Publicado por: Dirceu Rabelo | 21/11/2013

TEMOS DIA E HORA PARA MORRER?

TEMOS DIA E HORA PARA MORRER?

.

Milton Rubens Medran Moreira

.

A-Morte.

Reinaldo di Lucia falava sobre livre-arbítrio, no Simpósio Brasileiro do Pensamento Espírita. Contrapunha-se à tese de que a morte da gente está rigorosamente predeterminada e que de nada adianta querer protelá-la. Foi quando, em aparte, Roberto Rufo contou: a humorista brasileira Dercy Gonçalves não viajava de avião nem amarrada. Tinha medo de morrer. Alguém tentou demovê-la disso sob o argumento de que ela não morreria antes de chegar sua hora. “Está bem” – disse a comediante – “Mas quem vai me garantir que não será a hora do piloto?”.

Para quem crê num Deus onisciente, é até razoável sustentar que ele saiba o momento em que cada um vai morrer. Mas, presciência não é fatalismo. Como cantava Vinicius de Moraes, “são demais os perigos desta vida”, e nada recomenda nos submetermos a eles de forma temerária e inconsequente. Cada vez melhor, o ser humano tem condições de administrar sua vida e prolongá-la. A propósito, Dercy deve tê-la administrado bem. Morreu com 101 anos, em 2008.

O projeto Tikker

Lembrei-me desse tema, ao ler, dias atrás, sobre a existência de um relógio de pulso no site de financiamento coletivo Kicstarter que promete mostrar quantos anos, meses, dias, horas, minutos e segundos faltam para seu usuário morrer. O projeto “Tikker”, aguardando financiamento, não explicita a forma como chegará a essa fantástica previsão a ser feita para cada um dos compradores do tal relógio.  Imagina-se que, antes da compra, eles deverão se submeter a entrevistas, exames e preenchimento de detalhados formulários sobre seus hábitos, heranças genéticas, doenças já enfrentadas, etc. Com base nisso, há de ser feita uma estimativa do tempo de vida restante. Agora, com certeza, o aparelho não poderá prever a queda de um avião em eventual viagem do usuário ou a irresponsabilidade de um terceiro que, na estrada, jogue o carro por cima do portador do relógio. A chamada “hora de cada um” não pode estar carregada de tanto fatalismo, a ponto de interferir na liberdade e na responsabilidade pessoal de todos os atores desse drama chamado vida.

 Previsão do futuro

 Prever o futuro, em certas circunstâncias, é relativamente fácil. Todos nós, em alguma medida, exercitamos essa faculdade. A partir de determinados hábitos e comportamentos, podemos prever, com razoável possibilidade de acerto, que alguém enriquecerá ou se tornará pobre, viverá bastante e com saúde ou morrerá de câncer de pulmão, conquistará um bom emprego ou ninguém lhe ofertará trabalho. Tudo de acordo com o jeito de viver de cada um. Médicos que acompanham o estado de saúde de seus pacientes, muitas vezes, prognosticam o tempo que lhes resta viver.

Se supusermos a existência de espíritos que conheçam muito mais sobre a vida de algum encarnado, até admitiremos que eles possam fazer essa previsão com maior grau de acerto. Mas, isso não é fatalismo. É conhecimento baseado em leis de causa e efeito.

Livre-arbítrio e espiritismo

Mesmo com algumas passagens capazes de levar a uma interpretação determinista sobre nossa vida como encarnados, a doutrina espírita merece ser analisada, acima de tudo, como defensora da prevalência do livre arbítrio na vida humana. Como muito bem salientou Reinaldo, em seu trabalho no SBPE, paira acima dessas interpretações fatalistas uma frase lapidar na obra de Allan Kardec, segundo a qual “sem o livre arbítrio, o homem seria uma máquina”. (Questão 843 de O Livro dos Espíritos).

 (Coluna publicada nos jornais “Opinião”, do Centro Cultural Espírita de Porto  Alegre e “Abertura”, do Instituto Cultural Kardecista de Santos, edições de novembro)

Fonte: ESPIRIT BOOK

Anúncios

Responses

  1. Oi, gostei do blog e partilho uma grande dica.
    Aline foi a fundadora da Cidade das Pirâmides e tem muito a nos dizer sobre os temas que abordará neste encontro https://www.facebook.com/photo.php?fbid=533630020052489&set=a.109898532425642.17867.100002164879038&type=1&ref=nf.
    Sei que gostarão muito de sua sensibilidade e conhecimento, visitem o site!
    Vagas Limitadas, garanta já a sua no site:
    http://www.deolhonomundo.com Peço que divulguem. Abraços.

  2. Fica aí a dica de Luz 13 para quem quiser participar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: