Publicado por: Dirceu Rabelo | 27/01/2013

DESENCARNE COLETIVO?

DESENCARNE COLETIVO?

.

circo_003.preview

Imagem de criança morta no incêndio do “Gran Circus Norte-Americano” em Niterói – 17/12/1961

.

DESENCARNE COLETIVO

O desencarne coletivo que ocorre em acidentes e catástrofes de toda sorte, que vitimam pequeno ou grande número de criaturas é permitido por Deus, porque um grupo, ou grupos de espíritos comprometidos com um mesmo débito, ou com débitos semelhantes, em reencarnações pregressas, se associam, ainda na espiritualidade, antes do renascimento, com a finalidade de realizar “trabalho redentor em resgates coletivos”. Nos últimos tempos a Espiritualidade Amiga tem-se pronunciado a respeito das provações coletivas, conforme comentaremos a seguir.
Exatamente no dia 17 de dezembro de 1961, em Niterói (RJ), ocorre espantosa tragédia num circo apinhado de crianças e adultos que procuravam passar uma tarde alegre, envolvidos pela magia dos palhaços, trapezistas, malabaristas e domadores com os animais. Subitamente irrompe um incêndio que atinge proporções devastadoras em poucos minutos, ferindo e matando centenas de pessoas, queimadas, asfixiadas pela fumaça ou pisoteadas pela multidão em desespero.
Essa dramática ocorrência, que comoveu o povo brasileiro, motivou a Espiritualidade Maior a trazer minucioso esclarecimento, conforme narrativa do Espírito Humberto de Campos, inserida no livro “Cartas e Crônicas” (ed. FEB), cap. 6.
Narra o querido cronista espiritual que no ano de 177, em Lião, no sopé de uma encosta mais tarde conhecida como colina de Fourvière, improvisara-se grande circo, com altas paliçadas em torno de enorme arena. Era a época do imperador Marco Aurélio, que se omitia quanto às perseguições que eram infligidas aos cristãos. Por isto a matança destes era constante e terrível. Já não bastava que fossem os adeptos do Nazareno jogados às feras para serem estraçalhados.
Inventavam-se novos suplícios. Mais de vinte mil pessoas haviam sido mortas.
Anunciava-se para o dia seguinte a chegada de Lúcio Galo, famoso cabo de guerra, que desfrutava atenções especiais do imperador. As comemorações para recebê-lo deveriam, portanto, exceder a tudo o que já se vira. Foi providenciada uma reunião para programação dos festejos.
Gladiadores, dançarinas, jograis, lutadores e atletas diversos estariam presentes. Foi quando uma voz lembrou: -“Cristãos às feras!” Todos aplaudiram a ideia, mas logo surgiram comentários de que isto já não era novidade. Em consideração ao visitante era preciso algo diferente. Assim, foi planejado que a arena seria molhada com resinas e cercada de farpas embebidas em óleo, sendo reunidas ali cerca de mil crianças e mulheres cristãs. Seriam ainda colocados velhos cavalos e ateado fogo. Todos gargalhavam imaginando a cena. O plano foi posto em ação. E no dia seguinte, conforme narra Humberto de Campos, ao sol vivo da tarde, largas filas de mulheres e criancinhas, em gritos e lágrimas, encontraram a morte, queimadas ou pisoteadas pelos cavalos em correria.
Afirma o cronista espiritual que quase dezoito séculos depois, a Justiça da Lei, através da reencarnação, reaproximou os responsáveis em dolorosa expiação na tragédia do circo, em Niterói.

Este texto não é meu, mas fui em busca de um resposta para todas as pessoas que, assim como eu, estão comovidas com a grande tragédia da Boate Kiss, de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Encontrei nesta matéria publicada no Spirit book, por Maria Cristina Talhate de Souza um reforço, porque ela também se valeu dela para levar a explicação aos leitores daquele blog espírita.

Anúncios

Responses

  1. Olá, Dirceu. Sabes que este texto veio de encontro com algo que pensava hoje mais cedo, assim que tomei conhecimento da tragédia em Santa Maria. Há muito tempo li sobre este acontecimento tão triste com o circo em Niterói, e também sobre a questão do resgate coletivo, com o qual estava relacionado, talvez fosse até esse mesmo texto que mencionaste, não lembro exatamente. Acredito que sempre nos perguntamos o porquê dessas mortes em grande número, relacionando muitas vezes pessoas que nem ao menos se conhecem e num momento de dor claro que nada consola, mas não sei, ao menos pode ser uma explicação. Estamos todos consternados e nesse momento pedimos a Deus que na sua infinita misericórdia console pais, irmãos e amigos, e que principalmente essas almas que partiram de forma tão dolorosa alcancem paz e luz.
    Um abraço.
    Roberta – Pelotas – RS

  2. Querida irmã e nova amiga Roberta,
    Eu sempre digo que quando o comentário é bom e esclarecedor, ele passa a ser parte integrante da matéria. É o que aconteceu com o que você comentou. Nós espíritas sabemos que Deus não é vingativo e que sempre faz para nós, aquilo que nós estamos necessitados, para nosso crescimento espiritual e moral.
    Portanto, ele sempre permite que nós resgatemos nossos delitos do passado, passando por eles também, e se fomos muitos os que delinquimos, vamos juntos, passar por essa Lei de Causa e Efeito, não é mesmo?
    Vamos orar por nossos irmãos e irmãs, tão jovens desencarnados e pelos familiares e amigos que ficaram. Muitos deles não têm o nosso entendimento espírita e aí as coisas se tornam mais difíceis ainda.
    Grande abraço fraternal e que Jesus se compadeça de todos eles, os desencarnados e de seus familiares e amigos.

  3. Só um complemento, hoje é o dia do memorial do holocausto, no Rio grande do sul onde estão muitos descendentes de alemães pessoas desencarnarem em situação bastante parecida com a do campo de concentração realmente reforça essa teoria, mas o mais importante é orarmos por esses espíritos.

  4. Que essas almas que desencarnaram coletivamente neste incêndio de Santa Maria, encontrem a PAZ tão desejada. E que seus familiares e amigos, sejam confortadas pelo amor infinito do criador e dos bons espíritos.

  5. Nossa sidney, tive esse mesmo pressentimento hoje de manhã

    • Os sensitivos presentem mesmo, querida Flávia, quando algo de tão trágico está por acontecer. Foi o que aconteceu com você. Infelizmente, a Lei de Causa e Efeito foi determinante neste caso e nós sabemos disso.
      Abraço fraterno e que Jesus a abençoe!

  6. Quem somos todos nós, não é mesmo? Ou melhor, quem fomos todos nós? Misericórdia, Perdão, Amor, muito Amor Crístico. Obrigada, Dirceu Rabelo e Sidney!

    • A pergunta pode ser uma só mesmo, querida irmã e amiga Olga: – Quem somos e quem fomos nós?
      Às vezes tenho pena daqueles que ainda duvidam da reencarnação, por perderem esses ensinamentos que a cercam e que nos explicam tudo com uma clareza que nos enche de fé, de esperança e confiança no Pai e Criador que nunca nos deixa e está sempre nos dando chances de progredir, avançar para sermos espíritos de Luz, puros!
      Nós é que agradecemos a você, querida Olga, por comentário com poucas palavras, mas tão esclarecedor e cheio de fé e gratidão!
      Abraço forte e que Jesus nos abençoe a todos!

  7. Caro Sidney,
    Nos campos de concentração de Auschwitz-Birkenau, os nazistas alemães dizimavam segundo consta, milhares de judeus de várias nacionalidades em câmaras de gás.
    Você, com este importante comentário nos deu uma informação também de grande importância, para algumas possíveis conclusões. Mas, nosso objetivo neste momento é mesmo orarmos fervorosamente, para que o Pai e Criador possa se compadecer desses nossos irmãos e irmãs desencarnados e que o resgate de todos eles seja feito o mais depressa possível, para minorar tamanho sofrimento. Nossas orações também para os familiares e amigos que também sofrem muito, com certeza.
    Um abraço fraternal e que Jesus nos proteja a todos!

  8. Querida amiga e irmã Carolina,
    Deixo aqui suas palavras de carinho e piedosas, para que sirvam de conforto aos parentes e amigos dos desencarnados e uma rogativa ao Senhor para que Ele receba os espíritos de nossos irmãos que sofrem neste momento de desencarne tão dramático.
    Um abraço carinhoso e que Jesus nos ajude a confortar àqueles que sofrem.

  9. Não concordo que seja resgate coletivo dos desencarnados. Todos nós estamos soferendo com essas tragédia e aquels, mais próximos as vítimas, estão ainda mais. Não há uma única resposta para todas as questões, Não podemos esquecer que estamos passando por uma transição planetária, e, por mais que tenhamos contato com espíritos, esses em sua maioria, estão no praticamente no mesmo grau de evolução de nós encarnados, e pouco sabem quanto aos designos do Criador. Irmãos, reflitam antes de fazer afirmações. Kardec nos concitou a ter uma fé raciocinada e informou que havia muito ainda a ser revelado. Espíritas, cuidado com o fanatismo. Dizer a quem perdeu um ente querido que ele passou por um resgate, nada tem de consolador. Como podemos dizer que o espiritisno consola? Informar não é consolar. Somente o Mestre maior com todo o seu amor pela humanidade tem esse poder.

  10. Se você não concorda que tenha sido um resgate coletivo, querida Maria José deveria ter pelo menos nos trazido uma luz para a questão. Aliás, o nosso post é interrogativo: “DESENCARNE COLETIVO” é o título, e a matéria cita o caso do Circo de Niterói que pegou fogo e que depois o espírito de Humberto de Campos narra toda a história do que se passou com aqueles desencarnados no passado. Cadê o nosso fanatismo?
    Parece até que você não leu a matéria e já foi logo julgando…
    E quem te falou que informar não é consolar? É só saber falar e falar na hora certa. Eu não me calo porque estudo a Doutrina Espírita e tenho o dever de divulgá-la. Se você sabe e quer se calar, se acovardar, que o faça, mas, não acho que seja o certo. Devemos divulgar nossa Doutrina sem fanatismo. E nossa fé é bastante raciocinada! Divulgue mais o espiritismo e saiba que o Cristianismo está aí, porque alguns poucos divulgaram-no nos primeiros anos e décadas depois que JESUS voltou para os Planos Superiores.
    Que Ele, o Amado Mestre a abençoe!

  11. De sábado para domingo não consegui dormir de forma alguma, algo me incomodava profundamente mas não tinha odéia do que fosse até me levantar as 8 da manhã e já ouvir as notícias dessa tragédia sendo veiculadas.
    Hoje ao conversar com um amigo me referi ao fato de achar que haveria algo nesse desencarne acerca de débitos sobre a 2 guerra e asfixia nas cãmaras de gás e ao entrar aqui li os comentários do Sidney a respeito de hoje ser dia do memorial do holocausto no RS.
    Queria eu que nada disso tivesse acontecido pois muito me entristeceu ver jovens tendo sua vida ceifada tão novos e trazendo tanta dor a tantas famílias mas a misericórdia divina tem suas explicações por mais dolorosas que sejam.
    Resta-nos apenas orar pedindo a Deus consolo e força aos familiares que aqui ficaram com imensa dor e as planos espirituais que resgatem esses irmãos o mais rápido possível levando-os para o conforto e tratamento que necessitam para entrar em sua nova vida.
    Abraços fraternais a todos.

  12. Ingrid, querida irmã e nova amiga!
    Os fatos são claros e a Doutrina Espírita explica tudo isso de uma maneira tão simples que às vezes, até irmãos espíritas acham que estamos exagerando e até querendo aparecer, quando postamos matérias como estas. Mas, não! Os fatos são reais e as leis de Deus são infalíveis.
    Seu comentário maravilhoso é mais um excelente depoimento que ficará aqui para que os leitores possam tirar suas dúvidas. Eu mesmo, Deus sabe o porquê, talvez tenha previsto o desastre (veja a matéria aqui no blog “Coincidência ou Presságio do Desencarne Coletivo?), quando, três dias antes da tragédia (dia 24), publiquei uma matéria sobre Irene Sendler, para homenagear aquela corajosa mulher polonesa, espírito de escol, que salvou centenas de crianças judias que iriam morrer nas câmaras de gás dos campos de concentração. Por quê isso? Agora me veem os relatos dos caros Sidney, da Flávia e agora você.
    Vamos orar querida irmã, mas nunca ficarmos calados. Devemos divulgar que a Doutrina Espírita explica esses fatos, pois o que temos aí é o ensino de que isso é A IRA DE DEUS QUE CAIU SOBRE ESSAS POBRES FAMÍLIAS. E sabemos que não é bem assim. Deus é um Pai Infinitamente Bom e Generoso e não faria mal a seus filhos amados.
    Uma abraço mineiro e que Jesus nos abençoe e ilumine para que possamos informar com responsabilidade.

  13. Caro Irmão e Amigo Dirceu
    Todos os médiuns afinados com os eventos espirituais sentiram essa tragédia de antemão e foram tantos que se torna impossível dizer que se tratou de supertição ou algo parecido.
    Esses eventos acontencem em várias partes do mundo para onde convergem a gama de espíritos devedores que hão de passar pela provação do resgate de forma a quitar débitos passados.
    Para mim isso tudo é muito claro dentro da ótica da doutrina da causa e efeito.
    Essa provação se estende as famílias, amigos, conhecidos, aos donos da boate,a banda que acendeu o sinalizador e as autoridades competentes que deixaram que tal tragédia se consumasse embaixo da sua responsabilidade somando-se assim débitos pessoais que também deverão ser um dia saldados.
    A teia que envolve esses fatos é grande e não temos a dimensão certa do envolvimento de cada culpado no fato mas sei que se a responsabilidade espiritual de cada um será cobrada no seu devido tempo.
    Quando se fala algo sobre acontecimentos recentes existem sempre irmãos que acham que queremos nos promover as custas do evento, quando a única coisa que queremos é lançar luz a tragédia para entendermos o porque do triste acontecido que tanto nos chocou..
    Entendendo os fatos a luz da verdade consolodora é mais fácil nosso coração se aquietar substiuindo a revolta e a angústia pela oração dos que agora precisam dos nossos melhores sentimentos e pensamentos dando-lhes forças para seguirem seu caminho na pátria espiritual e para os que aqui ficaram terem a coragem de seguir suas vidas com a ausência daqueles que amam e se foram.
    Abraços fraternos a todos

  14. Lindo! Maravilhoso o seu novo comentário, querida amiga e irmã Ingrid Passarelli. Que pena que não posso juntar comentários como estes que você me enviou, à matéria acima, mas eles ficarão aqui e muitos os lerão e tomarão conhecimento de todos esses ensinamentos que você nos passa neles. Há momentos que me encurralam como se eu fosse um déspota, e eu mesmo me pergunto se estou agindo certo ao informar isto ou aquilo.
    Você me dá forças para seguir em frente, informando como os primeiros cristãos o fizeram, para levar adiante os ensinamentos nascentes do Mestre Jesus.
    Abraço carinhoso e que Deus nos abençoe e nos ilumine!

  15. Parece coincidência? Juntos,todas aquelas pessoas acabaram de passar por resgate coletivo. São aqueles nazistas fieis a Hitler,responsáveis pelas execuções aos judeus, nas câmaras de gás dos campos de concentração.Difícil acreditar? Pois é a Justiça de Deus,alcansando aqueles que maltrataram os Judeus, asfixiados pela fumaça tóxica.

  16. Eu, particularmente não quis rude no comentário, mas o conhecimento espírita afirma que pode ser exatamente isso o que aconteceu, oportunamente nós teremos a afirmativa esclarecida pelo Divaldo Franco,com certeza. Em Goiânia,por ocasião do Congresso Espírita, eu farei estas perguntas a ele.

  17. Amigo e irmão Luiz Carlos,
    Muito bom dia!
    Ao receber seu comentário ontem à noite, o primeiro, algo me dizia que você emendaria com outro. E foi o que aconteceu.
    Eu sabia que você iria reconsiderar, ou pelo menos “dar uma remendada” naquele comentário, porque realmente o primeiro ficou muito incisivo, sem rodeios, como se fosse um julgamento de inquisição. Você me entendeu?
    Aí, com o segundo comentário, você faz uma espécie de “mea culpa” e se rende aos ensinamentos do Mestre Jesus, e a caridade toma conta de seu bom coração. Nós temos o conhecimento, mas não sabemos ao certo o que aconteceu, porque aconteceu, e se foi mesmo causado pela Lei de Causa e Efeito se fazendo valer no caso das câmaras de gás dos nazistas.
    O que sabemos é que muitos desencarnaram em situação gravíssima e outros podem ainda desencarnar; familiares e amigos estão sofrendo muitíssimo e todos eles necessitam de nossas orações com muita urgência.
    Aceite o meu abraço fraternal e que Jesus o abençoe!

  18. Dizem-se espiritualizados e afirmam que os jovens que morreram e as crianças do circo eram os espíritos de torturadores e nazistas! Muito leviano, não acham? Penso que mesmo famílias espíritas das vítimas ficariam indignadas ao ler isto…

  19. Sabemos, querida Fabiane, que para vocês que não têm o conhecimento da Doutrina Espírita fica mesmo difícil o entendimento de tudo isso. É uma filosofia, mas fácil de entender, desde que se tenha a fé e o entendimento da bondade do Pai e Criador, senão cai naquela de “castigo divino”, temor a Deus, fogo do inferno, e por aí vai…
    Saiba que os pais espíritas estão tranquilos quanto ao desencarne de seus filhos. Fique em paz!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: