Publicado por: Dirceu Rabelo | 13/11/2014

TRAMA DAS TREVAS – AMOR E SABEDORIA DE EMMANUEL


Responses

  1. Estamos em tempos, (se e que houveram outros menos tumultuosos), de compreender que quando Jesus nos pediu para que “orássemos e vigiássemos) ele sabia o quanto esse gesto nos pouparia de tantas interferências extrafísicas ou não, entretanto, a sintonia é nosso ponto de acesso. Somos verdadeiros rádios vivos, portanto, fundamental torna-se que além de orarmos e vigiarmos, procuremos nos manter com elevados pensamentos(que são nossas “antenas”), de maneira que entidades torturadas, almas sofredoras, não encontrem acesso ou guarida em nossos lares ou como companheiros constantes atraídos pura e simplesmente por nossa invigilância mental. Pensamentos positivos, confiança em dias melhores, certeza de que nunca estamos sozinhos, que nossos protetores, anjos guardiães, amparadores estão a postos e basta um chamado nosso em recolhimento e fé para que nos cerquem com suas luzes e seu amor por nós.
    A gratidão é também um corrimão seguro, que nos garante a segurança de dias cada vez melhores.

    A todos que buscam, que encontrem seus caminhos rumo a perfeição,

    Abraços fraternos,

    Célia Virgínia

    • Maravilhoso comentário, querida Célia Virgínia!
      Hoje à tarde, estive conversando com um vizinho meu, católico praticante, sobre isso. Ao passar defronte sua casa, indaguei-lhe como ele estava, se estava passando bem, aquelas coisas do interior mineiro.
      Sua resposta foi: “Estou remando para o barco não virar”.
      Como eu estava do outro lado da rua, e ele já é um pouco mais idoso, atravessei a rua e lhe disse: – Devemos ser mais otimistas, agradecidos ao Pai por estarmos com saúde, bem alimentados e já aposentados depois de longos anos de trabalho. E desfiei um pouco de otimismo para ele que concordou comigo que deveria ser mais grato ao Grande Arquiteto do Universo, do que simplesmente se lamuriar de pequenas dores no corpo.
      Vejo, querida irmã Célia que devemos, enquanto pudermos ajudar nossos semelhantes, pois somente a caridade nos aproxima do Pai e Criador.
      Abraço fraterno!

  2. Este vídeo veio para coroar nosso fim de semana.
    Abraço, Dirceu e a propósito de falar de Deus, que é de todas as religiões, te deixo um poema:

    Dimensão

    Somos todos grandes porque nascemos grandes,
    não porque quisemos, não no sentido visual, não na estética.
    Nascemos grandes como nascem todos, indistintamente,
    no mesmo peso e na mesma medida,
    sem possibilidade de mais crescer ou diminuir.
    A proporção que se dá ou se vê nas pessoas
    é que leva a essa tolice da classificação,
    a esse ser mais ou menos que nos faz olhar por cima
    ou erguer submissamente a vista,
    como quem pisa e quem serve de chão.
    Nascemos grandes como Deus quis
    e seremos grandes ainda que não queiramos,
    não tendo como mais crescer ou nos apequenar,
    como nenhum vivente tem como ser maior
    ou menor que a semente da vida.
    Se tivéssemos todos – grandes que somos –
    a humildade de nos darmos as mãos
    e caminhar para um mesmo horizonte,
    seríamos felizes e indestrutíveis.
    Nenhum de nós há, maior, menor,
    mais ou menos importante.
    O que pode haver é o que nos espera
    sem jamais revelar-se antes da hora.
    Por isto nascemos grandes,
    para resistir ao agora e aguardar
    a divina possibilidade do amanhã.

    Remisson Aniceto (12/11/2014)

    • Maravilhoso, caro amigo poeta Remisson Aniceto, aliás, como tudo aquilo que você faz! E ele diz a verdade pura. É a minha cara; otimista e, portanto, Divino.
      E diz o que é de mais simples: Se todos nós, ou a maioria, resolvermos nos darmos as mãos, poderemos mudar tudo para melhor e, como você bem disse, seríamos indestrutíveis.
      Abraço fraterno e poético!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: