Publicado por: Dirceu Rabelo | 22/05/2015

TESTE DO PROCESSO OBSESSIVO

TESTE DO PROCESSO OBSESSIVO

.

mulher-irritada-com-redes-social-computador

.

Verifique você:

– se já consegue dispensar aos outros o tratamento que desejaria receber;

– se adia a execução das próprias tarefas;

– se reconhece que toda criatura humana é imperfeita quanto nós mesmos e que, por isso, não nos será lícito exigir do próximo, testemunhos de santidade e grandeza na passarela do mundo;

– se guarda fidelidade aos compromissos assumidos;

– se cultiva a pontualidade;

– se evita contrair débitos;

– se orienta a conversação sem perguntas desnecessárias;

– se acolhe construtivamente as críticas de que se faz objeto;

– se fala auxiliando ou agredindo a quem ouve;

– se conserva ressentimentos;

– se sabe atrair amigos e alimentar afeições;

– se mantém o autocontrole, na vida emotiva, como base da sua dieta mental.

Todos nós, os espíritos em evolução na Terra, temos a nossa quota de obsessão, em maior ou menor grau.

E todos estamos trabalhando pela própria Libertação.

À vista disso, de quando a quando, é sumamente importante façamos um teste de nosso processo desobsessivo, a fim de que cada um de nós observe, em particular, como vai indo o seu.

.

Colaboração: Carlos Alberto Braga Costa – FEEAK

Publicado por: Dirceu Rabelo | 20/05/2015

RACIOCÍNIO ESPÍRITA

RACIOCÍNIO ESPÍRITA

.

Mesa farta

.

Servir onde estivermos e tanto quanto pudermos será sempre o programa para qualquer de nós – os tarefeiros encarnados e desencarnados do Evangelho -, na faixa de trabalho em que nos situamos.

A Lei do Senhor compreende perfeitamente:

– que disponhas de casa confortável, tão confortável quanto queiras, mas sem relegar à nudez os irmãos esfarrapados que te cruzam a porta;

– que te banqueteis, tanto quanto desejes e com quem desejes, mas sem largar o vizinho morrendo à fome por falta de pão;

– que te movimentes de carro, tanto quanto te proponhas, mas sem fugir de auxiliar os companheiros do caminho para que não vivam descalços;

– que ajuntes o dinheiro, por meios justos, no tamanho de teus ideais para o sustento de tuas realizações, mas sem negar aos irmãos em penúria a sobra de tuas obras;

– que uses os perfumes de tua predileção na esfera da apresentação pessoal, segundo o teu gosto, mas sem deixar o próximo em aflitivas necessidades materiais, desprevenido de sabão para a própria limpeza;

– que frequentes as diversões dignas, conforme a permissão de tua consciência, tanto quanto puderes, mas sem esquecer de  levar, sempre que possível, algumas horas de alegria aos lares em sofrimento.

Em verdade, não consegues liquidar os problemas e provações que vergastam a Terra, mas Podes e Deves Cooperar com a Lei do Senhor, na Extensão da Bondade e do Socorro, na Área de tua Própria Existência.

Deus Nos Dá o Máximo de Bênçãos. Saibamos Dar, Pelo Menos, o Mínimo de Nossas Possibilidades.

Deus Nos Dá Tudo. Aprendamos a Dar, Pelo Menos Um Pouco.

.

Pelo Espírito Albino Teixeira. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Paz e Renovação. Lição nº 05. Página 25.

 .

Colaboração: Carlos Alberto Braga Costa – FEEAK

Publicado por: Dirceu Rabelo | 19/05/2015

CARLOS ALBERTO BRAGA – A BOA NOVA – UMA ERA DE ESPERANÇA

Publicado por: Dirceu Rabelo | 07/05/2015

UM ANJO E UM FILÓSOFO – 92° ASE

Publicado por: Dirceu Rabelo | 27/04/2015

MEUS CAMINHOS – POEMA

MEUS CAMINHOS 

.

Dirceu Thomaz Rabelo

.

Meus caminhos já foram tão tortuosos

E tão salpicados de venenosos espinhos

Que a calmaria que agora se apresenta  

Faz com que meus passos sigam firmes

Mesmo que a escuridão da noite amortalhe

A minha tosca visão de onde piso e tateio.

.

Durmo em paz, confidenciando bem baixinho,

Uma oração que é só ouvida por meu travesseiro.

Meus sonhos são mais apurados, pois trabalho;

Não perco um só minuto de meu tempo para o tédio!

O dormir é descanso para meu corpo físico;

Meu espírito, devedor que é, necessita se apurar

Retomar seu rumo, buscar de novo seu prumo.

.

Já faz tempo que deixei a senda do bem, e voltar…

É tudo que preciso, para apagar aqueles falsos passos

Que dei nas vidas que o Bom Deus me concedeu,

E que deixei escapar, por percursos loucos e sem razão.

Quero caminhar descalço na relva verde pela manhã

E sentir o perfume das flores que se abrem a meu lado

E me esquecer de vez, do que já fiz de errado no passado.

.

Meus caminhos 3

Dom Joaquim/MG, 27 de abril de 2015.

Publicado por: Dirceu Rabelo | 15/04/2015

50 ANOS DEPOIS – ASE 14/04/2015

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 4.052 outros seguidores