sinto completamente sozinha…

      • Olhe, querida Elen: O que eu posso lhe dizer é que Deus não nos envia seus pequenos seres para nós (humanos) para servirem de enfeite em nossos lares. Eles estão conosco para uma coisa muito maior que é o seu crescimento espiritual, sua evolução, embora eles ainda não tenham um “espírito” formado, como nós ainda. Mas ele voltará quando você menos esperar, pois o seu Fred necessita muito de continuar sua trajetória, assim como nós também necessitamos de evoluirmos sempre em direção ao Pai e Criador. Tudo no Universo evolui e eles também necessitam de evolução. É a Lei Maior de Deus!
        Aguarde que seu Fred voltará, mas enquanto isso, vá dando carinho e atenção ao “desesperado” rsrsrsrs que você adotou, pois ele também “é filho de Deus”.
        Um abraço no seu bom espírito e que Jesus a abençoe sempre!

  140. Ontem, quando eu estava no ônibus a caminho do trabalho, um idoso, que eu nunca vi, começou a conversar comigo e, me dizendo muitas coisas boas. Como já sabe, pensava, de novo, em tudo que passei nestes anos e principalmente nos últimos dias, por conta, da perda do nosso Alegriinha. Eu confesso que, estava ainda triste e nem queria conversar, mas dei atenção ao senhor idoso. Eu só pedia em pensamento para Deus cuidar do Legriinha e abençoar ele para voltar pra casa logo e o idoso olhando bem nos meus olhos me disse assim: “- Escuta minha filha, você é uma pessoa maravilhosa e Deus sabe disso. Tudo o que você mais quer e deseja, você irá conseguir. Só tenha paciência que tudo dará certo!”. Sabe Sr.º Dirceu, são tantas coisas, detalhes, sinais, que começam a se encaixar nas coisas que me aconteceram que quando converso com meu esposo e com a minha mãe sobre isso, ficamos sempre muito impressionados. Espero que, Deus abençoe e nos direcione no caminho certo e que se realize nosso desejo de ter o Alegria de volta para nossa casa. Obrigada.

    • É o que eu venho dizendo, querida Elaine: Paciência, porque o Tempo de Deus não é igual ao nosso tempo. Calma que tudo dará certo. Este senhor foi encaminhado por um espírito amigo para lhe consolar.
      Grande abraço fraterno!

  141. Ola! Estou arrasada. Li os relatos acima e quero e preciso mto acreditar. Minha sogra morava em Goias e ganhou uma cachorrinha. Depois se mudou p Rib Preto e como viajava mto deixou a querida Cherry comigo. Foi assim q comecei a amar os animais. Por 12 anos e 5 meses ela foi a minha vida, foi a minha filha de corpo alma e coração. Infelizmente veio a falecer na última sexta feira 27/03/15 e a dor é tão gde tão imensa q nem sei o q acontecerá comigo. Ela me olhava e me entendia. Por favor diga q ela retornará.

  142. Olá, antes de mais nada quero agradecer meu amigo Marcos que me falou de vc e seu blog. Na última 6ª feira, dia 27/03 tive que optar pela eutanásia na minha querida Pedrita, minha companheira de 12 anos. Ela era o cão mais dócil, educada e delicada que já conheci e, apesar de ser grande, pesava 40kg, não fazia mal e nem ameaçava ninguém, mas cuidava muito bem de todos nós e da casa. Ela tinha um problema de displasia e artrose na coluna que foi constatada há 5 anos. O veterinário, que é espírita como eu achou que seria o melhor para ela pois, já não comia há 3 dias nem bebia água, também ficava deitada e já não andava mais, tinhamos que virá-la de um lado para o outro para não ficar na mesma posição. Na 6ª feira quando cheguei em casa sentei ao lado dela e ela me olhou e vi uma lágrima escorrendo dos olhos dela, aquilo para mim foi o sinal. Espero ter feito a coisa certa e dado a ela a dignidade que ela sempre mereceu. Obrigada pelo espeço de poder repartir a minha dor. Silvana

    • Você fez a coisa certa, querida Silvana, no meu entendimento. Também passo por este problema no momento com uma cadelinha que me apareceu aqui em casa com todas as doenças possíveis e principalmente a sarna que não cura de maneira alguma. Estou protelando a eutanásia, mas terei que fazer isso para o bem dela que está sofrendo muito. Deus sabe do quanto você a amava e fez o melhor para ela. Que o Mestre Amado Jesus a proteja e ilumine!

  143. Oi. Sr Dirceu estou arrasada. Tinha uma cachorrinha Cherry q era minha vida de corpo, alma e coração. Ela se foi e é como se eu tb estivesse morta. Li os comentários acima e preciso acreditar q ela realmente vai voltar pq senão n terei mais razão de viver.

    • Ana Maria, querida irmã,
      Todos os dias recebo “pedidos de socorro” de pessoas que como você, também perderam seus filhinhos do coração. Como você leu nos comentários acima, eles retornam sim e não demoram muito. Mas, eu não posso fazer você acreditar, pois a fé está em você. Creia em Deus e Ele, o Pai fará o resto, devolvendo a você a sua Cherry para que continuem a trabalhar a evolução dela principalmente. Tenha paciência e fé!
      Que Jesus a abençoe com muita paz e LUZ!

  144. Sr Dirceu, sou católica, mas não praticante gosto muita da doutrina espirita. Estava procurando na net sobre animais e a espiritualidade e achei seu blog.
    Perdi meu fiel Kadu, dia 28/03/2015 ele tinha 06 anos.
    No inicio de 2013 ele começou a encher o corpo de ferida e cair o pelo, o veterinário suspeitou que ele tivesse a doença do carrapato e queria sacrifica-lo. Mas eu não deixei, levei a outro veterinário, ela disse que o que ele tinha era ADAPP passou umas vitaminas e um shampoo anti- fungo e os pêlos voltaram a crescer.
    Sábado à tarde dia 28/03, quando montei na moto pra ir ao mercado com minha irmã, ele pulou querendo ir também, coisa que ele nunca fez, até minha irmã brincou:- Será que vai acontecer alguma coisa com a gente?
    Chegamos do mercado e faltaram algumas coisas e fomos comprar no mercado próximo, kadu veio de novo ansioso pra ir junto. Quando eu o mandava ficar, ele ficava no mesmo lugar até eu chegar, mas nesse dia ele não me obedeceu. Foi então que minha irmã pediu pra levarmos ele, paramos na esquina pra esperar os carros passarem, foi então que ele viu alguma coisa e saiu correndo e uma moto bateu nele e quebrou o pescoço.
    Lendo essa frase no blog “Ele também tem o poder de “quebrar quebranto”, Dependendo do caso da maldição no ser humano, o cachorro terá queda dos pêlos ou até chegam a morte em virtude da energia pesada sobre os seus donos.”
    Eu pergunto kadu passou pro tudo isso, porque eu tenho energia pesada?

    • Maldição no ser humano? O que é isso Lucy? O espírito quando reencarna trás do seu passado todos os problemas que teve e as virtudes que conseguiu angariar, mas maldições, nunca! Ele tem então que passar por expiações e provas necessárias para sua evolução espiritual e é assim a Lei do Pai que não castiga seus filhos amados.
      Seu cachorrinho teve os problemas próprios dos animais e também está evoluindo e você evolui cuidando dele. Ele morreu por um trágico acidente que deveria acontecer e mais nada. Tudo no tempo de nosso Pai e Criador. Você não tem energia pesada e, pode sim, ter provas e expiações a passar por elas nesta e nas próximas reencarnações e para que tudo isso se torne mais calmo e pacífico, comece a fazer uma REFORMA ÍNTIMA a partir de hoje. Melhore-se espiritualmente e tudo dará certo para você.
      Que Jesus a abençoe com muita paz e LUZ!

  145. Mto obrigada por suas palavras. Terei toda a fé do mundo p q Deus possa me abençoar e trazer minha querida Cherry de volta. Parabéns pela página pois sem ela nossos corações estariam cada dia mais amargurados. Sua palavra acalenta e conforta a imensa dor q sentimos. Q Deus o ilumine sempre. Gde Abraço

    • Estamos juntos neste grande barco comandado por nosso Pai e Criador, querida Ana Maria e é nosso dever nos ajudarmos mutuamente. Eu também sofro com meus queridos pequenos e nem tenho com quem desabafar… Aliás, tenho sim; recorro a Deus e coloco nossos sofrimentos em Suas Mãos Infinitamente Bondosas e fico mais tranquilo.
      Que o Mestre Jesus a abençoe!

  146. O Sr é uma pessoa iluminada! Quero ter o gde prazer de conhece-lo pessoalmente!
    Estou tentando me acalmar e já li e reli os comentários mtas vezes.
    Qdo me casei fui para Goiás na casa de minha sogra e lá conheci uma cachorrinha de nome Cherry. Era de meu sogro e dormia em seu sapato de tão pequena (pinscher). Eu nem dava bola, nunca tinha tido um cachorrinho ou qquer outro animalzinho. Um ano depois vieram de mudança p Rib Preto mas continuavam c a casa em Goias. Um dia minha sogra me ligou e pediu p q ficasse c ela pois iam viajar por uma semana e a viagem p lá é cansativa demais. A Che veio (ficando no quintal é claro, n queria bagunça em casa!) e após uma semana voltou. Passados mais uns 2 meses a história se repetiu ( desta vez ela já ficava na cozinha). E se repetiu novamente só q desta vez ficariam fora por 3 meses. Qdo regressaram eu já disse q n iria devolvê-la. Depois de mto brigar c meu marido fomos lá p devolvê-la e na saída ela veio correndo e n desgrudou de mim. Todos ficaram emocionados e viemos juntas embora p nossa casa (ela já dormia comigo na cama). Desde então descobri q ela foi feita p mim! Só de olhar ela sabia como eu estava me sentindo! Era minha cúmplice, minha amiga, minha confidente, minha filha, minha bebezinha, minha vida, meu tudo! Foi ela q me despertou um amor q jamais pensei capaz de sentir! Com o passar do tempo fui adotando mais cachorros e hj estou c 07 cães e 1 gato. Ela me encantava: Eu dizia: Che faz hummmm p a mamãe minha princesa! Ao q ela imediatamente fazia: hummmm. Meus vizinhos ficavam quietinhos p escutar e qdo escutavam falavam : Ana n acredito!
    Depois de sua resposta fiquei mais animada e já comentei c alguns amigos sobre sua dedicação em nos confortar.
    Terei uma fé inabalável q ela retornará!
    Gostaria de esclarecer uma dúvida: enquanto cachorrinhos eles reencarnam como cachorrinhos ou pode ser outros animais? Vão evoluir até pessoas como nós? (Acho q são mais evoluídos, pq n matam n roubam e sabem amar verdadeiramente: eu aprendi c ela). os animais tem uma hierarquia de evolução?
    Agradeço sua atenção

    • Estou aqui, querida irmã Ana Maria, sofrendo com o sofrimento de minha cadelinha que anda muito debilitada, mas, como ela está se alimentando bem e tomando água, tenho ainda esperanças de que ela se restabeleça. Como disse anteriormente, coloquei-a nas Mãos Infinitamente Generosas de Nosso Pai Celestial.
      Quanto à sua cadelinha, ela voltará para você como cadelinha ainda, e se fosse uma gatinha, voltaria como gatinha. A evolução deles ocorre dentro de sua raça, como ocorre conosco. Só que nós já temos espíritos formados e eles têm espíritos em formação e chegarão a seres humanos sim, mas não sabemos quando. Isso depende da vontade Divina. Eles evoluem conosco até nos seus sofrimentos e aprendem a amar e a dar amor e demonstrar fidelidade, entre outros atributos.
      Quanto à hierarquia de evolução, não digo que exista, porque eles evoluem mais ou menos, ou seja, uns evoluem mais depressa do que outros, como acontece conosco, que já somos espíritos formados e já com alguma evolução.
      Mas, tenha fé de que sua princesinha retornará com certeza e com a graça do Pai Celestial.
      Que o Mestre Amado a Abençoe!

  147. Obrigada pelos esclarecimentos. Tb quero me aprofundar nesse estudo. Espero do fundo do coração q sua cachorrinha se restabeleça o mais rapidamente possível. Me coloco à sua disposição. Gde Abraço

  148. Estou muito triste, pois perdi no dia 01/04/15 uma cachorrinha chamada Ritinha, de uma forma inesperada. Ela engoliu um barbante de tapete no qual ela dormia e esse pedaço ficou entalado entre o estômago e os intestinos. Um dia antes dela partir, quando costumo dar ração para todos os cães que possuo, encontrei ela no pátio muito mal e já levei a uma clínica veterinária imediatamente. Chegando lá, eles a reanimaram, fizeram exames e foi constatado infecção e um corpo estranho no intestino. Autorizei a cirurgia mesmo sabendo dos riscos, porém era a única maneira de tentar salva-la. Orei muito a Deus pela vida dela e senti pela fé em fazer um jejum por ela. Ela resistiu até o final da cirurgia, porém duas horas após ela se foi. Fiquei inconsolável, pois lutei por ela através da fé e da medicina. Aos poucos estou me erguendo porque a dor é forte, e possuo uma mãe para cuidar e mais 6 cachorros,todos adotados. Noutro dia, quando o despertador tocou, visualizei um ser todo de branco, com vestes alvas como a neve deixando um presente ao lado da minha cama e logo sumiu. Será que isto não foi imaginação minha? Será que ela está bem ou se encontra em recuperação num hospital no plano celestial? Peço a Deus perdão por algo que não pude fazer a ela e muita força para continuar o meu caminho, apesar da dor. Obrigado por ler esta mensagem, pois é um desabafo!

    • Nós que amamos os animais, querida Andreia somos escolhidos “a dedos” pelo Pai Amantíssimo para esta nobre missão de cuidar deles, educá-los, fazê-los evoluir e sofrer com eles e com a partida deles. Eles, muito das vezes, retornam para nós, a fim de continuarem o aprendizado e sua evolução.
      Estou num momento delicado de decisão se autorizo ou não a eutanásia de minha cadelinha que já chegou aqui em casa toda doente e pedindo um pouco de carinho e comida. Dei-lhe tudo, medicamentos, a melhor ração, carinho, passes, água fluida, mas tudo foi em vão. Ela sofre muito e eu mais ainda. Agora, como em minha cidade não tem veterinário, desconfiam que ela esteja com leshmaniose e é preciso sacrificá-la. E o amor que eu tenho por ela e ela por mim? Dor, somente dor e a dúvida se devo ou não autorizar o ato final… Só peço a Deus que deixe que ela retorne a mim mais saudável para que eu a encha de carinhos e abraços.
      Acabei falando de mim e não falei de você, mas saiba que sua Ritinha está bem e vai voltar para você muito antes do que você imagina. E você não sonhou e sim teve um encontro espiritual com um (a) protetor (a) dos animais do Plano Espiritual.
      Que Jesus a abençoe!

      • Olá querido amigo Dirceu, sempre acompanho seu Blog, agora não posso deixar de lhe informar quanto essa doença a leishmaniose, veja , não o julgo de maneira alguma quanto as suas decisões, mas gostaria apenas de informar-lhe, bem como a todos que acompanham seu Blog que apenas de a sua cadelinha um comprimido chamado “alopurinol” duas vezes ao dia( de 12 em 12 horas), e se ela realmente tiver essa doença ficará restabelecida rapidamente. Esse medicamento é amplamente usado aqui em Campo Grande -MS, após a matança indiscriminada de milhares de cães e inclusive cães que sequer eram doentes, apenas tinham a doença do carrapato, que também pode ser o que sua cadelinha tem, mesmo se ela não tem carrapato, neste caso o medicamento seria o DOXITEC duas vezes ao dia por 28 dias consecutivos, além de boa alimentação em ambos os casos. Não tema meu amigo a leishmaniose em absoluto, essa doença seria como uma aids ou outra que requer apenas o medicamento certo para que a imunidade dos peludos se restabeleça e se o CCZ não apoia o tratamento é apenas por questões políticas nacionais, uma grande equivoco que em países desenvolvidos já não acontece mais, nestes países o tratamento é fornecido pelo próprio poder público. O alopurinol tem de 300 mg e de 100 mg, depende do peso do cãozinho, os pequenos normalmente tomam de 100, mas há casos de terem que tomar dois e meio do comprimido de 300 mg, como eu disse depende do peso dele. Esse medicamento é humano e aqui custa entre 5,00 a 15,00 a caixa, não é caro, vale a pena e salva vidas preciosas. O efeito é rápido também. Tenho cerca de dez cães que resgatei e que tem a leish, de todos os tamanhos, rsrsrrs, e estão muito bem, o mais velho deles já tem 08 anos de tratamento, esse medicamento deve ser ministrado por toda a vida deles ok, mas vale a pena , é simples e eles vivem normalmente , saudáveis como qualquer outro peludinho. Espero ter lhe ajudado quanto a essa doença e também esclarecido sobre ela para mais pessoas também, ok.
        Abraços fraternos,

        Célia

  149. “Que Deus abençoe o senhor e o ajude com sua cadelinha… que ela se recupere totalmente, fique forte e que sejam sempre muito felizes”. Com fé em Deus e nos nossos amigos (as) protetores da espiritualidade tudo dará certo. Abraço e melhoras para ela.

    • Obrigado pelo carinho e generosidade, querida amiga/irmã Elaine, mas já consultei meus amigos espíritas com mais conhecimentos que eu e a resposta é uma só: “Lembremos que a dor do animal é dor evolução, diferente da dor resgate. Pelos riscos que envolvem a integridade humana não temos outro caminho. Ore e aguarde pois ela volta ao seu convívio de outras formas.”
      Infelizmente teremos que sacrificá-la e aguardar seu retorno já saudável, para nosso convívio e aprendizado mútuo e amor recíproco.
      Abraço fraterno com Jesus!

  150. Para Deus nada é impossível naquele que crê! Peço a Deus que Ele ilumine os seus caminhos, pois Ele sabe de tudo! Eu sempre penso, enquanto há vida, há esperança. Desejo do fundo do meu coração que a saúde dela irá ser restaurada pelo poder do Altíssimo, através dos seus Anjos curadores. QUE A BENÇÃO DA CURA ESTEJA SOBRE ELA!!! Amém

    • Leia a resposta acima, querida Andréia e veja em que situação estou neste momento crucial em que estou autorizando o departamento de Zoonose da Prefeitura local para sacrificar minha “Gina” que me deu e recebeu tanto carinho. Mas sei que ela retornará sem mágoas, porque, como ela está, pode passar doenças contagiosas para mim e toda minha família, inclusive meus pequenos netos.
      Um beijo no seu bom espírito!

      • Célia, irmã e amiga!
        “ALEA JACTA EST”
        Você não imagina o que é ter animais num lugares sem recursos como a minha cidade. Ninguém entende de nada e como a cachorrinha estava já há muito tempo sem tratamento adequado, sem pelo algum, cheia de feridas, com mau cheiro, unhas compridas, a área de saúde estava no meu pé me cobrando que poderia ser cinomose, parvovirose, leiswhmaniose e outras doenças infecto-contagiosas. Ela já foi sacrificada! Infelizmente, mas não sentiu nada; deixou nosso Plano e foi enterrada como um animalzinho que vai retornar para meu lar e terá ainda muito amor para dar e receber.
        Estou muito triste… Orem por mim, pois fiz tudo para que ela ficasse boa!

      • Dirceu meu amigo, fique bem, seu coração é coroado de amor pelos peludinhos que Deus nos envia todos os dias. Quem sabe se sua Gina não lhe foi enviada para que você começasse em sua cidade a ter mais clareza do que os outros dai? Nós passamos por um massacre aqui, sei que ficará na história e de nada adiantou, essa doença somente pode ser controlada de duas maneiras: Higiene nos quintais( assim como para a DENGUE), e o tratamento, o animalzinho tratado não transmite a doença de maneira nenhuma, ok. Mesmo se vc não desejar envolver-se com o Zoonose, realmente eles por lá não são fáceis e não amam os animais, indique pelo google assim: ” Dr. André e a LEISHMANIOSE ” ele é veterinário, tanto aqui quanto em São Paulo, é também advogado e luta pela causa animal, inclusive faz tratamentos sem cobrar nada, foi candidato a deputado se não me engano, mas eu o conheço há muito tempo e é uma sumidade neste assunto, vale a pena se informar bem porque mais da metade do que dizem da leish é puro preconceito e nossos governos não gostam de animais de nenhuma espécie, esses humanos acreditam que podem eliminar os animais do planeta, como se pudessem fazer isso, falta amor em seus corações. Eu não preciso lhe dizer que você é amparado pelo Alto e que sua consciência é limpa pelo tanto que sempre fez e faz pelos nossos peludinhos, então, acalma seu coração, ela vive e você sabe, e sim, eles sempre voltam, principalmente se pedirmos!

        Abraços,

        Célia

      • Só posso dizer-lhe: Muito obrigado e que Deus lhe pague, querida irmã Célia Virgínia!

      • Prezado Sr. Dirceu.
        Compartilho sua dor, pela perda de sua Gina.
        Quando perdi o meu Zeus há 01 e 07 meses foi muito importante sua palavra de conforto, por isso envio um grande abraço e pode ter certeza de que sua cachorrinha voltará, assim como o meu voltou e de tantas outras pessoas.
        Estamos todos juntos nesta caminhada. O seu trabalho é maravilhoso e Deus há de te dar forças neste momento de tão grande perda.
        Abraços fraternos.
        Vera Prado

      • Grato e que Deus a abençoe querida Vera! Estamos juntos!

  151. Sinto mto pela sua cachorrinha. São os nossos anjos. Ainda n consigo me conformar q eles tem mesmo q partir.

    • É muita tristeza, querida Ana Maria, porque eu vi o sofrimento, o padecimento dela até seu desencarne. Sofri junto com ela até seu último momento. Mas ela vai voltar, como todos voltam para nós. Tenho certeza! Deus é Maravilhosamente Bom e Justo!

  152. Olá Srº Dirceu? Como esta? Queria que o Senhor soubesse que ontem, meu esposo e eu, fomos novamente, a uma filial do Cobasi, onde havíamos encontrado o Alegria, nosso coelhinho filhotinho, que faleceu dia 23/03/15 às 17:00 aqui em casa. Desde o falecimento do Alegria, meu esposo vive buscando outros lugares, perguntando, pesquisando e visitando pets, vendo através da internet e demais lugares, em busca do Alegria…. Ontem, fui com ele até esse Pet, e meu esposo escolheu um outro amiguinho pra trazer para nosso lar. Ele é muito lindo, pequeno, branco e cinza e coloquei o nome dele de Algodão. Porém, para mim, não é a mesma coisa… sabe. Eu sofri muito com a dor do Alegria e não o esqueci, mas não me opus novamente, para também, agradar e respeitar a vontade do meu esposo querido. Então, trouxemos o algodão para nossa casa. Sabe Srº Dirceu, eu também aguardo a volta do Alegria para nossa casa e não tenho idéia de como, quando e onde o encontraremos, mas acredito que o Senhor também deve aguardar e acreditar que sua Cadelinha e que o nosso Alegria retornaram sim para nossos lares. Fique com Deus e tudo de bom em seu aguardo. Abraço Elaine.

    • Eu tenho, querida Elaine três gatas que são minhas companheiras de todas as horas por serem muito carinhosas e gostarem muito de carinho e por me acompanharem por onde eu vou quando saio pelo quintal ou até mesmo pela vizinhança. Mas, a saudade que a pobrezinha da Gina me deixou foi muito grande, porque desde que ela apareceu em minha casa, coitadinha, foi só sofrimento, pela doença que nunca deu-lhe paz embora eu aplicasse-lhe os medicamentos necessários e alimentação saudável e muito carinho. Ela veio ao mundo para sofrer e eu sofri junto com ela até seu desencarne. Quero muito que ela volte para mim e me sinto muito saudoso dela. Gostaria muito de recebê-la de volta, mas desta feita mais sadia, coitadinha para que ela possa ser abraçada, beijada por meus netos, enfim, para que ninguém mais tenha nojo dela como tinham. Quantas saudades dela!
      Espero que Deus mande de volta o seu Alegria para fazer companhia ao Algodão o mais rápido possível.
      Grande abraço fraterno!

  153. Olá! Espero q esteja bem. Sei o qto é difícil. Estou tentando, mas realmente é didícil. Na semana passada fui até onde enterrei a Cherry e coloquei um botão de rosa. Fiquei mto triste mas é um ato q meu coração estava pedindo. Daí esta semana sonhei q estava brincando no chão da sala c ela. Me sinto um pouco culpada pq qdo era só ela eu lhe dava toda a atenção. Depois vieram os outros e infelizmente meu tempo foi bem reduzido. Se dava banho nos outros 7 a deixava de lado pq era a mais limpinha, n tinha carrapatos. Mas em compensação era meu amor. Tenho orado e pedido mto p q ela volte como q por encanto e acabe c este sofrimento. Achava q c o passar dos dias iria amenizando mas q nada! É mais um dia sem minha princesa. Estou desabafando c o Sr pq a maioria das pessoas n entendem este amor profundo q sinto. Sei q a vida continua mas já n é a mesma. Perdi mto a vontade de tudo. Faço as coisas q preciso mas elas n tem mais graça, as cores se perderam. Eu n vou saber me acostumar sem minha Che pra me acalmar, sem seu olhar pra me entender, sem seu carinho. N estou em depressão mas é como se estivesse. Gde Abraço

    • Ana Maria, querida irmã e amiga,
      No meu comentário anterior ao seu, deixo claro que minha cadelinha já apareceu aqui em minha casa muito doente e continuou doente e eu lutando para tratar dela, mas chegou ao ponto terrível de sua doença tornar-se infecto-contagiosa e estava colocando nossas vidas em jogo e até meus netos poderiam pegar a terrível leshimaniose. Ela teve que ser sacrificada, mas lutou para não morrer e eu vi tudo e guardo esta dor comigo. Mas, Deus na Sua infinita bondade há de me mandar de volta a pobre da Gina com saúde, para que eu possa cuidar dela com todo o devido amor que ela necessita.
      Não entre em depressão, pois a sua Cherry não demora a voltar também. Tenho certeza disso, pois ela precisa de seus ensinamentos que serão importantes para sua evolução.
      Um abraço fraterno!

  154. Olá querido amigo e protetor dos animais, tudo bem, está mais conformado com a partida da sua Gina? Não sei se o senhor lembra de mim, deixei meu depoimento sobre o reencarne de uma gatinha muito amada em 11/10/2013. De lá para cá algumas coisas mudaram em minha vida. Meu relacionamento não deu certo e acabei me mudando, ele ficou com todos os bichinhos, porque tinha mais tempo e espaço para cuidar deles. Lógico que morro de saudades, mas sei que uma mudança para apartamento poderia causar muito estresse para gatos acostumados com casa e quintal. Sei que eles estão bem e saudáveis. Na verdade estou te escrevendo porque tem ocorrido uma situação muito estranha comigo. noite passada sonhei que ganhava um gatinho cinza com branco, tipo frajolinha, muito querido e mansinho que me adorou desde o primeiro minuto, acordei com muitas saudades dos meus, porém naquele dia nem havia pensado neles, até porque nunca tive um gato estilo frajola, meus preferidos sempre foram os siameses. Pois bem, hoje fui dormir novamente e não estava pensando em gatos, pelo contrário, tinha acabado de ler um romance água com açúcar. É estranho, como a separação é meio recente eu às vezes sinto medo de dormir sozinha, besteira da minha cabeça, mas eu me sentia espiritualmente protegida quando dormia com meu gatinho… E assim foi que fiz uma oração para meu anjo da guarda, já que não estava conseguindo dormir. Então novamente entrei no estado de sonho e senti um movimento sobre meu colchão, sabe quando um gatinho afofa com as patinhas o lugar que vai dormir? E de repente estava ela novamente ali ao meu lado, a mesma gatinha cinza da noite anterior, ela dormiu comigo e eu fiz carinho nela, tão pequenina, acho que era um filhote, mas a sensação foi muito real. Pensei que ia acordar e encontrar uma gatinha em cima da minha cama, e engraçado que dormi super bem depois que ela veio. O absurdo é que não tenho nesse momento, graças a Deus, nenhum animal desencarnado que eu tenha amado e cuidado? O problema é que não sei o que isso significa. O único animal que sei que me marcou foi um gatinho de rua que foi atropelado e eu tentei salvar, levei para o veterinário e gastei o que eu não tinha, mas infelizmente ele morreu. Eu acho que isso tem uns 4 meses, e eu me senti muito triste e frustrada por não ter conseguido ajudar o gatinho. Por favor me diga o que acha que significam esses sonhos tão reais e que me trazem tanta paz e sensação de aconchego? Será que eu vou encontrar um gatinhuma gatinha na rua ou alguém vai me dar um filhote nos próximos dias? Por que ela apareceu do nada nos meus sonhos e eu sinto que ela me protege? Desculpa a longa história e se parece que ando meio louca… E obrigada por me ler/ouvir. Paz e luz na sua vida, hoje e sempre.
    Obs: Acho importante dizer que estou muito bem e até aliviada depois do término da minha relação que já estava muito desgastada. Não estou com depressão nem nada, sequer estive pensando em adotar um animal de companhia por enquanto. O que me expanta é o realismo desses sonhos e o fato de eles acontecerem noites seguidas… Obrigada.

    • O que posso lhe dizer, querida Bia é que sonhos são sonhos e encontros espirituais são encontros mesmo e isso está me parecendo que seus espíritos amigos estão fazendo-lhe um mimo com o seu novo (ou nova) gatinho (a) que chegará para você. É bem provável que o gatinho que se foi há quatro meses já está voltando para o plano físico e escolheu você para ser a nova Mamãe dele ou dela. Prepare-se porque tem gente nova chegando aí e a responsabilidade vai aumentar. No sonho, os espíritos deixam que os gatinhos se mostrem como virão para você.
      Quanto à minha Gina, até hoje ainda não perdi a saudade dela e sempre vou até o fundo do quintal onde a enterrei e faço-lhe uma oração para que volte para mim um pouco melhor de saúde.
      Um beijo na sua alma e que o Mestre Jesus a abençoe!

  155. Obrigada por considerar minha história com tanta sensibilidade, são raras pessoas como o senhor nesse mundo tão egoista. Pois é, fiquei pensando o mesmo que o senhor me disse, porém não sei se devo procurar uma gatinha com essas características ou apenas esperar que ela apareça no meu caminho de alguma forma? E por essas noites tenho pensado muito que, ao menos para mim, os gatos me protegem espiritualmente, com certeza! é que eu fico muito sensível à mediunidade quando passo muito tempo sozinha, e nem sempre sintonizo boas vibrações. Talvez uma companhia tão meiga, amorosa e inocente, como a de um animalzinho, nesse momento me faça bem. Mas Deus sabe o que é bom para nós, já diz a sábia Oração que Jesus nos ensinou: “Seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu”.
    Obrigada pela atenção e muita luz na sua vida. Tenho certeza que sua Gina voltará mais linda e saudável que antes, pois só recebeu amor nesse seu lar abençoado.

  156. Olá Sr. Dirceu, me desculpa se posso ser inconveniente, mas acho que neste momento o senhor é a única pessoa desse mundo que pode me entender e confortar. Não sei o que aqueles sonhos com o gatinho cinza quiseram me contar, mas talvez tenha sido algo bem diferente do que eu esperava. Não aguentei as saudades e domingo passado fui visitar meus bichinhos, saí de lá pensando que estava tudo ótimo, eles gordinhos, saudáveis, amorosos, pareciam alegres como sempre. Saí de lá mais tranquila, pensando que tudo ficaria bem. Mas hoje meu ex me liga e me conta que o meu gatinho favorito, justo o que era a reencarnação da gatinha falecida, pulou o muro do vizinho e foi estraçalhado por seu pitbull.. O senhor nem sabe como dói isso! Ele não queria deixar eu levar os gatos porque dizia que lá era melhor pra eles, pela questão da “liberdade”, mas a que custo meu Deus! Estou em choque ainda, não paro de chorar, me senti novamente culpada pelo desencarne de um gatinho amado, tudo porque achei estar fazendo o melhor pra eles… E esses sonhos então queriam me avisar que meu gatinho mais amado, aquele que até parecia um cachorro, que trazia a bolinha, que me seguia pela casa, que era só amor, acabaria assim, tragicamente… Eu não sei o que pensar, será que foi minha visita que fez mal pro meu anjinho, será que, sem saber, acabei indo lá pra me despedir dele pra sempre! Ai que frustração… E agora estou com dois filhotes aqui que ganhei de uma senhora, mas nenhum gato será como aquele, ele só faltava falar, e temo eu ter atraído esse mal pra ele ao ter ido visita-lo. O senhor já ouviu falar em depressão e suicidio de gatos, será que ele sentia minha falta ou o que… Me perdoe te incomodar, mas ninguém no mundo entenderia minha dor, meu dilema… Pior que não sei o que fazer, porque sei que não mereço uma terceira chance ao lado desse anjinho, porque Deus me deu duas e eu não soube cuidar como devia, deixei meu ex me influenciar… Obrigada só se puder me ler ou ouvir… Por hora só peço a Deus serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar…

    • Bia, querida irmã!
      Para que você entenda todo esse processo que nos envolve com nossos irmãozinhos menores, os animais que criamos e que são espíritos que estão em desenvolvimento, prefiro não ficar dando só recados ou fazendo comentários. Sei que você é uma pessoa que já está entendendo o processo de reencarnação deles em nosso meio, então faça o que estou fazendo… Ganhei de minha filha um livro maravilhoso de 600 páginas, com o título de “O Evangelho dos Animais” da Medium Sandra Denise Calado e que você encontra nas lojas espíritas. Ali, tudo é explicado de uma maneira que todos os espíritas e aqueles que amam os animais deveriam ler e estudar com o maior afinco, para entender as maravilhosas chances que Deus nos dá de ajudar aos nossos pequeninos e o quanto eles nos ajudam também em nossas reencarnações.
      Faça isso e depois me diga o que você entendeu. É simplesmente maravilhoso!
      Grande abraço e que Jesus a abençoe!

    • Oi Bia, meu nome é Célia, sinto muito por sua dor, eu a conheço de perto(essa dor), minha história está ai dentre tantas se vc quiser ler esteja a vontade. Hoje eu não desejo repetir meu sofrimento lembrando de tudo, ok.Só desejo dizer-lhe que acalme seu coração e confie porque a eternidade nos acompanha sempre, esse é nosso legado, nós e nossos anjinhos peludos somos eternos, então vc vai ter sempre a oportunidade de o reencontrar. Leia o livro que o querido Dirceu lhe pediu, eu tive que estudar muito quando fiquei sem minha menina, sabe ela voltou pra mim, também contei isso aqui no Blog. Sou o que chamam de “protetora” aqui na minha cidade, Campo Grande, tenho 26 peludinhos caninos e 30 peludinhos felinos….todos lindos, todos amados demais, e nenhum nunca pode substituir o outro. Temos sim mais afinidade com algum deles, coisas de alma, sei lá, mas são nossos filhos amados e poucos humanos podem compreender isso. Também li os livros do Marcel Benedetti, foi o que salvou-me da loucura, tamanha dor e desespero, saudades e impotência, angustia e insônia, fiz terapia, chorei, gritei com a cara enfiada numa almofada, escrevi cartas pra ela durante o tempo que esperei por sua volta, seu retorno pra mim, emagreci 15 k e a cada manhã eu pedia pra morrer de tanta dor na alma. Claro que os meus familiares e amigos acreditaram firmemente que eu estava louca, e eu estava, louca de dor. Bia, vc não tem culpa alguma de nada, este é o primeiro ponto, o segundo ponto é que se vc buscar se esclarecer vai se fortalecer, confia, tudo vai ficar bem.

      Célia Virgínia

  157. Sr. Dirceu, tive que tomar um calmante pra dormir ontem. Acordei me sentindo muito triste e culpada por, novamente,, não ter conseguido proteger meu anjinho de uma desgraça. Tenho ainda duas questões. 1) O que acontece com o espírito de bichinhos que morrem de morte violenta, como por exemplo ataques de cães grandes, atropelamentos fatais e etc…será que eles sofrem muito durante o desencarne? 2) Será que aqueles sonhos que eu tive, tão reais, com o gatinho cinza era uma mensagem dizendo que meu gatinho preferido ia morrer ou que eu deveria tirá-lo daquela casa de qualquer maneira? Porque domingo foi minha ÚLTIMA chance de salvar a vida do meu amiguinho e eu me omiti, porque achei que todos pareciam bem… E por que ele tinha que ir mais longe do que costumava naquela manhã e cair cno quintal de um vizinho que já o entenrrou sem nem perguntar se o gatinho, apesar de ter coleira, tinha alguém por ele? Oh meu Deus, é tanta dor, tanta culpa, não queria jamais que meu bichinho sofresse, sentisse dor… Desculpa insistir nessa história, mas como eu disse, se eu tentasse desabafar com alguém iam me chamar de louca… E talvez eu esteja ficando, de tanto sofrimento… Obrigada pelo espaço iluminado e amoroso que existe aqui, sempre aberto, em seu blog.

  158. Venho dar uma mensagem de apoio a todos q como eu perderam animais q amavam.Doi mt, e no inicio quase sempre nos culpamos, achamos q poderiamos ter feito algo q mudasse e impedisse o desencarne de nossos amados bichinhos,há +- um ano perdi a minha gatinha Branquinha e encontrei este site q foi o unico q me deu alguma esperança acreditando na reencarnação deles,fiquei sempre aguardando q minha branquinha voltasse para mim, e então comecei a procurar gatinhos de acordo com as contas previstas da reencarnação, e na esperança de reencontrar a Branquinha , mas um dia saio à noite e quando chego a casa está uma gatinha bébé branquinha no meu jardim, mesmo por cima do sitio em q enterrei a Branquinha…Achei um milagre pois eu pedi a Deus q minha Branquinha voltasse p mim, e ela assim q me viu veio correndo para mim, eu abracei ela e levei logo para casa, pensei q estava sonhando,pois ela apareceu do nada, e perguntei nos vizinhos se não era de ninguém, agora já se passaram vários meses e sei q é a Branquinha, temos a mesma cumplicidade,mesmas brincadeiras,meu amor voltou p mim, por mais incrivel q pareça,por isso nunca percam a esperança! Abraços mt iluminados e força para todos.

  159. Olá Dirceu, agradeço novamente pela sua atenção e também pela dica de livro, vou procurar e ler, com certeza! Também aprecio as obras de Marcel Benedeti, já me ajudaram muito quando perdi aquela minha gatinha que comentei e que me fez entrar nesse blog pela primeira vez. Célia, obrigada pela sua a
    compreensão e colo e Anabela, seu depoimento é muito reconfortante para mim. Por hora, meus novos bebês gatinhos estão me dando um baita consolo, fico feliz porque sei que deles poderei cuidar do meu jeito, e tentar fazer o melhor para que eles não se machuquem. Sei que posso falhar, afinal sou humana… Abraço nos vossos bons espíritos. Paz e luz a todos…

  160. Querida Bia,
    Graças a Deus temos anjos chamados Célia Virgínia e Anabela que se prontificaram a atendê-la em momentos tão difíceis. Estive bastante ocupado de uns tempos para cá e ainda fiz uma longa viagem que, embora fosse cultural, me era de muita necessidade espiritual. Mas, pelo que vejo as coisas estão chegando nos seus lugares, pois Deus não deixa nunca seus filhos órfãos. Que bom!
    Um abraço fraterno e que nós possamos juntos nos ajudarmos. Esta é a receita para a fraternidade ensinada por Jesus, Nosso Amado e Querido Mestre.

  161. Querido Dirceu preciso de umas palavras suas p acalmar meu coração. Já tem 3 meses q minha princesa Cherry se foi e ainda n voltou p mim. Estou tão decepcionada e numa tristeza imensa. Já disse q ela era mto inteligente e sendo assim poderia ter outro destino. Saio nas ruas e fico procurando. Será q n mereço q ela volte?

  162. Oi Dirceu todo bem?Perdi minha cachorra Cindy há mais ou menos 7 anos com câncer,fiz de tudo pra salvá-la,levei ao veterinário,fizeram exames e o diagnóstico foi câncer,foi feito uma cirurgia pra retirar os nódulos;ela voltou pra casa,cuidei dela o máximo que eu pude;ela ficou comigo ainda uns 3 meses,mas não resistiu,como era maligno foi afetando todos os órgãos dela,tadinha ela sofreu muito.Mas depois de tanto tempo arrumamos um cachorro,o Bob tem muito amor na família,será que é a minha Cindy que voltou?ele me olha como se quisesse me dizer algo, é o olhar dela,como ela me olhava.aguardo sua resposta,Dirceu.OBRIGADA.

    • Querida Silvana,
      É muito difícil prevermos isso, mas os animais que vivem conosco normalmente retornam para continuar seu aprendizado que é constante. E se fomos bons para eles, Deus nos permite acompanhá-los como se fôssemos seus Anjos Guardiães por muitas e muitas reencarnações. Por isso digo que há grandes possibilidades de ser a Cindy que retornou sim.
      Grande e fraterno abraço.

  163. Bom dia! Acabei de perdeu meu cachorrinho. Ele tinha 2 anos. Levamos ele para a fazenda que ele costumava ir. Nunca se afastou de nos. Porem ontem ele afastou. E foi picado por uma cobra! Estou desolada. Eu o amava como filho. Meu bebê! Onde eu ia ele vinha atras dormia comigo e tudo mais. Nao tenho palavras pra descrever minha dor.
    Porem estou meio cismada com uma pessoa que me disseram que esta fazendo coisas espirituais para me prejudicar. Seria possivel que algo ruim que era pra mim passou pra ele? Porque ser picado por uma cobra em um local que ele era acostumado a frequentar por anos.. nao faz sentido.. ele cruzou semana passada com.uma cadelinha da mesma raça. Sera que algum filhotinho pode ser ele voltando pra mim?.a nossa conexao era muito grande um com o outro. Eu dizia teamo pra ele tdos os dias.. e ele intendia.. um dia antes do incidente ele n saia do meu colo. Nao qeria brincar. So qeria colo.. nao consigo intender tudo isso

  164. Fatalidade, querida Carla…. Fatalidade! Ele tinha que desencarnar e pronto! Quanto aos filhotes que ele deixou, ele não pode reencarnar neles pois ele os deixou já em processo de reencarnação. Acalme seu coração, faça suas orações e aguarde o retorno dele que ele voltará para continuar seu aprendizado com você e família. Essa sua dor é também nossa que já perdemos muitos de nossos queridos companheiros de jornada.
    Beijo no seu coração!

  165. Eu não faço idéia de como vim parar nesse site, quando abri o Internet Explorer pra consultar a net me deparei aqui. Coincidentemente tive uma perda terrível e tenho me encontrado lutando contra a depressão. Uma senhora assassinou o meu gatinho por perversidade, acredito que ela confundiu ele com um gato da rua do fundo e como ela não se importa nem gosta de gato algum, preparou uma cilada pra ele com veneno. O senhor Deus maior atuou a meu favor, porque tentaram esconder o corpo dele, mas o funcionário se apiedou de mim e mostrou o tonel que havia descartado meu gato, distante da casa da senhora, em outra rua. Que sofrimento quando vi que era meu animalzinho… Todos no meu condomínio adoravam ele, pois ele era muito pacífico e não incomodava ninguém, não entrava na casa de ninguém, mas nesse dia ele foi brincar no telhado do condomínio, a senhora viu e jogou algo apetitoso com veneno… Eu fui tão ingênua, o chamei e ele não veio, senti uma sensação de sufocamento, mas pensei que era algo da minha mente e tratei de tirar o pensamento, fui dormir e deixei a porta da cozinha aberta pra ele voltar. Coincidentemente eu havia adoecido na noite anterior, vomitando com diarréia, estava muito cansada e fraca…. eu estranhei, mas de imediato não associei que ele jamais ignorou o meu chamado… Só no outro dia qdo acordei que passei a procurá lo incessantemente… Não há consolo para a minha dor… Eu e ele éramos muito unidos. Essa senhora não sabe, mas arrancou um pedaço do meu coração e assim eu acredito, um dia ela terá que prestar contas não só para ele, mas para mim também.

    • Manuela, querida irmã em Cristo!
      Você, neste momento passando por esta dor terrível e eu por uma alegria imensa, pois estou recebendo de volta ao meu lar, meu saudoso “Pretinho” que havia morrido de causa não definida, mas que um veterinário “achou” depois que poderia ser a ração da minha cadela que ele comia, e comia por prazer. Essa ração foi a perdição dele. Mas, se passaram mais ou menos 12 meses e ele veio numa ninhada de minha gata que tinha sido mãe dele. Ou seja, ele retornou na mesma mãe que tinha dado à luz a ele da primeira vez. E ele morreu novo, com mais ou menos seis meses e nós, meus netos e eu ficamos muito tristes. No entanto, dentre a ninhada ele se sobressaiu e sempre nos procurou desde pequeno e agora que doei toda a ninhada para um fazendeiro, ele ficou comigo e a felicidade voltou e ele se reintegrou ao lar que deixou e aos ensinamentos de amor, fraternidade e carinho que recebia e continua recebendo agora conosco.
      É desta maneira que as coisas funcionam. É só você ler um pouco dos comentários acima que terá um pouco de noção de tudo.
      Esqueça do mal que a tal senhora fez a você e ao seu animalzinho e ore por ela. Ela é uma pessoa doente da alma, do espírito. E seu gatinho voltará de alguma maneira que você ficará “pasma”. Deus fará com que ele volte para continuar essa história de amor que os une. Ele precisa aprender muito para evoluir e você precisa ensinar.
      Um beijo no seu bondoso coração! Que Jesus, o Mestre Amado a abençoe e à sua família.

      • Bom dia Manuela,

        Faz tempo que não envio mensagens aqui, recebi imensa força do nosso querido Dirceu, para quem envio meu abraço, e deixei meus depoimentos aqui, no ano de 2013, e 2014, minha história prova que eles “voltam” pra nós, vc pode procurar e ler, tudo verdade, incrível e feliz verdade. Sei como se sente, além da culpa que esmaga nossos corações e a raiva de quem nos provocou essa dor direta ou indiretamente. Faço minhas as palavras do Dirceu, te acalma e acredita, seu peludinho volta pra vc. Peça! Peça para quem atende e cuida deles depois que desencarnam, uma outra oportunidade junto dele, e aguarde com calma, vc saberá que é ele, ainda que venha de outra cor, mais peludo ou menos peludo, não importa, a alma, o espírito que animou o corpinho o corpinho dele antes, será o mesmo que te deu alegria e amor.
        Continuo tendo perdas difíceis, dolorosas, ( pois sou protetora e tenho sob meus cuidados muitos, muitos peludinhos), mas agora, tenho a experiência e a certeza do retorno deles e isso acalma meu coração. Ainda que chore muito que sofra muito e que me culpe (como sempre), muito, sei que a vida deles e nossa estão interligadas e que os fios do amor não desligam jamais e que voltam e que podemos estar com eles por eons, pela eternidade,ok.
        Somos eternos e eles também, nossas vidas são apenas passagens por aqui, tanto dos humanos quanto dos animais e vale ama-los sempre.
        Em suas orações, peça pelo retorno dele, se te ajudar, “escreva pra ele”, diga o que sente, como gostaria que isso não tivesse acontecido e enfim, de algum modo seu bebe sentirá isso, saberá do seu amor, eles são muito mais do que a humanidade neste momento pode saber, creia, nossos peludinhos tem muito mais vinculo conosco do que supomos.
        Um forte abraço e fica bem, seu bebe está sendo atendido, recolhido e amado. Depois de uma semana( no mínimo) ele poderá estar “retornando”, ok.

        Célia Virginia.

  166. É isso aí, caríssima irmã Célia Virgínia! Vamos ajudando aos queridos irmãos e irmãs que perdem por um momento seus queridos peludinhos, mas que ainda não têm o conhecimento que nós já adquirimos e testamos na vida real com a volta deles para nós.
    Eu pelo àqueles que perdem seus “filhinhos” que leiam os comentários acima, até para o aprendizado deles mesmos, para que saibam que os nossos peludinhos não são só um bichinho de estimação, mas filhos em estágio inferior na escalada evolutiva que precisam aprender conosco e que retornam para continuar a receber nosso amor, carinho, ensinamentos de como proceder e tornar-se bom. Só assim eles podem se espelhar em nós e ter também uma grande evolução espiritual.
    Que o Mestre Jesus a abençoe!

  167. Amigos, Célia e Dirceu, eu nem sei como agradecer as palavras. A tempo venho procurando algum consolo em minhas orações, nesse mundo em que não há piedade para os animais, que são ditos como bichos ( foi só um bicho! E como dói ouvir isso…) e de repente me deparo com esse site, aberto não sei como no meu navegador, decidi parar pra ler um pouco e resolvi escrever, ainda que como um desabafo. Vai fazer um mês que meu anjo se foi da forma mais inesperada, era um gato jovem, sadio, bem cuidado, muito feliz…. Ele estava completando um ano. Eu achei no começo que havia feito caridade com um filhote abandonado na rua, mas vi que na verdade ele me salvou também. Como eu fui feliz ao lado dele… Agradeço as orientações, irei orar pedindo o retorno dele, sei que nada disso foi ao acaso, a forma como vim parar aqui e a ajuda que vocês têm me dado. Gratidão, irmãos! Que Deus abençoe aos que fazem o bem. Grata, ao mestre Cristo em nossas vidas.

  168. Estaremos, querida irmã Manuela, aguardando notícias do retorno do nosso peludinho que com certeza, e pela bondade Infinita de Nosso Pai e Criador irá retornar aos seus braços, para recomeçar de onde parou aqueles bons ensinamentos de amor, bondade, fraternidade e muito mais que você passou a ele. Ele, você e todos nós, seres da criação Divina devemos progredir porque esta é a Lei,
    Um grande abraço em seu bom espírito! Que o Mestre a abençoe e abençoe o seu lar.

  169. Caro Dirceu,
    lindo site!
    Lindas palavras de conforto!
    Há cerca de um mês e meio, apareceu em meu jardim, uma gatinha (descobrimos depois que era menina) ainda jovem, pelo tamanho da cabeça, uns seis meses, magrinha, assustada e desconfiada. Pensei
    que estivesse se refugiando por alguns instantes….No dia seguinte, lá estava ela novamente. Tentei me aproximar mas ela fugiu. Mais um dia
    e lá estava ela, em cima de uma pequena mureta. Guardei uma certa distância, para não assustá-la, e comecei a falar com ela que me observava
    e só mexia a boca, como se fosse miar, mas não emitia som algum! “Acho que é muda coitadinha!”, pensei. Achei que pudesse estar com fome e fui buscar um pouco de leite. Coloquei o potinho no chão e chamei, nem se mexeu,só observava! Resolvi me afastar…e lá foi ela, desconfiada tomar o leite. No começo da noite, a mesma coisa. No dia seguinte, lá estava ela ainda! Eu não sabia o que fazer para ajudá-la pois tenho três cachorros em casa , eles não tem acesso ao jardim. A gatinha, que minha filha chamou de “Never”(gato de um Anime), totalmente arisca! E agora?
    Pensei, pensei…. bom,a solução virá! Fui comprar ração para “Never” e preparei um abrigo e caminha para se proteger do frio e da chuva. Era o que podia fazer, dar-lhe leite, água, comida e abrigo até que ela confiasse em mim e assim poder cuidar melhor dela. Os cachorros acolheram um coelho! Por que não uma gatinha?!
    Os dias foram passando e “Never”, muito lentamente, foi perdendo o medo.
    Depois de três semanas, conversando com ela como sempre, ela miou!!!
    Fiquei muito feliz!!! A partir daí ela miava sempre que me via e se aproximava para pedir carinho, ainda que um pouco desconfiada,
    mas já era um progresso! Mais um pouco e poderia levá-la ao veterinário
    para mais cuidados! Mas….sábado passado, toca a campainha e uma vizinha avisa que minha gatinha acabara de ser atropelada e que estava deitada na rampa do quintal!! Minutos depois estávamos no veterinário com ela…,
    Espinha dorsal fraturada, membros traseiros sem resposta (como ela chegou até a rampa?Não teria sido possìvel, segundo o veterinário ), respiração ofegante(quase certa a ruptura do diafragma), foi medicada e ficou por quatro horas no oxigênio. A respiração melhorou, mas duas horas depois ela começou a miar e estava muito inquieta até que parou de respirar! Acho que miou para se despedir! Será?
    Choro muito todos os dias, gostaria de ter cuidado dela melhor!
    Apesar do pouco tempo aqui, meu apego foi muuuuito grande! Tem explicação esse sentimento de perda tão grande? Me pergunto por que ela veio parar aqui ? E por tão pouco tempo?
    Caro Dirceu, muito Obrigada por “ouvir” meu desabafo.
    Abraço

    • Querida Chris,
      Eles aparecem e ficam nos lares onde encontram amor e caridade. Ela estava por desencarnar e o Pai e Criador queria que seus últimos dias fossem de ensinamentos com quem tivesse muito amor para dar a ela e isso foi feito.
      Fique tranquila e em paz que ela estará retornando em breve e da maneira mais impressionante que você poderia imaginar. Eu mesmo recebi um gatinho preto aqui em casa agora de uma ninhada de uma das minhas três gatas. Meu pretinho reencarnou aqui depois de quase oito meses depois de sua partida deixando-me e a meus netos uma saudade doída demais. E ele voltou pretinho, safado, com os mesmos gostos e as mesmas sapequices de sempre. É ELE MESMO!
      Aguarde que ela vai voltar para você. Confie em Deus!
      Um beijo no seu bom espírito!

      • Muito obrigada Dirceu pelas palavras carinhosas e reconfortantes !
        Beijo no coração

  170. Conte conosco sempre querida Chris. Deus nos deu o dom de querer ajudar as pessoas e tanto eu quanto você, nós podemos ajudar o próximo, sem desembolsar fortunas, só com palavras amigas e que consolam.
    Que o Mestre Jesus a abençoe!

  171. Concordo com VC . Tenho 1 gata e 7 cachorros. São muito queridos e fiáveis. Amam o seu dono, pricipalmente os cachorros. O homem deveria aprender com os animais. Já vi pássaros tentando salvar sua parceira. A tristeza de vários bichinhos ao ver um outro animal doente ou ferido. Frente morte sofrem ou ficam preocupados… Preservam a natureza, são lindos , inteligentes e sensíveis. O ser humano deveria ter mais respeito e amor pelos animais. Quem sabe assim o seu espírito seria mais evoluído.
    Adote dois cachorros de rua, ou mais. Adote um gato ou mais. E plante árvores frutíferas para ter pássaros ao seu redor…E tenha certeza de q eles serão seus amigos e farão de VC um ser humano melhor… As almas dos animais sao maravilhosas. Adote, evolua e seja feliz! ABS, Fátima.

  172. Olá queridos amigos.
    Encontrei esse blog pois estava a procura de algo que aliviasse a minha dor e entendesse o meu sofrimento,e aqui obtive muitas respostas.Eu perdi a minha querida gatinha Nininha no dia 07/10/15 e de uma maneira muito trágica. Ela,não sei como ainda, conseguiu pular o muro da casa do meu tio, e foi atacada por duas cachorras enormes.Todos de casa fomos acordados com os latidos e miados misturados.Meu tio ainda a resgatou com vida,e me deu em meus braços. Eu ainda limpei suas feridas na barriga que aparentemente eram poucas e imediatamente após, eu a levei ao veterinário onde teve que ficar internada.Iriam fazer RX e provavelmente uma cirurgia pois ela estava com suspeita de uma hérnia abdominal traumática. Vim embora temerosa,mas estava confiante na sua recuperação, e também disposta a pagar o que fosse preciso para salvá-la.Mas a minha esperança se desfez no mesmo dia as 15:00 da tarde.Recebi a ligação de que a minha Nininha não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Meu coração chorou de tristeza,angústia,culpa,impotência por não ter protegido melhor a minha gatinha.Eu me perguntava:Porque meu Deus,porquê??? Ela se foi… Me despedi dela com muita tristeza.Tão linda a minha Nininha mas a sua barriguinha tão frágil, estava marcada pelos dentes sanguinários da morte.Eu não culpo ninguém por isso que aconteceu.Eu culpo somente a mim mesma.Tirei ela das ruas,há pouco mais de seis meses,e ela vir a morrer assim,de uma maneira tão cruel?Então fico me perguntando se ela no dia 14/10/15 vai reencarnar e onde? Quando vamos nos encontrar novamente?E nesses pensamentos todos,eu estava analisando a minha Nininha com uma outra gatinha que tive e se chamava Tuty.A Tuty veio a falecer por causa de uma má formação Renal sem cura e também durou pouco conosco.Na época ela também foi encontrada aqui na rua.Logo,passado alguns meses de sua morte encontrei a Nininha,na mesma rua,só que local diferente.As duas em questão de comportamento eram muito idênticas. Muito assustadas,desconfiadas mas amorosas.Sempre astutas e viviam se escondendo.Daí a pergunta que só agora me dei conta:Será que a Nininha era a reencarnação da Tuty?E se for,tem a possibilidade dela voltar novamente pra mim,numa terceira vez?Por favor,procuro por respostas que confortem o meu coração nesse momento tão difícil.Obrigada!

    • Grazi querida irmã em Cristo,
      Acalme seu coração, pois o final de sua carta é verídico. Eu estou vivendo neste momento a felicidade de receber o meu Pretinho pela terceira vez. Da primeira vez, ele me chegou com um olho vazado por mordida de cachorro e só com três meses de vida e embora tenha ficado adulto em minha companhia, partiu cedo, por envenenamento. Ele retornou, mas partiu cedo de novo por causa de uma complicação gástrica e nas duas vezes ele teve funeral de respeito e foi enterrado no meu quintal com oração e tudo o mais. Agora ele veio numa ninhada com mais cinco irmãos e dentre eles, mais dois irmãozinhos da cor preta, mas ele se destacou com afabilidade e o olhinho de “amor” de suas reencarnações passadas. Doei seus irmãos para um fazendeiro e ele ficou e é a alegria de minha casa e de meus netos.
      No seu caso, fique sabendo, querida Grazi que a Tuty e a Nininha são o mesmo e querido peludinho que vai retornar, mas não tão rápido assim. No geral os gatos demoram até um ano para retornar, mas podem chegar em seis meses de um presente ou de um gatinho encontrado abandonado na rua.
      Confie em Deus, pois nós somos os cuidadores desses pequenos irmãos que precisam evoluir e eles retornam para continuar a aprender conosco.
      Enxugue suas lágrimas e aguarde o retorno da Nininha/Tuty que poderá ser agora a Tutynha, mas dê mais segurança a ela pois os gatos são muito livres e os meus vivem aqui no interior livres e entram e saem da minha casa a hora que bem querem.
      Que Jesus a abençoe agora e sempre! Um beijo no seu bom espírito!

      • Obrigada amado irmão Dirceu pelas palavras de conforto e esperança.Estou em meio das minhas orações pedindo forças ao meu bom Jesus para que eu fique em paz e aguarde o retorno da minha linda gatinha.Sei que não é fácil superar essa dor,as cenas do ocorrido não me saem da cabeça, mas sei que vou superar.Tenho certeza que a minha Nininha aonde quer que esteja,não iria gostar de me ver triste e sofrendo por isso.Vou aguardar o seu retorno e sinto que será em breve e aqui na porta de minha casa como foi das últimas duas vezes.Vou resgatá-la mais uma vez e lhe darei muito mais em amor e cuidados e seremos muito felizes por anos e anos.Beijos no seu coração. Fica com Deus e obrigada!

      • Isso mesmo, querida Grazi! Fé é muito importante, pois nossos filhinhos não chegam a nós em vão. Eles retornam para o necessário aprendizado e estas despedidas que acontecem são para que nosso AMOR se faça maior e possamos ensiná-los a ser bons, obedientes, amorosos e assim eles também crescerão na escalada evolutiva juntos conosco.
        Aguarde só mais um pouco que sua Nininha vai voltar para o seu convívio e vai te fazer muito feliz e o final será muito mais feliz do que você pensa.
        Que o Mestre Jesus a abençoe!

  173. Olá Grazi, se voce procurar meus comentários, verá que passei pelo mesmo que voce. Adotei uma gatinha siamesa que morreu com um ano de idade, devido a complicações advindas de um tiro de espingarda de pressão (chumbinho) em sua coluna, 6 meses depois encontrei na rua próximo de onde morava um gatinho siames da mesma cor que a falecida, que veio correndo como se me conhecesse há anos! Não tive duvidas que era minha querida que estava voltando. E agora em abril ele pulou o muro do vizinho e foi atacado por um pitbull. Mas talvez tenha sido esta a forma que seu amoroso espírito tenha achado de voltar ao meu convivio, já que eu tinha me mudado daquela casa e ele continuou morando com meu ex-companheiro. Só que ele sempre foi mais apegado a mim. Neste momento, por força das circunstancias, não posso adotar mais um gatinho (estou com duas sapequinhas em meu Ap), pois também estou cuidando temporariamente da cadela de um parente que está doente. Mas sei que na hora certa que o nosso Poder Superior o permitir nós nos reencontraremos. Sinto muita saudade do meu gatinho. Por enquanto só oro a meus amigos espirituais que lhe deem boas condições de vida, para que não sofra maus tratos nem passe fome. Fica em paz querida irmã, a vida é cheia de milagres.

    • É iiso, querida Grazi. Depoimentos como este da nossa irmã Bia são de extrema importância para aqueles que perdem seus peludinhos, ainda mais os gatinhos que são bastante sapecas e livres.
      Tenhamos fé em Deus que não nos desempara nunca, nem aos menores dos seres da Sua criação.
      Abração fraterno para as duas queridas irmãs em Cristo!.

      • Obrigada meus amigos e irmãos,Dirceu e Bia,pelas palavras confortantes.Saibam que apesar da imensa saudade de minha gatinha Nininha, meu coração agora,está mais tranquilo e em paz.Pedi muito a Deus forças e sinto ELE me amparando.Agora mais do que nunca sei que minha gatinha vai voltar em breve do mesmo jeitinho, me trazendo muitas alegrias.Agora vejam só, ontem aconteceu algo inusitado.Eu estava conversando com meu tio,no portão da casa dele, e de repente apareceu uma gata igual a Nininha e Miou perto de mim.Essa gata pertence ao vizinho que tem um comércio no local e ela vive andando pelos arredores e na rua também.Eu até acho que ela é a mãe da minha Nininha pois ela já teve muitas ninhadas e onde eu encontrei a minha gatinha,na época na rua, foi bem próximo de onde ela mora e fica andando.Mas o que eu achei engraçado foi ela vir até a mim,sem mais nem menos, parecendo querer me falar algo.E olha que a rua estava movimentada e ela nunca fez isso,sendo que já a vi algumas vezes.Talvez,isso nada significa,mas que foi diferente,isso foi.Abraços a todos!Que Deus os abençoem sempre.

      • Grazi, querida,
        No capítulo XI do “O Livro dos Espíritos” de Allan Kardec, principalmente das questões 594 em diante, quando o codificador da Doutrina Espírita pergunta ao Espírito de Verdade se os animais tinham uma linguagem, este responde que tinham sim e que eles se comunicavam entre si muito mais do que nós pudéssemos imaginar. E logo adiante esses “diálogos” vão nos mostrando que eles têm uma inteligência acima do normal para aquilo que nós imaginamos deles.
        Eu disse isso tudo, para responder ao seu questionamento sobre a aproximação da gatinha do vizinho que parecia querer falar algo com você. Ela bem que pode ter dito “para que você se acalmasse, pois sua Nininha está bem e não demora e estará de volta”.
        Deus é Infinitamente Maravilhoso! Confie N’Ele!
        Um abraço fraterno!

  174. Muito bom esse texto

    • Grato querida amiga/irmã Fátima! Que o Mestre Jesus a abençoe!

  175. Fiquei emocionada ao ler histórias dessas pessoas que amam animais…venho aqui contar a minha…hoje faz 16 dias que perdia a minha cachorra Safira…era uma cachorra esperta, e ativa, sapeca demais…ela estava doente e infelizmente ela veio a morrer…achei que não era grave e quando me dei conta já era tarde demais…hoje além da dor da perda, sinto uma dor imensa de culpa por não ter levado ela logo para um veterinário…peço a Deus que me conforte e me tire essa dor insuportável…queria ter a certeza que um dia ela venha voltar pra mim…ouvindo tanto relatos assim, me deixa um pouco confortável…sei que ela está bem e junto da cachorrinha Leci que também se foi…quem dera meu Deus que elas voltassem para minha família de novo…a saudade é imensa e ficou um vazio enorme…mas esses animais que fizeram parte da minha vida estará pra sempre no coração da minha família…um amor incondicional…

    • É isso mesmo querida irmã Mallu! Eles retornam aos lares que lhes deram guarida e onde eles tiveram grande aprendizado e receberam amor. Aguarde e confie!
      Que o Mestre Jesus a abençoe!

      • Querido irmão e amigo Dirceu. Volto novamente a esse blog pois aqui,lendo suas postagens encontro paz e conforto em relação à perda dos nossos queridos animaizinhos. Todos nós sofremos em conjunto por uma mesma mesma causa,porém em casas diferentes,lugares diferentes,e relatar aqui esse sofrimento é um desabafo preciso.E você meu querido,sempre com palavras doces e animadoras,o que nos dá força para acreditar mais e mais e seguir em frente.Vai fazer um mês dia 07/11 que perdi a minha Nininha,mas cada dia agora pra mim, é mais precioso e aguardado pois,tenho certeza da sua volta em breve aqui conosco.Abraços, fique na Luz do Senhor Jesus!

      • Muito bom! O caminho é esse mesmo! Tenha fé no Senhor do Universo que só quer o nosso bem e não nos abandona jamais. Seu anjinho retornará na hora certa, assim como milhares, milhões já retornaram e até o meu Pretinho “sem-vergonha” que está aqui perto do computador atazanando o meu pé voltou, depois de duas vindas com problemas; uma de cegueira ainda muito novo e depois ele morreu envenenado; voltou depois e morreu novo por comer muita ração de cachorro e começou a passar mal e como aqui não tem veterinário, ele foi definhando até morrer nos meus braços e quase morri de dor. Agora ele retornou e eu o reconheci e ele me reconheceu na ninhada, no meio de seus irmãos e está comigo, só ele e a mãe dele e uma irmã mais velha. E ele é sapeca de um jeito que ele consegue irritar mãe e irmã ao mesmo tempo… kkkkkk Eu morro de rir com ele, pois é o mesmo Pretinho de outras encarnações, mas dócil e adora meus netos, com os quais brinca durante horas.
        Fique tranquila, porque sua Nininha está passando por um preparo necessário para regressar. Agora, como, eu não posso dizer, pois não sei,. Só Deus sabe!
        Abraço e que Jesus a abençoe!

  176. Olá minha filha Dalila com 15 anos morreu em 18.11 após uma cirurgia de mamas, deu complicação, tinha muitas dores, não comia, teve inflamação generalizada e morreu depois de sofrer muito durante a noite, faleceu em meus braços….estou enlouquecida…minha filha…preciso de um sinal saber se esta bem…se me perdoou…se esta triste comigo, estou louca, preciso de um sinal dela….. nunca ficou longe de mim!… ela é tudo…. preciso de um consolo, uma resposta…por favor….. será que ele volta? quando volta???

    • Olá Cecilia, acompanho o Blog de nosso querido Dirceu, mesmo se não dou minha opinião sempre é uma prazer ver e sentir o quanto muitos seres humanos amam seus peludinhos, nossos anjinhos de quatro patas. Bom, quando vc diz “minha filha” Dalila parece-me tratar-se de uma filha peludinha, certo? Se este é o caso em primeiro lugar sossega seu coração, ela vive e apenas deixou para trás um corpinho doente para poder retornar em outro saudável que permita a ela continuar sua evolução ok. Cecilia passei por muitas “perdas” de todas as maneiras, tenho muitos peludinhos e isso significa que terei muitas despedidas sempre dolorosas, no entanto, isso é necessário tanto pra eles quanto pra nós, afinal, não podemos ficar estagnados. Em 2013, ano que conheci esse Blog havia “perdido” meu tesouro, minha criança peludinha amada, minha Bebezinha como eu a chamava, creia Cecilia, se vc procurar por minhas mensagens após setembro de 2013 verá que enlouqueci, perdi o rumo de minha vida, fiquei sem chão. Busquei através dos estudos tudo o que podia pra saber como ela estava e quando voltaria pra mim, não entrarei nesse mérito uma vez que o Blog é do Dirceu e não meu, embora tenha dado meu testemunho de que ELES VOLTAM SIM! Cecilia minha menina retornou pra mim seis meses após sua partida,eu pedia todas as noites pra espiritualidade levar-me para visita-la onde quer que estivesse, tive muitos contatos com ela e pedia pra que voltasse pra casa e ela voltou. Os detalhes estão acima escritos no ano 2013 coo lhe disse e ela retornou pra casa quando tinha três meses em março de 2014. Tive todas as provas possíveis de que era ela e ainda hoje me surpreendo com novas e novas confirmações de que minha Bebezinha voltou pra casa. Ela é a mesma, até sua paixão por bebes gatinhos( minha menina é uma cadelinha), ela mesmo antes de desencarnar e me deixar era louca por bebes gatinhos ao ponto de amamenta-los criando leite por sua reação maternal. Desta vez a poucos dias fez a mesma coisa! Apaixonou-se pela cria de minha gatinha e esta a disputar os bebes, sendo que ela teve os dela( justamente por ser muito maternal permiti que os tivesse, por amor a ela, que é uma excelente mamãe), pensei que com isso não se importaria mais com bebes felinos, mas não, ela os quer mais do que os dela própria, minha garotinha é a mesma em todos os sentidos e nossa cumplicidade só aumentou, ela sabe que retornou( não sei explicar como vejo isso nela), ela sabe que pedi e ela sabe o quanto a amo, ela sabe que atendeu um apelo meu e sempre de um modo ou de outro me “conta” isso. Cecilia apenas peça e confie. Ela retornará e os meios de isso acontecer não será uma decisão sua ok, a espiritualidade é que tomará conta de tudo, apenas confie e peça a eles. Conto como foi o retorno da minha amada assim que ela retornou, bem como informações que me ajudaram muito como as experiências do Marcel Benedetti e Wagner Borges( este tem muitos contatos com a espiritualidade que cuida dos animais desencarnados), uma maneira de eu sentir-me melhor era escrever pra minha menina, tenho muitas cartas que escrevi a ela, porque assim como vc senti muita culpa porque ela me deixou, sei o que esta sentindo e garanto que não ficará sem resposta,

      Abraços a vc e ao meu amigo Dirceu que consolou-me sem descanso!

      Célia Virgínia

      • Isso mesmo, Célia Virgínia! ajude-me a consolar nossas amigas e nossos amigos que perdem seus filhinhos e ficam inconsoláveis. Nós já temos a certeza do retorno deles e eu mesmo estou vivendo no momento a volta do meu Pretinho, um gatinho que eu peguei no fundo do meu quintal já com um olhinho vazado e cuidei dele até que morreu envenenado. Depois ele retornou, mas desencarnou cedo por comer muita ração canina. Agora ele voltou lindo, preto feito carvão e não quer me largar nem aos meus netos, embora já seja um “rapazinho”. E o interessante é que ele já um gato de mais de seis meses e mama na irmã mais velha como ele era na vida passada e me olha com um olhar de amor que só eu compreendo e ama os meus netos e tem predileção pelo Luiz que é o que gostava mais dos outros. Ele voltou!
        Peço que a Cecília fique tranquila pois sua filhinha voltará e para que ela fique mais calma aconselho a ela que leia os depoimentos acima.
        Um grande abraço!

  177. Fiquei confuso com seu “pedido de socorro”, querida Cecilia Bueno, pois todos e todas que postam seus comentários dizem de que animal se trata: Se é uma gatinha, uma cadelinha… Mas, você falou em “filha” durante todo o tempo e mesmo sabendo do quanto nossos filhinhos são queridos, gostaria de saber do que se trata. Se for um animal, eles depois que desencarnam não têm noção de nada até voltar a reencarnar e são “guardados”, por assim dizer, por espíritos que cuidam deles até que retornem. Eles não ficam tristes nem guardam rancor!
    Tenha fé de que ela voltará, mas existe um tempo para isso e de nada adiantará o seu desespero e sim a confiança em Deus.
    Ore por ela e faça caridade nessa espera que, com certeza ela há de retornar para você e quando, está nas Mãos do Pai. Aguarde e confie!
    Que o Mestre Jesus a abençoe agora e sempre!

  178. Boa tarde. Sim minha filha Dalila é minha cachorrinha que morreu em meus braços em 18 de novembro ás 5.50 da manhã, depois de horas sofrendo de dor..tenho muita culpa, pois tinha tanto medo de opera-la …ela tinha tumor em todas as mamas…tinha medo dela morreu. Com 15 anos de idade estava esperta…brincava, comia bem, mas o câncer abrir… tudo começou…teve que operar, logo problemas cardíacos e tudo agravou…morreu minha filha…estou tentando não enlouquecer. Mas depois que uma amiga pediu que procurasse na internet sobre reencarnação, nasceu em mim uma esperança de tê-la novamente…estou lutando muito…mas tenho chorado todos os dias, orado, peço a Deus á todo instante que permita que ela volte pra mim…hoje 25 de novembro fazem 7 dias..pelo que li esta reencarnando!!! É verdade?
    Estou orando por ela, acendi até uma velinha com copo de água…Meu Deus será que ela reencarnará daqui uns 60 70 80 dias….será que volta pra mim?…estou fazendo planos pra recebê-la…às vezes penso que estou ficando louca…..Tenho uma tristeza no coração… ela era tudo pra mim!! Acredito que seja o único ser vivo de Deus que me amou de verdade!!!….

    • Acalme seu coração e seu espírito, minha querida Cecília. Sua filhinha vai retornar sim, pois ela tem que continuar seu aprendizado e você deve continuar a ensiná-la para que ela progrida. Eles também têm um espírito em formação que deve evoluir e, portanto aprendem muito conosco e vai retornar e este retorno pode demorar até seis meses que é um tempo necessário para esses animais.
      Eu também perdi uma cadelinha (Maga) há 25 anos, nesta mesma situação e quase morri de chorar. Ela foi operada de câncer na mama e depois de um ano ela veio a falecer pelas complicações pós operatórias e ela já tinha 16 anos de idade. Depois ela retornou e viveu comigo e minha ex-mulher e na separação ela acompanhou minha mulher e foi feliz com ela e receber muito amor.
      Fique calma e faça suas orações e caridade. Não deixe de fazer caridade que a sua filhinha voltará da maneira mais incrível que você nem pode imaginar.
      Que o Mestre Jesus a abençoe!

  179. Celia Virgínia, agradeço, agradeço de coração suas palavras. Nossa só em saber que sua filhinha voltou, minhas esperanças aumentam. estou copiando sua mgs.para ler sempre que meu coração chora.r. agradeço do fundo do meu coração

    • Oi Cecilia,
      Espero que vc esteja pelo menos um pouco melhor. Sei como se sente, sei como é o vazio em casa e o buraco no coração, sei da dor que queima e do desespero que toma conta de cada fibra de nosso ser e é por isso que desejo reforçar a vc que sua pequena Dalila volta sim. Ela deve vir de qualquer modo, então peça aos amparadores dela que lhe de a alegria de tê-la novamente junto a vc e aguarde, os caminhos desse retorno não depende de vc ok. Ela tanto pode já ter reencarnado como não, depende um pouco de algumas coisas, no geral como ela desencarnou por doença e não de forma violenta( então demanda alguns cuidados a mais, como conosco), deve estar voltando mesmo. Apenas saiba que pode aparecer “do nada” uma oferta de um peludinho ou peludinha pra vc e que ela poderá não ser idêntica fisicamente, afinal, nova vida, novo corpo, a alma é a mesma, o espírito o mesmo, mas o corpo não, ok. Mas vc sentirá porque nosso “coração canta” quando eles retornam, veja como o coração do nosso amigo Dirceu reconheceu o gatinho dele e sente no mais profundo do seu coração que é seu menino além dos detalhes que só nós podemos reconhecer. Peça para “sonhar” com ela, para minimizar a saudades de ambas, saiba que ela também sente sua falta e seu sofrimento pode retardar o retorno dela que vai tentar de todas as maneiras ficar com vc, mesmo desencarnada. Entenda que somos energia e funcionamos como “energia viva”, atraímos pessoas pra perto de nós e também atraímos os peludinhos de igual maneira, a vida não para nunca, sua Dalila apenas mudou de “dimensão” se assim posso me expressar com vc, mas ela está muito viva, creia nisso ´porque é a mais pura verdade”. Procure ler Wagner Borges,ele tem muita coisa a contar e é um conhecedor sobre a espiritualidade dos animais como poucos, ele os vê, bem como aos amparadores que cuidam deles,dada a mediunidade muito aflorada desde pequeno. Enfim, estamos todos vivos, aqui ou lá, vivos! Abraços a vc e ao Dirceu que incansavelmente teve muita paciência comigo e com minha irmã que passou por mesma situação. Fique bem e confie!

  180. Oi sou eu novamente, quero acrescentar que minha Bebezinha retornou pra mim das “ruas”, ela foi abandonada aos três meses de vida, então se alguém te oferecer uma peluda de rua pode ser sua Dalila, não ignore os anjos peludos que perambulam pelas ruas sedentos de amor, comida e água, deixe um espaço em seu coração pra eles, não sabemos quais caminhos Deus escolhe pra nos encaminhar nossos amores de volta ok!
    Abraços!!!

    • Que o Mestre Jesus abençoe a você, querida irmã Célia Virgínia e às suas palavras que consolam. Tenho andado atarefado com meus netos dos quais ando cuidando no lugar de um pai irresponsável e dos livros que insisto em publicar de meus poemas e crônicas, mas mesmo assim não me esqueço daqueles que sofrem pela dor da perda dos peludinhos. A sua ajuda é de grande importância para todos nós e para este blog.
      Um beijo no seu bondoso coração. (Por falar nisso, minha gatinha velha deu à luz, na noite de ontem, dois gatinhos. Sei que é uma ninhada pequena, mas ela é bem velhinha, mas sapeca… rsrsrsr)

  181. Boa noite. faz 5 dias que perdi minha Megan, estava com cinomose, sofrendo muito com dores e bem debilitada. Estou desesperada não paro de chorar, todos os dias não te-la em meus braços doí tanto, a casa esta vazia sem ela, peço a Deus a todo momento que traga ela de volta pra mim.
    Eu a amo tanto e todos os dias repetia isso a ela…. quero ela de volta, foi embora de uma maneira tão triste, é um amor tão imenso tão forte.
    Minha pequena sonho com o dia que voltara pra mim.

  182. Boa tarde.
    Hoje faz 6 dias que perdi minha cachorrinha Megan, estava com cinomose, estava fazendo tratamento,a doença deixou ela muito debilitada, sofria de dores e isso me deixava arrasada, fiz de tudo para salva-la pedia a Deus pela cura e por sua saúde,mais infelizmente ela não aguentou e me deixou no domingo dia 29/11/2015. Estou sem chão não paro de chorar tudo me lembra ela, a casa esta vazia, olho para os lugares onde ela gostava de ficar na esperança de vê-la novamente.Eu a amo tanto… minha vida meu tudo. Gostaria de saber quanto tempo leva para reencarnar novamente, quero ela de volta em meus braços…. Deus permita que ela volte para casa volte pra mamãe. Obrigada

    • Karla, querida irmã, perdoe-me, mas estava viajando. Estive em Belo Horizonte onde minha Mãezinha completou seus 96 anos de idade. Fizemos uma festinha para ela e ela adorou ver os filhos juntos.
      Quanto à sua Megan, o que posso lhe dizer é que ela retornará e isso depende de alguns fatores que só a espiritualidade pode definir, mas que normalmente acontece depois de seis meses a um ano de sua partida. Esses animais têm necessidade de voltar a reencarnar no mesmo lar onde estavam, para continuar seu aprendizado. Mas, não a espere igualzinha ela era, da mesma cor e da mesma raça. Ela voltará e vai te reconhecer e você vai reconhecê-la. Confie em Deus que tudo dará certo. Grande abraço fraterno!

  183. SR Dirceu, na semana passada minha gata passou muito mal, vomitando de gemendo muito, Ficou quase uma semana sem comer, pensei que ia morrer, nada que eu fizesse adiantava ou aliviava a dor dela, Minha mãe desconfiou que poderia ser algum quebrante, fez uma simpatia, no outro dia ela havia melhorado, voltou a comer e sua fisionomia mudou, dois dias após o filhotinho dela de apenas 2 meses morreu, o que você acha que pode ser?? O que devo fazer pra evitar novas mortes, pois ainda tem 3 filhotes vivos.

    • PASSE! O mesmo passe que é dado nas pessoas pode também ser dado nos animais e até nas plantas, querida Layane. Aqui em minha casa tenho no momento, gatos e aplico-lhe passes constantemente e também em minhas galinhas e plantas, como nos vasos de flores também. Se você não for passista peça a alguém que aplique passes para fazer isso para você. Um fraterno abraço em seu bom espírito e que Jesus a abençoe!

  184. BOA NOITE! VENHO ATRAVÉS DESTE, BUSCAR UM CONSOLO PARA MINHA DOR. MEU CACHORRO TEM 11 MESES, JÁ TEVE ANEMIA EM DETRIMENTO DA DOENÇA DO CARRAPATO, DESDE PEQUENO SOFREMOS COM ELE, SEMPRE SE ALIMENTOU MUITO BEM,MAS NOS ÚLTIMOS MESES TEM PERDIDO MUITO O APETITE. MAS, NÃO DEIXAMOS DE CUIDAR DELE DE TODAS AS FORMAS QUE PODEMOS. QUANDO NÃO COME RAÇÃO FAÇO UMA CANJA E DOU. SOMOS LIGADOS POR MUITO AMOR. O ENTENDO E ELE ME ENTENDE. HÁ POUCOS DIAS RECEBI A NOTÍCIA ESPIRITUAL QUE ELE JÁ ESTARIA NA MORATÓRIA. ENTÃO SE INICIOU UM PROCESSO DOLOROSO PARA TODOS EM CASA, ACHÁVAMOS QUE IA FICAR TUDO BEM COM ELE. GOSTEI MUITO DO BLOG E A ESPERANÇA DE REENCONTRA-LO NUM NOVO CORPO, É O QUE NÓS SUSTENTA. ME INFORMARAM QUE SERIA A ÚLTIMA REENCARNAÇÃO COMO CACHORRO, GOSTARIA DE ALGUNS ESCLARECIMENTOS… ACHO QUE A RAÇA MAIS EVOLUÍDA QUE O CACHORRO É O GATO. ENTÃO DENTRO DO CONHECIMENTO DO SENHOR, GOSTARIA QUE ME ESCLARECESSE OS FATOS. ELE REALMENTE PODE VOLTAR PARA NOSSO CONVÍVIO?, EM QUANTO TEMPO? O AMOR QUE NOS UNE, PODE NOS AJUDAR NO REENCONTRO?A MORATÓRIA VARIA DE QUANTO EM QUANTO TEMPO? DESDE JÁ AGRADEÇO À ATENÇÃO!!!!!!!

    • Olhe querida Paula; pelos meus conhecimentos reencarnatórios, seu cachorrinho voltará ainda muitas vezes como cachorro e pode aguardá-lo para que ele retorne para você então como um belo cãozinho a fim de continuar a troca de amor e de ensinamentos. Afinal, eles nos ensinam muito e aprendem muito conosco também.
      Ele partirá e num prazo de seis meses a um ano ele retorna e de uma maneira que você talvez nem espera. Talvez o encontre abandonado na rua. Assim aconteceu com nosso Chico Xavier que perdeu sua cadelinha e ficou muito triste. Passados alguns meses, andando pelas ruas de Pedro Leopoldo uma filhotinha vira-latas pulguenta começou a segui-lo pelas ruas e ele a enxotou várias vezes até que seu mentor espiritual Emmanuel o mandou para com aquilo, pois aquela vira-latas era sua cadelinha que havia voltado. E aí Chico a pegou no colo e foi aquela choradeira e a cadelinha o lambendo todo. Eles se reencontraram! Assim pode ser com você, querida irmã Paula! Que o Mestre Jesus a abençoe!

  185. Olá Sr. Dirceu, sempre que posso volto aqui para ler os comentários e ver se posso ajudar alguém com meu depoimento ou consolar um coração aflito… Mas hoje eu gostaria de partilhar uma coisa que me deixou curiosa. Como lhe contei meu gatinho faleceu em abril e eu não podia adotar outro gato, já que já estou com duas peraltas. Comecei a me relacionar com outro rapaz que dizia não gostar de gatos, mas ao conhecer minhas gatinhas começou a se apaixonar por esses bichinhos encantadores. Então um parente seu encontrou um gatinho no seu local de trabalho e resolveu lhe dar o gato, achei muita coinsidência, ainda não fui ver o bichinho, mas podia ser a espiritualidade, de alguma forma, trazendo meu gatinho pra mais próximo de mim, mesmo eu não podendo ficar com ele agora, eu sei que está sendo amado e bem cuidado… E, mesmo que não seja ele, fico contente por ter ensinado alguém a abrrir o coração para o carinho de um gatinho de rua…

  186. Veja Bia, que nós somos uma “Grande Corrente do Bem e do Amor aos Animais” que vai se formando e é exatamente isto que Deus quer e que a Espiritualidade Maior está formando aqui em nosso Orbe para o nosso bem e para o bem de todos os animais que estão em franca evolução. Tudo o que você disse é fato concreto de que nós somos os Anjos do Bem que Deus quer aqui na terra para cuidar de “seus filhos” que ainda estão trilhando os caminhos da evolução, mas que estão meio atrasados.
    Vamos em frente, porque temos muito ainda o que fazer para nossos peludinhos! Um beijo no seu bom espírito e que o Mestre Jesus a abençoe!

  187. Olá Dirceu Rabelo, li e reli todos os comentários. Eh com mta tristeza que escrevo isso, eu tinha uma filhote de Stizu que se chamava Luna, ela era minha filinha princesa, ganhe de presente do meu marido, ela chegou bebê com 50 dias! Foi a alegria da minha vida durante 3 meses e meio. Ela era mto feliz, me amava mto, tinha paixão por mim é pelo meu marido, esperava eu chegar do trabalho todos os dias anciosa era uma festa todas as tarde! ♡ Mas infelizmente tudo começou no dia 30/11/2015, segunda feira, anoite minha bebê vomitou Mato, pensei q não fosse nada grave, terça-feira ela continuava a vomitar e parou de comer ficou triste e deitada. Logo me preocupei e levei ao veterinário como era mais de 18:00 não tinha mais veterinário na clínica. Estava eu com ela novamente quarta-feira cedo no veterinário. Então ele disse q era somente um mal estar q ela estava bem! Dei soros e remédios recomendados pelo veterinário. Mas ela continuou vomitando e deu diarreias com muito sangue, retornei com ela por veterinário ele disse que ela estava com uma doença chamada Parvovirose, fiquei em choque já que dei todas as vacinas necessárias e não saía com ela de casa pra nada exatamente pra não pegar doença nenhuma. Ela internou na Quinta feira pra tomar soro. Sexta fui visitar ela, mas não obtive nenhuma melhora, sábado também não. E ela seguiu internada, no domingo ela não resistiu e morreu. Estou sem chão, sem vontade de comer, sem vontade de trabalhar pois ela era minha filinha. Porque ela partiu tão novinha assim 5 meses? Não me conformo, deveria ter feito mais por ela, minha Luluzinha saudades eternas de você filhaaaaa…. As vezes eu grito pra ver se ela volta… Minha ficha ainda não caiu, foi tudo mto rápido. Ela morreu sem se despedir. Quanta tristeza dói tanto, parece que ela levou um pedaço de mim.

  188. Olá pra todos que estão com o coração partido ao meio, por ter perdido seu filhinho de quatro patas. Infelizmente perdi minha filinha linda, ela morreu dia 06/12/2015 desde então tudo perdeu a graça. Estou sem chão sem ânimo a saudade só aumenta a cada dia que passa. Não intendo porque ela morreu tão cedo?? Ela tinha apenas 5 meses. Segundo o veterinário ela estava com Parvovirose esse maldito vírus levou meu amor, minha princesa me deixou sem se despedir, ela estava internada numa clínica. Dói mto essa perda não consigo me conformar, ainda chamo por ela na minha casa, minha ficha não caiu. Não aceitarei nunca o fato de ela ter partido tão depressa, ela tinha tanto pra viver pra brincar, tenho mto amor pra dar a ela. Saudades eternas filhaaaaa ♡♡♡♡
    Um abraço

  189. Todas as manhãs acordo pensando que minha filha está viva! Choro muito pois sonho com ela quase todos os dias tem 10,dias que ela morreu de parvovirose com apenas 5 meses de amor e felicidade. Acho que ela deveria ter vivido mais. Pois era mto amada por mim é pelo meu marido, que chorou feito uma criança com a partida dela. Amo muito ela. Será capaz dela voltar logo ? Sendo que ela morreu 30/11/2015 . E a mamãe dela já estava grávida, tem como ela voltar em algum filhote da mamãe dela em tão pouco tempo assim ?? Desde já agradeço a atenção. Grande abraço!!

    • Ana Paula, querida irmã em Jesus!
      Estes dias passados foram bastante atribulados para mim e pessoas de minha família. Daí não ter respondido seus comentários em forma de lamentos que eu entendo perfeitamente. Já perdi vários filhinhos de quatro patas e o desespero é muito grande, mas o melhor mesmo é se conformar porque eles voltam sim, e a partida deles independem de nossa vontade, a não ser que para que eles partam, tenhamos contribuído para isso.
      Peço-lhe e dou-lhe o conselho de confiar em Deus de que tudo se encaminhará, porque onde sua filhinha está, ela não te ouve e não sente dor e só aguarda o momento de voltar a reencarnar e certamente o fará em seu doce lar, onde ela aprendeu a ser amada e respeitada. Ela voltará para uma vida longa com você para continuar seus “estudos” e assim poderá evoluir sempre.
      Um abraço e que O Mestre Jesus a abençoe!

    • Bom dia a todos, bom dia querido Dirceu, que nos conecta através deste Blog maravilhoso. Nem sempre tenho podido estar aqui ultimamente, obrigada Dirceu por suas palavras e amizade. Amigos, irmãos ,irmãs, falo com todos os corações que “perderam” seus anjos peludos e que choram por essa aparente perda extremamente dolorosa, que conheço muito bem e passei por ela e meu coração conheceu o calvário da dor, sendo pouco ou nada compreendida pela grande maioria da humanidade, pois, não reconhecem nossos peludos como nossos filhos, não importa se são “humanos” ou se são considerados “animais”, então são “animais humanos” e os amamos tanto quanto amamos nossos filhos nascidos de nós. Minha história é longa e encontra-se aqui no Blog no ano de 2013, quem desejar conhecer leia, tudo aconteceu depois de 20 de setembro desse ano de 2013. o que desejo agora lhes dizer é que SIM, ELES VOLTAM, para nossos lares e que apenas precisamos pedir a espiritualidade responsável por eles( não pensem que nossos anjos peludos não tem quem cuide deles amorosamente depois que desencarnam), eles também tem seus protetores,cuidadores e etc tal e qual cada ser humano. Eles precisam de várias experiências aqui na terra e mais do que supomos o maior papel dos nossos peludos é ensinar sobre o “amor incondicional” ao ser humano. Afinal quem aprende a amar um peludinho que apenas nos pode dar como recompensa por cuidarmos deles muitas lambidas e muita alegria, sem nada que nos abone o bolso ou nada que nos destaque neste planeta, ja aprendeu sobre o que significa “amor incondicional”, aquele amor sem cobranças, aquele amor que ama porque ama simplesmente.
      hj estou novamente com minha querida nos braços e na vida e embora e lide com cerca de trinta cães e mais de trinta gatos em minha casa, sei quem é ela e ela sabe muito bem que voltou pra mim, eu pedi e ela veio, por amor a mim, nada mais. Amos todos os meus peludos, lido com situações difíceis por eles, são anjos que estão sob minha guarda, minha tutela e grande é a responsabilidade bem como o trabalho. Meus amores vem das ruas, vem de toda parte e também das barriguinhas que ainda não foram castradas. Agora já consegui colocar tudo sob controle, desejo lhes dizer o quanto é fundamental as vacinas para aqueles de vcs que perderam seus peludos para a cinomose ou a parvovirose,ambas são evitadas com as vacinas que não são caras , principalmente mediante a dor da perda por algo que ja deveria estar erradicado aqui no Brasil.
      Nossas responsabilidades para com os animais vão além de nossa compreensão ainda, mas aqueles que amam tanto seus peludinhos e que perdem o sono, a fome e até a vontade de viver por eles, entendam que existem muitos outros peludinhos jogados nas ruas, sofrendo fome e frio, desalento e completo abandono e são como os nossos que amamos tanto. Mesmo enquanto esperam pelo retorno de sues amores, não ignorem estes outros, principalmente porque muitas vezes os nossos retornam das ruas pra nós. Desejamos que eles retornem e eles também desejam retornar pra nós, o trabalho da espiritualidade é imenso, mas ainda precisamos aprender a amar aqueles outros que não estão ainda morando em nossos corações.
      De qualquer forma, acalmem seus espíritos, suas almas e saibam que ELES VIVEM, que não viraram pó e que nada os poderá destruir NUNCA! Façam suas orações pelos seus amados , eles as sentem sim e lembrem-se de acrescentar em suas orações seu amor pelos abandonados que precisam ainda conhecer o amor de um ser humano “encarnado”, por eles!
      Fiquem bem, a vida não para nunca, nem para eles e nem para nós. Jamais os perdemos, o amor que nos une a eles é eterno, assim como tudo o que venha do amor. Agora respondendo a duvida de alguns, nenhum peludinho retorna na barriga de alguma outra peludinha que JA ESTEJA GRAVIDA quando ele desencarna, ok. Eles precisam passar pelo processo da reencarnação dentro dos dois meses necessários e desde o INICIO, eles NÃO vão ENTRAR NUMA barriguinha gravida,as barriguinhas gravidas ´ja estão com outros espíritos morando naqueles novos corpinhos ok.
      Deus abençoe a todos e a vc querido Dirceu meu forte abraço, força nessa jornada e bençãos em sua vida!

      Célia Virgínia

  190. Minha Tita,desencarnou a uma semana,enterrei perto de casa,todos dia levo flores e converso com ela.choro muito,cheiro as coisas dela e clamo pra ve-la novamente.Sera q ela tbem ta sentindo saudades?sera q ela volta?Obrigada e xero grande!

    • Carlinha, irmã querida! As respostas sempre são as mesmas, porque as partidas se dão, mas eles voltarão para os nossos lares onde aprenderam para continuarem seu aprendizado. Para que você entenda bem como tudo acontece, aconselho que leia bastante dos comentários anteriores.
      Grande abraço e que o Mestre Jesus nos abençoe!

  191. Olá, em primeiro lugar, gostaria de desejar a todos um Natal cheio de luz, paz e harmonia, onde haja amor não só para os humanos mas também para os animais da casa de todos vocês e os que estão nas ruas. Sempre que puderem evitar soltar fogos, evitarão possíveis tragédias com cães e gatos que assustados fogem de seus lares e se perdem, muitas vezes se machucam ou sofrem acidentes graves, longe do amparo de sua família humana. E sobre o comentário da Célia Virgínia, já li um artigo de uma outra autora espírita que diz que o princípio inteligente dos animais não precisa se ligar à matéria desde o início da gestação, e que bem podem voltar a este plano em somente sete dias após seu desencarne, se esta for a vontade da espiritualidade. Eu desconheço as leis do lado de lá, mas do lado de cá oro pra que seja sempre feito o melhor para a evolução de todos os envolvidos, aceito e reconheço quando um animalzinho que já esteve comigo, volta ao meu convívio. O tempo do lado de lá é muito relativo, mas não sei se essa teoria é verdadeira ou não, ok!? Abraços fraternos e um abençoado ano novo ao Sr. Dirceu e a todos que chegam aqui nesse recanto de paz e conforto espiritual. Paz e bem.

    • Bia, querida irmã,
      Sempre que posso dou um toque nas pessoas sobre o uso indiscriminado de fogos de artifício, principalmente esses com bombas de alto poder explosivo que nos assustam muito e que deixam os pobres animais loucos, ainda mais por sua audição muito sensível. Quando eu tinha cadelas, eu dava um calmante leve para elas nas passagens de ano, no dia de Nossa Senhora Aparecida e em datas que nossa comunidade tem o horroroso costume de soltar os tais fogos. Meus gatos não ligam muito para isso, mas todos correm para minha cozinha, onde se sentem mais seguros.
      Quanto à reencarnação de animais já mais evoluídos o que me consta é que ela ocorre só depois de seis meses e nunca em uma semana, principalmente se houve uma morte acidental com o animal. Afinal, ele já tem um perispírito em formação que também precisa ser “consertado” depois do acidente para voltar sem defeitos. Só os insetos e pequenos animais é que reencarnam imediatamente após o seu desencarne. Feliz Natal e que 2016 venha trazendo para todos nós e nossos filhinhos muita paz, saúde e felicidades. Abraço e que Jesus a abençoe!

  192. Ola eu perde meu cachorrinho dia 30/12/15 e queria muito ppoder reencontra lo como posso fazer isso como vou sentir q e ele em outros blog dizem q a volta dele e em 8 dias o Sr diz 2 meses s eu pega um filhotinho antes dos 60 dias e perigoso que nao consiga mas o encontra lo me chamo Giovani sou de Campo Grande, MS

    • Caro amigo e irmão Giovani,
      Primeiramente, FELIZ ANO NOVO!
      Não existe a previsão de que um animal como um cão possa voltar em 8 dias, a não ser que seja uma vontade especial de Deus para um caso dito especial. E eu também sempre afirmei que eles voltam depois de alguns meses, que podem ser de seis a mais.
      Não pense que as coisas acontecem como você pensa, pois os bons Espíritos em nome de Deus agem de maneira que o seu cãozinho volte para você, sem que você faça força. Pode ser que você o encontre na rua, ou mesmo quase morrendo afogado. É assim que eles nos chegam. Ele vai voltar e isso só depende de sua fé e paciência.
      Que o Mestre Amado o abençoe no transcorrer de 2016 e que o seu filhinho volte o mais depressa possível para continuar com seu aprendizado. Um abraço fraterno!

  193. Depois de oito dias procurando a minha gata um vento soprou e me mostrou a onde eu e encontraria mais sem vida.Estava presa no porão da vizinha que tem um portão para a rua.chorei e achei tudo muito estranho e ainda estou tentando entender .alguém trancou ela la e ela morreu de fome e sede.porque não achei antes?

    • Pode ter sido um acidente querida Luciana,. Tenho gatas e um gato macho também e eles são muito serelepes e entram em qualquer greta e depois não sabem como sair. Se foi por maldade, faça uma oração para a pessoa que você imagina que tenha feito isso, pois sua gatinha vai voltar e não demora muito. E mais ou menos seis meses ela retorna para você como animalzinho que você encontra na rua, ou ganha de presente, mas ela retorna para continuar o aprendizado que ela recebe de você.
      Que o Mestre Jesus a abençoe!

  194. Olá tudo bem meu querido!
    Perdi minha Luna a quatro meses atras mas quando ela morreu a mãe dela já estava prenha e eu ganhei uma irmã dela tem três meses,será que pode ser a Luna…. 🙂 Saudade dela demais meu querido, doí muito e choro quase sempre pra aliviar esse aperto no peito. ela era minha filinha querida infelizmente viveu só 5 meses comigo 😦
    Amarei eternamente Luninha linda da mamãe….
    Abraços fraternos e aguardo uma resposta!

    • Não! Não pode ser a sua Luna, pois há um tempo depois de sua desencarnação, para que ela reencarne de novo e a mãe dela já estava com os filhotes na barriga e, portanto, com os “quase espíritos” já reencarnados ali.
      Cuide dessa irmãzinha dela que você ganhou com todo o carinho que ela retornará para você de qualquer maneira e antes mesmo de você pensar. Ela, a sua Luna precisa continuar a receber os seus ensinamentos de amor, caridade, paz, justiça e perdão e ela também irá lhe ensinar muito pela vida a fora.
      Grande abraço e que o Mestre Jesus a abençoe com muita LUZ!

  195. Olá meu querido.obrigada pela resposta, realmente pensei que essa irmã fosse a Luna pois seus atos são muitos parecidos, realmente é chocante tudo isso, mas queria lhe perguntar se ela não é a Luna que retornou para mim…como ela voltará, ela retornara para outra casa, outra família. Pois eu não pretendo adquirir mais cachorrinhos. Tenho a Nina e o Juquinha ambos são irmãos da Luna, que infelizmente partiu depois que a maldita parvovirose acometeu ela aiiiiiii como doí Deus!

    • Olhe Ana Paula; como já disse se a mãe dela estava prenha, não pode ser ela, a Luna reencarnada. Tenho aqui em minha casa um caso de um gato pretinho que está no seu terceiro retorno ao nosso lar e é o xodó da casa e meus netos o amam como a um irmãozinho e ele é realmente uma criança de tão inteligente e gentil com as pessoas. Chega a ser até meio humano.
      Você só não receberá na Luna em nova reencarnação se não quiser, pois ela precisa de novas reencarnações para progredir sempre como nós seres humanos e aprendendo sempre. Decida aí, pois ela retornará e como vai chegar a você, só Deus sabe…
      Um abraço fraterno!

  196. Oi boa noite … Estou muito triste pois perdi meu cãozinho a quatro dias … Eu acredito que foi envenenamento.. Muita ruidade que fizeram com meu bichinho .estou apavorada .eu o amava muito .e ele a mim .tenho certeza disso .. O olhar que ele tinha .não gosto nem de pensar …gostaria de saber .se demora muito para meu animalzinho voltar .sera que ele volta para mim ..me der resposta por favor … Eu amava meu boby ..

    • Silvana, querida irmã!
      Os animais estão conosco para que possam evoluir, aprendendo conosco, sofrendo também e assim vão também reencarnando como nós e voltando quase sempre ao mesmo lar que os acolheu se este foi bom para eles. Ele, seu Boby deve sim voltar para você para continuar a receber amor e carinho e passar amor e carinho para todos que o cercam também, mas pode vir de outra cor, outra raça, até mesmo fêmea. Eu gosto muito que as pessoas leiam os comentários acima ou parte deles, para que possam compreender melhor como tudo isso se processa.
      Que o Mestre Jesus a proteja e lhe abençoe!

  197. Amei o texto … ontem perdi minha segunda cachorra Vítima de uma doença de carrapato (mas ela nunca teve muitos ) e no dia 31 de julho de 2015 perdi minha primeira cachorra vítima de um atropelamento ..

    Morreram de uma hora pra outra … A segunda eu levei ao veterinário e ele ficou internada mas na manhã seguinte morreu , e a primeira eu sai na rua e veio um carro muito rápido e atingiu ela em cheio , não deu tempo de socorrer …

    O nome das duas foi Alanna .. Foram minhas companheiras pra tudo , estou muito triste pois amo muito os animais principalmente cachorros , e agora estou com muito medo de pegar outra e vir a falecer desse jeito tbm , Mas não vivo sem … Quero uma cachorra pra colocar o mesmo nome , mas não sei se devo 😥 😥

    • Pois eu lhe digo agora: DEVE SIM! Sabe por que? Porque a Alanna precisa evoluir e sempre ao seu lado. Basta você querer que ela volta para você de uma forma que você nem pode imaginar. Você é mestra e mãe para ela e seus ensinamentos a fazem mais evoluída e elam, a seu turno lhe ensina muitas coisas, como paciência, amor ao próximo, respeito aos inferiores e por aí vai…
      Não tenha medo pois Deus está no Comando da Nave e Ele, o Pai quer que amemos seus pequeninos como nosso semelhantes.
      Um abraço no seu bom espírito!

  198. Boa tarde querido Dirceu, ontem 03/04/2016 perdi minha princesa Lilica , tão linda, esperta, inteligente, brincalhona , amorosa, ela só faltava falar era tão apegada a mim e minha mãe e estamos sofrendo muito, ela era a vira lata mais linda que já vi causava alvoroço por onde passava mas viveu tão pouco apenas 1 ano e 9 meses eu ganhei ela do meu esposo vinda do tio de uma amiga dele na faculdade, ela chegou até mim, mais ou menos 5 meses de uma outra filha de patas minha ter falecido , a Susi que também era muito apegada a mim e eu a ela , só que esse apego e amor parece que se triplicou na Lílica. Será que minha Susi e Lilica são a mesma ? Será que a terei de volta pois vi que em mais ou menos 60 dias eles reencarnam, mas até então eu tinha decido, não ter mais cachorro pois minha Lilica se foi por eu no momento não ter podido dar atendimento veterinário mais a tempo e ela sofreu tanto em seus últimos dias que me dói lembrar e a Susi tive que fazer eutanásia devido uma doença que não tinha mais cura. Elas ou Ela se são a mesma estão bem ? Será que voltaram mesmo pra mim ou já evoluiram tanto que não retornaram mais da mesma forma ?

    Agradeço pela atenção
    Que Deus o abençoe

    • Denise, irmã em Jesus!
      Sei o quanto “dói a sua dor”, pois já perdi muitos de meus filhinhos e filhinhas, gatos, cães, pássaros, incluindo aí galinhas que eu amava como se fossem da família e isso desde quando eu era criança e ainda era católico. Mas, posso lhe dizer com toda a certeza do mundo que eles retornam SIM!!! E eu tenho aqui agora em minha casa um gato que nós, eu, minha filha de criação e meus netos chamamos de Preto, Pretinho ou simplesmente Neguinho. Ele veio da primeira vez com um olho furado e apareceu no meu quintal e viveu comigo algum tempo e depois morreu envenenado e voltou de novo e viveu menos tempo e morreu e me deixou grande dor, pois foi morrendo aos poucos e como minha cidade é pequena não teve assistência veterinária e agora, há quase um ano ele retornou pretinho, como das outras vezes, e se destacou da ninhada para ficar no meu pé o dia inteiro, ainda bem pequeno. Começou então a subir pelo meu pijama quando eu fazia o café para ganhar carinho e mimos e aí ficou em minha casa e hoje é o nosso xodó, pois é manso, caseiro, bom, brincalhão e carinhoso. ELES VOLTAM SIM!
      Sua Lilica ou Susi voltará sim e pode já ir preparando o lugarzinho dela, pois eles voltam para continuar o aprendizado que têm sempre conosco, pois precisam evoluir como nós e nós evoluímos quando damos amor e carinho a eles. Afinal, eles são criaturas de Deus e são portanto, embora muitos não queiram, nossos semelhantes, só que ainda não evoluídos. Lá onde a “almazinha” deles ficam têm espíritos especializados para tomarem conta delas e eles não têm consciência de nada. Não sofrem, não têm saudade…Nada. Mas, retornarão para os lares que lhes deram amor e carinho. Portanto, prepare o lugarzinho dela que ela pode voltar sim e às vezes até como macho e de outra cor… Não se espante, pois será ela mesma com todos os defeitos e virtudes já adquiridos.
      Um abraço e que o Mestre Jesus a abençoe sempre!

      • Muito obrigada sr Dirceu pelas palavras que me acalmaram um pouco o coração que está em pedaços pela falta da minha princesa, essa noite tivesse um sonho com ela , eu gritava pra ela o quanto a amo e ela uivava como se em resposta me dizia ” eu também amo você ” porém eu tentava alcança -lá, tocar nela mas não conseguia acabei do sonho aos prantos, será que ela me visitou no sonho ou foi só coisa da minha cabeça por eu estar sofrendo tanto e não parar de pensar nela um só minuto?
        Como o senhor também tenho uma forte ligação e paixão por animais desde criança.
        Grata mais uma vez por sua atenção !!

  199. Boa noite, ja tentei varias vezes e não consigo enviar mensagem…

    • Bom dia Lucy,
      Mensagem que você diz é comentários aqui neste local, como você fez agora? Se é isso, você conseguiu!
      Um abraço e fique com Deus!

      • Perdi minha Nina ontem, 24/12/16 , estou sofrendo muito, pode não acreditar mas escutei os passos dela com a unha fazendo barulho mas não a vi.Meu marido foi enterrar ela, mas diz que não aguentou fazer uma cova funda , ela era grande. Isso esta me martirizando sera que vai ajuntar bichos p come-la, sera que ela vai ficar triste . Eu briguei com ele dizendo que ela merecia uma cova descente. Eu não tiro ela da minha cabeça, foram muitos dias tratando da alimentação em seringa, o tumor tomou conta.A minha outra cachorra esta muito triste. Sera que a Nina sente tudo isso?

      • Acalme seu coração querida Celeste! Os animais, nossos filhinhos sabem que os amamos de verdade e retornam para nós e seus corpos físicos são carcaças que lhes foram emprestadas para sua encarnação e não lhes servem mais. Aguarde seu retorno para daqui a menos de um ano. Feliz ano Novo! E com Jesus sempre!

  200. Amo d+++++ cachorros não sei explicar .o tanto de amor que tenho por eles .mas sempre que tenho um cãozinho algo errado acontece e eu sofro muito .quando não da uma peste .alguem me rouba ou envenenam. Desta ultima vrz eu mesma não aguentei. Não aconteceu nem uma tragedia mas eu não tive condições psicológicas de ficar com ele ele mudou sua perssonalidafe quanto mais amor eu dava mais ele se tornava rebelde isso foi acabando comigo cheguei ao ponto de doar ele mas na mrsma noite q doe tive vontade de buscar ele só não fui porque nao tive condições e acho q preciso de tratamento pisicologico pois tenho sofrido muito não consigo apagar nossas fotos juntos e ao mesmo tempo sei que foi o melhor q fiz pra mim e pra ele. Me ajudem por favor !!!

    • Elisandra,
      Os animais entram em nossas vidas para que possamos ajudá-los a progredirem. Nem sempre ele chegam a nós lindos, bonzinhos e carinhosos. Temos que ser pacientes e caridosos com eles e se necessário, levá-los a adestradores para tirar deles defeitos próprios de felinos ou canídeos que querem marcar terreno quando ficam adultos. Eles tentam ser mais que seus donos e aí existem pessoas que batem neles e até os abandonam nas ruas e depois disso eles sentem muita falta dos donos. Se você puder e tiver condições de buscá-lo e dar a ele um tratamento com um adestrador, ele se tornará dócil e a amará muito e continuará com seu aprendizado para a sua necessária evolução . Ele tem um espírito em formação que precisa evoluir, assim como nós também.
      Um abraço e fique com Deus!

  201. Boa noite, Sr.Dirceu! Amo os animais sem distinção. Tenho muitas histórias acontecidas comigo com pássaros, cães e gatos. Sempre tive cachorros, a última uma poodle marrom que me fez companhia como minha filha por 14 anos. Após sua morte vários gatos me adotaram a penúltina uma Angora preta e branca que ficou comigo 1 ano e 2 meses. Morreu a semana passada porque meu vizinho colocou veneno sobre o telhado de um rancho que tenho no meu quintal. Ela era identica minha poodle, não gostava de ficar sozinha, estava o tempo todo comigo, no meu colo, dormia comigo, super carinhosa. O espírito de um cão pode vir num gato? Será que ela voltará um dia? Este é meu consolo, pois sinto uma falta enorme dela, minha grande “Pequena”.
    Um grande abraço. Fique com Deus!

    • É possível sim, querida Maria de Lourdes, até para sua evolução, o “espírito” de um cão vir reencarnado em um gato. É como se um espírito de uma pessoa que numa vida passada era muito rica e reencarna bem pobre com a finalidade de sentir na pele o que é ser pobre. Com a sua gatinha pode ter ocorrido isso: Veio como gata para deixar de perseguir esta raça. Mas, não se preocupe pois eles sempre retornam aos seus “donos” que os adoram, pois nós somos escolhidos por Deus para darmos amor e ensinamentos para este irmãozinhos que ainda estão numa fase de evolução bem anterior à nossa. Aliás, nós já passamos dessa fase há muito, mas muito tempo mesmo. Aguarde que ela (ou ele) voltará! E em breve…
      Que o Mestre Amado a abençoe, agora e sempre! Um beijo no seu espírito!

  202. Perdi Meu amigo,Filho q amo demais ele so tinha 1 ano e 6 meses,com ele tinha tb uma cachorrinha d 10 meses.E sabado por um inesperado momento ele foi atropelado e morto o q me doi demais e nao consigo aceitar.Ele antes d morrer me deu 6 filhotes sendo 1 q desde d q nasceu falei q era a sua copia,eles estao com apenas 6 semanas,e minha cachorrinha sumiu no dia do acidente pq os 2 estavam juntos Mais ela Se salvou e fugiu voltou so no outro dia,ela esta muito triste,e eu nao consigo aceitar de Tanta dor,sonho com ele toda hr q durmo.Ele vai voltar reencarnado pra mim?

    • Para que você tenha uma ideia mais detalhada de como tudo acontece, querida Ellie, leia pelo menos alguns comentários e respostas acima. Ele vai coltar sim, porque necessita de seus ensinamentos para crescer como futuro espírito já que ele tem um espírito em formação. E você é a mestra dele. Entendeu? Aguarde e confie em Deus!
      Um grande abraço e que Jesus a abençoe sempre!

      • Ellie Bom dia, Confie no mestre Jesus, tenha esperança é fé, eu a 3 anos atras tambem se foi temporariamente minha amiguinha que tenho tenho tanto amor, ela foi temporariamente para refazer-se, todos nós evoluímos, tenha certeza , o amor incondicional que temos, a dor da separação temporária nos da força pra acreditar que esse amor maior não termina. Querida, confie e acredite, seu amiguinho volta, ore e vigie sempre!! A minha amiguinha voltou a 2 anos, foi emocionante o retorno e sabemos de fato , o amor nos mostra. ela voltou em outro corpinho, mas mesmos olhos(alma) e o jeitos confirma… ela voltou no estagio que se foi, não precisei ensinar nada, ja sabia onde fazer xixi e coco, continua um grude comigo e mais ainda amorosa.
        deixo meu email: julmelo@hotmail.com, se quiser conversar e desabafar. Fica com Deus querida e confie no pai!! Ele nos tira e devolver, faz parte do nosso aprendizado espiritual em que possamos refletir e com a dor amadurecer sem martírio. confie e de tempo do pai, jaja seu amiguinho esta ai!!
        Beijos no seu coração. Se morar em sao paulo, podemos tomar um cafe. Beijos

  203. Errata, quis dizer, agora em 23 de maio fez um ano… obrigada por me lerem/ouvirem…

  204. Caro Dirceu Boa noite, perdi minha poodle no dia 16-06-16 ela teve uma intoxicação fiz de tudo para salva-la, mais melzinha não resistiu e foi à óbito, eu e minha esposa ficamos sem chão desde então estamos sofrendo muito de tanta saudade a falta dela em nossa residência deixou um buraco enorme em nossos corações, Mel foi doada por uma mulher ela vivia em um apartamento trancada quase que o dia inteiro, quando fui busca-la percebi o medo em seu olhar, estava maltratada magrinha fedorentinha a xixi dela mesma, mais mesmo assim quando chegamos em casa ela ficou com muito medo a minha outra cachorrinha começou a latir e cheirar ela que ficou escondida pelos cantos da casa, quando eu peguei ela em meus braços sentir uma anergia muito forte e não tive dúvidas era amor e a recíproca era verdadeira em poucos minutos eu sentei no sofá minha outra filha de quatro patas se aproximou de mim quando melzinha subiu no meu colo e ficou rosnando para Malu e não deixou ela se aproximar, daquele dia nascia um amor incondicional, ela ficava esperando a minha chegada do trabalho e quando avistava o carro começava a latir e fazer um gemidinho lindo, daí passava na frente de Malu e me dava as patinhas para que eu a pegasse nos braços só sossegava quando eu dava um beijinho na barriguinha e passeava pela casa com ela, quanta saudades melzinha cada canto dessa casa lembra você. Dirceu, Malu minha outra cadelinha vai cruzar semana que vem, será que Mel pode reencarnar nos filhotes dela? Muito obrigado pela atenção Dirceu.

    • Caro Marcos,
      Tudo é possível se estiver nos planos de Deus, mas depois do desencarne de cães de gatos leva um tempo aproximado de 6 meses ou mais para que eles reencarnem. Mas, sua Melzinha pode vir de outra ninhada totalmente diferente desta que está em sua casa também. Aguarde com fé que Deus faz tudo na hora certa e da maneira mais correta, pois o animal precisa de nossos ensinamentos para evoluir e retornarão aos lares em que foram bem recebidos.
      Um grande abraço e que o Mestre Jesus o abençoe!

  205. Bom Dia Sr. Dirceu

    Estive lendo sua Crônica “Os animais e a espiritualidade`. E tenho Algumas perguntas para lê fazer.

    Meu cachorro Bobi morreu com 15 anos e 7 meses ele morreu dentro do carro dormindo quando estávamos indo para a praia, assim tivemos que enterrar ele nas dunas na beira da praia tem algum problema para o espírito dele de ficar num local tão distante de onde residimos?

    Tinha vezes que eu saia para viajar e não podia levar ele junto então deixava ele aos cuidados da minha vizinha só que ele chorava muito pela minha falta será que ele sofre muito por isso agora?

    Hoje vejo que as pessoas criam seus cachorros dentro de casa, o meu cachorro Bobi era criado solto no pátio de casa e tinha sua própria casinha será que ele sentia muito por não poder estar dentro de casa?

    Lê que o Sr. disse que o cachorro sempre retorna a mesma família e se eu não tiver mais cachorro agora como ficaria o espírito do Bobi?

    Sempre que eu passo na rua eu faço um carrinho nos cachorro de rua será que o Bobi senti muito por isso?

    Qual é o próximo passo de evolução de um cachorro ele já poderia voltar agora como ser humano?

    Abraços .

    Att. Evandro

    • Caro Evandro,
      Normalmente eu não respondo a tantas perguntas e principalmente aqui pelo meu email, mas vou fazer-lhe esta deferência:
      Vamos lá:
      1) Não houve problema algum ter dado uma cova digna ao seu cãozinho numa duna de areia. Naquele momento seu princípio vital que é uma espécie de “espírito” que está se formando já estava no Plano Espiritual sob a guarda de bons espíritos e ele, seu cãozinho descansava em paz;
      2) As saudades dele foram normais e mostraram seu amor por você e isso fez com ele evoluísse mais e mais para seu próprio bem;
      3) Solto no quintal ou preso dentro de casa… Acho que ele solto no quintal tinha mais liberdade do que os que ficam presos nos apartamentos e se tornam neuróticos. Fique em paz quanto a isso. Ele viveu bem com você e só aprendeu a te amar e você também aprendeu a amá-lo;
      4) Se você não quiser mais cachorro agora, o “espírito” de Bob vai reencarnar em outro cãozinho que irá para outra família que vai adotá-lo para que ele continue seu aprendizado e evolua sempre;
      5) Não! Seu Bob estando no Plano Espiritual não tem ideia de nada do que se passa aqui na terra e nem com você. É como se ele dormisse em paz;
      6) Não, ainda não! O cão ainda vai demorar a ser um ser humano um dia. Mas, chegará a hora que ele vai evoluir tanto, mas tanto que vai para mundos superiores e poderá ser um ser humano sim. mas aí já é outra história.
      Grande abraço e que Jesus o abençoe!
      Dirceu T rabelo

  206. Sou apaixonado por gatos , amo os felinos não sei o que seria de mim sem o amor deles…
    Mas de um tempo pra cá , os cães andam me rodeando , e muito carinho e mto amor não sei o Pq dessa perseguição … Sou de Porto alegre mas estou vivendo em Sc e tens uma cadelinha linda fofa ela não sai da minha volta . pede carinho , me lambe e um amor . Só não entendo Pq de uns tempos pra cá essa a proximidade.
    Me ajudem kkkkkkk

    • Comigo aconteceu o contrário Paulo Ricardo: Primeiro amei de paixão os cães e hoje os gatos vivem à minha volta, mas não deixei de amar os cães e os outros animais. O que acontece é que vamos amando mais e mais os filhinhos de Deus e quando nos assustamos, estamos envolvidos com eles e pronto! kkkkkkk
      Nós somos escolhidos por Deus para cuidar de suas criaturas com menos evolução para ajudá-las a evoluir. Façamos isso em nome do Senhor Deus!
      Grande e fraterno abraço!

  207. Ola Dirceu eu criei como filha uma podlle Lucy viveu por 20 anos como parte da família foi o elo de união entre a família a partida foi em 20/5/16 a dor foi imensa mais sonhei que Deus me pedia para não sofrer pois o amor da minha vida iria voltar e logo depois de uma semana descobri que eu estava grávida sendo que esta a tentar ser mãe a 6 anos e no momento da partida da lucy tive que sacrificala devido um câncer que lutei com todas as forças para salva la mais depois de tres cirurgia nao tinha mais jeito a pedi perdão e implorei para voltar como um filho pois meu coração de mãe a estaria esperando , será que Deus ouviu minha prece e é a alma lucy voltando para nossa família por favor me responda preciso saber se a minha filha esta bem e esta no meu ventre ?

    • Não, Caroline! De maneira alguma isso pode acontecer, pois nossos animais, por muito grande seja o amor que temos por eles, não podem ainda reencarnar como nossos filhos consanguíneos, pois eles ainda não possuem um espírito e sim um “fluido vital” que está progredindo, mas longe de serem espíritos. Que venha uma criança, menino ou menina saudável e no futuro você receberá de volta a sua Lucy reencarnada até mesmo em outra raça, mas sempre animal.
      Grande abraço e que Jesus a proteja!

  208. GOSTARIA DE PEDIR POR FAVOR QUE TODOS OREM PELA CURA DO MEU tutu QUE ESTÁ CORRENDO RISCO DE MORTE ,QUE AS BÊNÇÃOS DO SENHOR JESUS CHEGUE ATÉ ELE,QUE SÃO FRANCISCO DE ASSIS JUNTO COM A CORRENTE MÉDICA ESPIRITUAL,SALVE MEU FILHINHO DE QUATRO PATAS ,EM NOME DE JESUS.QUE ASSIM SEJA,AMEM

    • Vamos todos atender ao pedido da querida Andrea e orar para que tudo corra bem com seu Tutu. Que Jesus o abençoe!

  209. OLÁ, CARO DIRCEU, RECENTEMENTE PERDI MINHA GATINHA, PRECISAMENTE NO DIA 05/08/2016, EM DECORRÊNCIA DE UM POSSÍVEL ENVENENAMENTO, SEGUNDO OS VETERINÁRIOS. ÉRAMOS MUITO APEGADOS UM AO OUTRO; QUANDO EU NÃO IA PARA O ESCRITÓRIO E FICAVA TRABALHANDO EM CASA, ELA NÃO LARGAVA DO MEU PÉ, SEMPRE ESTAVA DORMINDO NA MINHA CAMA ENQUANTO EU ESTAVA AO COMPUTADOR. EU A AMAVA COMO A UMA FILHINHA, MESMO ELA ESTANDO AQUI HÁ APENAS SEIS MESES; ATÉ MINHA NAMORADA ME DISSE QUE EU GOSTAVA MAIS DA NEGUINHA DO QUE DELA.

    EU NUNCA CRIEI ANIMAL, A NÃO SER ALGUMAS GALINHAS QUE TIVEMOS NO PASSADO AQUI EM CASA; MAS ELA CHEGOU DA RUA, NOVINHA, FAMINTA E A ACOLHI, DAÍ ENTÃO O MEU AMOR POR ELA FOI INCONDICIONAL, TANTO QUE DESDE O ÚLTIMO DIA 05 ESTOU SOFRENDO MUITO. SOFRENDO IGUALMENTE COMO SOFRI HÁ QUATORZE ANOS, QUANDO PERDI MINHA MÃE! DESDE ENTÃO AINDA NÃO TINHA EXPERIMENTADO DOR IGUAL.

    POIS BEM, NO AFÃ DE TENTAR ME CONSOLAR E ENCONTRAR RESPOSTAS PARA A REPENTINA PARTIDA DELA, PASSEI A FAZER ALGUMAS INDAGAÇÕES, QUE ACREDITO QUE O SENHOR POSSA ME ORIENTAR: 1) SERÁ QUE ELA SURGIU DO NADA NA MINHA VIDA APENAS COM UMA CURTA MISSÃO DE ME MOSTRAR ALGO, COMO POR EXEMPLO, COMO É BOM TER UM FILHINHO PARA CUIDAR, VOLTAR PARA CASA SABENDO QUE TEM ALGUÉM QUE ESPERA POR VOCÊ, COMO OCORRIA ENTRE NÓS? 2) SERÁ QUE SUA MORTE, TRÁGICA E DOLOROSA (POIS A VETERINÁRIA ME DISSE QUE ELA SOFREU MUITO COM O EFEITO DO VENENO EM SEU CORPINHO), FOI UMA FORMA DE ELA ABSORVER UM MAL QUE PODERIA SOBREVIR PARA MIM? 3) NA MADRUGADA EM QUE ELA MORREU EU ESTAVA DORMINDO NO SOFÁ EM FRENTE À TV, DAÍ SONHEI QUE ELA VINHA DO CORREDOR DA SALA E SENTAVA PERTO DOS MEUS CHINELOS, FICANDO DEITADINHA, EU A VIA E DIZIA: “NEGUINHA VOCÊ RECEBEU ALTA DA CLÍNICA!”, DE MODO QUE ACORDEI LOGO EM SEGUIDA E TIVE A CERTEZA DA SUA MORTE COM AQUELE SONHO; SENDO ASSIM PENSEI QUE O ESPÍRITO DELA VEIO SE DESPEDIR DE MIM, SERÁ QUE FOI ISSO?

    SE PUDER ME DAR UMAS PALAVRAS DE CONFORTO, AGRADEÇO.

    UM ABRAÇO!

  210. OLÁ, CARO DIRCEU, PERDI MINHA GATINHA, A NEGUINHA, DE FORMA TRÁGICA, A ENCONTREI CAÍDA E PRATICAMENTE SEM VIDA, NO BECO DA MINHA CASA, E SEGUNDO OS VETERINÁRIOS MORREU EM DECORRÊNCIA DE ENVENENAMENTO. ISSO FOI NA ÚLTIMA QUINTA, DIA 04/08/2016, E O FALECIMENTO DELA SE DEU NO DIA SEGUINTE.

    DESDE ENTÃO ESTOU SOFRENDO MUITO, ÉRAMOS MUITO APEGADOS UM AO OUTRO. PARECÍAMOS PAI E FILHA. ELA ESTAVA SEMPRE À MINHA ESPERA, E QUANDO EU PARAVA O CARRO EM FRENTE AO PORTÃO ELA VINHA DA GARAGEM OU DO BECO CORRENDO EM MINHA DIREÇÃO, ISSO SÓ ALIMENTAVA MEU AMOR POR ELA, QUE FOI INCONDICIONAL. ATÉ MINHA NAMORADA DISSE QUE EU ESTAVA GOSTANDO MAIS DA NEGUINHA DO QUE DELA.

    ELA SURGIU AQUI DO NADA, EM UM DIA DE FEVEREIRO, NO HORÁRIO DO ALMOÇO, DE MODO QUE LHE DEI UM PEDACINHO DE CARNE, E TUDO COMEÇOU. FOI SE CHEGANDO AOS POUCOS ATÉ FICAR EM DEFINITIVO AQUI. ENTÃO COMPREI AS BACIAS PARA RAÇÃO E ÁGUA, BEM COMO SÓ LHE DAVA RAÇÃO, ENFIM PASSOU A SER MINHA MELHOR AMIGUINHA. INSEPARÁVEL.

    ELA INFELIZMENTE VIVEU TÃO POUCO, POIS CHEGOU AQUI NO INÍCIO DE FEVEREIRO DESTE ANO, CREIO QUE COM NO MÁXIMO DOIS MESES DE VIDA, BEM MIUDINHA. ERA PRETINHA COM OS LINDOS OLHOS AMARELINHOS. UMA GRAÇA, BRINCALHONA, MUITO APEGADA A MIM. NOS DIAS EM QUE EU NÃO IA PARA O ESCRITÓRIO, ELA NÃO DESGRUDAVA DE MIM; SE EU FOSSE CONVERSAR COM ALGUÉM NO PORTÃO, LÁ ESTAVA ELA AOS MEUS PÉS.

    POIS BEM, NO DIA DO SEU ACIDENTE, CHEGUEI EM CASA POR VOLTA DAS 12H30, E A ENCONTREI CAÍDA, DESESPERADO A LEVEI A UMA CLÍNICA VETERINÁRIA, RECEBENDO A NOTÍCIA DE SUA MORTE PELA MANHÃ SEGUINTE; APENAS SENTIRA DOR TAMANHA COM O FALECIMENTO DE MINHA MÃE, HÁ QUATORZE ANOS, DESDE ENTÃO, NENHUM SOFRIMENTO DE TAMANHA INTENSIDADE, COMO AGORA.

    MAS ACHO QUE ESSA VINDA DELA AQUI PARA MINHA CASA, PARA MINHA VIDA, FOI PROVIDENCIAL, POIS NUNCA CRIEI ANIMAL, APESAR DE SER MUITO CARINHOSO COM ELES. MAS ELA CHEGOU E ME CATIVOU.

    POIS BEM, QUERO QUESTIONAR AO SENHOR SE ELA PORVENTURA NÃO NASCEU APENAS COM A CURTA MISSÃO DE ME MOSTRAR O QUANTO É BOM TER ALGUÉM PARA CUIDAR, TER ALGUÉM NOS ESPERANDO QUANDO VOLTAMOS PARA CASA, JÁ QUE NOSSA RELAÇÃO ERA PRATICAMENTE COMO SE FOSSE DE PAI PARA FILHA?

    SERÁ QUE A MORTE TRÁGICA E DOLOROSA DELA (POIS A VETERINÁRIA DISSE QUE ELA SOFREU MUITO COM O ENVENENAMENTO) NÃO FOI UMA FORMA DE ELA ABSORVER UM MAL QUE SOBREVIRIA PARA MIM?

    MAIS, EU SONHEI COM ELA, NA MADRUGADA DO DIA DE SUA MORTE, CHEGANDO E SE DEITANDO PERTO DOS MEUS CHINELOS, POIS NO SONHO EU ESTAVA NO QUARTO DA TV, DEITADO NO SOFÁ, E AO VÊ-LA FICAVA ALEGRE POR ELA TER “RECEBIDO ALTA DA CLÍNICA”; DAÍ QUE ACORDEI LOGO EM SEGUIDA E TIVE A CERTEZA DE SUA MORTE, POIS PRESUMI QUE FOI SEU ESPÍRITO QUE VEIO SE DESPEDIR DE MIM, ACERTEI?

    OLHA, SUA PASSAGEM AQUI FOI TÃO MARCANTE QUE NÃO ME VEJO COLOCANDO OUTRO ANIMALZINHO NO SEU LUGAR, PARA MIM ELA FOI E SERÁ INSUBSTITUÍVEL. NÃO SEI POR QUE, MAS SINTO ISSO AGORA.

    SE POSSÍVEL ME DAR UMAS PALAVRAS DE CONFORTO E ESCLARECIMENTOS, AGRADEÇO.

    UM ABRAÇO!

  211. Guilherme, caro novo amigo e irmão em Jesus,
    Acabo de perder também três gatos envenenados por uma vizinha que resolveu “pegar” um animal que comeu uma de suas galinhas. Com isso, ela matou 7 gatos; três meus e mais quatro da vizinhança. Fiquei muito triste, mas sobrou-me uma de minhas gatas que acaba de parir quatro gatinhos lindos e acho que os três que se foram já retornaram em reencarnação, pois eles reencarnam como nós seres humanos para irem evoluindo cada vez mais.
    Mas vamos ao seu “problema”:
    1) Nada na vida ocorre por acaso; e pode ser que ela tenha vindo para que você veja a necessidade de constituir família, mas agora, eu juro que você não mais ficará sem seus animais filhinhos em casa, pois eles são nossa alegria.
    2) Não! O sofrimento dela foi necessário para ela, e para sua evolução e para que você fosse tocado em seu coração. Veja que você a trata como filha e aí fala mais alto o seu amor paterno. Isso é coisa maravilhosa de Deus.
    3) Logo que o animal de estimação desencarna, existem espíritos que são responsáveis para levar seus “espíritos” em formação para um certo local no Plano Espiritual e o animal não sente mais nada até voltar a reencarnar e quase sempre volta ao seu ex-dono para continuar esta vida de amor e carinho onde continua seu aprendizado de amor e evolução. Aguarde que ela irá retornar para você. Quanto ao seu sentimento de que ela havia morrido, isso é um dom que você tem, uma certa mediunidade já em evolução.
    Grande abraço e que o Mestre Jesus o abençoe!

    • Grande abraço, adorei suas palavras!

  212. Boa noite Dirceu. Ontem perdi minha gata que viveu por mto tempo comigo. Quando tinha 4 anos peguei ela filhotinha na calçada de uma casa. Hoje tenho 26 anos, ela viveu 22 anos ao meu lado. É como uma filha pra mim… faz apenas um dia q ela se foi e esta doendo demais a saudade. Ela ficou doente em março com pancreatite. Ficou internada 3 dias e voltou para casa. Cuidei dela como um bebe. Ela dormia comigo todos os dias deitada sobre meu braço. A pouco mais de um mes ela voltou a adoecer. Há uma semana parou de se alimentar. Td oq comia fazia mal. Sofri tanto por nao poder pagar o tratamento que meu namorado resolveu ajudar e se dispoz a pagar. Internei ela novamente no domingo, foi necessario deixa la no soro e com sonda para se alimentar. Apesar de todo o tratamento ela nao respondeu bem. A veterinaria disse q nao resolveria. Trouxe ela ontem embora com intuito de deixa la morrer em casa, comigo. Passei a tarde todinha com ela deitada como dormiamos de costume. Faltei no estagio de auxiliar de enfermagem q comeceei a pouco tempo pra poder ficar com ela, mas nao aguentei ver o tamanho sofrimento q ela enfrentava pq nao conseguia comer a dias. Ela estava definhando na minha frente e eu nao sabia qto tempo levaria pra morte natural dela. Decidi entao levar para eutanasia. Permaneci o tempo inteiro ao lado dela. Ate ela partir. Nao houve sofrimento. Sinto que fiz o certo. Ela me trouxe tanta alegria nao era justo deixar sofrer tanto apenas para mante la por perto mais tempo. Morro de saudade ja. Me sinto mal qdo estou em casa principalmente no meu quarto. Sinto medo de nao aguentar a saudade mas por incrivel q pareca eu me sinto em paz. Como se tivesse certeza q ela vai voltar pra mim. So consigo sentir medo agora do que vira… se irei aguentar nunca mais ver ela. Oq me acalma é saber q ela partiu em paz e q aliviei o sofrimento dela. Ela viveu tanto tempo comigo sera q essa paz q eu sinto é pq ela vai voltar pra mim? Eu falei com ela ontem anntes de partir q ela receberia um novo corpo e voltaria pra ficar com a mamae… é oq me alivia nesse momento :,(

  213. Boa noite Dirceu. Ontem perdi minha gata que viveu por mto tempo comigo. Quando tinha 4 anos peguei ela filhotinha na calçada de uma casa. Hoje tenho 26 anos, ela viveu 22 anos ao meu lado. É como uma filha pra mim… faz apenas um dia q ela se foi e esta doendo demais a saudade. Ela ficou doente em março com pancreatite. Ficou internada 3 dias e voltou para casa. Cuidei dela como um bebe. Ela dormia comigo todos os dias deitada sobre meu braço. A pouco mais de um mes ela voltou a adoecer. Há uma semana parou de se alimentar. Td oq comia fazia mal. Sofri tanto por nao poder pagar o tratamento que meu namorado resolveu ajudar e se dispoz a pagar. Internei ela novamente no domingo, foi necessario deixa la no soro e com sonda para se alimentar. Apesar de todo o tratamento ela nao respondeu bem. A veterinaria disse q nao resolveria. Trouxe ela ontem embora com intuito de deixa la morrer em casa, comigo. Passei a tarde todinha com ela deitada como dormiamos de costume. Faltei no estagio de auxiliar de enfermagem q comeceei a pouco tempo pra poder ficar com ela, mas nao aguentei ver o tamanho sofrimento q ela enfrentava pq nao conseguia comer a dias. Ela estava definhando na minha frente e eu nao sabia qto tempo levaria pra morte natural dela. Decidi entao levar para eutanasia. Permaneci o tempo inteiro ao lado dela. Ate ela partir. Nao houve sofrimento. Sinto que fiz o certo. Ela me trouxe tanta alegria nao era justo deixar sofrer tanto apenas para mante la por perto mais tempo. Morro de saudade ja. Me sinto mal qdo estou em casa principalmente no meu quarto. Sinto medo de nao aguentar a saudade mas por incrivel q pareca eu me sinto em paz. Como se tivesse certeza q ela vai voltar pra mim. So consigo sentir medo agora do que vira… se irei aguentar nunca mais ver ela. Oq me acalma é saber q ela partiu em paz e q aliviei o sofrimento dela. Ela viveu tanto tempo comigo sera q essa paz q eu sinto é pq ela vai voltar pra mim? Eu falei com ela ontem anntes de partir q ela receberia um novo corpo e voltaria pra ficar com a mamae… é oq me alivia nesse momento. Com a experiencia que vc tem… vc acha que a voltara mesmo? :,(

    • Sim, querida Driellen, nossos peludinhos voltam sim, pois eles reencarnam nos lares que lhes deram amor e carinho para que continuem seu aprendizado e evoluirem sempre. Se você tiver uma gata, ela vira daqui a um tempo como filhote e se não tiver você pode ganhar um filhotinho ou mesmo achar um na rua. O certo é que eles retornam aos lares que os receberam e necessitam continuar sua evolução, pois ainda não têm um espírito formado e a evolução é necessária.
      Grande abraço e que o Mestre Jesus a abençoe!

      • Muito obrigada sr. Dirceu! Vc sabe dizer se gato pode retornar em cachorro e vice versa? Esse gato filhote que tenho é macho entao infelizmente ela nao retornara por ele. Vou esperar uns 2 meses e ai eu penso em pegar um novo. Estou orando e se Deus quiser será a minha bebe.

      • Não, Driellen! Gato volta como gato e cachorro como cachorro e assim por diante.

      • Me sinto mais aliviada após sua resposta, embora a saudade esteja esmagando o peito… muitissimo obrigada 🐱

  214. Meu nome é DANIELA LIBÂNIO DE ARRUDA. moro em são luis no maranhão.Sou protetora animal,comecei a resgatar depois que adotei minha primeira filhinha Lucy. ela é irmão da MEL. A MEL foi adotada por uma tia minha,porem ao completar 7 meses me foi devolvida e então fiquei com ela com muito amor ela e a irmã comecaram a brigar e tiveram que ficar separadas. a mel em um quarto e a lucy em outro comodo e eu ficava revezando para passeios e alimentação tentei varias vezes juntar mas nao deu certo.nesse tempo resgatei outos filhos caninos. o theo que veio a mim pois minha prima teve que tirar ele de casa.a pretinha que resgatei na rua. a tininha e a lua.a el passou 4 anos e meio comigo e eu e meu marido passamos por uma crise financeira e tivemos que entregar a casa q moravamos de aluguel e vir pra casa da minha sogra.tive q arrumar lares para alguns pois nao podia trazer todos e isso me acabou por dentro.consegui para 3 a mel a tininha e o theo.o theo esta bem . a tininha foi devolvida.porem a mel faleceu. a pessoa que a pegou na minha casa no mesmo dia entregou ela para um estranho só poque no caminho ela vomitou no carro.antes ele conversou comigo falando q ela ia ficar com a filhinha dele pra fazer companhia.no dia q ele levou meu marido que entregou eu nao estava e isso me dói na alma. no dia eu liguei e ele me disse q ela havia vomitado mas q ja estava em casa.que estava bem.disse q ela tinha se dado muito bem com a filha q latia para todos q chegavam perto da criança.pedi fotos mas ele nao mandou inventou uma desculpa.isso foi começo de janeiro.fui assaltada e engravidei sofri aborto e como levaram meu cel perdi o contato.depois liguei pois consegui o contato dele.ele me grantiu q ela estva bem.so que era menira entao eu senti que algo estava errado.foi quando descobri.que ela foi parar na mao de uma terceira pessoa que viu ela maltratada e levou pra casa e cuidou.só que ela ja estava prenhe e ficou um mes e pouco com essa pessoa. a luciana reis. ela cuidou com muito carinho e isso me conforta um pouco.ela teve os filhotes no final de marco e faleceu no começo de abril.só que eu só soube disso a uma semana.estou em pedaços me sentindo culpada,pois se ela estivesse comigo isso nao tinha acontecido.ela achou que a abondonei e não foi isso.preciso saber como ela está se ja reencarnou se vou ter ela denovo.pelo amor de deus me ajudem.estou desesperada.e ela estava em outra casa.eu me mudei.ela vai saber onde estou? me ajudem eu imploro.

    • Daniela, querida irmã em Jesus!
      Saiba, antes de tudo que nós fomos escolhidos por Deus para cuidar de nossos peludinhos e ponto final. Só que chega num ponto que não temos condições mínimas de levar a cabo tudo aquilo que queríamos. Você não pode fazer tudo aquilo que quis fazer e não é a culpada por nada que tenha acontecido com a sua Mel. Nossos animaizinhos sabem que você a tratou bem enquanto pode e não a desprezou e a Espiritualidade Maior também sabe disso e vai trazê-la de volta para você no seu devido tempo. Aguarde e confie em Deus, pois ela vai retornar porque ela precisa de seus carinhos e ensinamentos. Os animais também evoluem como nós espíritos mais evoluídos e nossos cuidados são para eles aprendizados muito importantes e até nos sofrimentos eles tiram proveito para aprender e evoluírem também.
      Fique em paz e confie em Deus!

      • Muito obrigada! A saudade e tanta e a dor também. Mas confio em Deus! Muito obrigada.

  215. Meus comentarios não aparecem!

    • Aparecem sim, querida Daniela! Só que sou bastante requisitado para outras atividades, incluindo aí cuidar de três netos, cujos pais são vadios e deixaram-nos de lado. Cuido da minha casa pois não tenho empregada; cuido dos animais, da horta e faço poesias, além de dirigir um Centro Espírita, este blog e muito mais e mais… rsrsrs
      Brincadeira querida irmã! Fique tranquila pois sua Mel depois de desencarnada não sofreu mais nada e está aguardando a hora de voltar e se você pedir a Deus em oração, ela voltará para você.
      Fique com Deus!

      • Deus a abençoe sempre, querida Daniela!

  216. Eu internei minha gatinha segunda bem fraquinha , bem desidratada , passou aquela noite bem , passou o outro dia bem,fez exames na vet, liguei preocupada , perguntei se estava bem, pois estava com uma sdds e uma vontade imensa de ver ela aquele dia,me disseram que ela estava bem , se recuperava bem, perguntei se tinha chance de ela morrer aquela noite, me disseram NAO, disseram q nem passava essa ideia uma vez que estava bem e se recuperando, fiquei calma , mais com o coração na mao, uma vez que MSM doente dormia abraçada CMG, tendo o calor do meu corpo, pedia colo, bebbia leite no meu colo.naquela noite acordei 3:20am, n conseguir mais dormi, estranhei aquilo, peguei orei pra ela voltar logo pra mim,levantei as 6 daanha pra trabalhar . e pensei hoje vou lá visitar ela a tarde pra ela n pensar q abandonei ela por esta doente, as 8 a vet me liga e diz q ela piorou a noite e n resistiu, fiquei desesperada uma vez que me disseram q estava bem e por isso não fui ver ela na noite anterior , disseram q n ia morrer, queria saber, o pq disso, a vet n falou o q houver p ela morre assim, perguntei a hora do óbito ela disse que foi entre 3 a 4 hrs da manha , a hora q acordei n conseguir mais dormi, sera q ela foi na minha casa se despedir de mim? Por isso acordei?me sinto culpada , por ter deixado ela internada , talvez se n tivesse levado no vet , tivesse deixado ela do meu lado sobre meus cuidados , talvez hoje ainda estivesse viva , ou pelo menos morreria perto de mim a pessoa q ela amava e pedia colo, animais tbm ten hora certa p ir como nos?ela morreria lá ou aqui? Meu amor era tao grande que mantinha ela viva , e ela lutava pra viver , pq mesmo fraca desidratada, ela lutava pra comer e beber pra me agradar MSM sem vontade ! Preciso de respoosta, resposta q me façam aceitar e entender e n me sentir culpada por ter levado ela pro vet ao invés de deixar ela em casa CMG e com os irmãozinhos q dormiam grudada nela MSM sem ela conseguir mais andar.

    • Rosely, querida irmã!
      Você fez o que deveria ser feito. Você lutou para dar uma sobrevida para sua gatinha, mas chegou a hora dela partir para o plano espiritual. Só que os animais não têm ainda um espírito formado e depois que desencarnam, seus “espíritos em formação” são acolhidos num local do Plano por Bons Espíritos, e lá eles aguardam o momento de seu retorno. Este retorno, quase sempre é para o mesmo lar que os acolheu anteriormente, pois eles necessitam evoluir como nós mesmos. Conosco, eles aprendem a serem bons, obedientes, trem amor, perdão e tudo o mais de bom que passarmos para eles.
      Fique tranquila pois ela vai retornar para você. Grande abraço e que o Mestre Jesus a abençoe!

    • Tudo o que você fez, querida Rosely foi por amor e Deus está “orgulhoso” da filha que tem e com certeza, seu animalzinho retornará para seu lar, a fim de continuar com seus ensinamentos a ele. Todos nós evoluimos, inclusive os animais. Fique tranquila pois você agiu certo e para o bem.
      Que a paz de Deus esteja sempre com você!

      • Obrigada por me responder, mais se ela voltar , ela vai me reconhecer? Ela vai saber que eu era aquela que tanto cuidei e amei?

      • Não, Rosely! Ela não vai te reconhecer como “aquela” mamãe do passado, mas terá o mesmo amor por você e você, sim a reconhecerá pelo seu jeitinho carinhoso e pelos gostos dela que não mudarão. Ela, afinal, ainda não tem um espírito e guardará uma lembrança de amor e carinho por você, mas só você poderá reconhecê-la por seus caprichos e outros detalhes que só os humanos reconhecem. Grande abraço!

      • Chorei aqui, eu tenho certeza que se eu não a tivesse levado na vet, ela estaria viva aqui ate hoje, ou se pelo menos n a tivesse deixado lá , se eu tivesse trago pra casa, tenho certeza que n morreria, ela tava bem, esperta, eu acredito que houve algum erro da vet pra ela vir a óbito, pq perguntei o que houve pra ela morrer e ela rodeou e não falou e isso era importante p mim, já q a gata estava bem a noite quando liguei, como morre do ND? O mais intrigante , que naquela madrugada acordei e não consegui mais dormi pensando nela, e foi o horário q ela estava morrendo , quando chegou a manha veio a noticia, e eu não estava ao lado dela pra ela me olhar por uma ultima vez, mais se tivesse CMG n morreria , eu n tinha q ter deixado ela lá! N acho que eles mataram minha gata! Eu só queria respostas e não CSG de ngm! O que houve naquela noite, sera q foi morte espontânea ou foii erro? Pq na hora que estava morrendo MSM sem eu saber eu acordei e n CSG mais dormi? ! Eu menos de um mês perdi dois animais, uma cadelinha dia 2 que morreu do ND, e dia 31 perdi minha querida gatinha ! Muito triste eu estou , procuro resposta q n encontro , desculpa ser chata

  217. Oi, meu nome e Daiane… Minha cachorrinha morreu ontem envenenada…. Fizemos tudo para tentar salvar…mais não foi o suficiente.. Queria saber se ela sentiu o cuidado que nos tivemos….se ela por mais que estivesse longe por forma de pensamento …ela vou que estava com ela o tempo todo…poia fui covarde e não consegui passar os últimos momentos com ela …nem ae despedir… Eu queria penas saber…se ela realmente sentiu que importava com ela …. isso ta me machucando por dentro…. Ru realmente amava ela e queria que ela sentisse isso
    ..ate o fim

    • Bom dia Daiane!
      Não se preocupe tanto assim, querida irmã, pois nosso anjinho sentiu todo o esforço que você empregou para salvá-la. Ela sentiu também o quanto você a ama e por isso ela a ama também. Por isso ela provavelmente retornará para você depois de algum tempo e pode ser de outra raça e cor, mas voltará, pois ela necessita de continuar evoluindo como nós mesmos. Eles, os animais ainda não têm espíritos formados, mas trabalham juntos com a gente para tê-lo e é através de nossos ensinamentos que eles aprendem e evoluem.
      Tenha fé em Deus que tudo dará certo! Grande e fraterno abraço! Fique com Jesus, Nosso Mestre Amado.

      • Dirceu , pq VC não responde a pergunta q te fiz?

      • Rosely, querida irmã em Jesus!
        Sou um homem de 70 anos e embora aposentado, tenha inúmeras atividades, dentre elas a de “pai” de três netinhos de 5, 7 e 9 anos cujo pai é ausente totalmente. Dou-lhes educação e tomo conta deles enquanto minha filha trabalha; faço com eles os trabalhos escolares e dou-lhes refeiçoes quase todos os dias e feitas por mim mesmo que não tenho empregada. Ou seja, em minha casa faço de tudo, lavo, passo, cozinho, faço comida, cuido da horta e das galinhas e mais e mais. Além disso, tenho esse blog que não é fácil e mantenho aqui em minha cidade um Centro espírita, escrevo poemas e publico livros; também faço palestras e presto assistência a alguns necessitados… Mas, estou longe de fazer aquilo que gostaria, querida irmã, pois sou espírito muito endividado e necessito fazer o bem por muito tempo para pagar os erros do passado.
        Quanto à sua pergunta, porque não respondi a sua pergunta, posso lhe dizer que às vezes eu não as vejo por falta de tempo de entrar no meu email e foi isso que aconteceu. Vou lá ainda hoje e vou respondê-la.
        Um abraço e fique com Deus!

  218. Boa noite Sr Dirceu … Ganhei duas cachorras de amiga e paciente, ambas SRD que as cuido com muito amor, são como filhas. Moro só e vc já deve imaginar o amor dentro de minha casa. Há 15 dias a mais nova – Juma (Chow chow com labrador) começou a sentir mal, ficou internada, teve alta e na mesma noite desencarnou. Ambas dormem comigo, e em torno de 20min antes, minha outra cachorra acordou; rosnava e latia muito dentro do quarto, percebi Q ela estava defendendo a irmã de algo, pq latia pro nada, olhando fixamente pra parede.. Após esse episódio, me levantei e a vi dar seus últimos suspiros. Ela não gemeu, se foi com os olhos e boca ambos fechados. Quase enlouqueci!!! Choro pela ausência e demorei quase uma semana pra juntar a cama, o urso e a coberta em q ela estava deitada qdo partiu, além de enterrar no local em q ela mais gostava de passear.
    Desde então algo vem acontecendo, coloquei a raça dela por um simples motivo, ela era mistura de chow chow e não tinha a língua por total roxa, apenas algumas pintas em 80% da língua. Sua língua tb se diferenciava da outra cachorra pela asperez e ela me lambia muito.
    Hj Minha outra cachorra qdo me lambe, sua língua está áspera como a da que se foi e percebi num bocejo uma pinta na língua da sobrevivente que antes não tinha. Ocorre certas oscilações de comportamento na mesma, parece que uma hora brinco com uma, hora outra.
    Está sendo inacreditável e não encontro explicações pra isso.
    Desde já agradeço

    Luz e Paz!

    • Élida, querida amiga e irmã em Cristo.
      Há coisas que nós não podemos explicar ainda a respeito de nossos queridos “filhinhos”. Que eles sentem a presença de espíritos, isso está comprovado em vários livros espíritas e eu mesmo tinha uma cadelinha (Maga), quando morava no Rio de Janeiro e que rosnava para a porta do banheiro, para a parede e era para mim como um sinal de que algum espírito de baixo padrão estava presente em meu lar. Eu, imediatamente começava uma oração com um copo de água para fluidificar e depois bebia e deixava que ela bebesse também e tudo voltava ao normal.
      Não acredito que uma “força do mal” tenha matado sua cadelinha, mas que a outra percebeu que ela (a irmã) iria partir e já sofreu, vendo seu “espírito” saindo de seu corpinho.
      Eles são sensíveis e necessitam de nosso carinho e ensinamentos para progredirem sempre, assim como nós. Eu, atualmente estou com meus gatos e galinhas poedeiras (não mato minhas galinhas e elas morrem de velhice…)
      Um grande abraço e que o Mestre Jesus a abençoe e aos seus filhinhos.

  219. Foi importante para minha dor ler sobre os animais, mas não entendo a vida de 3 anos e meio do meu cachorro ser interrompida por afogamento em minha própria piscina, teria sido um descuido meu? Ele nunca demonstrou qualquer nunce ou deslize para cair. ele passou entre as grades por ser pequeno e eu deixei as luzes apagadas para que ele não latisse e incomodasse vizinhos, enfim… como devo me redimir? so queria uma chance de tê-lo feito sofrer tanto morrendo afogado! Ele era pequeno…. eu sai e me despedi dele carinhosamente, ele me pediu para ficar do lado de dentro e eu o ignorei, sentei ele em meu colo e expliquei q ele precisava ficar do lado de fora que quando eu chegasse prometia deixá-lo comigo dentro de casa e assim que cheguei fui cumprir minha promessa e era tarde ele já estava la afogado…. foi um choque.
    Ele previu?
    Ele sabia que iria acontecer?(ele teve comportamento diferente naquele último momento foi um quase implorar e eu não liguei)
    Eu poderia ter evitado se tivesse atendido o pedido dele?
    SOCORRO

    • Um acidente! Só isso e nada mais, querida Jéssica. Você fez o que devia e seu peludinho não estava prevendo seu fim e tudo para ele e para você foi um aprendizado que servirão para os dois muitíssimo no futuro. Afinal, você e ele estão em processo de evolução e você não teve culpa alguma em sua morte. Ele, por sua vez aprendeu que só deve entrar na água com segurança, ou com alguém por perto. Quando voltar a reencarnar e chegar a você de alguma maneira, você o reconhecerá e ele a reconhecerá também. Creia em Deus e não se culpe. Que o Mestre Jesus a abençoe agora e sempre!

  220. Eu estou desesperançosa minha cadelinha linda e amada morreu do nada a 65 dias e não voltou em 60 dias como diz ai! Se ela não voltou minha gatinha que morreu a 36 dias tbm n vai voltar ! Vcs dizem q com 60 volta, pelo visto quando morre acaba 😥

    • Aguarde e confie em Deus Rosely. Nada acaba assim como você diz. E não há reencarnação de cães e gatos em 60 dias. Para eles reencarnarem é necessário um tempo de 6 meses ou mais. Aguarde e confie e principalmente fique em oração. Que Jesus a abençoe!

  221. Pq meus gatos morrem da mesma doença sempre

    • Querida Lenilda,
      Esta não seria uma pergunta para um veterinário? Pode ser que sua residência esteja contaminada com este tipo de virus que estão dizimando seus animais.
      Um grande abraço e que Jesus a abençoe!

  222. Ola boa tarde, primeiramente todos os cachorros q eu tive morreram um eu sei q foi envenenado pelas condições q ele morreu vomitando sangue ,e atualmente tenho 3 gatos adultos e 3 filhotes, esses dias eu estou me sentindo pra baixo, e meu gato ficou doente e morreu passou uns dias uma gata perdeu 5 filhotes nasceram antes da hora e no final de semana minha outra gata perdeu um de seus filhotes infelizmente ela sentou em cima dela e a matou asfixiada e os outros filhotes dela ficam olhando e fazendo sons estranhos qd aproximamos, tipo parecendo q tem algo ruim próximo . oq seria isso ?

    • Diagnóstico difícil querida Vanessa! Cães e gatos morrem todos os dias e os gatinhos estranham as pessoas, mesmos os donos, até quando mudam de roupa ou de penteado, mas é só falar com a voz carinhosa com eles que tudo volta ao normal. Tomar um passe é muito bom para a limpeza corporal e espiritual e tomar água fluidificada também. Coloque um pouco da água fluida para os seus animais, pois eles também são criaturas de Deus. Vá a um bom Centro Espírita e tudo se resolverá. Que o Mestre Jesus a abençoe e abençoe também nossos irmãozinhos menores.

  223. Caro Dirceu:

    Li (quase) todas as postagens, porque são muitas, mas uma coisa me chamou a atenção: a falta de preocupação com a castração de cães e gatos. Castrar um animal, para evitar que procrie indefinidamente, é um ATO DE AMOR!
    Não existem donos para tantos animais e a maioria vai ser abandonado, envenenado ou (no caso dos gatinhos), ser morto por algum cão.
    Nós que amamos os animais, temos a obrigação de exercer a guarda responsável, ou seja, devemos esterelizá-los e mantê-los dentro de casa, para protejê-los da maldade humana.
    Tenho cinco gatos, todos castrados e acabei de perder um gato lindo, amoroso, bonzinho…um anjo em forma de gato. Estou inconsolável e não consigo parar de chorar, mas compreendo que tomos temos um ciclo de vida a cumprir e ele, aos 14 anos de idade, cumpriu o dele.
    Só lamento que tenha sofrido tanto antes de morrer. Gostaria de ter podido amenizar o seu sofrimento, percebendo que estava doente, mas como ele nunca miava e reclamava de nada, quando descobri, já estava em estado terminal.
    Os gatos são assim. Até na hora de morrer são superiores, pois se escondem e ficam quietinhos, para não dar trabalho para o dono.
    Eu adoraria que ele voltasse encarnado em outro gatinho, mas sinto que seria egoísmo da minha parte pedir isso a Deus.
    Sigo profundamente triste, mas cuidando dos outros cinco, para cumprir da melhor maneira a minha missão na terra, que é dar amor a esses seres tão especiais: os gatos.
    Abraços e obrigada pelas palavras de conforto para todos os que estão sofrendo a dor da perda.
    Sei que é difícil, mas deveríamos aprender com os animais, a nos libertar do amor apego, que tanto nos faz sofrer, por desejar “prender” os seres que amamos, indefinidamente ao nosso lado. Pensem nisso!!!

    • Lídia, querida irmã!
      Somos escolhidos por Deus para cuidar de seus filhinhos menores e eles retornam para nós, se este é nosso desejo, porque eles necessitam da nossa ajuda para sua evolução, pois lhes damos carinho, amor, cuidados e principalmente pequenos “conselhos”, ensinamentos de como agir com amor… Eles voltam sim e o seu peludinho vai voltar sim. No meu caso, aqui em Dom Joaquim/MG é terrível, porque não temos um veterinário que possa fazer a castração e agora estou com uma gata que dá cria sempre, mas como meus gatos são muito saudáveis, consigo logo donos responsáveis para eles.
      Grande abraço e que Jesus a abençoe!

  224. oi seuDirceu,perdi minha cachorra tão amada jully,ela tinha 12 anos e 8 meses,ficou com o figado muito comprometido e barriga dágua,fiz tudo que podia mas chegou ao ponto de não comer mais nem sequer agua,não tinha forças nem pra ficar em pé,tive que sacrifica-lá.sofri muito com a dor e culpa mas depois vi que aliviei seu sofrimento.no desespero da dor choravamos muito e gritamos eu e meu marido,ai ele falou vou la fora tomar um ar,qdo o inacreditável acontceu,olhou para o céu e começou a me chamar,venha ver corre,qdo olhei começou a aparecer um monte de fotos dela nas nuvens,coisa mais linda jamais esquecerei,Deus e espiritos de luz nos mostrarmos que ela estava bem,o que o senhor acha dessa revelação?a dor é imensa ainda isso aconteceu tem mais que uma semana só.fico feliz em saber que eles voltam pra nós,mas dor que passei e passo ainda é tão grande que penso em não ter mais cachorro.

    • Como digo sempre, querida Zildeth, nós somos escolhidos pelo Pai e Criador para cuidarmos de seus filhinhos menores, os peludinhos, sejam eles gatinhos, cães, e até mesmo cavalos, e outros animais. Eles chegam para nós para receberem ensinamentos pois precisam evoluir como nós mesmos, pois já têm um espírito em formação. Depois que morrem, seu princípio vital vai para o Plano Espiritual e retorna quando for necessário para iniciar nova existência em novo corpinho. Aguarde que a Jully voltará, mesmo que com raça diferente, mas voltará e você a reconhecerá e ela a reconhecerá também. Quanto à visão que você e seu marido tiveram, há muitas coisas que nós ainda não podemos explicar, mas que é da vontade de Deus…
      Grande e fraterno abraço!

  225. Querido irmão, Dirceu:

    Muito obrigada pelas belas palavras de consolo.
    Eu sofri muito com a morte do meu gatinho, porque uma veterinária incompetente fez o diagnóstico errado, e quando o levei em outra, não havia mais o que fazer.
    Eu gostaria muito que o meu anjo retornasse, porque eu senti que ainda não estava na hora dele partir (tenho gatos muito mais velhos que ele).
    Quanto a ensinar algo para o meu Zen, isso é impossível, porque ele era um gato tão bonzinho, que não miava, não pedia nada, não brigava com os outros gatos e me esperava, com o rabinho em pé, na porta, todos os dias. E quando chegava um gatinho bebê, ele cuidava como se fôsse a mãe deles. E os gatinhos, mesmo depois de grandes e pesados, deitavam em cima dele para dormir.
    Se existe grau de evolução no reino animal, o Zen estava no último degrau.
    Você é um homem muito amoroso, pois não mata nem as galinhas! Eu sou vegetariana e também não as como.

    Um abraço fraterno,
    Lidia

    • A partida dele, querida Lídia foi providencial para que os laços entre vocês dois ficassem ainda mais apertados, e a união entre vocês se concretizasse definitivamente. Ele vai retornar e tudo se normalizará. Perdi o meu Pretinho há pouco tempo por envenenamento de uma vizinha sem compaixão, mas ele não demora a voltar e tinha as características do seu Zen. Creia em Deus que tudo vai voltar ao normal com a volta dele. Um beijo no seu espírito!

  226. muito obrigada,eu entrei em contato com um rapaz que vende da raça dela,mas disse que a cachorra vai entrar no cio só daqui 3 meses,se Deus quiser vai ser sim,vou deixar correr naturalmente e rezar muito,fique com Deus!

    • Isso mesmo Zildeth! Confie em Deus que tudo dará certo! Um grande e fraterno abraço!

    • É assim que se fala: Com fé em Deus e na Espiritualidade Maior que está sempre ao nosso lado nos ajudando. Meu Pretinho acaba de voltar, mas veio Lourinho, bem amarelinho e eu o reconheci na ninhada de minha gata que teve quatro filhotinhos e ele, já com 15 dias de nascido reconhece minha voz e se “assanha” todo com minha presença. FELIZ 2017!

  227. Obrigada mais uma vez, querido Dirceu. Vou aguardar com fé a volta do meu Zen e vou saber que é ele, porque também me esperará na porta todos os dias.
    Abraços e fique com Deus.
    Lidia

  228. Caro Dirceu:

    Eu enviei uma mensagem há 10 dias atrás, mas acho que não recebeu.
    Preciso e uma explicação a respeito da volta dos animais, ao mesmo lar onde viveram, foram cuidados e amados.
    Alguns espíritas dizem que o retorno é imediato, outros que demora 60 dias e outros, que não há tempo. Mas, se os animais não precisam aprender e nem resgatar nada, eles reencarnam imediatamente, correto?
    E se isso acontece, e a gestação de uma gata é de 65 dias, o gatinho deverá estar pronto após esse tempo, que junto com o período de desmame de 2 meses, dariam exatamente 185 dias.
    Eu vivo completamente sozinha e só tenho um filho adulto, que vive em outra cidade, muito distante daqui. Porisso, descobri nos animais a cura para a minha solidão.
    Após muito chorar e sofrer por causa dos seres humanos, hoje, eu choro pelos meus bichos, nunca POR CAUSA deles. E às vezes fico triste, mas jamais depressiva. E isso, eu devo aos meus gatinhos, que são o melhor remédio contra esses dois males do mundo moderno: a solidão e a depressão.
    Confesso, que eu sinto culpa por não ter levado o meu Zen ao veterinário, assim que percebi que algo estava errado. Eu achava que era onipotente, pois sempre curei as doenças deles em casa (tanto que tenho gatos com 17 e 15 anos). Mas, dessa vez não foi assim.
    Eu perdi o meu Zen, porque estava concentrada em outro gatinho, que tem uma doença grave e que toma todo o meu tempo. Porisso, eu gostaria que Deus me desse mais uma chance para reparar o meu erro (embora não intencional).
    Aguardo a sua resposta e peço mais uma vez a sua paciência para esse coração triste e desconsolado.

    Abraços.

  229. Retificando a mensagem acima: o tempo de gestação da gata, junto com o desmame do filhote, é de 125 dias e não 185 dias, como escrevi.

    • Querida Lídia,
      Tenha um pouco mais de paciência. Embora os animais como os gatos não tenham que resgatar nada no Plano Espiritual, é preciso que outros nasçam antes dos que desencarnaram depois. Como você cuidou bem do seu ZEN, é bem provável que ele retorne para seu lar e para você, mas o tempo da volta dele depende do Pai e dos Bons Espíritos que cuidam das reencarnações deles. Que o Mestre Jesus abençoe o ano de 2017 para vc e família e que seu Zen retorne rápido. Um abraço!

      • Querido Dirceu:

        Eu terei toda a paciência do mundo, pois só o Pai sabe o tempo certo das coisas acontecerem.
        A questão, é que eu moro em um prédio em pleno Centro de uma metrópole, logo, a chance de encontrar um gatinho perdido na rua é “quase” nula. Eu disse QUASE , porque o último gatinho que restatei (o Pep), foi abandonado com um mês de vida na escada de um prédio (em frente ao meu), em uma rua super movimentada.
        Eram 3h30 da madrugada, quando eu ouvi os miados desesperados do gatinho. Desci para ver o que era e vi aquela coisinha minúscula, faminta e cheia de pulgas.
        O meu Zen cuidou do filhote, como se fosse a mãe dele, e até morrer, os dois não se desgrudaram. O Pep, com 4 anos de idade, enorme e pesado, deitava em cima do Zen e ficava amassando a barriga dele, como o gatinho faz com a gata para mamar.
        Um ano maravilhoso para você e para toda a sua família humana e felina, e que Deus continue iluminando o seu caminho e protegendo todos os anjos protetores dos animais, aqui na terra e no mundo espiritual.
        Gostaria de deixar registrado, que o seu blog, me dá uma paz tão grande, difícil de explicar…

      • Que bom, querida Lídia, que nosso blog passe essa PAZ para você, pois é mesmo este o nosso objetivo maior. Quanto à volta de seu ZEN, não se preocupe como ele chegará, pois o PAI tem lá suas maneiras que sempre nos surpreende. Mas, ele chegará para você, como o meu querido e saudoso “Pretinho” voltou agora numa ninhada e ele é um lindo machinho bem amarelo e carinhoso, pois não me estranha e está sempre procurando minha voz, quando me aproximo da caixa onde ele e seu outro irmão e mais duas irmãs estão com a mãezinha toda cheia de amores.
        Um beijo no seu bom espírito!

  230. Prezado Dirceu,
    Boa noite!
    Meu Tró partiu há um mês e 10 dias. A saudade é imensa e me culpo todos os dias por ter dado um remédio a ele, mesmo com orientação médica. Ele era um gato renal crônico e já tinha tirado um rim. Fico me perguntando, o que fiz de errado para ele só ficar comigo por 9 anos? É muito difícil. Era meu companheiro. Estava comigo em todos os lugares da casa e em todos os momentos. O encontrei na rua, quando deveria ter um mês e pouco de vida. Será que ele volta para mim?
    Cristina.

    • Com certeza ele irá retornar para você, querida Cristina. É só ter fé em Deus e aguardar o tempo que ele precisa para um descanso de seu “espírito” em formação. Que o Mestre Jesus a abençoe!

  231. Prezado Dirceu, boa tarde.
    Simba, um gatinho persa amarelo lindo q ganhei de presente de casamento, me deixou terça feira, dia 06/12/16 entre as 18h e 19h. Tinha um cisto benigno que precisava se retirado. Correu tudo bem na cirurgia, ele acordou bem, tudo como previsto. Minutos antes d trazê-lo para casa, ele teve uma parada cardíaca. Assim meu bebê foi embora. Ja estavamos juntos a 14a 6m e 9d. A dor é imensa. Por dois dias não consegui comer nada, e o que era forçado a entrar, meu estômago devolvia imediatamente. Era meu companheiro de todas as horas, estava sempre perto de mim. Amor incondicional. Ouvir a porta fechar é doído demais, pois sei q ele não virá. Mas, o que mais me atormenta agora, é q não consigo lembrar o rostinho dele, não consigo lembrar dele, só olhando as fotos e ainda assim é estranho. Pq não consigo lembrar dele? Isso está doendo muito. As vezes tenho a impressão q ouvir o miado dele, ou que ele vai entrar pela cozinha, ou que vai subir na cama, mas não consigo lembrar dele. Pq?

    • Sua mente está cansada e é natural que isso aconteça, Ana Cléa. Fique tranquila que ele necessita continuar a crescer “espiritualmente” e voltará para você pois seu amor por ele e o amor dele por você foi muito grande e o retorno dele será quase que imediato. Você o reconhecerá e como ele voltará eu não sei e nem mesmo sei de que cor voltará e nem de que raça, mas você o reconhecerá. Abraço com Jesus! FELIZ 2017!

      • Querido Dirceu, muito obrigada por responder e aliviar minha dor. Depois dá partida d Simba, o q me fez voltar a sorrir foi a esperança do retorno dele pra mim. Suas palavras nos dão conforto nessa hr d tanta dor. Sonhei com ele me dizendo q estava voltando pra casa, acordei sorrindo. Eu e meu esposo estamos ansiosos aguardando o retorno dele. Confio em Deus q ele voltará para nós. Q 2017 lhe traga muita paz, saúde, amor, felicidades e mais palavras d conforto para nossos corações. Q nosso Pai Celestial esteja sempre ao seu lado iluminando seus dias. Muito obrigada. Fica com Deus. Abraços

  232. querido Dirceu,fez 2 meses que minha jully partiu,ainda choro e sofro muito a saudade é demais,com qtos meses devo procurar um cãozinho?eu nem sabia que existia essa possibilidade de ter eles de volta o seu blog tem sido muito confortante nessas horas de tanta dor,qdo estou mal venho aqui e releio tudo de novo e isso conforta demais…desejo pra vc um ano de muitas bençãos que Deus te ilumine.as vezes fico pensando será que ela ja reencarnou esta com outra familia?sabe seu Dirceu qdo a jully chegou pra mim,penso que era pra eu ser a mamãe dela,porque eu não fui atras dela,não tinha dinheiro pois é uma raça muita cara,a moça que tava vendendo baixou demais o preço e ainda trouxe ela na minha casa eu não escolhi ela falou essa aqui foi a unica femêa que sobrou era pra ser minha.

  233. Oi Dirceu, estou muito triste, pois meu gatinho Bob de oito meses, desapareceu há dois dias. Ele costuma ficar no quintal de casa e passeia pela calçada. Não sei se ele se perdeu ou alguém o pegou. Estou super preocupada com o bem-estar dele. O que fazer numa situação como essa?

  234. Sempre tive bichinhos em casa… tinha uma cocker, a Pituca, que faleceu há 14 anos, estava bem velhinha… encontrei uma cockerzinha há 2 anos que era de uma vizinha que estava doando… na mesma hora que a vi percebi que era a minha Pituca, até o jeitinho de andar rebolando!!! Passei a ter certeza de que eles voltam, sim, para o nosso aconchego…

    • É dessa maneira que eles retornam querida Luciana. Quando menos se espera nossos amiguinhos retornam do outro lado da vida. Agora mesmo estou recebendo o retorno do meu Pretinho que morreu há quase um ano e era um gatinho preto lindo. Só que agora ele voltou amarelinho e embora viva aqui em casa com um outro irmãozinho todo bravo e desengonçado, ele se mantém amoroso e sempre no seu canto e só quer dar e receber carinho. Grande e fraterno abraço!

  235. Olá querido Dirceu boa noite, dia 04 de janeiro de 2017 meu cachorrinho partir estou muito triste, sentindo muita falta dele era meu verdadeiro amigo a onde eu ir ele ir, até no banheiro. ele era um pinscher ganheiro de presente, um professor do meu filho que me deu, estou sentido uma falta imensa, ele já estava velhinho ia fazer 17 anos em 25 de setembro deste ano.será que ele volta pra nossa família? que devo fazer? a saudade é tanta que eu fico chorando. me ajuda
    ao descobrir seu bloq estou vendo que muitas gente estar passando por esse sofrimento com a perca de seus amiguinhos.

    • Aguarde com fé que ele volta sim, mas pode voltar como vira-latas ou outra raça, mas com as mesmas manias e carinhoso da mesma maneira e você vai reconhecê-lo. Tenha fé em Deus que não se esquece de seus filhinhos e os animais, por menores que sejam, são filhos de Deus. Grande e fraterno abraço!

  236. Dead indited subject matter, Really enjoyed reading through.

    • Leia sempre e nos mande notícias, Dorine! Que Jesus abençoe!

  237. Bom dia, Dirceu, estou muito triste pela perca do meu Chico na ultima sexta-feira, agora senti uma paz no coração quando vc disse em um comentário que eles reencarnam e voltam pras suas casas, vou orar muito pra ele voltar pra nós, meu marido e meu filho estão sofrendo também, mas o meu Baby era meu sofro demais, mais com muita Fé vou orar pra voltar e sei que vai era muito amor envolvido

    • Continue orando com fé que ele irá retornar sim. Tenha fé em Deus! Só que ele pode vir de raça e cor diferentes, mas com toda a sua personalidade preservada. Abração!

      • OBRIGADO

        Abraço

        Vanessa

      • Conte sempre conosco querida irmã em Cristo. Abraço!

  238. boa tarde, Dirceu minha gata morreu ontém dia 02-03-2017, estou muito triste éramos muito apegado um ao outro , ela era Siamesa, será que um dia vou reencontra-la, após minha morte., ela foi atropelada , estou sofrendo muito…., nunca tinha tido uma ligação tão forte antes com uma gatinha, ela tinha muito carinho por mim., apareceu em minha vida derepente, ela era morava na rua,,,até me conhecer, fiquei com ela por 2 anos e meio.

    • Aguarde que sua gatinha vai retornar de uma maneira que você mesmo ficará boquiaberto caro Marcio. Agora mesmo recebi de volta o meu Pretinho, um gato que que esteve comigo três vezes e agora voltou amarelinho. Mas é ele, eu sei que é ele por sua personalidade. Fique com Deus!

  239. Oi, Sr. Dirceu
    Preciso muito de suas palavras, estou muito angustiada e triste, e não sei a quem recorrer, porque os meus próximos não entendem os meus sentimentos.
    Eu tinha duas gatas a kakazinha e a Sansi, uma semana antes da pascoa aconteceu muita coisas estranhas com meus animais, também tenho 4 cachorros que adotei da rua a quase 3 anos, eram filhotes, 1 macho e 3 fêmeas , adotei um a um em períodos diferentes – só duas fêmeas irmãs que vieram juntas que são muito boazinhas- lendo o seu comentários tenho certeza que uma das minhas cachorras é reencarnação e de um cachorro labrador que morreu e que o amamos e sofremos muito a sua perca, a forma que ela se comporta é igualzinho a ele, o olhar, o jeito, tudo; só que ela é vira-lata, mas lembra demais ele é impressionante, mas enfim, …, voltando, como minhas cachorras começaram a se desentender uma semana antes da pascoa depois de quase 3 anos de convívio eu comecei a fazer rodizio no canil – soltava uns e prendia outros, mas como disse tem um macho entre os 4 cães, e a 1 ano, ele quase matou uma das minhas gatas – tive que fazer massagem cardíaca e respiração para tentar salvá- la e consegui na ocasião, levei correndo na vet e ela anestesiou porque estava entrando em estado de choque – mas no final a gatinha Sansi se recuperou graças a Deus, mas nesta pascoa dia 16/04 eu com pressa de dar uma passada na minha sogra que mora ao lado, e antes de sair fiz a troca do rodizio do canil e deixei o macho fora e ele apesar de novo e pequeno é forte e não gosta das gatas – foi ele que quase matou uma delas, não consigo entender isso por parte dele só faz quando não estou por perto, quando retornei 20 min depois – minha gata estava morta no quintal, foi desesperador tentei reanimá-la com massagem e respiração, porem sem sucesso, me sinto muito angustiada, porque desde de quando comecei a fazer o rodizio no canil colocava as gatas na garagem, com uma fresta na porta porque elas conseguiam entrar por ser porta basculante, lá elas ficavam bem acomodadas, neste dia eu fechei a garagem mesmo não estando uma das gatas a Kaka, porque ela é mais esperta e sempre espera do lado de fora do quintal a chegada minha ou do meu marido quando os cachorros estão soltos, como meu quintal fica dentro de uma chácara, percebi que elas adoram passear fora dos limites do quintal, mas fechei a garagem por causa de um gato novo que havia também aparecido 1 semana antes da pascoa e não estava acostumado com os meus cachorros e estes poderiam estranhar se ele saísse de la de dentro,por isso fechei ….mas no domingo de pascoa acredito que a minha gata resolveu entrar e eu havia deixado pela primeira vez a garagem fechada e acredito também que ela tentou sair do quintal mas o meu cachorro a cercou e a matou, sei que foi ele porque as minhas cachorras nunca avançaram nas gatas, me sinto tão culpada senhor Dirceu, peço sua ajuda, será que ela ficou ressentida por encontrar a garagem fechada, pedia tantas desculpas a ela enquanto a enterrava aos prantos na noite de pascoa, minha culpa esta me consumindo muito, tenho rezado tanto desde então, pois, não consigo comer direito e nem fazer meus afazeres direito, eu sentia que ela se sentia protegida perto de mim, porque as cachorras não chegavam nela nem para cheirá-la…eu tinha tanto afeto por ela. para mim parecia um ser humano, como me compreendia, tive ela por aproximadamente 2 anos e 2 meses até este triste domingo que a perdi…Por favor me esclareça se puder, será que ela morreu com magoa de mim, por ter fechado a garagem e sei que ela confiava em mim, e este meu sofrimento que esta me consumindo, olhe o horário que estou escrevendo para o senhor, passei esta noite em claro estava procurando uma resposta para este sofrimento e achei este seu site agora de madrugada, acho que foi Deus que me trouxe aqui, sinto como se tivesse perdido uma filhinha, porque era assim que me direcionava a ela, tão carinhosa, tão companheirinha,.. e as brigas repentinas das minhas cachorras o que posso fazer, alem de rezar para que se acertem, será que tem uma resposta espiritual para esta desavença…pois, foi isso que ocasionou tudo levando a fazer o rodizio no canil e consequentemente perdi minha amada gatinha, cheguei ficar com remorso hoje dos meus cachorros, sei que não entendem, mas me tiraram um pedaço mim, estou com um vazio tão grande, tenho a impressão que não vou superar.Aguardo um palavra do senhor, fique com Deus.

    • Mari querida amiga e irmã em Cristo.
      Não se desespere com estes acontecimentos, pois eles são constantes em nossas vidas de “escolhidos” por Deus para cuidar de nossos irmãozinhos menores. Somos sim, os escolhidos pelo Pai e Criador para cuidarmos de nossos pequenos filhinhos e também filhinhos amados de Deus. Só que todo o acontecido é natural no reino animal, a começar com as desavenças entre os cães que querem ter o DOMÍNIO ou o poder entre eles. Cada um quer mandar mais que o outro. É macho alfa e até fêmea alfa. Todos querem mandar e daí saem brigas homéricas e eles ficam violentos. Já os gatinhos, se não forem criados com os cachorros, eles serão sempre perseguidos pelos cães, a não ser que aprendam a se defender desses. Eu tenho uma gata que enfrenta qualquer cachorro e por maior que ele seja ela já entra para arranhar-lhe a cara inteira em questão de segundos. E ela aprendeu isso com a mãe dela. Não fique desesperada porque sua gatinha não sentiu nada ao morrer a não ser uma vontade muito grande de viver. Mas logo que ela desencarnou ou morreu, bons espíritos levou seu “fluido vital” ou espírito em formação para o Plano Espiritual e ela não sentiu nada, nem dor, nem medo e nada mais e só sentirá algo quando voltar para você daqui a algum tempo. Aguarde que ela voltará em breve. Nada mais do que de seis meses a um ano e ela estará de volta e poderá voltar com o pelo de outra cor e até de outra raça mais apurada ou mais vira-latas, mais ainda uma gatinha e vai te amar muito.
      Fique com Deus e que tudo dê certo aí com você e sua família, incluindo seus pequenos filhinhos. Abraço fraterno!

    • Oi Mari, bom dia,
      Sempre acompanho o Blog do Dirceu (considero-o um grande amigo),e ele também me confortou e muito, vc nem faz ideia do quanto. Tenho estado afastada do Blog, realmente por conta de meus anjos peludos. Se vc voltar atrás no ano de 2013, conhecerá minha história e meus lamentos. Não posso deixar de lhe dizer que entre tantas dores que já passei por causa dos meus peludos, também passei por situação semelhante a esta sua e sua gatinha. Hoje eu tenho 40 cães e 40 gatos. perdi pelo menos dez gatos por causa dos meus cães e todos eles após todos os cuidados que vc fazia pra proteger os seus. Hj tenho um gatil fechado, grande, bem estruturado, mas, alguns dos meus gatos não se adaptaram e vivem presos , 04 num quarto, 01 em outro quarto e mais 01 em outro quarto e outro num banheiro. Triste isso, mas finalmente comprei uma chácara e estou organizando certinho para que todos possam estar confortáveis. Se seus cão não for castrado ele nunca irá se acalmar e suas cadelas idem. Eles ficam muito mais instintivos quanto a não aceitar os gatos, quando castrados melhora, não que se possa confiar realmente, mas a agressividade melhora bastante.
      Não vou descrever como meus gatinhos se foram, todos de modos muito tristes, hj procuro pensar na nossa eternidade e sim, também na eternidade deles. Eles voltam, principalmente quando pedimos, os protetores deles reencaminham para os mesmos lares de antes para que eles possam continuar sua evolução e também porque os amamos e eles nos amam. Peça e ele volta. Se vc não castrou seus anjos peludos faça isso, primeiro o macho e depois as fêmeas, garanto que faz muita diferença. Se puder separe-os com alambrado, para que os caes não invadam o espaço dos gatos, dificilmente um gato pula para dentro de um lugar com caes. Por via das duvidas coloque os poste do alambrado com a curva voltada para fora , para o lado dos gatos, por causa da curva os gatos não conseguem pular por mais que tentem(tem alguns meio maluquinhos né).
      Eles, os peludos caes não tem realmente culpa do que fazem. Sua menina está segura agora e se preparando para retornar, apenas com esses aprendizados tão doloridos eu comecei a ter outros cuidados, mas que de verdade só ficarei segura mesmo é com meus gatos bem longe dos meus cachorros, por eles são muito livres e realmente nós também não temos bola de cristal, o que temos é um amor imenso, pouco reconhecido, mas isso não importa, são nossas crianças amadas, apenas são peludinhas e tem uma aparência muito muito linda também. Os meus são meus filhos e os amo tão profundamente quanto amo meus filhos humanos.
      Fique em paz, vc não teve culpa de nada, continue amando e apenas isso.
      Um grande abraço,

      Célia Virgínia.

  240. Boa noite, senhor Dirceu
    Muito obrigada mesmo, pelas suas palavras confortantes, sei que foi Deus que me trouxe neste site pelo conflito interno que me encontrava e para conhecer uma pessoa maravilhosa como o senhor que só pelas suas palavras nos passa um conforto enorme, o senhor é um ser muito iluminado e especial tenho certeza disso, pois, só de ter lhe escrito esta madrugada, mesmo antes de ver a sua resposta meu dia foi mais leve e me senti em paz, continuo com uma tristeza quando caminho dentro da minha casa devido as saudades da minha gatinha, mas tranquila, sei que ela esta bem, que um dia voltará e que deixou este plano sabendo que eu a amava muito. Só passei a acreditar nisso e ter esperança com muita fé no meu coração, depois de ter lido ontem seus ensinamentos nos comentários de outras pessoas, até então, me encontrava numa escuridão num vazio, tenho certeza que depois de hoje meu dias irão melhorar, comprei um livro que o senhor mencionou em algum comentário ” todos os animais merecem o ceu” para me inteirar mais sobre o assunto. Muito obrigada, foi um enorme prazer conhecê-lo com esta alma encantadora que o senhor tem e lhe agradeço muito por ter se dedicado a me confortar, mesmo sem me conhecer me passou paz, esperança ao meu coração e espirito. Fique com Deus o senhor também, um abraço eterno.

    • Que bom querida MARI que você está bem com nossas palavras. Mas, nossas palavras não são só consoladoras, pois são verdadeiras e dentro das verdades que Jesus nos ensina nos livros espíritas quando nos fala dos nossos irmãos animais, através do Espírito de Verdade, quando este ditou o Livro dos Espíritos para Allan Kardec. Creia firmemente no que eu lhe disse: Seus animais e os meus e todos eles estão em evolução e aprendem a cada dia mais conosco, pois estão em evolução constante assim como nós seres humanos também precisamos evoluir sempre em direção ao PAI e Criador.
      Tenha um excelente dia e que Deus a abençoe sempre com saúde e paz espiritual.

  241. Eu gostaria de saber se, meu gato viesse a falecer ele poderia voltar pra mim como um cão? Ou o contrário, se meu cão falecer, pode voltar como gato?
    Porque tenho muito medo de perder minha gata, somos muito próximas, faria tudo por ela. E gostaria muito que minha pergunta fosse respondida.

    • Não, Geysa, isso não pode ocorrer, ou melhor, não há possibilidade de ocorrer. O que pode ocorrer é que sua cadelinha ou sua gatinha venha reencarnada de outro sexo, no caso, masculino e de outra cor e raça, mas com todas as manias e manhas e gracinhas que fazia quando da anterior reencarnação. Um abraço e que o Mestre Jesus a abençoe.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias