Publicado por: Dirceu Rabelo | 04/09/2013

A IMPORTÂNCIA DO EVANGELHO

A IMPORTÂNCIA DO EVANGELHO

.

terravistadoespaco

.

É de Ismael, Guia Espiritual da Nação Brasileira, a primeira manifestação clara a respeito da missão espiritual do Brasil, através do notável médium Frederico Júnior, do “Grupo Confúcio”, fundado em 1873, da qual extraímos os seguintes trechos, para conhecimento das gerações mais jovens de espíritas:

“O Brasil tem a missão de Cristianizar. É a terra da Promissão. A Terra de todos. A Terra de fraternidade. A Terra de Jesus. A Terra do Evangelho.

Na Era Nova e próxima abrigará um povo diferente pelos costumes cristãos. Cumpre ao que ouve os arautos do espaço, que convocam os homens de boa vontade para o preparo da Nova Era, reconhecer em Jesus o Chefe Espiritual. (…)

 A Missão dos Espíritas no Brasil é divulgar o Evangelho. Os que quiserem bem cumprir o dever, a que se obrigaram antes de nascer, deverão, pois, reunir-se debaixo deste Pálio Trinitário: Deus, Cristo e Caridade. Onde estiver esta bandeira, aí estarei eu, ISMAEL.”

 

(Ismael, Frederico Júnior, “Reformador”, Jul/1996)

.

(…) Para extinguir a chaga da ignorância, que acalenta a miséria; para dissipar a sombra da cobiça, que gera a ilusão; para exterminar o monstro do egoísmo, que promove a guerra; para anular o verme do desespero, que promove a loucura, e para remover o charco do crime, que carreia o infortúnio, o único remédio eficiente é o Evangelho de Jesus no coração humano.

 

Sejamos, assim, valorosos, estendendo a Doutrina Espírita que o desentranha da letra, na construção da Humanidade Nova, irradiando a influência e a inspiração do Divino Mestre, pela emoção epela idéia, pela diretriz e pela conduta, pela palavra e pelo exemplo e, parafraseando o conceito inolvidável de Allan Kardec, em torno da caridade, proclamemos aos problemas do mundo:

 

Fora do Cristo não há solução

(Bezerra de Menezes, Francisco Cândido. Xavier, O Espirito da Verdade, cap. 1)

(…) Nada mais útil do que o esforço de evangelização, na atualidade, e é dentro dessa afirmativa luminosa que precisamos desenvolver todos os labores e pautar todos os pensamentos e atitudes.

As transições terríveis e amargas do século tem sua origem na clamorosa incompreensão do exemplo do Cristo.

O  Trabalho secular de organização das ciências positivas caminhou a par da estagnação dos princípios religiosos. Os absurdos contidos nas afirmações e negações de hoje são o coroamento da obra geral das ciências humanas, entre as quais, despojada de quase todos os seus aspectos magníficos da antigüidade, vive a filosofia dentro de um negativismo transcendente. E o que se evidencia aos amargurados dias que passam, é de um lado a ciência que não sabe, de outro, a religião que não pode.

O nosso labor deve caracterizar-se totalmente pelo esforço de renovação das consciências e dos corações, à luz do Evangelho. Urge, pelos atos e pelos sentimentos, retirar da incompreensão e da má- fé todas as leis orgânicas do código divino, e aplicá-las à vida comum.

O vosso sacrifício e o vosso esforço executarão o trabalho regenerador, mas necessário é não vos preocupeis com os imperativos do tempo, divino patrimônio da existência do espirito. À força de exemplificação e apoiados nas vossas convicções sinceras, conseguireis elevadas realizações, que farão se transladem para as leis humanas as leis centrais e imperecíveis do Divino Mestre.

Esse o grande problema dos tempos.

Nenhuma mensagem do mundo espiritual pode ultrapassar a lição permanente e eterna do Cristo, e a questão, sempre nova, do Espiritismo é, acima de tudo evangelizar, ainda mesmo com sacrifício de outras atividades de ordem doutrinária.

A alma humana está cansada de ciência sem sabedoria e, envenenado pelo pensamento moderno, o cérebro, nas suas funções culturais, precisa ser substituído pelo coração, pela educação do sentimento.

O evangelho e o trabalho incessante pela renovação do homem interior devem constituir a nossa causa comum.

Procuremos desenvolver nesse sentido todo o nosso esforço dentro da oficina de Ismael, e teremos encontrado, para a nossa atividade, o setor de edificação sadia e duradoura.(…)

 

(Emmanuel, Francisco Cândido Xavier, “Reformador”, Mai/1976)

 Venhamos portanto a trabalhar com fé, amor e caridade  hoje, agora e sempre. 

 

Acesse o portal e estude conosco:    

 

http://feeak.com/

 

http://chico-xavier.com/

 

 Desejamos paz e alegria cristã. 

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: