Publicado por: Dirceu Rabelo | 20/05/2015

RACIOCÍNIO ESPÍRITA

RACIOCÍNIO ESPÍRITA

.

Mesa farta

.

Servir onde estivermos e tanto quanto pudermos será sempre o programa para qualquer de nós – os tarefeiros encarnados e desencarnados do Evangelho -, na faixa de trabalho em que nos situamos.

A Lei do Senhor compreende perfeitamente:

– que disponhas de casa confortável, tão confortável quanto queiras, mas sem relegar à nudez os irmãos esfarrapados que te cruzam a porta;

– que te banqueteis, tanto quanto desejes e com quem desejes, mas sem largar o vizinho morrendo à fome por falta de pão;

– que te movimentes de carro, tanto quanto te proponhas, mas sem fugir de auxiliar os companheiros do caminho para que não vivam descalços;

– que ajuntes o dinheiro, por meios justos, no tamanho de teus ideais para o sustento de tuas realizações, mas sem negar aos irmãos em penúria a sobra de tuas obras;

– que uses os perfumes de tua predileção na esfera da apresentação pessoal, segundo o teu gosto, mas sem deixar o próximo em aflitivas necessidades materiais, desprevenido de sabão para a própria limpeza;

– que frequentes as diversões dignas, conforme a permissão de tua consciência, tanto quanto puderes, mas sem esquecer de  levar, sempre que possível, algumas horas de alegria aos lares em sofrimento.

Em verdade, não consegues liquidar os problemas e provações que vergastam a Terra, mas Podes e Deves Cooperar com a Lei do Senhor, na Extensão da Bondade e do Socorro, na Área de tua Própria Existência.

Deus Nos Dá o Máximo de Bênçãos. Saibamos Dar, Pelo Menos, o Mínimo de Nossas Possibilidades.

Deus Nos Dá Tudo. Aprendamos a Dar, Pelo Menos Um Pouco.

.

Pelo Espírito Albino Teixeira. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Paz e Renovação. Lição nº 05. Página 25.

 .

Colaboração: Carlos Alberto Braga Costa – FEEAK

Anúncios

Responses

  1. Muito educativo!

    • É verdade caro José Freire! Não é ruim ter conforto e prosperidade, mas como é bom saber repartir um pouco do que temos com aqueles que necessitam sem que precisem bater à nossa porta pedindo por caridade. Sabemos onde os necessitados estão e podemos levar um pouco do que temos de sobra para eles que não irá nos fazer falta.
      Que bom se todos, ou pelo menos mais pessoas fizessem isso, não é mesmo?
      Grande abraço e que o Mestre Amado Jesus o abençoe!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: