Publicado por: Dirceu Rabelo | 21/02/2015

MEU PÉ DE LIMÃO TAITI

MEU PÉ DE LIMÃO TAITI

.

Dirceu Rabelo

.

Limão azedo

.

Desde que foi plantado, ainda tenra muda,

Repleto de flores e alguns frutos pequenos,

Aquele pé de limão Taiti foi um assombro

Nunca vi tanta fartura aqui em casa e na vizinhança.

Limões verdes, brilhantes e de uma acidez,

Que de tão saudável chegava a ser suave.

Mas, durante toda a sua longa existência,

E lá se vão mais de 20 anos, quando foi plantado,

Ele sempre foi doente; folhas amareladas, raízes à mostra…

Também, pudera! Era atacado sem piedade por fungos.

Eu o acudia, aplicando-lhe um medicamento azulado,

Que foi protelando sua vida, e ele ia penando,

Mas, continuava produtivo, e muito produtivo.

Chegou um momento no ataque da “Gomose”

Que seus galhos começaram a secar um a um…

Aí, tive que fazer uma poda radical em seus galhos,

E dele, quase nada sobrou; só alguns poucos ramos,

Pois parasitas oportunistas corroeram suas entranhas,

Sugando quase toda sua preciosa e promissora seiva.

Um vendaval e ele caiu, mas sobrou ainda uma obstinada raiz,

E lá no chão, ainda caído, ele floriu, gerou frutos e…

Não resisti e o levantei hoje pela manhã; e o escorei!

Dois bons pedaços de madeira maciça foram como muletas

A segurar o majestoso e modelar pé de limão Taiti

Que mesmo com todas as doenças e o passar dos anos;

Que mesmo depois de já ter cumprido com dignidade

Sua tarefa de ser uma fecunda árvore aqui neste orbe,

De ter levado saúde a muitos seres que nem o conheceram

E de ter passado por adversidades de todas as formas,

Ainda busca forças para produzir frutos entre seus secos galhos

E, com seu doce perfume atrair abelhas, pois ainda está florindo!

Parece – Sim, pode parecer! – coisa de poeta, mas ele é exemplo

Para todos nós que desistimos da vida por qualquer problema,

Seja por doença, alguma perda, dissabores, ou fracassos no amor…

E aí deixamos de frutificar, deixamos a vida por nada, fracassamos!

Hoje, pela manhã, meu doente, mas produtivo limoeiro,

Deu-me grande força para continuar lutando, lutando sempre…

Revelando que só os fracos não descobrem as trilhas da felicidade,

Pois desistem facilmente da vida, por qualquer tropeço.

E por falar neste maravilhoso pé de “azedume”, alguém já disse…

 “Se a vida lhe der limões, faça deles uma bela limonada”!

.

Dom Joaquim/MG – Brasil, 21 de fevereiro de 2015

Publicado por: Dirceu Rabelo | 11/02/2015

ANIMAIS EM SOFRIMENTO – Mensagem de Emmanuel

ANIMAIS EM SOFRIMENTO – mensagem de Emmanuel.

Publicado por: Dirceu Rabelo | 08/02/2015

UNIÃO FRATERNAL – LIVRO DOS ESPÍRITOS – Questões 302 e 303

Publicado por: Dirceu Rabelo | 01/01/2015

ZUMBI DO OUVIDO – POEMA

ZUMBI DO OUVIDO – POEMA

.

zombi

.

ZUMBI DO OUVIDO

.

Dirceu Rabelo

.

Nasci com um estranho zumbido

Que sempre atazanou meu ouvido

Desde aquele meu primeiro vagido

E tem me deixado agora doido varrido

.

É como se fosse um enervante apito

De parecença sair dos confins do infinito

De espírito rebelde em seu lúgubre grito

Preso num trem com seu trilho em atrito

.

Este é meu grilo falante e arqui-inimigo

Que deve ter se destemperado comigo

Em vidas convividas em claustro abrigo

Expiando barulhos em forma de castigo

.

Ouço de vez em quando um estampido

Estranho estalo em meio a tanto ruído

E sonho com um corpo já meio carcomido

De um zumbi do passado que posso ter sido…

.

Dom Joaquim, 30 de dezembro de 2014.

Publicado por: Dirceu Rabelo | 29/12/2014

OS NÚMEROS DE 2014 DO BLOG DO DIRCEU RABELO

OS NÚMEROS DE 2014 DO BLOG DO DIRCEU RABELO

.

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 430.000 vezes em 2014. Se fosse o Louvre, eram precisos 18 dias para todas essas pessoas o visitarem.

Clique aqui para ver o relatório completo

Publicado por: Dirceu Rabelo | 28/12/2014

UM RELÓGIO CURIOSO, INTERESSANTE E PREOCUPANTE…

UM RELÓGIO CURIOSO, INTERESSANTE E PREOCUPANTE…

.

Dê uma olhada no relógio desse site e na contagem de agora, de cada dia, de cada semana, de cada mês e de cada ano.  

É curioso, interessante e altamente preocupante.
 O relógio mostra as estatísticas dos principais órgãos e organizações mundiais:

http://www.mdig.com.br/imagens/relogio.swf

Colaboração: Cléo Aguiar 

POR QUE A REENCARNAÇÃO PASSOU A SER CONDENADA PELA IGREJA CATÓLICA?

 .

Reencarnação 4

.

O Concílio de Constantinopla – 553 D.C

Até meados do século VI, todo o Cristianismo aceitava a Reencarnação que a cultura religiosa oriental já proclamava, milênios antes da era cristã, como fato incontestável, norteador dos princípios da Justiça Divina, que sempre dá oportunidade ao homem para rever seus erros e recomeçar o trabalho de sua regeneração, em nova existência.

Aconteceu, porém, que o segundo Concílio de Constantinopla, atual Istambul, na Turquia, em decisão política, para atender exigências do Império Bizantino, resolveu abolir tal convicção, cientificamente justificada, substituindo-a pela ressurreição, que contraria todos os princípios da ciência, pois admite a volta do ser, por ocasião de um suposto juízo final, no mesmo corpo já desintegrado em todos os seus elementos constitutivos.

É que Teodora, esposa do famoso Imperador Justiniano, escravocrata desumana e muito preconceituosa, temia retornar ao mundo, na pele de uma escrava negra e, por isso, desencadeou uma forte pressão sobre o papa da época, Virgílio, que subira ao poder através da criminosa intervenção do general Belisário, para quem os desejos de Teodora eram lei.

E assim, o Concílio realizado em Constantinopla, no ano de 553 D.C, resolveu rejeitar todo o pensamento de Orígenes de Alexandria, um dos maiores Teólogos que a Humanidade tem conhecimento. As decisões do Concílio condenaram, inclusive, a reencarnação admitida pelo próprio Cristo, em várias passagens do Evangelho, sobretudo quando identificou em João Batista o Espírito do profeta Elias, falecido séculos antes, e que deveria voltar como precursor do Messias (Mateus 11:14 e Malaquias 4:5).

Agindo dessa maneira, como se fosse soberana em suas decisões, a assembléia dos bispos, reunidos no Segundo Concílio de Constantinopla, houve por bem afirmar que reencarnação não existe, tal como aconteceu na reunião dos vaga-lumes, conforme narração do ilustre filósofo e pensador cristão, Huberto Rohden, em seu livro ” Alegorias “, segundo a qual, os pirilampos aclamaram a seguinte sentença, ditada por seu Chefe D. Sapiêncio, em suntuoso trono dentro da mata, na calada da noite: ” Não há nada mais luminoso que nossos faróis, por isso não passa de mentira essa história da existência do Sol, inventada pelos que pretendem diminuir o nosso valor fosforescente “.

E os vaga-lumes dizendo amém, amém, ao supremo chefe, continuaram a vagar nas trevas, com suas luzinhas mortiças e talvez pensando – “se havia a tal coisa chamada Sol, deve agora ter morrido”. É o que deve ter acontecido com Teodora: ao invés de fazer sua reforma íntima e praticar o bem para merecer um melhor destino no futuro, preferiu continuar na ilusão de se poder fugir da verdade, só porque esta fora contestada pelos deuses do Olimpo, reunidos em majestoso conclave.

Vivaldo J. de Araújo é Professor e Procurador de Justiça do Estado de Goiás.

Publicado por: Dirceu Rabelo | 24/12/2014

BANCA DE JORNAIS DO MUNDO INTEIRO… ON LINE!

BANCA DE JORNAIS DO MUNDO INTEIRO… ON LINE!

.

Homem lendo jornal

.

…Você escolhe o jornal do dia, clica na matéria e lê!!!

Antes dê um clique no link abaixo:

  http://www.hhmmss.com/ 

Colaboração: Cléo Aguiar

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.954 outros seguidores